NÃO ACABA NUNCA | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

quarta-feira, 4 de março de 2015 - 18:19Vídeos

NÃO ACABA NUNCA

SÃO PAULO (incrível) – A turma da Classic Cup mandou o vídeo. Ah, a Mulsanne… Derek Bell, 1983, de Porsche 956. Prendam a respiração.

33 comentários

  1. Jorge Diehl disse:

    O som do carro, se fechar os olhos, lembra um DKW…

  2. Rafael disse:

    No filme “La Ronde Infernale” há uma cena de uma side-cam dentro de um GT40, pilotado, acho, que por Chris Amon, rasgando esse retão.

    Se acharam sensacional o Porsche 956, é porque não ouviram o GT40.

  3. Ricardo disse:

    uma só palavra pra definir : incrível.

    cordial abraço

    ricardo

  4. Correa disse:

    Que reta é essa?!?!? Desafia a curvatura de terra!!!

  5. Bruno Cruz disse:

    Depois de assistir uma pérola dessas, da até desgosto acompanhar a Fórmula 1 atual e suas “unidades de potência”. Brutal o barulho desse motor. Chega a arrepiar!! Uma pena terem mudado o traçado original da pista, inserindo as chicanes na Hunaudieres… Triste, muito triste.

  6. Ron disse:

    Esta reta não acaba, não? :)

  7. Galba Cunha disse:

    Retão do caralho!

  8. Antonio Seabra disse:

    Excelente o vídeo, mostra como demora pra percorrer a reta, hoje alterada pela introdução das duas chicanes.
    A incrivel reta, que vai curva Terte Rouge a curva Mulsanne (de baixissima velocidade, menos de 100km/h), era chamada de Ligne Droite des Hunaudieres, como alguns já disseram antes. Numa tradução livre, seria o Retão de Hunaudieres. Ao longo dos anos começaram a chama-la também de reta Mulsanne (ou a reta que levava a curva Mulsanne). Provavelmente pela pronuncia mais facil para os ingleses e, também para os alemaes, essa denominação predomina nos dias de hoje.

    Notem aos 1min e:25 seg do video o famoso Mulsanne Kink (ou “a dobra” da reta Mulsanne),, uma especia de curva-reta, que era contornada de pe no fundo, até a chegada dos primeiros 917 ao circuito frances.. Frank Gardner conta que nas primeiras vezes em que chegaram ao Kink com os Porsches 917 (ele inclusive), a velocidade era tanta que os pilotos acabavam dando uma tiradinha de pe. e a falta detração desestabilizaba mais ainda o monstro. Eles acharam que nunca daria pra fazer o kink de pe no fundo com os 917, até que um deles arriscou fazer, deu certo e eles acabaram concluindo que sob tração plena o carro contornava essa “dobra” de forma mais estavel. Ai, virou festa !!!

    Quanto a velocidade atingida nessa época na reta Hunaudieres (ou Mulsanne, eu prefiro o nome original), há divergências. A maior velocidade “oficial” atingida pelos Porsche é dita de 366 km/h, dado que é “confirmado” por Derek Bell. Mas não são poucos os que afirmam que o 917 L (de Langheck, ou traseira longa) n° 23 de 1971, nas cores prata e azul da Martini, guiado por Vic Elford (e tinha de ser ele, pra mim um dos top 5 dos prototipos da epoca, talvez o melhor deles) e Gerard Larousse, atingiu 387 km/h naquele ano. Esse fato e confirmado pelo proprio Elford.

    Em 1988 um WM Peugeot registrou a maior velocidade que se tem noticia, antes da colocação das 2 chicanes no famoso retão de cerca de 6 km de extensão, Mas até aqui existem divergências; alguns falam que foram 405, outros afirmam que foram 406 e mais alguns cravam em 407 km/h como a maior velocidade atingida no retão do Circuito de Sarthe.

    Quando visitei o circuito, em 2009, pude percorrer partes dessas estradas que são anexadas ao circuito fixo, para a corrida de 24 Horas. Posso garantir, que a reta é enorme, Como bem disse o Falvio, não acaba nunca, ainda mais considerando o limite de velocidade de 90 km/h, quando está aberta ao publico, como parte das estradas vicinais.

