MENU

quinta-feira, 26 de junho de 2014 - 19:41F-1

MAIS LARGADAS

RIO (exageraram na dose) – É o que a FIA quer com essa nova regra para o ano que vem: relargadas com os carros parados no grid em caso de entrada de safety-car. Há algumas exceções, explicadas aqui.

Vão banalizar as largadas, é minha impressão. Um momento sublime de uma corrida vai virar arroz de festa. E haja embreagem.

49 comentários

  1. Ricardo disse:

    A Fia quer acrescentar um pouco de caos ao caldo da F1.
    Não acho tão ruim!
    Mais uma maneira de revirar o bolo.

  2. André disse:

    Acho que acertaram desta vez. Abriu um leque de opções de estratégias bem maior do que o DRS. E além do mais, a re largada em fila indiana só serve pra trocar pneu.

  3. Anselmo Coyote disse:

    Uma merda mesmo. Mas uma coisa é certa: a F1 deve ser dirigida por uma pessoa de bom senso que ouça as demais envolvidas na bagaça, mas que decida sozinha e assuma as responsabilidades. Porque aquilo não é formado por um demônio (tio Bernie) cercado de anjos (donos e diretores de equipes). Não mesmo.
    Abs.

  4. Paulo Pinto disse:

    Tem gente que só assiste a largada (e com tantas corridas chatinhas, esse povo só tem aumentado). A FIA, com tais medidas e de olho nesse filão, vai conseguir aumentar o público televisivo.

  5. Andre Juliano disse:

    Flávio, as equipes não tem o direito de protestar, ou de não aceitar essas medidas absurdas? São obrigadas a “comer tudo com farinha”, mesmo sendo elas que fazem o espetáculo???

  6. Talles Almeida disse:

    Tio Bernie está gagá.

    Falência múltipla de neurônios.

    Só falta agora ele adotar o tempo técnico durante a corrida.

  7. EduardoRS disse:

    A F1 virou palhaçada já faz um tempo, e cada vez piora pra mim. Talvez tenha gente que goste, um outro perfil de espectador, mas pra mim definitivamente não funciona. O mesmo está acontecendo no mundial de rali, em menor escala.

    A NASCAR pode ser aquela presepada toda, mas pelo menos eles são autênticos e não fingem ser algo que não são.

    Em compensação estou cada vez mais vidrado nas provas de endurance do WEC. Isso sim é corrida!! Tomara que mais montadoras migrem pra lá, pois seria espetacular ter um grid com uns 20 carros na LMP1.

    • l alberto disse:

      Heeeeeebaaaaaaaaa!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!mais um no clube!!!!!!!!!!!!!!!!Fora F 1 de autódromos e ultrapassagens artificiais,regulamentos mutantes em doses homeopáticas e fiscais cheios de frescuras e viadagens que amam punir os ousados e obstinados a menor tentativa de uma manobra mais “arriscadinha”.Coitado de Tazio Nuvolare se pilotasse nos dia de hoje,seria banido do automobilismo na terceira corrida,no máximo,nunca teria se transformado numa lenda. Já pensou o que teria acontecido se os fiscais de pista(“comissários de hoje”)fariam se o vissem colocar as rodas nas canaletas de escorrimento de águas pluviais em Nurburgring para ganhar velocidade de curva a fim de compensar os quase 160 hp a menos que sua Alfa P3 tinha em relação as Flechas de prata alemãs.

      • Roberto Fróes disse:

        Olha outro aqui no clube!
        Quem está começando agora pode até achar a formula 1 de hoje – minúscula mesmo – uma maravilha!
        Quem já a acompanha desde a década de 60 – quando comecei a descobrir o que era um carro – vê a decadência em que vem mergulhando a categoria.
        Nós que a vimos antes e vemos agora, consequentemente temos como comparar, sabemos que os regulamentos ridículos, depois da dilaceração dos autódromos decentes – Nürburgring, Hockenheim, Interlagos – que se seguiu à infeliz racebusiness promovida pelo Bernie, isso tudo reunido parece até uma conspiração para acabar com a categoria.
        Estava ruim, piorou, está piorando mais, e cada notícia que chega é um pouco pior…
        Eu, que sempre acordei cedo para assistir as provas, já não acordo mais de madrugada para ver a formula 1 asiática ou australiana.
        Em resumo, uma merda!

      • carlos jose pimenta disse:

        Vou longe não, e o que fariam com Gilles Villeneuve ?? O coitado seria colocado numa camisa de força e enviado a uma prisão no meio do pacífico. Entenderam “pacífico” rsrs.!!!

  8. Claudio aun disse:

    Depois reclamam da debandada do publico…. Os caras saõ especiaistas em jogar publico fora

  9. sinval disse:

    esta Formula 1
    ja era a Formula 3/4
    mais uma desta e vai
    Ficar Formula 1/2,

    já já acaba.

    talvez mais uma nova regra em questao:
    (cinco vira e dez termina), rsrsrsrs ta virando varzea.
    muitos critérios e sem nenhuma logica e logo vai estar sem publico.
    tambem.

