MENU

sexta-feira, 15 de agosto de 2014 - 20:58Esquisitices

ESQUISITICES

SÃO PAULO (jisuis) – O Thiago Bosco mandou o anúncio. Quando eu achava que já conhecia tudo, aparece o… Opala Lassale! Uma aberração estilística que, de tão feia, acaba sendo legal. E, pelo jeito, raríssima. Está à venda em Blumenau. Alguém sabe mais dessa trapizonga? É 1989 e conversível. O máximo!

Claro que dei um Google e descobri algumas coisas, como nesta página aqui. Era feito em Itaquaquecetuba.

Uma mega-esquisitice.

lassale

52 comentários

  1. Dr. ALTAIR MANOEL disse:

    Sou colecionador., e acabo de comprar o Branco com capota vinho., em perfeitissimo estado.- HOJE, embora os comentários de que o mesmo é bizarro., é peça de coleção pelos apreciadores de RARIDADES.- Att. ALTAIR

  2. Mauricio Costa disse:

    Era o mesmo projeto do savanah (1984), fabricado pela Polystilo (Madureira-RJ), que depois de alguns problemas, foi reapresentado como EQuus ELX e VSX (1986).
    fabricado pela Py motors do grupo Lúcio Rebêlo (Nova Iguaçu-RJ).
    Um dos sócios da PY motors se retirou da empresa (levou algumas carrocerias), e com a ajuda da LHM ( que fazia o Phoenix, réplica do MB”pagoda”), criou o Lassale. Tudo isso no Rio de Janeiro.
    só foi para itaquaquecetuba no ” fim da carreira” , já na década de 90, nas mãos da Ita motores.
    Essa mesma base serviu para a fabricação do LINCE.

  3. Mario Gasparotto disse:

    Parece até aquela piada de argentino! Pensa que é Mercedes, queria ser Cadillac, mas não passa de um Opala…

  4. Carlos Seixas disse:

    Realmente bizarro, porém, aprecio a raridade e história. O anúncio o apresenta como Opala Lassale, mas, do Opala só utiliza a mecânica.
    Surgiu um em Salvador, possivelmente primeira geração, sem a horrível cobertura do estepe: http://opalassa.blogspot.com.br/2014/02/lassale-02-documentacao-e-cobertura.html . Está sendo recuperado!

  5. Gus disse:

    O Lince era um pouco mais bonito…(sob a mesma base).

  6. Flavio Bragatto disse:

    É feio mesmo! Muito mal concebido. Parece até que foi feito à olho!

    Mesmo assim, achei aquela saia lateral e o vinco na lateral da carroceria bem atual.

    O que fodeu tudo, foi as lanternas de Chevette (muito mal posicionadas) e desproporcionais ao formato do carro.

  7. Fábio Labs disse:

    Flávio, dá uma olhada neste site:guedalaveiculos.com.br/dkwazul.html
    De esquisito, este aqui não tem nada.

  8. Ricardo disse:

    Eu já conhecia através de uma matéria antiga na revista Opala & Cia. Era um carro e tanto! Feito por encomenda e com vários detalhes personalizados a gosto do freguês. Além disso, o nome do primeiro dono saía na plaqueta de identificação.

  9. Rafael disse:

    Me lembrou um ornitorrinco, com pedaços de coisas diferentes funcionando juntas sabe-se lá como. Com um bocado de boa vontade dá para aceitar a tentativa – como escreveu o Flávio, “de tão feio, acaba sendo legal”.

  10. Bento disse:

    Me lembro na década de 70 também existiam uns kits que transformavam a frente do fusca em Mercedes (tinha até propaganda na Quatro Rodas)….

  11. Paulo F. disse:

    Essa grade seria usada anos após por diversas montadoras coreanas e chinesas, se patenteasse estaria rico . rs!

  12. Junior Ribeiro disse:

    Mamãe quero ser mercedes!!

  13. ALEX B. disse:

    Mas era estiloso, o bicho!

  14. Fabio Amparo disse:

    Os anos 80 foram muito criativos, mas assim já é demais..

  15. Vitão disse:

    PRa mim é uma mistura do capeta com santanás, excesso de gardenal vencido, ou bad trip de ácido de pilha alcalina , só pdoe ser !

    • Lio Campos disse:

      É ou Vc andava de Lassale e ganhava todas menininhas ou andava de Brasilia, e não ganhava ninguem e graças ao Collor que adorava carros abriu a economia se não estariamos andando de Brasilia ate hoje

  16. Cristiano disse:

    Lembro de ter visto um vermelho em Maringá-PR no ínicio dos anos 90. E minha prima garante que havia um em Francisco Beltrão-PR na mesma época.

  17. Rafael Mafra disse:

    No carros órfão aparece um post sobre um branco abandonado

    http://autosorfaos.wordpress.com/2010/04/15/ita-lassale/

  18. disse:

    Pode correr na Classic de Mercedes?

  19. Rafael Mafra disse:

    Achei um pedaço do texto:

    O Cadilac brasileiro. Assim era chamado o Lassale. Fabricado pela Ita Motores e Montadora de Veículos Ltda. em Itaquaquecetuba, que iniciou sua produção em fins de 1989, feito em fibra-de-vidro, chassi tubular emborrachado e mecânica 250 S do Opala 6 cilindros que lhe rendia 171 cv e uma velocidade próxima dos 170 km/h. Em três versões: fechado, conversível ou com duas capotas. Interior em couro e como opcional painel digital. Amortecedores pressurizados, molas especiais e baixo nível de ruido. Retrovisores e vidros elétricos, ar condicionado, volante hidráulico e regulável além de som completo.

