MEU, BURN! (4) | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

domingo, 16 de março de 2014 - 6:14F-1

MEU, BURN! (4)

aussiemagnetSÃO PAULO (assim, assim…) – O pódio foi legal. No meio, Rosberguinho todo elegante e formoso. À sua direita, Daniel Risada com sua boca cheia de dentes. À esquerda, Kevin Magnólia meio atônito, sem entender direito o que estava acontecendo.

Um resumo do GP da Austrália em poucas palavras? Vamos lá.

Vitória da Mercedes, previsível, segundo lugar da Red Bull, surpresa, e terceiro promissor da McLaren com um estreante. Williams que andou bem com Bottas e não andou com Massa, atropelado por Koba-mico, Ferrari que de novo fez um carro de quinta (posição), 15 pilotos completando a prova, Hamilton e Vettel emburrados e uma corrida ruim, no fim das contas, que valeu pela alegria rasgada de Ricciardo e pelo terceiro lugar de Magnussen, e que teve em Sapattos o único cara que lutou de verdade por posições, depois de algumas trapalhadas. O resto correu com medo de quebrar. E no fim das contas o bicho nem era tão feio assim. Quebras houve, claro, mas não muito mais do que a média para corridas inaugurais de campeonatos de carros.

Rosberguinho fez uma largada do capeta, saindo de terceiro para primeiro antes que Hamilton pudesse dizer “Pindamonhangaba”. Outro que partiu com disposição foi Bottas, de 15° para décimo. E Felipe, coitado, largou direitinho, estava bem posicionado para fazer a primeira curva, ninguém de um lado, ninguém do outro, quando levou um tranco por trás de Kobayashi. Inexplicável e decepcionante, num primeiro momento. Nosso mito virou mico. Pediu desculpas e tal, mas Massa tinha todos os motivos do mundo para estar putcho de la vita, como se diz em Ciudad del Este. Pediu que a FIA fosse rigorosa com o japonês.

Mas aqui se faz necessária uma explicação, para que não crucifiquemos Kobayashi antes do tempo, e injustamente. Uma hora depois da corrida, a Caterham informou que o japoronga ficou totalmente sem freio traseiro. E o que causou a pane foi algo “fora do controle do piloto”, e que o assunto seria levado à FIA. “The Stewards determine that the incident was caused by a serious technical failure completely outside the control of the driver…”, informou o Twitter do time, para terminar: “The team is directed to work with the FIA Technical Delegate in determining the cause of the systems failure.” Me parece claro que deu merda no tal freio eletrônico que a FIA inventou para ajudar a alimentar um dos dois motores elétricos da unidade de força dos infernos. E foi coisa séria.

Na panca, Kamui arrebentou a frente de seu carro e empurrou o Williams do brasileiro para a área de escape que, segundo aprendi na transmissão da TV, é agora composta por areia movediça — o que considero perigoso, o carro pode afundar e nunca mais ser encontrado, assim como seu piloto, se não for rápido para sair do cockpit; sempre tive muito medo de areia movediça, achei de mau-gosto a escolha desse material.

Na quarta volta, a Mercedes chamou Hamilton para os boxes. Contrariado, o inglês foi. Algo estava por quebrar. Uma volta depois, atitude semelhante com Tião, o Alemão. Foi para os boxes, não viu nenhum mecânico por ali, ficou no cockpit esperando, até que passou alguém com uniforme da Red Bull e perguntou a ele o que estava fazendo ali. “Pit stop, ora, pneus, regulagem na asa, paninho na viseira, aquela coisa toda, brakes, first gear, go, go, go!”, respondeu o piloto. O desconhecido encostou no carro, deu um tapinha no ombro de Sebastian e disse: “Pobre alma…”.

Como ninguém apareceu pra trocar pneus, regular as asas, limpar a viseira e dizer go, go, go, Vettel saiu do carro e foi embora.