  10. Norson Botrel disse:

    Das mudanças previstas, não achei essa a pior. A pior é limitar ainda mais os testes e estudos de projeto. Quanto mais se limitam eles, menor é a chance de uma equipe reagir durante o campeonato.
    Erro crasso.

  11. Fabio Amparo disse:

    Vão treinar mais largadas… grande chance para o Maldonado melhorar de vez, ou então causar ainda mais acidentes!

  12. Luciano Trindade disse:

    Alguém sabe informar quantas entradas de safety car ocorreram este ano? Isso para se ter uma ideia de quantas relargadas ocorreriam por ano.
    abs

  13. sandro disse:

    Gostei da ideia, teremos vários momentos sublimes na corrida caso tenhamos safety-car.

  14. Luiz Morais disse:

    Essa FIA é uma piada. Os caras querem diminuir custos e assim resolvem diminuir os testes.
    Digamos que se gaste US$1 mi para testar dois dias com os carros. Para desenvolverem softwares, hardwares e testes em túneis de vento se gastam para os mesmos dois dias US$3 mi.
    Mas vão dizer que é por consciência ecológica, pois testes em pista queimam combustível e pneus. Computadores usam silício, cobre, metais pesados, plásticos, lítio, cádmio e mais um monte de materiais que, depois, não têm descarte adequado e poluem infinitamente mais que a porra do combustível e dos pneus. O mesmo vale para essas merdas de baterias usadas nas unidades de força.
    Essa estorinha de politicamente correto é uma faca de dois gumes.
    O grande problema é que poucas pessoas sabem o conceito de sustentabilidade!

  15. Marcello disse:

    O único acerto foi dar um jeito nesses bicos fálicos!
    Daqui a pouco, visando economia, só vai poder usar pneu recauchutado 2x e motor 1.0 com pelo menos um recondicionamento.
    É como todo mundo falou… Todas as equipes e pilotos entram na corrida pensando em contar gotas de combustível, ficar assoprando o pneu para não superaquecer…
    Tudo bem, não precisa voltar à época em que se usa um motor para classificação e outro pra corrida, mas já está beirando o ridículo!

  16. Paulo F. disse:

    Tem gente que não tem o que fazer na vida!
    Tem que haver um acordo tornando a regras fixas por pelo menos 15 anos!
    Tem que dar um alqueire de mato bem alto para este povo carpir para dar alguma ocupação a esses ineptos!

  17. JAL disse:

    Curiosidade. Ja existiu nos ultimos 20 anos, algum ano em que não mudassem o regulamento? Complicado isso.

  18. Alessandro Silva disse:

    Essa é de longe a maior babaquice implantada na Formula 1 em toda sua história. Será que eles não têm nada melhor pra fazer em casa? Eles não conhecem o Youtube? Lá tem um monte de vídeos de Formula 1 de outros tempos. Assistam, inspire-se e deixem a Formula 1 atual em paz. Que saco…

  19. Rocker disse:

    Sinceramente, não vejo motivos para tanta conversa, tanto “auê”.

    Quantas corridas numa temporada são forçadas a ter relargada? E qual o problema de serem com os carros parados? Alguma largada de corrida do calendário é ou já foi feita com os carros em movimento?

    Só em caso de tempestades…e olhe lá que agora, se chove um pouco ‘além da conta’, não há largada.

    Está parecendo as previsões pessimistas com a Copa no Brasil. Um exagero.

    Vamos esperar pra ver antes de criticar?

  20. Henrique disse:

    Só faltam voltar com a largada antiga: todos os carros estacionados de um lado, pilotos de um outro e a largada começa com os motoristas correndo para seus respectivos veículos.

  21. Estevão disse:

    Na verdade essa relargada em fila indiana de uns tempos para cá perdeu totalmente a graça. Pode até ser que no pelotão da merda dê algum enrosco. Mas na frente, que é o que vale, fica um tédio que só. Precisava mudar.
    Mas não com os carros parados.
    A FIA poderia adotar o que já faz a Indy: relargada em movimento com os carros em dupla. Aí sim.
    Abs.

  22. Boca disse:

    Devia ser um motor por corrida.

    Devia ter pneus só de um tipo e que durassem pra sempre, mas com apenas uma troca obrigatória. (Pro Felipe Massa e pro Lewis Hamilton perderem as posições pros companheiros de equipe)

    Sem reabastecimento.

    Enfim, larguem os caras na pista e deixem o pau quebrar entre eles, sem muitos fatores como “salvar” pneus, freios, combustível… E pelo menos com um grande teste por ano, em que possam atualizar os carros e motores.

    • Boca disse:

      Ah, e sobre as relargadas achei legal. Quase ninguém passa ninguém no atual modelo, então partindo parado tem mais chance de ultrapassagens, sobretudo nesses circuitos coxinhas.

