NA NASCAR | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

segunda-feira, 4 de agosto de 2014 - 19:07Automobilismo internacional

NA NASCAR

SÃO PAULO (uia) – Sabem quem corre domingo na Sprint Cup, a principal divisão da NASCAR? Nelsinho Piquet. A prova acontece no misto de Watkins Glen, e por isso o brasileiro vai participar. A experiência em circuitos não-ovais ajuda. Não pode somar pontos, no entanto.

A última aparição de um piloto do país na “série A” da competição americana aconteceu em 2003. Foi Christian Fittipaldi, que em 2001 tentou a sorte na categoria e nela ficou por um tempinho, sem grande sucesso, embora tenha corrido para a Petty. A foto abaixo é daquela época.

Quanto a Nelsinho, sua principal atividade neste ano tem sido o tal Global Rallycross Challenge, que não sei direito o que é. Isso depois de algumas temporadas nos EUA, igualmente sem grande sucesso. Aquela história de Cingapura realmente comprometeu sua carreira. Ou não, como dizem alguns. Vai ver ele é mais feliz nessas corridas do que era na F-1.

OLYMPUS DIGITAL CAMERA

46 comentários

  1. Luiz G disse:

    Sou da filosofia de que quem vive de passado é museu.
    Se Nelsinho teve uma mancha na carreira, certamente não foi o único.
    Schumacher, Senna, Prost, Brabham, entre tantos outros tiveram manchas na carreira e seguiram a vida.

    Nelsinho fez uma escolha infeliz no Cingapuragate, mas isso já é velho demais.

    Espero que esteja feliz nos EUA, torci MUITO por ele na NASCAR e espero vê-lo na Sprint Cup mais vezes e faça carreira lá em tempo integral.

    • Luiz G disse:

      Minha postagem-crítica é para os tantos postadores que ficam amargando o passado do rapaz.

      Como torcedor, estou feliz pela notícia de que ele irá correr na Sprint Cup.

      • Fernando Cruz disse:

        Vai quase de certeza correr também na Fórmula E. Acabei de ver no site Electricautosport que voltou a participar na simulação de hoje pela China Racing e até aparece um vídeo onde ele muda de um carro para o outro a meio da corrida. Só não dizem quem ganhou essa simulação de corrida. A primeira tinha sido ganha pelo Lucas di Grassi, com Bruno Senna em segundo (mas a 10 segundos) e Sarrazin em terceiro, segundo o site Current E.

        Portanto acho que o Nelsinho está em grande. A liderar o Global Rally Car, a correr na Sprint Cup da NASCAR e também na Fórmula E, acho que não se podia pedir muito mais para ele nesta fase da carreira. E sim, também acho que Singapura 2008 já não devia ser assunto. Ele já pagou pelo que fez (5 anos longe da Europa e longe dos fórmulas), portanto está mais do que na hora de virar a página!

  2. Fernando Cruz disse:

    Nelsinho Piquet, Bruno Senna e Lucas di Grassi são pilotos que poderiam ter futuro na F1 se fossem bem aproveitados. Mas o primeiro cometeu aquele grande erro em Singapura e só se pode queixar dele mesmo, ao contrário dos outros dois.

    Bruno Senna passou ao lado de uma grande carreira por ter chegado às portas da F1 na hora errada, perdendo na secretaria uma vaga que tinha ganho no braço ao Di Grassi. Teria entrado no melhor da sua forma com um carro ganhador e iria desenvolver-se muito mais a partir dessa altura. Seria agora um piloto do nível de um Button ou de um Rosberg. As “oportunidades” que acabou por ter não são minimamente representativas daquilo que ele poderia ter feito entrando em 2009, vindo de uma época competitiva na GP2. Um piloto que esteve 10 anos parado não se podia dar ao luxo de ter ainda mais paragens na sua carreira numa categoria hiper-competitiva como é a F1. Precisava sim de ter condições mais próximas daquelas que teve o Damon Hill nos anos noventa, um piloto que não era mais talentoso do que o Bruno e fez bem menos nas categorias de acesso.