Nico, o Rosberg, estava tranquilo na frente. O mesmo podia ser dito de Ricardão e sua arcada dentária privilegiada. E de Magnussen, também. Todos sossegados. Esgoelando-se vinha Bottas, já em sexto, quando exagerou na dose e deu uma lambida no muro com o pneu traseiro direito. A roda quebrou, ele teve de ir aos boxes e chamaram o safety-car para dar uma limpada na pista. Isso foi na 12ª volta. A relargada aconteceu apenas na 16ª. Um exagero dos infernos, para tirar apenas um pneu furado e um pedaço de roda da pista.

O fato é que todo mundo aproveitou para fazer a primeira parada, e Sapattos caiu para 16°. Teria de remar tudo de novo, como seus antepassados vikings fizeram séculos antes para chegar a Nova York.

Foi só uma licença poética.

Minhas anotações, depois dos pit stops, foram retomadas na volta 30 e escrevi no meu bloquinho: “NR DR KM NH FA JB JEV KR ninguém ataca ninguém, muita espera, é preciso reavaliar esse conceito de corrida, bom mesmo era quando tinha carro-asa e patrocínio de marca de cigarro, ah, que saudades daquelas manhãs de domingo em que comia pastel na feira e não precisava ficar escrevendo na puta da madrugada com um sono desgraçado”. Um dia esses bloquinhos serão encontrados e expostos num museu de literatura.

Na volta 33 Button abriu a segunda janela de pit stops e se deu muito bem, porque quando os outros pararam ele tinha conseguido duas posições, de sexto para quarto. Alonso também superou Hülkenberg, a quem perseguira durante boa parte da corrida sem conseguir passar, e Rosberguinho, na volta 39, foi o último da turma da ponta a parar. Sem sustos, sem pressa. Bottas, lá de trás, vinha passando todo mundo de novo e no finalzinho assumiu a sexta posição para lá ficar e pedir desculpas à Williams pela ligeira cagada no início. Não fosse aquilo, com o carro que tinha em mãos, talvez até pudesse pensar num pódio.

Fim de papo, os dez primeiros foram Rosberguinho, Risada, Magnólia, Bonitton, El Fodón de la Quinta Posición, Sapattos, Hulk, Kimi Tagarela (discreto e apático), Verme e Danii-se Kvyat, que estreou fazendo um pontinho e não tem do que reclamar — depois que explicou ao engenheiro a parada da Crimeia, conseguiu algum silêncio no rádio; mas desconfio que isso aconteceu mais pelas fotos de algumas moçoilas russas que mandou por whatsapp do que por algum interesse real do colega pela península do Mar Negro.

Foi a quarta vitória nico-rosberguiana na F-1, abrindo a nova era turbo da categoria. Ricciardo chegou ao pódio pela primeira vez, para júbilo da torcida marsupial, e Magnussen tornou-se o primeiro estreante a levar um troféu desde Hamilton em 2007 — de quebra, conduziu a Dinamarca ao pódio pela primeira vez.

E agora vou voltar ao leito. Quando acordar, conto como foi a prova da Classic Cup e minha vitória na categoria GTS com um Puma Transformer Mad Max numeral 69. O Lada quebrou no treino, eu já estava indo embora, quando tudo aconteceu e no fim das contas foi um dia ótimo que terminou com um trofeuzinho e a inesquecível placa “69 P1″. Mas essa história vai ficar para depois. Por enquanto, sigam o noticiário de Melbourne no Grande Prêmio.

podioaus2014

205 comentários

  1. O Bottas começa sua escalada em cima do Massa que agora quer Brigar com o Mundo por causa dessa Batida. Se a Ferrari não mudar Logo, vai ficar Coadjuvante, mesmo com os Dois Campeões pilotando seus dois carros. A Mercedes tem que aproveitar o momento em que tem o melhor Carro da Temporada, A Red Bull tinha só o Daniel Risada como sua Força Alternativa, mas acabou morrendo na praia com sua Desclassificação, e o Vettel só apareceu abandonando, num tipo de GP que ele nem Lembrava Mais.

  2. Rodrigo disse:

    Koba-mico cacetou outro carro antes de acertar o Massa, pois já vinha com sua suspensão dianteira direita quebrada quando atingiu a Williams.. Incrivelmente o outro carro resistiu à pancada.. No entanto não consegui distinguir, alguém teve acesso à imagens melhores?? Me pareceu ser a Ferrari de Kimi..