  20. Rafael Mafra disse:

    Eu ja tinha visto aqui na internet mas não como Oplala. Ele é uma imitação de um carro americano no qual não me lembro o nome.

    No site Carros Inuteis apareceu um abandonado.

  21. Fabio disse:

    Meu pai teve um Preto com um pequeno spoiler na trazeira. O painel era todo digital como o do kadett conversivel. O motor era o 4.1 do opala. Quando vinha a 130 por hora e pisava forte no freio a trazeira sempre passava a dianteira. Na Chuva agua entrava por todo lugar. O fabricante Passou a fabricar barcos chamado walk marine com um motor Volvo.

  22. Jason Vôngoli disse:

    Vi uma trapizonga dessas de perto na Tijuca. Um horror: nenhuma linha casava com nada. Sem falar que era uma profanação do nome LaSalle, marca histórica da GM. Nessa linha dos Opala conversíveis de plástico, um modelo bem mais interessante era o Lince (feito em Pernambuco creio).

  23. Valente disse:

    Coisas da época em que os importados eram proibidos.
    Me lembrou do “Monza Benz”, transformavam os Monza 4 portas para ficar parecidos com a Mercedes-Benz 190E:

    http://www.monzaclube.com/repo/reportagens_MC_om05B.shtml

    http://www.fotolog.com.br/80s_cars/7870090/

    http://bizarricesautomotivas.blogspot.com/2009/12/mb-monza-190.html

    • Antonio disse:

      Vi uma vez, no interior de Minas Gerais, uma Mercedes Benz, coisa raríssima na época. Ao apreciá-la mais de perto, contatei, bastante decepcionado, que nada mais era do que um Monza transformado. Relíquias de uma era em que os importados eram proibidos,

  24. preto disse:

    E que tal aquele fusca com capo se Rolls Royce ?

  25. Ricardo Sarmento disse:

    Uma forma cara de destruir um Opala.

  26. Jão disse:

    Tenebroso de tão feio.

  27. Beto Nogueira disse:

    Taqueuspa….
    Lembrei-me do Monza virando Mercedes 190….Antecipando a chinesada !!!
    http://www.monzaclube.com/repo/reportagens_MC_om05B.shtml
    Vale uma resenha…..

  28. Lio Campos disse:

    Eu fabricava na epoca MP Lafer e replica de Mercedes 350 SL e que Eu saiba o Lassale era feito no Rio de Janeiro e muito bem feito por sinal mas por algum motivo mudaram para este endereço, é que na epoca os Militares proibiam a entrada que qualquer carro importado ou moto fecharam 1976 a pedido de uma Montadora e ai só A FIAT foi contra este fechamento falando que era desonesto fechar e só em 1990 com Fernando Collor entrando que ABRIU as importações novamente e neste periodo que tinha muito dinheiro como não podia impostar nada comprava Lassale ou nossos carros e varios outros Porche,Miura Bug Glaspac ,tudo de fibra .

  29. Robertom disse:

    Já vi um exemplar ao vivo…
    É muito mais feio do que nestas fotos…
    Para quem quer um fora de série com mecânica de Opala é melhor ficar com os SMs ou Pumas GTB.

  30. Ubiracy disse:

    Entre 1988 e 1990 a empresa que fabricava este carro ocupou um galpão bem em frente onde eu moro.

    Frequentemente eles colocavam algumas unidades na parte externa do galpão e eu os via lá, aguardando pintura ou a colocação de acabamentos externos.

    Eram feios e imitavam (muito mal) os Mercedes mas, quando pintados na cor vinho, tinham seu charme. Pena que não tirei fotos na época e eles ficaram menos de 2 anos no local. Acho que não vendiam muito.

  31. Neto disse:

    Tem um aqui em Manaus-am tb, preto. E a traseira dele e mais esquisita ainda com o contorno do estepe.

  32. Jonatas disse:

    Achei o carro kitsch, até ver o uso da lanterna de Chevette. Aí virou brega mesmo.

  33. Airton da Silva disse:

    Conheci um, comprado zero por um japonês rico. TInha sobre o porta malas, na traseira, em pé, uma saliência redonda revelando os contornos do pneu estepe, e tal saliência ainda era adornada nas bordas com vários pontos brilhantes de metal cravejados. Um horror.

  34. Luis felipe disse:

    Ja viu um aquimem Brasilia.. É da linha do Eqqus…e rodas igual SM

  35. Wagner Neves disse:

    Pensei que fosse fabricado pela Lada. Rsrsrsrs. Brincadeira.

  36. Mazinho disse:

    Com a proibição da importação em 1976, muitos fora-de-série apareceram, alguns bonitos outros nem tanto.

  37. João Paulo Toledo Piza disse:

    Parece uma mistura de Opala ,Mercedes e Cadillac anos 80 , mas depois do Moncedes ( feito em Sampa lembra?) agora apareceu o Opacedes. Um Hibriossauro…………..

  38. Jaime disse:

    Conheço um no Grajaú, aqui no Rio, branco, igualzinho a esse da foto… rodando!

  39. klauss mithelholf disse:

    Epoca em que muitos sonhavam em ter um mercedes , e eram obrigados a andar co essas imitações com motor de opala.

  40. JP disse:

    Feio não é. É até bonito, principalmente por fora. Mas por dentro…..Aquele comando de ar de Verona, o interior vermelho…meu amigo….

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>