    Quanto ao Di Grassi, ter perdido para o Bruno no teste com a Honda não quer necessariamente dizer que não fosse tão bom. Também ele teria feito um bom campeonato se tivesse ganho essa vaga na Honda que depois se tornou Brawn e também ele poderia ter um bom futuro na F1. Mas claro que não daria para todos e o Bruno foi aquele que esteve mais perto, porque além do talento tinha o sobrenome e mais dinheiro. Teve foi um azar brutal com a saída da Honda em resultado da crise financeira. Agora com as “oportunidades” que depois acabou por ter talvez o Nelsinho ou o Di Grassi fizessem melhor, porque tiveram uma base melhor, no karting e em fórmulas menores, não estiveram 10 anos sem competir como o Bruno. Enfim, o certo é que desde que rebentou a crise global de 2008 que mais nenhum jovem brasileiro conseguiu firmar-se na F1. E também mais nenhum português conseguiu sequer entrar como titular. Álvaro Parente tinha muito mais potencial do que Tiago Monteiro mas não teve dinheiro sequer para encontrar lugar numa equipa competitiva da GP2. Mas bem aproveitado poderia ter ido ainda mais longe do que um Bruno Senna ou Lucas Di Grassi teriam ido. Campeão na F3 inglesa e nas WSR, nesta última chegou a bater Vettel com um carro de uma equipa do meio do pelotão. O mesmo fez na GP2 com o Bruno Senna (em Barcelona 2008) e o Nico Hulkenberg (em Spa 2009). Agora é piloto oficial da McLaren nos GT. Nelsinho e Bruno Senna também já mostraram o seu valor nos GT e podem ainda ter futuro na FE, uma categoria que não seduziu Parente mas onde ainda espero ver o Nelsinho. Seria fantástico poder medir-se com Senna e Di Grassi com carros iguais, mesmo que este último tenha vantagem pela sua grande experiência como piloto de testes.

  3. celsius disse:

    nelson pique souto maior junior batedor de carros em corrida de fórmula 1!

    chamam que gosta do Senna de viúva. quem torcia pro schumi é vegetariano agora?

  4. Mefistófeles disse:

    Não é Nelson Piquet Jr. seu nome e sim Nelson Angelo Tamsa Piquet Souto Maior. Primeiro brasileiro a vencer na Nationwide Series em circuito misto e 2 vitórias em ovais na Truck Series,

  5. sandro disse:

    E quem tem sky vai ficar sem ver

  6. Anderson disse:

    Ainda tenho fé na carreira do Piquet na Nascar. F1 é coisa do passado e honestamente, assistindo as corridas de F1 cada vez mais me convenço que é uma categoria em franca descenção. Só não entendo como ele nao corre mais provas esse ano. Estou achando muito pouco 1 treino na Truck e um 1 corrida na Cup. Torço muito para 2015 ele estar full na Nascar novamente, seja na Truck, na Nationwide ou até na Sprint Cup. Mas tem q ser Nascar. Rally é legal pra preencher datas vagas, não como atividade principal.

  7. John Player disse:

    Deve ter uma multidão de “anti-Piquet” torcendo contra.
    (Que se danem. Aposto que deve ser muito mais divertido que correr na Fórmula E.)

    Sim, aquela besteira, burrice, estupidez (á mando e ao comando de Briatore e Pat Symonds – que hoje está na Williams – para não perder o emprego, vamos lembrar) em Cingapura prejudicou demais sua carreira. Enfim…

    Vamos aguardar e boa sorte ao garoto. Talento ele tem.

  8. Bosley de La Noya disse:

    Ele tá certíssimo em ficar brincando de corredor, se eu fosse rico e ocioso como ele com certeza é, faria a mesma coisa. Duro é acordar cedo de segunda a sábado, pegar ônibus e metrô lotado e no final do mês ganhar uma merreca.

    • Luiz disse:

      “…rico e ocioso como ele COM CERTEZA É…”

      Nunca li uma bobagem maior por aqui. Fale mais sobre ele, já que conhece a vida particular dele tão bem.

      • Bosley de La Noya disse:

        Ah, tá bom… Ele acorda todo dia bem cedinho, corre prá pegar a gravata e o paletó e vai bater o cartão de ponto.
        Esse camarada é o maior filhinho de papai, e se você está tão magoado assim por ele, deve ser da mesma turminha dos “bon vivant”…

  9. Valdemir Silva Braga disse:

    Nelsinho Piquet tinha tudo para brilhar na f1. Se não houvesse essa infelicidade, possivelmente ele teria sido o brasileiro campeão mundial, depois do Emerson, do Nelsão e do Senna. Digo isto porque com a ajuda do pai e do “tio” Bernie que adora filho de ex-piloto sendo campeão, como o Damon Hill, o Jaques Villeneuve e talvez agora o Rosberg, isto aconteceria. Embora pareça tarde, acho que ele deveria tentar voltar à f1, pois até o Briatore voltou e ele que é um ótimo piloto, com um bom trabalho faria com que fosse esquecido o Singapuragate. Deveria tentar voltar…

  10. Marcelo Kuba disse:

    Tenho acompanhado o Nelsinho no Blancpain Series, ele corre pelo BMW Team Brasil, alias são ótimas as corridas.

  11. Marcio Vieira disse:

    ele cagou duas vezes:

    fazendo cagada e depois negociando permanência na equipe para ficar quieto sobre isso.

    em outros esportes, a punição seria muito maior.