  3. Antonio disse:

    A Ferrari está muito atrás da Mercedes.

    Me parece que a briga vai ser entre Mclaren e Williams pelo segundo lugar.

    A Red Bull pode ser a surpresa que não é surpresa.
    Andoou bem , mas pra brigar com McLaren e Williams.
    O maior inimigo da Mercedes vai ser a briga entre Rosberg e Hamilton
    Quem sabe, o Massa talvez seja o Alonso desse ano.

  4. takeo hasegava disse:

    Acidentes ocorrem, cagadas fazem parte do esporte, mas um narrador com tamanha falta de bom senso …. Galvão, um dos mais antigos narradores …. isso não quer dizer o melhor; pisou na bola, deveria ter esperado ou no minímo ter a sensibilidade que o Livio Oricchio teve na Sportv – logo após o acidente – Livio questionou e duvidou da má condução do Koba … – creditando o ocorrido na falha dos freios …

  5. Rodrigo disse:

    Aparentemente Williams e RedBull estão com relação mais curta, pois eram as únicas que engatavam a 8a. marcha na reta principal, os outros carros esticavam apenas até a 7a.. Pelo som, a Williams está ainda mais curta que a RedBull, pois chegava a esticar a 8a.. Vai ficar curto demais em Monza, circuitos com retas gigantes, se mantiverem esta relação..

  6. eduardo disse:

    A tendencia é ter corridas fracas com maior diferença entre os carros,o fator surpresa sera os problemas eletronicos que tirarão favoritos das disputas como aconteceu com Vettel e Hamilton,o Massa é muito rancoroso acidentes fazem parte da corrida e mesmo que fosse cupa do Koba não era para pedir a cabeça do japones, o campeonato é longo e o Massa tem varias oportunidades de ter resuntados bons a menos que ele não confie que a Willians mantera o nivel

  7. fernando disse:

    Se o Kevin for maduro pode até levar o campeonato deste ano. Anotem, não seria surpresa. A Mercedes tem o melhor carro mas pode acontecer o mesmo que a RBR em 2010, os pilotos roubando pontos preciosos um do outro e no final quase perderam o campeonato.

    Já decreto o Alonso cavando uma vaguinha na Mclaren ano que vem.

  8. Rogerio disse:

    A corrida foi muito fraca…. E ainda me deixou triste, pois o Galvão me fez entender que este ano não faço 51 anos e sim 52, pois nasci em 63, ou seja, 52 anos atras pela logica Buenistica….. Palavras de Galvão: “Nico vai ganhar a corrida 30 anos após seu pai, Keke, ganhar a primeira corrida na Australia em 1985 !!!”

    Nunca fui bom mesmo em matematica… Mas fiquei triste por ser um ano mais velho do que imaginava……(o pior é que ninguem corrigiu a anta e ele repetiu a ladainha toda a parte final da corrida)

    • Daniel disse:

      Foi a 30ª corrida na Austrália. O correto seria dizer que o pai ganhou a primeira e o filho a 30ª. O Galvão errou ao escolher as palavras, mas todo mundo minimamente inteligente entendeu. Vai lá fazer um troço ao vivo e veja quantas cagadas vai dizer. Parem de pegar no pé do Galvão. O cara é folclórico, mas tem gente que fica seriamente brava com ele. Bravos com a situação do País ninguém fica. O problema do Brasil é o Galvão. Ai meu Pai…

      • Seinfeld disse:

        Já vi viúva de ex-piloto aqui, mas paga pau de Galvão Bueno é novidade.

        Tá certo, todo mundo aqui não é “minimamente inteligente”. GB faz 30 anos a mesma coisa e continua errando só porque é ao vivo?

        “Minimamente inteligente” é coisa de quem não sabe fazer uma simples conta de somar.

        Galvão Bueno e a situação do país são duas merdas diferentes. Malhar o GB por tanta babaquice não faz ver o resto tudo um jardim de rosas.

        Uma pessoa minimamente inteligente deveria saber disso.

