MENU

domingo, 23 de março de 2014 - 22:50Stock Car

MENINO-PRODÍGIO

fragavitoriaSÃO PAULO (dá pra melhorar) – Correndo em dupla com Rodrigo Sperafico, Felipe Fraga tornou-se hoje o mais jovem vencedor da Stock, aos 18 anos. Foi bem na classificação e na corrida. Ao que parece, começa a despontar um menino rápido, com resultados consistentes. O que é bom para a categoria, essa renovação com qualidade.

De qualquer maneira, é importante torcer o nariz para o patrocínio oficial do Estado do Tocantins ao menino. Não gosto dessas coisas, e escrevi o mesmo quando Valdeno Brito corria patrocinado pelo governo da Paraíba. Uma coisa é uma empresa estatal que concorre no mercado com empresas privadas da mesma área escolher suas ferramentas de marketing, incluindo o automobilismo — Petrobras, Banco do Brasil, Caixa, e antigamente Banespa, Nossa Caixa etc. Outra, bem diferente, é despejar dinheiro individualmente em qualquer atleta. Ah, mas é legal apoiar o esporte. Sim, é legal apoiar o esporte. Mas como anda o esporte no Tocantins? Vai tudo bem por lá? Quadras, ginásios, pistas, equipamentos nas escolas, tudo belezinha? Se estiver, ótimo. Ah, mas faz propaganda do Estado. Sim, pode ser um argumento. Mas tenho cá minhas dúvidas de quantas pessoas decidem ir ao Tocantins depois de ver o nome do Estado num carro, e seria interessante saber quanto o povo tocantinense está pagando para Fraga correr. Não, não estou desconfiando de nada, nem chamando ninguém de ladrão. Só estou dizendo que não acho legal.

Gostei da corrida de duplas, hoje. Muitos bons pilotos estiveram na pista e certamente enriqueceram o espetáculo. O público em Interlagos me pareceu razoável, apesar da chuva. Mas a corrida é curta demais. Teve piloto convidado que guiou menos de 15 minutos. É pouco para a dimensão de uma prova que reúne tanta gente. Ah, mas a TV… OK, tem a TV, mas acho que dá para conversar. E se não der para passar na aberta, que se passe na fechada. Sei lá. A próxima etapa também tem novidade, em Santa Cruz do Sul: rodada dupla.

O relato da vitória de Fraga/Sperafico está aqui. Quem entre nós esteve em Interlagos? Como sempre, é legal ler os relatos dos que estiveram no autódromo. Contem tudo.

54 comentários

  1. Alex disse:

    Gomes,
    Vc lembrava que tinha colocado o menino como revelação do ano em 2006???
    Achei isso no seu blog. PQP!!
    Em 2006 o muleque tinha 10 anos….
    Então, revelação do quê?? Carrinho de rolimã?
    Abs,

  2. Burrichello disse:

    Quem tiver interesse a respeito desse assunto pode conferir a decisão do STF a respeito do caso Valdeno Brito: http://www.youtube.com/watch?v=BMvcWebUIHY

  3. Ricardo Sarmento disse:

    Em relação à questão do patrocínio estatal, acredito que em muitos casos tem alguma picaretagem no meio, com isso não digo que seja o caso do Felipe, mas muitas vezes tem alguém influente que consegue esses patrocínios, que acabam sendo uma forma utilizada pelos gestores de justificar a utilização de verbas destinadas ao esporte.

    Em outros casos, vejo somente como uma forma de publicidade, visando atrair turistas para o estado.

  4. cleiton disse:

    querem corrida boa, longa e ingresso barato?? venham a Taruma 29 e 30/3. Copa Classic RS 2 baterias de 25min mais 3 hs de Endurance RS!!!! e eh corrida de verdade!!!! carros de verdade, motores variados, sem fru fru ….e aqui os sites q usam fotos não omitem os creditos do fotografo!!!

