ONE COMMENT | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

quinta-feira, 3 de abril de 2014 - 20:12One comment, Publicidade

ONE COMMENT

historia_renault_twingo

Ponto para a Renault. Enviada pelo Christian Twingo.

28 comentários

  1. Arassatubanno disse:

    Bela porcaria. O Mercedes Classe A protagonizou um dos maiores fracassos da década de 90 ao (quase?) capotar no ‘teste do alce’ de uma revista sueca ou norueguesa.

    http://www.youtube.com/watch?v=Um-XlKerWvA

    • Pedro disse:

      Capotou de fato na fase de testes. Depois a Mercedes adicionou diversos controles de estabilidade e segurança, tornando-o carro mais estável da categoria. Vendeu pouco por aqui por causa do salto cambial. O carro era dotado de muitas peças importadas e o carro ficou caro para nosso mercado. Mas na europa vendeu mais de 1.1 milhões. Não foi um fracasso.

  2. EduardoRS disse:

    Da mesma forma a Fiat pode dizer “Fiat 500… versão Renault” para o novo Twingo.

    Tudo bem que tem motor traseiro e tudo, mas por fora é uma fotocópia do novo 500. Deviam ter botado outro nome no carrinho, pois o Twingo original tinha identidade forte e própria.

  3. Banana Joe disse:

    Conforme já falaram, em 2014 o Twingo versão VW, o celebrado Up!

  4. Heberson Haase Pinheiro disse:

    Só colocar uma foto do UP! abaixo…versão Volkswagen!

  5. Ricardo Bigliazzi disse:

    Engraçado… se alguém enviar um desses comerciais para a Fiat eles poderão lançar uma propagando no Novo Fiat 500… versão Renault.

    Lembrando apenas que o novo Twingo mais parece a releitura de um 500.

    http://www.renault.com/fr/vehicules/aujourd-hui/renault-vehicules-particuliers/Images_Without_Moderation/Twingo/diaporama-1.jpg

    Imperador

  6. Lucas Martin disse:

    Tive um twingo, já disse em outra oportunidade, e fuimuito feliz com ele. Na hora de trocar pensei exatamente no classe A, mas o assoalho é muito alto, e como tenho as pernas compridas, fiquei mais apertado nele do que no twingo… acabamos trocando por um Idea, excelente carro também, bebe demais, mas é muito confortável para o que se propõe.

  7. alan disse:

    legal, propaganda esperta e divertida…. mas totalmente enganosa pois os dois carros nao tem nada em comum, sao propostas totalemente diferentes, ja’ tive os dois carros e posso dizer isso com autoridade de proprietario. MAS VALEU A PROVOCACAO DA RENAULT, que no fim serviu de elogiu ao Mercedes. ABTACOS AO FG E A TODA A GALERA.

  8. Eduardo De Campos disse:

    Trabalhava numa Loja de Conveniências de um Posto Esso e recebia os valores dos abastecimentos.Um dia, chamei o Classe A de um cliente de Twingão e quase apanhei dele.O cara gritava que tinha uma MERCEDEZ e não carro de brinquedo.Anos depois, ele me aparece com um Nissan Sentra e soltei aquela famosa “Não tem cara de tiozão, mas roubou meu coração…”.Ele disse que se eu não fosse demitido, não voltaria mais lá…hahahaha
    Continuei no emprego e o atendendo, com cara torta e tudo…

  9. José Brabham disse:

    Tudo bem, mas comparar Mercedes com Renault é phoda…

  10. Mateus disse:

    Hoje é um dia triste, você até já deve saber, Flavio, pois o Ricardo Boechat perdeu seu Twingo num acidente de trânsito. Provavelmente deu PT, conforme ele disse na radio.

  11. Ulisses disse:

    A volkswagen acabou de fazer o mesmo com o Up!

  12. Silvio D. Rodrigues disse:

    Bem… Não quero ser banido deste espaço (blog) que tanto gosto. Vou ficar calado.

  13. Raniere disse:

    Já tive desses… Carrinho muito esperto (smart) pra época. Pena que o meu não tinha direção hidraulica !

    Muito espeçoso e dava até para dormir dentro.

  14. Jão disse:

    Dois carrinhos legais. Pena que o brasileiro, que se diz apaixonado por automóveis, não soube compreender as suas propostas nos anos 1990. Uns diziam que o Twingo era esquisito, enquanto outros diziam que o Classe A era caro para o tamanho (brasileiro compra carro por metro quadrado para impressionar o vizinho), embora o modelo oferecesse equipamentos até hoje presentes apenas em carros mais caros.

    • JP disse:

      O mercado brasileiro é estranho. Carros bons como Versailes, Verona, Mondeo, Escort zetech valem o mesmo que fusca, só porque são da autolatina ou têm 16v, mesmo oferecendo muito mais que muitos carros até de hoje. Vai entender…

    • TODOS os carros no BraZil são caríssimos. É só abrir qualquer site de venda de carros americano e comparar os preços. É um absurdo.

    • Silvio disse:

      Cara… brasileiro que tem família precisa de um carro grande para carregar todos mais as tralhas.
      Esse carro não deu certo porque simplesmente era ruim, não atendia bem um grupo de consumidor e o grupo que ela atendia tinha outras opções mais baratas.

      • Felipe disse:

        Não entendi. Twingo ruim?? Tive um Twingo, que além de nunca ter dado problema (vendi com 240.000km e motor original ainda), ele tem 20 cm a menos que um Ford Ka por fora, porém espaço interno maior que qualquer carro da categoria (vide Gol, Palio, etc)…sem contar o banco traseiro que desliza e aumenta espaço para os ocupantes ou o porta-malas. Carro era 1.2 andava mais q qualquer 1.0, tinha bom torque e fazia 17 km/l de media (uns 14 na cidade). Carro não deu certo no Brasil, porque brasileiro não entende nada de carro.

      • Alexandre Reis disse:

        Tive um 1994 e só tive alegria. Concordo com tudo que o Felipe disse.

        Abs

      • Jão disse:

        Como eu disse anteriormente, o brasileiro não compreendeu as propostas dos carros. E o Twingo, na época, era muito melhor que os compactos nacionais em termos de espaço interno e tecnologia. Quem precisa levar a família e tralhas deve ter em mente que um compacto não é a melhor opção.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>