  12. ms disse:

    a única saída possível para Nelsinho se reabilitar depois da lambança daquele GP de Cingapura seria ter carisma e um talento como piloto acima da média, como não tem uma coisa nem outra sua carreira foi pro beleleu……(na verdade o grande responsável por enterrar sua carreira foi o seu pai que com sua agressividade insana e descomedida expôs seu filho de forma indevida ao comprar aquela briga com um sujeito do naipe de Flávio Briatore…..

  13. Cranio disse:

    Duvido que ele esteja mais feliz nessas competições. No lugar do Grosjean, não estaria tão feliz também… Nelsinho é mais um exemplo do “cheguei na hora errada”, como diversos outros que pela F1 já passaram…

  14. Teles disse:

    Acho que ele está mais feliz que alguns pilotos que correm em categorias ditas mais importantes e que estão sendo chocalhados pelos companheiros de equipe.
    Quanto ao GRC,já está na hora do seu site começara a abrir espaço.A concorrência já abriu.
    Abs

  15. HUGO ALBINO disse:

    Pasmem os senhores.

  16. Rodrigo Moraes disse:

    Nelsinho não tem como voltar atrás no que fez na F-1, então acho que ele tira o melhor proveito do que lhe restou. Esse tal de Global Rallycross é muito legal. É o que mais se aproxima do Grupo B que a gente tanto admirava no passado, só que sem pilotos ou espectadores morrendo a cada instante. Aliás, o próprio Grupo B deu origem a corridas de rallycross quando foi extinto. Ford, Volkswagen, Subaru, Hyundai e Chevrolet competem no Global Rallycross, os carros têm motor 2 litros com 600 hp, há bons pilotos, a maioria proveniente de rally, e Nelsinho, com pouca experiência, lidera o campeonato. O cara guia qualquer coisa bem. É uma pena não estar na F-1, mas há milhares de bons pilotos no mundo e só vinte e poucos assentos na F-1. Acontece.

  17. Fernando Kesnault disse:

    Hi Flavio,

    Acredito que o Piquet Jr. ainda não sabe o que quer da vida automobilistica…poderia estar a continuar na NASCAR disputando a Truck Series já que no ano passado havia subido para a Nationwide Series e se deu mal, muito mal aliás. Retornando à Truck Series seria um dos candidatos ao título (miniimo uns 11 pilotos) mas preferiu essa bobagem de Global RallyCross que acredito é algo como aqueles jogos radicais que são transmitidos pela ESPN, apenas um show de final de semana.

  18. Não sei se alguém é realmente feliz correndo de Formula 1, ok, o Ricciardo parece bastante feliz, mas a maioria se arrasta por anos, sem a melhor oportunidade de mostrar todo seu talento. Não sei qual é a desse Global rally, nem estou botando fé na Formula E, mas de qualquer forma, boa sorte pro Nelsinho. E queria mesmo era ver o Paludo de volta na NASCAR, fez grande temporada ano passado, merecia um bom passeio este ano.

  19. Chupez Alonso! disse:

    Mais um exemplo de como um mau caráter picareta pode destruir a carreira e a vida de várias pessoas. Semana passada falou o Massa. Hoje falou-se do Nelsinho.

    Eternando Picaretonso deveria estar preso. Lugar de bandido é na cadeia.

  20. Antonio disse:

    Acho que a vinda do Nelsinho para a Stock car é questão de tempo.
    Sua carreira internacional está definhando e nem nos EUA ele conseguiu se firmar.
    Bruno Senna idem.

  21. guirds disse:

    Sou fã incondicional do Piquet (pai é lógico)… Agora esse menino, como bem disse a avó dele em entrevista para programa sobre os 50 anos de vida do Piquezão, é muito diferente (para ser bonzinho com ele). É um pimpão mimado e sem talento….

  22. Moy disse:

    GRC é uma espécie de rally indoor. Muito legal. Inclusive com muitos pilotos conhecidos. Não tem jogo de equipe ou piloto poupando equipamento. É pé embaixo o tempo todo.

  23. Douglas disse:

    Lamentável o desfecho na F-1, poderia ter tido mais sorte numa outra equipe se tivesse seguido. Indo bem ou mal, é o auge. Difícil imaginar que não sinta falta.

  24. A.Vandelay disse:

    Caramba, esse GRC é o DiRT na vida real!

  25. Anselmo Coyote disse:

    Mesmo sendo feliz nessas corridas a merda feita vai com ele onde ele for. Diferentemente de outros, ele foi pego. Teve motivos para por no ventilador e pôs. E deu no que deu.
    Mas a vida não é rascunho. Eu também tentaria seguir em frente e jamais fugir do que eu gostaria que ficasse pra trás.
    Bom. .. resolver problemas dos outros é fácil.
    Gosto do Nelsinho e do Nelsão (meu ídolo). Desejo boa sorte a ambos. E ao Pedrinho também.
    Abs.