  5. Gilles disse:

    Passei cinco meses lecionando no Tocantis, 40 quilômetros de Palmas (município de Miracema), o local é de pessoas assentadas pelo INCRA. A Escola tem uns oito anos e está em pedaços construída com materiais de quinta ou sexta, só ainda não caiu p q pessoas lutam e faz campanha para conseguir verba e tapar o buraco que o governo deixa. Não temos esgoto as casas possuem fossas ( em Palmas muitos bairros também não os tem). Coleta de lixo não existe, as pessoas queimam os restos de seus lares no fundo do quintal. Água tratada nem pensar, o recurso usado pelos moradores é uma mina, pois a água do poço dá alguns efeitos colaterais como: dores de barriga, vomito e outros. O Prefeito de Miracema recentemente teve que dividir o Royalty da hidroelétrica com um município que desmembrou recentemente. Resultado é que a verba diminuiu e os salários dos professores ficou para pagar a folha de um time de futebol da cidade com os melhores atletas do estado que disputava um campeonato local. A prefeita é uma fantoche quem manda é o maridão.
    O estado devia fiscalizar isso e não colocar nome em carros de corrida. Os antigos já diziam: “Primeiro as obrigações depois a diversão”.

  6. Paulo disse:

    Será que essa corrida, assim como outras categorias do automobilismo, não mão da Bandeirantes e com uma boa promoção não teria mais espaço na TV? Eu sei que a Indy tem o apoio da Bandeirantes e não bomba, mas a prova aqui no Brasil pelo menos é bem divulgada, tem público (não sei a audiência) mas a Stock e outras categorias só de brasileiros poderiam fazer sucesso e ressuscitar nosso combalido automobilismo. Até a Globo mesmo poderia dedicar um pouco mais de atenção a isso abrindo espaços na programação nos domingos antes dos jogos, no lugar dos filmes, numa tentativa de criar uma cultura, um hábito de assistir corrida, mesmo que sem muito ibope no início. Não seria melhor isso do que não ter ninguém na F1 daqui a poucos anos?

  7. rodrigo disse:

    E o Farfus, calçou bem o chinelo do Rubinho. Piquetzinho também foi bem.

  8. Bruno Sander disse:

    Flávio, concordo contigo! Outro exemplo que nunca entendi foi o do Pizzonia, quando corria na F-Vauxhall com o patrocínio de Manaus (ou Amazonas, não lembro)…

  9. Carlos Jeronimo disse:

    Flavio, concordo contigo, principalmente na questao da duraçao da prova, 50 minutos é muito pouco, teria que ser no minimo 90, ou entao 02 baterias. Mas tirando isso gostei muito, acho que acertaram nesse formato, se aumentarem o tempo de prova, tem tudo para ser o maior evento nacional de automobilismo…..

  10. Anselmo disse:

    Estive no autódromo e tenho alguns comentários a fazer. Sobre a corrida, tirando o fato de concordar que ela deveria ser mais longa, foi ok. Gostei bastante da ideia de chamar convidados, muitos deles pilotos que não estão acostumados com os carros. Porém, os fatos negativos ficaram por conta de:
    - Apenas 1 caixa para a compra dos lanches, churrasco e pastel. Era algo de perder meia hora ali, só pra conseguir comprar o lanche. O mesmo vale para o atendimento das barracas dos lanhces. Era só uma pessoa para atender;
    - Haviam poucas lixeiras;
    - A idéia dos organizadores de por música nas caixas de som durante a corrida. Não vejo necessidade daquilo;
    - E, por fim, não uma crítica, mas sim uma sugestão de colocar um telão para que possamos acompanhar o que acontece fora do alcance dos nossos olhos, uma vez que o narrador não parecia muito a fim de comentar alguns fatos da prova.

    Enfim, são problemas que já ocorreram em outras etapas. Ao meu ver, são coisas que dariam pra solucionar caso os organizadores dessem um pouco mais de atenção ao público.

  11. professor disse:

    Flavio o texto é uma merda, mas acho que vale a perda de tempo,
    Sou do Tocantins (Palmas) e posso dizer duas coisas (contraditórias), a primeira é que aqui é um lixo como ai em São Paulo, só vagabundo na política e nos serviços público, mas existe uma segunda situação, o Tocantins é um Estado praticamente de imigrantes (como eu) não estou desculpando a propaganda no carro do menino, mas o Estado além de receber muito imigrante também recebe muitos turistas que vem pescar conhecer o Jalapão entre outros pontos turisticos (é massa aqui, muitas oportunidades de negócios). Tenho certeza que o pai desse menino tem acessos na política, ele mora aqui perto de casa, e é uma puta casa ( deve ser um rico influente),mas contraditoriamente (na minha opinião) é importante para o Estado esse tipo de política, como nos EUA no século XIX: ” Jovem vá para o oeste”.Sei lá, sou professor (comunista) e nunca alivio, mas o mulek é fantastico, acho que assim vale a pena (sempre valeu, pois ele apresenta resultados). Desde já quero dizer que não aprovo, mas ele merece mais do que alguns atletas porque está trazendo resultados, abraços. Deixo uma pergunta. –O que ele está fazendo no Brasil¿ O que ele fez ontem foi incrível. Abraços, desculpe os erros, aqui quem escreve bem é você.

  12. Moacyr Lopes disse:

    Prezado Flávio,

    Sobre a prova, que foi ótima, só a lamentar a curta duração, que ocorre desta forma devido a emissora que a transmite.

    Em relação ao patrocínio, corroboro contigo. Ainda estou conselheiro do Uberaba Sport, time de minha terra (as camisas ainda estão ai?). Porém, amanhã temos reunião mensal do conselho e irei e entregar minha renúncia. Motivo: patrocínio da prefeitura municipal ao time de futebol, o que é um absurdo. Claro que a motivação do patrocínio é exclusivamente político (reeleição).

    De 80 conselheiros, sou o único contra. Devo ser o mais burro do grupo.

  13. Evandro disse:

    Não dá pra concluir nada apenas pelo que se vê na tv, mas do que se viu foi um piloto rápido, andando forte e cuidando para não bater em ninguém, e de repente lá aparece ele em primeiro. O resto todo mundo sabe….foi uma estratégia muito bem feita e com um colega de ponta assumindo um carro de uma categoria à qual ele estava bem familiarizado….a receito foi ótima e o resultado também. Mantenho o mérito do Fraga, 50% foi ele, ótima estréia, ótimo resultado. Os próximos gps dirão.

  14. Diogo Andrade disse:

    Concordo com a crítica a duração da prova. Mas ela vale não só para provas especiais como a de ontem, como para todas as provas. São 33 pilotos, grid cheio, se chove e dá duas bandeiras amarelas como a de ontem, temos muito pouco de corrida na prática. Com a quantidade de patrocínio, mesmo na aberta se durar mais meia hora deve render mais do que qualquer reportagenzinha do esporte espetacular.

  15. Rafael disse:

    Aquilo pode ser chamado de corrida? Stock sucks.

  16. Winston disse:

    Assisti na TV, não tenho nem palavras!!!, acho a Stock um coco. Mas gosto tanto de corrida que até stock eu assisto, fazer o que né?
    O menino parece bom, não fez cagada na chuva e entregou o carro redondo pro Sperafico.
    Bom o garoto, bom o Cacá, o resto? é só o resto.
    Á gosto do Waldeno afinal ele é daqui pertinho do RN, então: GO expresso da Paraíba!!!

  17. Ricardo disse:

    Estive domingo em Interlagos e como sempre no setor A.

    A corrida foi ótima, umas das melhores da stock, dos útimos anos, muitas ultrapassagens, pilotos passando por dentro e fora no laranjinha, na ferradura na junção, a pista molhada foi um algo a mais nessa etapa.

    Acredito que os ingressos, R$ 9,00 mais barato que nos útimos anos, contribuiram para uma ter um bom público, mesmo com o tempo ruim.

    A organização (pelo menos no setor A) continua horrivel, sofrivel, as arquibancadas todas sujas (de folhas, ok, estamos no outono) parecia que não via uma vassoura a meses, era tanta folha nas arquibancadas que escorregava muito, não sei se os carros estavam escorregando tanto.

    Na saída, apenas um portão aberto, muitas pessoas tentando sair, por apenas um portão no setor, não dá pra entender. e se precisasse esvaziar rápidamente o autodromo?

    Bom, vamos voltar a falar da corrida, ou melhor das corridas, isso, teve uma corrida as 08:40 da manhã, você sabia? eu não, procurei uma programação no site da stock, da sportv, da globo e nada, ainda bem que cheguei cedo no autódromo, perdi a largada, ok. A corrida também foi muito boa.
    Mas fiquei com algumas dúvidas, que carros são? que motor? qual é essa categoria? Está no lugar da Light? ou da Júnior? ou da Montana? sei lá, já teve tantos nomes
    Essa mesma categoria teve uma prova no sábado também.