    Vendo o video da pra imaginar uma situação real, que deve ser apavorante: durante a noite e sob chuva, um desses velocissimos prototipos se aproximando de um grupo de carros de classes menos potentes, viajando pela reta de Hunaudieres com cerca de 100 km/h a menos….UFA !!!!

    Antonio

  9. Ricardo Bigliazzi disse:

    Muito Bom! Haja valentia para encarar essa pista por 24 horas.

    Agora, os videogames são bem legais, tirando a grande reta que foi mutilada pelas duas chicanes o resto continua muito igual. Consegui prever quase tudo do circuito (Eu e meu filho já corremos as 24 Horas de Le Mans no PS3 – GT5).

    Não é a toa que essa molecada que chega a Formula 1 não estranha quase nada. Se com o GT5 eu sei como é “Le Mans” imagina um moleque desses com um mega simulador de uma equipe de F-1, deve ser real pacas.

  10. António Silva disse:

    A famosa reta das Hunaudieres, creio que o record pertence a um WM-Peugeot P88, aliás podemos ver as velocidades máximas ao longo dos anos aqui http://www.mulsannescorner.com/maxspeed.html

  11. João Paulo Toledo Piza disse:

    Reta sem fimmmmmmmmmmm

  12. Davi disse:

    É inacreditável a velocidade em reta. Isso é que é pista!

  13. victor freire disse:

    o chacoalhar dos turbos da época ao ser aliviado o acelerador é um dos barulhos mais bonitos que existem.

  14. Paulo Emilio disse:

    Este vídeo é bom para quem assiste ao vivo a corrida hoje pela TV saber no que lugar das ridículas chicanes já existiu em Le Mans até os anos 80, uma reta chamada Les Hunaudières com mais de 5 kms ! Deveria ter sido preservada mas a mediocridade e o politicamente correto falou mais alto ! Como este mesmo colunista repete seguidamente o mundo está acabando , pelo menos o verdadeiro, aonde o homem tinha desafios, que não sejam apenas conseguir acessar o Whatsapp !

  15. Marco Antonio Oliveira disse:

    Dava tempo de tomar um cafezinho, ligar para a esposa, anotar os numeros ganhadores da loto ou quem sabe ate dar um cochilo… kkkkkkk

  16. sergio disse:

    O ultimo nível pra se tornar foguete…Mas, como balança nas curvas…

  17. GUS disse:

    Mil pensamentos devem passar na cabeça do piloto ao longo dessa reta: “E se o pneu estourar? Se a suspensão ceder? E se o da frente me fechar a mais de 330 km/h?”…hum, acho que eles não pensavam em nada disso, isso é melindre de nós…mortais – rsrsrsrsrs.

  18. Victor disse:

    Caraca, volta ao mundo numa reta…

  19. Valmir Passos disse:

    Caraca, alucinante!!!!! Que reta!!!

  20. Mark Blundell, marcando o tempo da pole das 24 Horas de Le Mans 1990, com o 1990 Nissan R90CK de 1100 CV!

    http://www.youtube.com/watch?v=i1ECE3oT-Z8

  21. Vitão disse:

    Carro de verdade, pista de verdade, piloto de verdade, adrenalina de verdade !

  22. Sanzio disse:

    Eu não sou minimamente homem de dirigir numa velocidade dessas….

  23. Celio Ferreira disse:

    Cara que reta do caraca, e o tal de Derek era muito braço….legal demais.

  24. Fabiani C Gargioni disse:

    Flat, flat, flat muito legal Le Man é show!!!

  25. Irineu disse:

    Reta dos sonhos …

  26. Paulo F. disse:

    Porsche 956 (e seu gemeo o 962) esta entre os autos de competição mais bem sucedidos de todos os tempos. O Bell é fera! E a pista é mítica. Vídeo duka!

  27. flavioailon disse:

    Impressionante. o retao

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>