      • Rogerio disse:

        Daniel, eu entendi muito bem que era a trigesima corrida. Quem não conseguiu entender foi o Galvão e a turma dele.Se ele tivesse falado usso uma vez e depois corrigido, beleza. Mas persistir???

        Não gosto mesmo do Galvão. Um cara que está fazendo o mesmo trabalho ha mais de 30 anos não deveria cometer os erros que ele comete. Isso é o que eu penso, E não gostar do Galvão não significa que não tô nem ai para a situação do Brasil. Mas aqui, discutimos automobilismo e não politica, certo????

      • Allez Alonso! disse:

        Assista uma cobertura da BBC ou Sky e compare com globo e sportv, qualquer pessoa minimamente inteligente percebe o abismo entre as duas transmissões.

  9. Pdr Rms disse:

    O Massa largou no pelotão de merda e por isso estava exposto a esse tipo de situação, que poderia acontecer com qualquer um. A essa altura do campeonato ele já deve ter perdoado o Koba (até pq já foi anunciado o problema com o carro), mas mesmo se tivesse sido culpa do japonês, o Massa deveria se conformar com o fato de estar exposto a isso por largar no pelotão de merda. Se tem alguma coisa a lamentar é o fato de não ter feito um treino melhor, pois era o que deveria ter feito com o carro que tinha.

  10. Romeo Nogueira disse:

    “Aprendi na transmissão da TV que a areia agora é movediça” foi muito boa! Não pega no pé do menino, Gomes. Ele ainda tem desejo de voltar a pilotar na F-1…

  11. Glauson disse:

    A Mercedes é a Red Bull do ano passado
    A Williams é a Lotus do ano passado
    A Mclaren é a Force Índia do ano passado
    A Force Índia é a Sauber do ano passado
    A Red Bull é a Ferrari do ano passado
    A Lotus é a Williams do ano passado
    A Ferrari continua sendo a Ferrari, depende do braço do Alonso (el quinton fodon)

  12. Glauson disse:

    “Lá dentro da pista nao tem amigo, tem competição”.
    Felipe Massa.
    Melhor frase do final de semana.

  13. olha vendo alguns dados desta corrida e o comportamento dos carros notasse que a equipe Mercedes tem o carro mais veloz e a grande surpresa foi a Willians andando constante e rápida na corrida e pode trazer esperança pra Felipe Massa no campeonato. Para Felipe o campeonato começa na Sepang, Malásia e tem que melhorar na classificação e se colocar entre a 2 , e 3 fila pra poder sonhar com pódio e pontos , agora vitória só se a Mercedes quebrar algo que será difícil acontecer com seus 2 carros. para as outras equipes como Ferrari , RBR e lótus vão penar e adianto já Alonso sai no fim do ano pra entrar na McLaren. na minha opinião a supersônica RBR de 2013 ficou prateada e chama se Mercedes porém terá uma briga intensa entre seus pilotos Hamilton e nico Rosberg pelo campeonato ótimo para os telespectadores. bem pra encerrar falar nos feras vejo Alonso mais tranquilo que vettel pois nessas horas ele cresce e leva no braço e a finalidade será pontos e vai se divertir na pista. bem a briga pelo vice campeonato vai ficar entre Willians e Mercedes. e pra encerrar novos talentos bottas e magnussen vão dar trabalho aos veteranos são rápidos e aprendem rápido. so uma coisa me deixou triste o som dos motores prefiro os v10 e v12 saudade de ouvir aqueles roncos.

    • FINLANDÊS VOADOR disse:

      A Williams corre com 02 carros, portanto, esperança para o finlandês voador, também.

      • luiz alberto disse:

        Não sei não;mas o Massacrado pode ter a mesma cina do ex segundone da equipe rossa, na Brawn,ser superado pelo seu companheiro de equipe,que me parece bom piloto e de personalidade forte,coisa que Massacrado não é.Mas será bom esperar alguns GPs para sabermos quem é quem

    • Zew disse:

      E parece que a Mercedes finalmente resolveu o problema do enorme apetite do carro pelos pneus e da falta de ritmo que o carro tinha ano passado, pq Rosberg andou muito durante a corrida toda. Vamos ver como o carro se comporta com o estilo de pilotagem do Hamilton.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>