    Fica dificil acompanhar o automobilismo brasileiro sem divulgação.

    • Robertom disse:

      Eles (a Vicar) chamam a categoria do “Campeonato Brasileiro de Turismo”, o que está errado, pois é um chassi tubular com uma carenagem de fibra que para completar não imita nenhum carro de turismo.
      Para completar a cagada só falta chamar de “Formula Turismo”.
      Deveria se chamar Stock Light.
      O Chassi é novo, uma (boa) evolução do da Stock V8, muito, muito melhor que aquele de 1ª geração (que é uma cadeira elétrica e hoje é utilizado no Paulista de Força Livre V8 e 6 cilindros).
      A categoria é cara, mas é o melhor caminho para quem quer ir para a Stock V8.

  18. Smirkoff disse:

    Concordo com o problema da corrida muito curta. Se não incomoda quem vê pela TV, é um desrespeito com quem paga ingresso para ver na pista. Basta um ou dois safety cars para reduzir a corrida a quase nada. Se a Stock quer ser levada a sério, precisa ter mais quilometragem no campeonato. O DTM, que não tem mais reabastecimento, corre meio GP, ou 150 km, pelo menos uma hora de prova. E tem mais duas categorias correndo junto no fim de semana. É bem mais decente pra quem teve o trabalho de ir até o autódromo ou à pista de rua.

  19. Luiz disse:

    Talvez a solução seja etapa dupla com os convidados. Os titulares correm uma etapa e os convidados em outra. A ordem poderia ser livre ou pré-determinada como ontem. Vale salientar o desempenho do Nelsinho, do Farfus e do próprio Sperafico, que melhoraram a posição dos carros no final. O Felipe por sua inexperiência – talvez – perdeu posições na relargada, apesar de me parecer que o ultrapassaram antes da linha de largada/chegada, a não ser que o regulamento permita. No momento em que a bandeira verde é acionada em todo circuito é permitido passar!!! No geral a corrida foi muito boa.

  20. allan disse:

    Na TV: a Globo realmente prefere “emocionar” o consumidor “padrão” (provavelmente o mesmo do “ichquienta”, caldeirão,faustão, dentre outros) mostrando o garoto prestes a vencer (em verdade quem venceu mesmo foi o Sperafico – o garoto foi muito, muito bem, mas estava em 2º ao entregar o carro) e seu pai do que a corrida em si: houveram vários toques e ultrapassagens, e a dupla Barrichello/Farfus, após uma cagada monumental do primeiro (custava esperar um pouquinho?) donde deveria ter sido penalizado, veio passando todo mundo até chegar ao 9º lugar (lembrando que Rubens não só caiu pro final do pelotão como teve que parar nos boxes para trocar os pneus por um furo em um deles). A cronometragem também é extremamente PORCA – depois das paradas deixou de acompanhar a corrida…

  21. Maurício Freitas disse:

    Eu estive em Interlagos. A organização da corrida em si me pareceu muito boa. Apesar do grande público presente, foi fácil chegar e sair do autódromo.
    O único senão foi realmente a duração da corrida, muito curta, especialmente considerando a largada com carro de segurança e as voltas sob bandeira amarela. Fica uma sensação de corrida inacabada.
    Dois fatos a destacar: 1) o excelente desempenho de Barrichello/Farfus, que caíram para o fim do pelotão, em razão da batida no início e mesmo assim chegaram em nono. É nítido o quanto Barrichello é bom em piso molhado. 2) a lamentável pane no carro do Thiago Camilo/Lucas Di Grassi, de quem eu esperava uma grande corrida.

  22. Tom disse:

    Aqui em Goiás teve um caso parecido em 2004,com o filho do Jaime Camara(afiliada da Rede Globo),correndo com o patrocinio do governo de Goiás nos EUA,quem teria que fiscalizar seria o Ministerio Publico Estadual,mas este é totalmente subalterno ao governo do estado,gostam de falar que a policia é o cachorro do governador,em Goiás o MP Estadual é o cachorrinho vive no colo do governador..

