SOBRE ONTEM DE MADRUGADA | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

segunda-feira, 16 de março de 2015 - 12:14F-1

SOBRE ONTEM DE MADRUGADA

SÃO PAULO (bastante coisa pra falar) – Buenos dias, macacada. Embora tenha sido uma corrida pífia, com pífios 15 carros no grid e 11 pífios carros terminando a prova, o rescaldo está interessante. Vamos a eles, como sempre em pílulas. Ou “pírulas”, como eu dizia antigamente, e achava muito melhor que pílulas.

- Nasr: ponderado o quinto lugar por ter sido obtido numa corrida com apenas 11 carros recebendo a bandeirada, é preciso reforçar que o resultado foi muito marcante — não apenas por ter sido o melhor de um brasileiro em estreias, mas porque a Sauber estava numa pindaíba danada no ano passado, sem ter marcado nenhum ponto. Felipe, como disse ontem, largou muito bem, soube aguentar a pressão de uma Red Bull e não cometeu erros numa pista que não conhecia e onde perdeu um treino livre por conta da zona envolvendo Van der Ley. Manteve a cabeça fria, o que não é fácil numa estreia. Está de parabéns. “Nem eu esperava que fosse ser assim”, disse.

- Foi um barato Schwarzenegger fazendo as entrevistas no pódio. Mais engraçado ainda foi Hamilton dizer que achava que ele fosse mais alto.

- A Manor Marussia convenceu a FIA de que não conseguir ligar seus carros em nenhum momento no fim de semana era algo normal. Assim, escapou de qualquer punição. Na boa, não ligar um carro não me parece normal. Mas se os caras acham que é, OK.

- Aprender é o que importa, e a McLaren aprendeu bastante ao conseguir terminar a corrida com Button. Duas voltas atrás do vencedor. Mas o inglês, um cavalheiro, achou que foi o máximo. Não sei, juro, onde um cara como ele encontra motivação, nessa idade e a essa altura da carreira, para se arrastar com tempos de GP2. Quero ver como será com Alonso. Se ele correr.

- A coisa está feia entre Red Bull e Renault. Mas a equipe deveria ser mais grata à montadora, sua parceira de longa data e muito importante nos anos de domínio de Vettel. Em todo caso, os rubrotaurinos têm razão quando dizem que o motor é uma porcaria. Difícil negar, difícil esconder. “Regredimos”, diz Horner, e acusa diretamente a Renault.

- Horner, aliás, está desesperado com o que vê — a Mercedes em outro planeta. E acha que a FIA deveria fazer algo para diminuir a diferença. “Não é saudável”, diz, argumentando que quando a Red Bull dominou a categoria, a entidade mexeu nas regras várias vezes para evitar que seu time disparasse na frente. É verdade. Mas é verdade, também, que se a Mercedes tem trabalhado melhor, merece o que vem colhendo. É uma equação difícil. Domínio absoluto nunca é bem-vindo, piora o espetáculo. Por outro lado, recompensa os melhores. A única solução é um regulamento menos complicado e mais restritivo em algumas áreas. Dar mais peso aos pilotos. E simplificar determinados componentes e processos de construção de um carro.

- Discussões à parte, o fato é que já começam a circular boatos de que a Red Bull pode cair fora da F-1. Aliás, boatos não. Tem gente lá dentro falando abertamente nisso, como Helmut Marko.

- Foi divertido o diálogo entre Rosberg e Vettel na coletiva depois da corrida. No fim do papo, Nico convidou Tião para visitar os boxes da Mercedes em Sepang.

69 comentários

  1. Enquanto o Felipe Nasr faz uma excelente estreia o Massacrado já fica chorando pelos cantos por ter perdido o pódio para o Vettel de uma Ferrari. em Ascensão. Os caras da Marussia não conseguiram ligar o carro? Isso foi o Recorde do Absurdo na F-1. A Red Bull virou do avesso e fica parecendo que o casamento com a Renault acaba esse ano. Será que a Globo vai colocar aquele Show de Horrores na sua Transmissão na Malásia?

  2. adrianno duarte disse:

    McLaren enfim conseguir arrumar o problema de superaquecimento no motor honda

    http://cdn.minilua.com/wp-content/uploads/2010/07/gambiarra_motor_thumb.jpg

  3. Jonas disse:

    Red Bull sair pega maaaaaaal…

    Sem dúvidas queima a marca como um todo. Associa a marca a “bebida do mal perdedor”, etc.

