ONE COMMENT | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

quinta-feira, 15 de maio de 2014 - 21:05Brinquedos, One comment

ONE COMMENT

Ser criança nos anos 60 era bem legal…

karmankids

39 comentários

  1. Eder disse:

    Caraca, que carrinho sensacional! Meu filho ia pirar se eu desse um Kharmanguia desses, muito perfeito, atés as calotinhas, que barato! Muito mais legal que um camaro amarelo qualquer. Abração Flávio, sou seu fã!

  2. Bruno disse:

    Sou da época dos Mini Buggy dos anos 90…Era meu sonho de consumo, mas se duvidar, era o preço do Uno Mille que a gente tinha na época.

  3. Clezio Soares da Fonseca disse:

    Na loja Eletroradiobraz que ficava na Penha-SP, havia dois mini Mustangues da Alexandre Veículos, que quando ia com a minha avó lá (1972), eu sentava dentro de um deles e ficava sonhando quando teria um igual, até com as rodas raiadas

  4. Paulo Pinto disse:

    Meu pai não ganhava o suficiente para comprar supérfluos. Meu avô, que era marceneiro, fez um jipe de madeira (compensado) com pedais, eixos e barra de direção (esta não quebrou) de ferro.
    O jipinho se mostrou mais veloz, que os carrinhos caros dos meus amiguinhos de brincadeiras.
    Foi um presente que marcou a minha infância. Obrigado, vovô.

  5. TSC disse:

    No começo dos anos 70 eu tinha um mini brasinca ou uirapuru!? meu irmão um mini mustang mas agente gostava mesmo era do mini puma do filho do amigo de meu pai, pois este era equipado com para-brisa e as rodas eram mais legais.
    Já o mini KG eu não conhecia! Meu filho tinha um mini bugatti no começo dos anos 90 que me arrependo de ter trocado por um barco Laser.

    • Cavaco disse:

      Caro TSC, somente por curiosidade, ainda tenho guardado em minha garagem este tal Uirapuru dos anos 60 da Pettycar 90% original.. É uma raridade. Já fiz várias pesquisas na Internet e nunca encontrei esse mini carro. Há alguns anos achei uma carcaça à venda no encontro de autos antigos de Lindóia.

  6. alan disse:

    Crianca hoje em dia so serve apra consumir baboseira…….

  7. Evandro Gomes disse:

    Nos anos 60 era legal ser de classe média, viver na cidade, ter emprego e renda. Não devia ser nada legal estar no contingente de 80% dos brasileiros que viviam no rural daquela época, tendo o seu trabalho explorado, sem acesso aos confortos que só a uns 20% da população daquela época usufruía. Quanto ao carro, fabuloso! Por que não fazem mais coisas assim?

  8. carlos lima disse:

    Que foto! Bravo!

  9. Jose Tavares disse:

    Nas matérias do site, as imagens que estão no topo são muito boas, então qual o porquê delas serem encobertas pelo título e por publicidade?

  10. renata disse:

    Ser criança rica, vc quer dizer, né Flávio??? rsrs

  11. Lio de Campos disse:

    Tinha um quase igual este ..o País era muito mais RICO tinha menos gente analfabeta como hoje,sobrava tudo saúde o médico vinha na sua casa e cobrava baratinho,o guarda todo dia ficava na porta da escola e ajudava crianças a atravessar a rua,as crianças respeitavam os Pais ,eram educadas pelos Pais e na escola,não havia ladrões,nem drogas, nem onibus lotado, só tempo bom para viver

  12. Ricardo disse:

    Concordo, ser criança RICA na década de 60 devia ser muito bom!
    Eu, como criança remediada dos anos 70/80 tinha a vã esperança de um dia ganhar um minibuggy Fapinha.
    Hoje, vejo em PLÁSTICO apenas um mini-Uno ou um mini-caminhão genérico, completamente sem sal.

  13. askjao disse:

    Eu tive um jeep do exército, verde, claro. Era pau pra toda obra e adorava andar nele.

    • Ricardo Bigliazzi disse:

      Se a memoria não me trai, Eu e meu Irmão também tivemos, lembro das marcas do Exercito Brasileiro no capo do carro. Aquela marca redonda (dividida em partes) com o cruzeiro do sul no meio.

  14. Sergio Luis dos Santos disse:

    É até capaz de ser um KG da Gurgel do concurso do Toddy!

  15. Reinaldo Bascchera disse:

    Esse mini carro pode ser na verdade um Gurgel, o que o torna ainda mais legal.

  16. Sandro disse:

    Rapaz,,,,,, lembrei do meu Jipe de ferro.

  17. Fabio disse:

    E nos anos 70 também! Meu mini fórmula AVL, que está prestes a ser assumido pelo meu filho, me deu muitas alegrias.

  18. João Niemeyer disse:

    Também concordo.Tive um exatamente igual,era feito pelo Gurgel e pintei igual ao 7 da Dacon.Vou tentar achar uma foto.Demais !

  19. guest disse:

    Só um detalhe: isso “é pra quem pode, não para quem quer”.

    Lembro-me de, certa vez, ter parado defronte ao portão do casarão da família Jafet (próximo ao Museu do Ipiranga) e “babar” ao ver um garoto com um minicarro brincando nas alamedas dos jardins daquela mansão.

    Para mim, o que pude ter foi só um velocípede de madeira. Velotrol, Tonka… só sonhos.

  20. Conde disse:

    Eu era apaixonado por esse modelo . Acho que eram os Mini-Galã e depois vieram os Fapinha .

  21. Antonio disse:

    Tinha um jipinho vermelho com pedais…

  22. Fernando Carvalho disse:

    Eu tinha um jeep , a pedal, pintado com as cores do exército…realmente um guerreiro….

  23. Jose Reinaldo Resende disse:

    Como sou mais idoso, me lembro claramente de um Karmann Ghia desses que havia na vitrine do Banco da Lavoura de Minas Gerais, em frente ao Palacio das Artes em Belo Horizonte. Me lembro que saia com meu pai e ficava louco de vontade de ter um quando parava em frente a este banco. O carro era branco. Emocionante!

  24. cristian disse:

    esse brinquedo era fabricado pelo eng Gurgel, nos anos 60 inclusive alguns desses carrinhos fizeram parte de uma promoção da Toddy

  25. josé marinho disse:

    Se fosse o Flavio no volante esse Karmann não ia ta inteirinho assim não.

  26. Julio Cesar Gaudioso disse:

    Se a memória não me trai, esse mini Karmann-Ghia fazia parte de um sorteio pelo achocolatado Toddy (sabor que alimenta) no tempo em que ele não era “instantâneo. O ticket premiado vinha dentro do vidro. Tinha o anúncio nas revistas do Pato Donald/Mickey. Saudades daqueles tempos. Preocupação só com a próxima brincadeira.

  27. Sil C San disse:

    Concordo, meu carro de bombeiro era duro na queda, já o piloto dele nem tanto…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>