  23. Tom disse:

    Aqui em Goiás teve um caso parecido em 1994 ,com o filho do Jaime Camara(afiliada da Rede Globo),correndo com o patrocinio do governo de Goiás nos EUA,quem teria que fiscalizar seria o Ministerio Publico Estadual,mas este é totalmente subalterno ao governo do estado,gostam de falar que a policia é o cachorro do governador,em Goiás o MP Estadual é o cachorrinho vive no colo do governador..

  24. Rogerio disse:

    Cara, sou totalmente contra dinheiro publico em patrocinio.

    Seja do Governo do Tocantins seja da Caixa, BB, etc.

    Você está usando dinheiro publico para privilegiarr um em detrimento de outros.
    Propaganda em TV, revista, etc, concordo.

    Quanto à corrida em si acabou sendo divertida por conta da chuva…..

  25. RENE FERNANDES disse:

    Patrocínio de Governos de Estado, seria até justificável , no caso da corrida ser realizadas em seus respectivos Estados. Seria uma forma de fomento ao turismo, porque junto da corrida, vem o autódromo, os atrativos locais e etc. São os nossos recursos, que são extorquidos, caindo em mão inábeis, inescrupulosas e totalmente dissociadas da realidade e das necessidades locais. SHINE! SHINE! Nem gastar direito, O DINHEIRO ALHEIO,esses P..tos sabem…

  26. Bored disse:

    O garoto pilotou de forma muito esperta, recuou como novato em embates de curvas com Cacá e Marcos Gomes e atuou como jovem e impetuoso em uma série de ultrapassagens arrojadas… que seja uma esperança no futuro.
    Mas na minha opinião, o que foi lindo de ver, pena que por pouco tempo foi a tocada do Farfus… como se diz, ele entende do processo!!!

    • Hugo Borges disse:

      Esse Farfus está em outro nível quando se fala em turismo. Se o Barrica não tivesse feito aquela cagada, ele poderia ter disputado posições mais à frente.

      O piloto da BMW simplesmente fez a melhor volta e ultrapassou alguns.

  27. alan disse:

    Ele nem e’ tocantinense, na verdade e’ PARAENSE, o governo do TO ta jogando dinheiro fora, mas isso nao diminui o talento do garoto, o problema do governo e’ do governo.

  28. Rodrigo Verdelle disse:

    Flávio, estive em Interlagos. Apesar da garoa fina e gelada foi bem legal a corrida e ver os carros da stock. O publico me pareceu bem razoável. A unica situação negativa é o tempo de duração da prova, fica com gosto de quero mais. Um abraço.

  29. Yerosha disse:

    Parabéns ao “moleque”, deu um suador danado nos demais .chegou respeitando todos ,na corrida ,já distribuiu o cartão de visita,talvez um pouco afoito o que é normal nesta idade.Más
    cabra bom de braço é assim,chega quietinho e quando foram ver,já foi E o Rubinho ,o que acontece com ele,agora é só do meio pra traz,e a Bia daqui vai pra TRUCK.

  30. jrg disse:

    Assiti pela Globo a bateria de kart indoor (pelo tempo de corrida). Gostei da corrida, mas nao sei porque a Globo ainda compra os direitos para mostrar, pois assim que deram a bandeirada, cortaram a transmissão já voltando para aquela dupla bem mala, Glenda e Ivan Moré (clone mal feito do já mal feito Leifert) e a cara de desânimo dos dois era evidente, e sem nenhum comentario sobre a corrida já lançaram agora, sim, vamos falar de futebol.

  31. voulembrar disse:

    Sou Paraibano, e comungo com seu ponto de vista, Flavio. Sei que você conhece a Paraiba, porque já esteve lá. Embora seja um lugar agradável mas todos os serviços carecem. É um estado onde todos dependem do Governo direta e indiretamente. Quase não tem empresas, e quem não mama nas tetas de algum político diretamente, vive de prestação de serviços para o estado ou para quem presta ao estado. Valdeno Brito é um playboy, e que sempre se dedicou ao esporte, filho de uma família rica e que possui empresas de ônibus de transporte público, ou seja, possui ligações com o estado. Mas não me iludo. Se não é a bandeira da Paraíba, é o dinheiro do transporte público que patrocina. No automobilismo, tirando a Classic Cup, não existe pobre, e gente rica no brasil, sempre tem elos com o governo. Banco do Brasil bancando aventuras de Felipe Nash na F1 é a mesma coisa, numa dimensão internacional apenas. De um jeito ou de outro, será sempre nosso dinheiro suado do povo sendo empregado neste esporte elitista… basta ver os custos das categorias que você enviou recentemente. Um professor pode manter um filho correndo de Kart neste país? Para onde vai esse dinheiro absurdo? para o bolso dessas confederações. E ainda perguntam porque o esporte está desaparecendo.