  4. Luciano Basso disse:

    Flávio:

    Você viu que o UOL está levando a sério que a Ferrari vai na reunião de engenharia da Mercedes???

    http://esporte.uol.com.br/f1/ultimas-noticias/2015/03/17/para-ajudar-ferrari-rosberg-convida-vettel-para-reuniao-na-mercedes.htm

    Pega mal pra vocês saber que o Grande Prêmio gera conteúdo pra eles… vê se ensina pro UOL como escolher estagiários…

  5. Gabriel P. disse:

    O fato é um só.
    A Red Bull só vence campeonato com Vettel
    A Ferrari só vai vencer se tiver Vettel.
    A Ferrari ficou ruim com Alonso
    E a McLaren que era razoável, também ficou uma porcaria com Alonso.
    Sendo assim qualquer equipe quer Vettel e nenhuma mais vai querer Alonso,
    Isso se ele voltar a correr.

  6. Rafael disse:

    Hamilton, do jeito que é, deve ter ficado com ciúme desse convite do Rosberg para o Vettel.

  7. Jairo disse:

    é bem simples resolver o “babado”

    1) liberem mais treinos, podem fazer 2 dias de treino extra antes de cada etapa. já vão estar lá mesmo…
    2) liberem mexer nos motores.

    todos podem evoluir, e quem tá na frente tem a chance de se manter na frente. quem for mais competente, vai se dar melhor. custo por custo, acredito q tão cagando para o custo…

  8. Neto disse:

    A Reb Bull tem, de certo modo, razão, pois é inconcebível a relevância que o atual regulamento confere ao motor (sic).
    Chassis, fluxos de ar, ajustes, estratégias, técnica do piloto…. têm pouca ou quase nenhuma relevância perto das unidades de potência. Não por acaso, Massa andou questionando se a Williams recebera a mesma configuração de motor da Mercedes.
    Convenhamos, patriotismo à parte, foi patético ver Ricciardo não conseguir ultrapassar Nars. Será, realmente, que a falida Sauber deu o pulo do gato?
    A F1 transformou-se em uma competição de unidades de potência. Triste!
    Um último comentário: quem se dispõe a assistir uma corrida de F1 durante a madruga, se não sofrer de insônia, conhece um pouco da categoria. Aquela transmissão viciada de Galvão Bueno é uma acinte. Um convite para destruir as saídes de áudio da TV. Mais irritante do que a torcida chiliquenta são os falsos combates criados pela sua mente fértil, numa tentativa deseperada de segurar a audiência: – Vamos Massa,; virou dois décimos mais rápido do que Vettel; tá chegando; nesse ritmo, em 20 voltas ele alcança; faltam apenas 5 giros, ele ele apertar o pé consegue.; que emoção….

  9. André Sb disse:

    Pelo pouco que entendo, aparenta que a Mclaren tem um bom carro e um péssimo motor (os japoneses perderam a mão faz tempo, lembram dos motores fiasquentos de 2007 e 2008? A Brawn colocou um mercedão em 2009 e foi campeã), sugiro a Honda contratar a peso de ouro ao quadrado alguns engenheiros da Mercedes.

    Já o mimimi da Red Bull é patético, acharam que seriam campeões por toda eternidade?

  10. voulembrar disse:

    Se a gente ponderar bem, mesmo que todos os carros terminassem na pista, Nars fez o suficiente para chegar em 7 lugar. Então, acho que nada, nem mesmo essa F1 derrubada de hoje, tira o brilho do rapaz nesse corrida. Ainda tá valendo.

  11. valter disse:

    Se a RBR quer que a FIA mude as regras para diminuir a vantagem da Mercedes ela deve contratar o Luca de Montezemolo, esse sim sabe jogar a favor de sua equipe.

  12. AS disse:

    Eu vi um programa da NBC sports mostrando os processos de fabricaçao dos motores e do carro da equipe…. para… para… pode parar !!

    Ninguém vai acompanhar… equipes menores entao… Triste… muito triste. Nao é coisa de nostalgia e etc. mas a essencia da coisa está indo pelo ralo e trata-se hoje somente de quem tem mais dinheiro…

  13. Simão disse:

    FG
    eu até já escrevi aqui antes. a Red Bull vai pular fora. Não tem mais nada a fazer na F1. Já deu seu recado. Já arrebatou corações e mentes e entrou de vez no mundo dos ricaços e dos men tanto. Por que uma empresa que diversifica enormemente sua grana patrocinando esportes radicais pelo mundo afora ira ficar gastando os tubos na F1 que está decdente???? Anota aí de novo!!!

  14. José Brabham disse:

    Como é?! A Red Bull está ameaçando sair porque está perdendo? Juro que se tomar essa atitude covarde nunca mais compro uma lata deles.

  15. Pra mim, a Manor Marussia só foi à Austrália pra cumprir algum possível contrato de que levaram 20 carros mínimos pra lá.

  16. Diogo Sorocaba disse:

    Espero que Nasr consiga escapar da pressão por resultados geniais daqui pra frente.
    Nos 50 segundos que o separavam de Massa no final caberiam uns 4 carros (1 Ferrari, 1 Williams e 2 Lotus, por exemplo). Então, pela pouca capacidade de evolução do bem nascido Sauber, a 10ª posição é o que se pode esperar dele em um grid “real”.
    Mesmo assim, se mantiver a média da 10ª posição será um grande triunfo. Vamos devagar com o rapaz, que pareceu ser muito bom.