  26. Vicente disse:

    Isso tudo me faz lembrar da peça protagonizada pelo grande ator Nestor de Montemar:

    “Greta Garbo, Quem Diria, Acabou no Irajá”

  27. Emmanuel disse:

    É o lider do Global Rally Cross, com chances de ser campeão, com 46 pts de vantagem para Scott Speed. as provas são incríveis. Vi uma na ESPN internacional.

  28. jose alexandre disse:

    Nelsinho é um piloto que ama as corridas, como poucos, corre quase todos os fins de semana, fora o kart nas horas de folga… no GRC os “carrinhos” tem seus 700hp e fazem espetáculo para americano nenhum botar defeito.
    Para a F1, já está sendo preparado o Pedrinho, irmão mais novo, que em 3 anos será o representante brasileiro na categoria máxima.

  29. Hausensson disse:

    Acho que o problema é que o Nelsinho foi protegido demais; “carregado” pelo pai até as portas da categoria, Quando ficou meio sozinho, faltou a vivência…

    As raposas da Renault perceberam e montaram em cima…

    Uma pena, porque pela corrida de Hockenheim, lá em 2008, o moleque teria um futuro e tanto…

  30. Robertom disse:

    O Cingapuragate queimou definitivamente o filme do Nelsinho na F1.
    Penso que foi para a NASCAR atrás do dinheiro, mas ainda não o encontrou.
    O piloto mais bem pago do mundo é o Alonso.
    Sabe quem é o 2º da lista ?
    Hamilton, Vettel, Hakkinen ?
    Nada disso, é o Dale Earnhardt Jr.
    Jimmy Johnson e vários outros pilotos de ponta da categoria tem salários e faturamento em publicidade no mesmo nível da F1.
    Nelsinho ficou sem patrocínio e agora o investimento do Piquezão prioriza o Pedro Piquet (na F3 Br.), naturalmente com a F1 como meta.
    Se o carro não for muito ruim é capaz que consiga mostrar serviço, pois estreiou com vitória na Nationwide series em 2012 na maravilhosa pista de Elkart Lake.
    Quanto ao Christian Fittipaldi, o fato de não ter obtido sucesso na Winston Cup foi justamente por competir pela Petty, que estava no “fundo do poço” na época.

  31. jairo faria disse:

    Ola Flávio, boa noite. Eu ví notícias sobre Nelson Jr, disputando uma tal de Rallye Cross nos USA, e fiquei de cair o queixo !!! Não entendo isso,. O cara se preparou como poucos para o sucesso na “olimpo” da F-1, …. e dá nisso???? Tudo bem que aconteceu aquela “P” cagada de Singapura, mais …. Rallye Cross???
    Eu sempre achei que Nascar truck seria um auto exilio, pra deixar a poeira baixar inclusive fazia todo sentido não se envolver com a Indy , para não “perder a mão” e não se envolvendo com aquele troço,…. achei que voltar a Europa e buscar seu lugar na F-1 era questão de tempo,… daí que Rallye Cross não “encaixa”,….Até pelo din-din que o Nelsão colocou no projeto,… Daí que volta pra Nascar,… e falou-se aqui mesmo em Fia F-E,… será que é isso que o deixa feliz,. ou tem aí por baixo disso tudo uma enorme decepção consigo mesmo,…Duvido que não sinta falta da F-1,.. Perdia o emprego com dignidade,. e arrumava outro,.. ( talento e conecções eles tinham) se não pra uma equipe das tops,… pelo menos uma das medianas,… se tivesse as chances que o B. Senna teve se sairia melhor,… (outro que eu gostaria de ver tendo essas mesmas chances era o Di Grassi).

    • Anselmo Coyote disse:

      Na época eu achava que ele devia voltar à GP2. Ser campeão lá nao seria dificil e isso podia despertar algum interesse de alguma equipe de F1. Mas ele desapareceu de tudo que lembrava F1.
      Abs.

  32. Ronald Wolff disse:

    Tenha certeza que ajudou a acabar com o melhor futuro de sua carreira. Até a de Briatore mudou que era o bambambam e mesmo assim dançou. O único que escapou ileso é o outro piloto, mas que agora come o pão que o diabo amassou em uma certa equipe de uma cor só.

  33. Paulo Z disse:

    WG é uma das corridas mais legais do ano. Qto ao Nelsinho ele esta nesse Global Rally Challenge. Eu acompanho pela internet e vos digo : É muito divertido, recomendo pra quem gosta de rally!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>