    • voulembrar disse:

      Mas nas categorias mais tops, não tem jeito porque é muito dinheiro para manter uma equipe. A única forma de tornar o esporte menos elitista é dar oportunidades iguais na base, deixar o kart mais barato por exemplo, e dar oportunidade para que os melhores sempre progridam… pode ser rico ou não, só precisa ser bom. Gosto da iniciativa como a do Top Kart Brasil anunciar vaga na F3 como prêmio. Não é nenhuma garantia que os melhores vão subir, mas se isso fosse usado em todas, veríamos mais talentos? não sei, mas parece um caminho.

  32. BRAUNA disse:

    Também gostei da corrida de duplas, mas também achei que a corrida foi muito curta. Se houvesse mais tempo, alguns pilotos convidados mudariam o resultado da corrida (Piquet e Farfus, por exemplo).

  33. Tarso Filho disse:

    A Globo e as suas flash races.

  34. Turco disse:

    50 minutos de prova é sacanagem. Não existe.
    Prova de turismo tem que ter pelo menos 90 minutos.

  35. LucioSp disse:

    Estive por lá….o evento eh legal, e tals….mas a duração da prova realmente eh um problema……levamos um bom tempo para chegar em Interlagos, outro pra voltar e de corrida mesmo teve uns 30 min….

  36. Marcelo disse:

    Muito ruim demais de volante, Deus que me livre!

    Rubinho em mais uma corrida medonha na Stock, equipe de ponta, carro bem acertado…dava pra chegar ao pódio. Se o carro 111 chegou em nono é graças a recuperação de Augusto Farfus.

    Piada, Rubinho me faz uma baita CAGADA no início de prova(acertou Denis Navarro bem no meio do carro, provocando vários abandonos), e sequer foi punido.

    “No meu entendimento, foi um toque de corrida, tinha um espaço e eu tentei, infelizmente nos tocamos” disse Barrichello.

    Navarro disparou com cara de poucos amigos: “No meu entendimento, Rubinho foi meio AFOBADO”…ao seu lado outro piloto bem contrariado!

    A gente observa o jovem Felipe Fraga dominando carro e vencendo logo na estreia, e Rubinho com 16 corridas na Stock fazendo cagada…pqp!

    No meu entendimento, Rubinho não passa de um piloto mediano – chorão – protegido da Globo! E quando erra não admite o erro, pura arrogância!

    No regulamento devia ter uma cláusula: “Em caso de CAGADA, pagar prejuízo”…carro de Navarro deu perda total!!! Deu sorte de não se machucar…

    Tinha que ser pelo menos uma hora de prova, mas quem MANDA É A GLOBO, Stock -Car não pode ocupar muito espaço no Esporte Espetacular. Programa que no meu entendimento é um lixo!!!

    • Marcelo disse:

      “Vai jogar bingo Rubinho”

      Abaixo, todas provas de Barrichello na Stock-Car, equipe Full Time Sports vai continuar passando muita raiva. Rubinho deve estar pagando pra ficar na equipe, ou o time ficou louco, trocou vitórias por marketing…

      01-22º
      02-Ab
      03-22º
      04-25º
      05-19º
      06-20º
      07-02º
      08-04º
      09-13º
      10-05º
      11-25º
      12-12º
      13-10º
      14-11º
      15-08º
      16-09º

      Rubinho continua o mesmo, só se destaca a cada 10,15,20 corridas…muito pouco pelo oba-oba que fazem em cima do piloto! Na pista nunca foi tudo isso! Tomar surra do Button, tenha dó…o inglês até 2008, só tinha uma vitória na F-1.

