MENU

sexta-feira, 28 de novembro de 2014 - 20:29Gira mondo

BOLAÑOS, 85

SÃO PAULO – Todas as nossas homenagens a Roberto Bolaños, o eterno Chaves, o eterno Chapolin, que se foi hoje aos 85 anos. Em 2012, quando corria pela Sauber, Sergio Pérez estampou o herói em seu capacete.

O mundo não será o mesmo sem Chespirito.

chavesperez

24 comentários

  1. Paulo Pinto disse:

    Ídolo de gerações de crianças. E adultos, também.

  2. Fabiano disse:

    E agora, quem poderá nos defender ?

  3. Jonatas disse:

    Roberto Bolaños; pegou a mulher dos amigos, explorou os próprios funcionários, e nas horas vagas criou personagens e histórias que vão viver para sempre!

  4. Rafael Chinini disse:

    mito dos mitos!!!

    preferiu morrer do que perder a vida! :)

  5. Mário Sérgio disse:

    E não será mesmo. Flavio.

  6. RAPHAEL LIMA disse:

    O Chespirito nunca vai nos deixar, é imortal. Apenas lamento que tenha morrido brigado com o Quico e a Chiquinha.

  7. Fernando Lima disse:

    Ele e Ramon Valdez (o Seu Madruga…) são ídolos absolutos…

  8. marcelo cruz disse:

    Q dia triste….merecida homenagem do blog

  9. Celio Ferreira disse:

    Chaves nunca morrerá, quem se foi foi o Roberto .

  10. Fernando Monteiro disse:

    Acho que há muito tempo o mundo já não é mais o mesmo!!!

  11. Chupez Alonso disse:

    Verdade.

    Que pena. Está morrendo muita gente que nunca morreu antes nesse período. Até Seu Lunga foi-se.

    E o Pelé está batendo na porta do céu.

  12. Paulo Leite disse:

    Decreto feriado mundial.

  13. Thiago Azevedo disse:

    Tô triste… O Roberto é um ídolo meu, desde pequeno. Que descanse em paz.

  14. Daniele Blattner disse:

    Curiosidade: o gesto de mãos que o Alonso faz quando vence uma corrida (ja faz um tempinho, né?) é em referência ao Chaves.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>