      • l alberto disse:

        E de acidentes também.É fácil falar de fora ,principalmente para quem nunca disputou uma corrida a nível profissional,o piloto mais habilidoso ou com melhor equipamento se esforça para abrir uma distancia confortável e ai por causa de um bração qualquer perde tudo o que ganhou com algum risco,uma vez que andou mais rápido que os outros.Sê quer ver corrida assim é só ficar ligado no automobilismo americano que é voltado para este tipo de show,especialmente dedicado para quem assiste corrida más não é um apaixonado pelo esporte só quer ter um pouco de “emoção”vendo um passar o outro mesmo que de forma artificial e que o final de corrida vença o que tiver mais sorte e não o mais competente.

  23. Rafael Chinini disse:

    achei um lixo, como de costume quando inventam uma nova regra.
    mas assim, além de ter exceções, não é todo dia e toda hora que temos safety-car, então vai ser de vez em quando só.
    mas eu acho pior, quebra o ritmo da corrida.

  24. Antônio disse:

    Poxa, e eu que achava que a bandeira amarela e o Safety-Car na F-1 fossem instrumentos unicamente de segurança e não recursos para manipular a ordem da competição no pior estilo Nascar. Afinal pergunte para qualquer piloto qual o momento mais perigoso de uma corrida. Todos vão responder a largada !!! E o que mais vem a seguir ?
    Play-offs, grids invertidos, grids sorteados, troféu bigorna, prorrogação, spec-cars, parachoques nas rodas traseiras, push to pass e etc. Para mim a F-1 deveria ser mais ou menos como o futebol, com regras praticamente fixas, sem invencionisses que só vão servir para descaracterizar o esporte. Qual o sentido de grandes montadoras investirem zilhões de seja lá qual moeda for na mais alta tecnologia do esporte mais caro da galáxia se no final do dia o critério que vai decidir quem ganhou ou quem perdeu muito provavelmente vai ser o mesmo que vai julgar o vencedor da gincana do centro comunitário do bairro ??? SALVEM A FÓRMULA-1 !!!! URGENTE !!!!

  25. Thiago Gregorio disse:

    Isso pra ñ falar na possibilidade do Maldonado Maldonar…

  26. Jonny'O disse:

    Não to dando conta mais dessa F1….. to totalmente fora do perfil que a FIA procura como telespectador , graças a internet hoje podemos ver muito mais coisas legais………..por exemplo , esse ano acompanhei por 20 horas (dormi 4) a corrida de Le Mans , pra mim aquilo é corrida de verdade.

    Gostaria de saber de tem na net as corridas da F1 classic ao vivo…..alguém sabe?

  27. Allez Alonso! disse:

    Eu acho um risco desnecessário, não gosto quando tem acidentes na largada, é menos carro na pista.

  28. Aguri disse:

    Bom, mais sem graça que a relargada atual não vai ficar,hoje , dependendo do caso até aumenta a diferença de uma carro para o outro e na maioria das vezes também esfria a corrida.Eu aprovo.

  29. Fabiano disse:

    estão acabando com a F1… puxa vida!!!

  30. Filipe disse:

    Simplesmente patético. Tantas boas ideias para aumentar a competitividade e melhorar o espetáculo e os caras me aparecem com asas móveis, diferentes compostos de pneus a serem utilizados por corrida, agora relargada parada… Voltem com os pneus de classificação! Voltem com mais fornecedores de pneus!
    Concordo que o caminho natural da F1 é ser mais ecológica, sustentável, com seus ERS da vida, quiçá biocombustíveis. Mas não se deve perder a essência do esporte que é a competitividade. Também não entendo essas propostas de redução de custos. Automobilismo é um esporte caro e perigoso, e deve estar na dianteira tecnológica. Proibir treinos, limitar horas de túnel de vento e de CFD, não dá!

  31. Goos disse:

    Pô mas que pºrr@ é esta?
    Nego acha que as corridas vão se tornar mais atrativas com relargadas???
    Pô os caras da mesma equipe tem um puta carro, sobrando no grid por exemplo, e nego acha que fazendo relargada vai tornar a coisa mais interessante?
    É ladeira abaixo mesmo, piloto agora corre pensando em passar o outro nos boxes, em correr desde o início da corrida pensando em pneus, combustível…
    deprimente a que ponto chegou a F1… literalmente um circo.

  32. Raphaelcosta disse:

    E os motores que serão somente 4 para a temporada inteira
    daqui a pouco vão usar só um motor

  33. Carlos Pimenta disse:

    Concordo Flavio, e em uma pista tipo Mônaco, vai ser perigoso tambem. E como disse, é o momento mais sublime da corrida sendo banalizado. Enfim a F1 tá perdendo sua essencência.

  34. Caipira disse:

    Mais uma iniciativa para “gincanizar” a competicao, tipo asa movel, pitstop obrigatorio, pontuacao dobrada em Abu-Dhabi, engessamento do desenvolvimento de motores, treinos proibidos, limite de gasolina, etc etc etc…..
    Ja que eh pra avacalhar geral, que tal um nitro “push-to-pass” e grids invertidos como na ridicula Stock Brasil ????

  35. Eduardo TRevisan disse:

    Definitivamente, perderam a mão.

  36. Tarso Filho disse:

    Também não gostei nem um pouco da ideia. Apesar de não ter olhado a fundo a proposta.

    Só o tempo perdido para parar e realinhar…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>