    • Fernando Cruz disse:

      O pior e que por causa desse erro do Barrichello o Alvaro Parente (um dos melhores entre os convidados) nem sequer se sentou no carro na corrida, pois este ficou destruido! Uma pena, teria sido muito interessante ver o que faria o piloto que desafiou Vettel nas WSR estando numa equipa claramente mais fraca. Teria ido longe ate na F1 se tivesse patrocinadores fortes (algo impossivel para um portugues, sobretudo apos a crise financeira), e nos GT.s e um dos melhores do mundo, tendo sido contratado pela McLaren sem ter de pagar. Outro que deve ser dos melhores e o Nelsinho (os anos na NASCAR devem ter ajudado muito para a sua otima performance na Stock) e os dois devem encontrar-se no Blancpain Sprint Series. Espero que o Bruno tambem va para la, seria otimo ter dois sobrenomes tao prestigiados na equipa BMW e melhor ainda seria ve-los na Formula E a partir de setembro.

    • Pereira disse:

      Rapaz, seu caso com o Rubinho é coisa para médico.

  37. Wagner disse:

    Amigo Flávio,

    A corrida em si, foi legal.

    Agora em relação a infraestrutura, gostaria de apresentar alguns tópicos que podem ser aproveitados pelo Victor Martins no seu relato da “Várzea sobre Rodas”.

    1) Não havia nenhum, repito, nenhum policial dentro do autódromo, pelo menos na arquibancada A. Se houvesse qualquer problema que requere-se a presença deles, estariamos encrencados.
    2)Não havia nenhum material de apoio para facilitar a identificação dos pilotos, já que nessa corrida, eles corriam em duplas.
    3)Não havia telão.
    4)Não havia limpeza. As arquibancadas estavam imundas, muita sujeira e mato para todos os gostos. Isto sem falar nos banheiros.

    Este é o nosso automobilismo.

  38. Arthur Henrique disse:

    A corrida para se ver pela tv foi boa, mas acho totalmente errada a estrategia da tv globo. Primeiro, por cobrar pelo ingresso para assistir 50 minutos de prova R$100,00. menos de uma hora e muito pouco. Fui nas duas primeiras edições do mundial de endurance em Interlagos, o ingresso para os 3 dias, onde no domingo, fiquei das 8h as 18h no autódromo, era R$75,00.
    Acho o valor do ingresso para a stock muito caro para pouco tempo de espetáculo.
    Depois, a globo ira passar apenas 3 corridas em sua tv aberta, penso q para a categoria crescer, não bastam apenas pilotos de nome e carros bonitos, o publico e os fãs são essenciais. E preciso divulgar a corrida, os nomes, as disputas, faze-los conhecidos. A globo não divulga seu produto, algumas simples reportagens sobre as corridas gerariam grande retorno.
    Isso aliado a transmissão das corridas e ingressos a preços acessíveis, iriam fidelizar o publico.
    Infelizmente a tv globo com seu monopólio, não conhece o poder dos produtos q tem em sua mão.

  39. Edison Guerra disse:

    Acho que deviam valorizar mais a participação dos convidados, talvez com duas baterias. Muitos vieram de muito longe, como o Mark Winterbottom, que viajou metade do planeta, vindo da Austrália, onde é um dos protagonistas da V-8 Supercars, para pilotar cerca de 20 minutos. Na transmissão da Globo, hoje o Sérgio Maurício estava mais comedido, não falando muitas besteiras, mas o corte na transmissão logo após a bandeirada é de matar. Pelo menos na SporTV pude ver o pódio e as entrevistas de praxe.

  40. R/T disse:

    depois de assistir a V8 australiana com seus carros de verdade e várias montadoras envolvidas, a escroque é uma piada

    e outra
    quanto laboratorio envolvido, não ?
    lavanderia, ou não ?

  41. Fui a interlagos ver a corrida, achei muito boa, porém vale mencionar a “cagada” da CPTM. Interromper a linha 9 do trem em dia de evento grande em Interlagos nao dá.

  42. jose carlos disse:

    semana passada fui ao jalapao e voltei por Palmas onde nao tinha papel higienico no banheiro do aeroporto mas tem piloto patrocinado na stock bolha.THIS IS MY COUNTRY!!!!!!!!

  43. Alberto Lopes disse:

    Teve menos de meia hora de prova. Lixo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>