MENU

terça-feira, 17 de junho de 2014 - 14:00Automobilismo brasileiro, Automobilismo internacional

CHRISTIAN

RIO (mas o mundo continua girando) - Christian Heins, um dos maiores pilotos que o Brasil já teve. Morreu em Le Mans em 1963. O Dú Cardim achou este vídeo incrível que quase ninguém viu. Vejam. Depois, leiam sobre o Bino na Revista WARM UP. Ano passado sua morte completou meio século.

12 comentários

  1. Paulo Pinto disse:

    A morte, sempre ela, destroçando talentos natos e carreiras promissoras.

  2. Lothar disse:

    Vejam o link do incrível acidente dele em Spa em 59 capturado em filme. No vídeo é o acidente aos o:15.

    http://www.youtube.com/watch?v=p23RHPZu2LU

  3. Antonio disse:

    Como morria gente nesta época. Será que a vida humana valia menos naqueles tempos? Alguém sabe informar se o cara que estava dando a quadriculada morreu atropelado? Tava pedindo …

  4. ms disse:

    comparo a façanha de Bird e dos outros “sobreviventes” que tb pilotavam nesta mesma época em condições de segurança deploráveis com a conquista do pico everest pelo neozelandês Edmund Hillary e o sherpa Tezing Norgay que em 1953 chegaram ao cume da montanha praticamente sem qualquer equipamento de segurança se comparados com os existentes hoje em dia mas a força e motivação que levavam esses caras, pilotos e alpinistas daquela época a cometerem suas “loucuras” eram , em sua essência, as mesmas…….

  5. Alex disse:

    No vídeo aparecem algumas cenas de acidentes graves. Uma delas mostra um carro em chamas, outra, um carro capotado. Alguém sabe dizer se alguma é a cena do acidente de Christian?

  6. petrafan disse:

    li que o acidente foi no final da Mulsanne. mas alguém sabe apontar o local exato?

  7. Marcelo Pacheco #49 disse:

    Todos suicidas pois os carros andavam mais do que a segurança que tinham. Até o cara da bandeirada quase é atropelado. Mas qdo esta no sangue não tem jeito.

  8. Carlos Pimenta disse:

    Acho que todos sabem, mas não custa lembrar, que o Wilsinho colocou o nome do seu filho de Christian, em homenagem a Christian Henis.

  9. Cláudio Ceregatti disse:

    Bino, Scarfiotti, Bandini…
    Todos mortos em batalha, mais dia, menos dia.
    Nesses tempos esse nosso amor matava e mutilava.
    Bird Clemente, além de gênio, é um sobrevivente.
    Ave, Bird!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>