    • Diogo Sorocaba disse:

      Corrigindo minha burrice, 5+4=9ª posição!!!

      • voulembrar disse:

        Meu amigo, o cara segurou uma Red Bull de Ricardo e uma Ferrari de Raikonen (que mudou a estratégia e faria outra troca). Pra mim ele chegava em 7 mesmo com todos na pista. O cara será o nosso Schumacher.

      • voulembrar disse:

        Meu amigo, o cara segurou uma Red Bull de Ricardo e uma Ferrari de Raikonen (que mudou a estratégia e faria outra troca). Pra mim ele chegava em sétimo mesmo com todos na pista. O cara será o nosso Schumacher.

      • Robertom disse:

        Vou lembrar que V. tá muito otimista.
        Nasr é bom e tem grande potencial, largou maravilhosamente, não amarelou, não errou e até teve sorte, característica dos campeões, na dividida com o Kimi e o Maldonado…
        Mas devagar com o andor.!

      • Diogo Sorocaba disse:

        Voulembrar, é exatamente essa pressão que pode estragar a carreira do cara. Ele parece ser muito bom para o modelo da F1, mas acho legal deixá-lo trabalhar tranquilo.

  17. Paulo Pinto disse:

    Felipe Nasr é o primeiro brasileiro a pontuar na estréia. E, importante, pontuaria inclusive na década de 50, onde a estreita pontuação ia até o quinto lugar.

    A McLata aprendeu a terminar uma corrida? Que bom! Será que Alonso vai aprender também? A conferir, sem rir…

    A Mama (Manor Marussia) não conseguiu ligar os carros? Que carros?

    A Red Bull está fazendo pirracinha? Vai “tirar o time de campo” se isso ou aquilo? Não, não é saudável.

    Vettel vai conhecer os boxes da Mercedes em Sepang. Será sua futura equipe, logo após o penta (ou mais) na Ferrari.

  18. Alonso on the run. Quero saber o desfecho disso.

  19. joao disse:

    Só um comentário: também falava pírula.

  20. Gustavo disse:

    Red Bull se especializando na “Escola Ferrari de Choro”. Acho que ao menos agora podemos colocá-la definitivamente no rol das grandes equipes, afinal, se não chora não é grande.

    Sobre o Nasr, só espero que não queimem o garoto. A expectativa da Sauber é de arrancar 1 ou 2 pontos por corrida e dar um vareio no Sony-Ericsson não é exatamente um sinal de genialidade. O Nasr é bom e tem futuro, mas não deve disputar vitórias num futuro de 2, 3 anos. Que o Galvão cale a boca dele e não jogue pressão no garoto (se bem que a audiência da Globo deve despencar com o Esquenta versão F1, então…)

  21. Giuliano SPFC disse:

    Pode ser que eu esteja enganado, foi só a primeira corrida, mas fora o Planeta Mercedes, a briga promete ser legal, e dentro disso, tem 6 carros com problemas de motor os 4 Renault, de RBR e STR, e os dois Mclaren de HONDA, (acho que Alonso deve continuar com amnésia e fingir que joga na seleção da Espanha), dito isso, acho que a Sauber de Felipe Nasr deve ter condições de beliscar alguns pontinhos e frequentar a região do 10º lugar, ele me pareceu muito consistente quando foi apertado pelo Ricardão, que depois de aperta-lo, certamente aliviou o pé no fim com medo do Motor do Sandero não resistir, mas não caiam na pataquada Global Ufanista que apoiado pelo BB elevará o passe de Nasr a condição de novo Senna. E acho que Massa foi derrubado do pódio de novo pela “estratégia” da Williams, deveriam ter forçado a Ferrari a para 1º e voltar atrás dos outros, depois com carros muito parecidos, estratégia de pneus igual, numa pista travada, ficou ruim de ultrapassar o Tião no braço.

  22. Ulisses disse:

    Red Bull só fica em um esporte se andar lá na frente, tenho a impressão de que o departamento de marketing dessa empresa não sabe perder, ou pelo menos ficar em segundo, terceiro … acho que ela sai mesmo! Uma pena!
    Pergunta: Se ela sair (como patrocinadora) são 4 carros a menos?
    Tomara que eu esteja errado, mas acredito também que, se a McLaren também, se não “andar” esse ano. Ron Dennis estava com uma cara de bosta no box … não poderia ser diferente.
    A F1 caiu em um poço fundo, sem competição, sem carros, sem som, excesso de punições, asas móveis, pilotos mirins e muito cara para fabricantes, público, tvs, imprensa. E, para os patrocinadores, os poucos pilotos com carisma estão em final de carreira.
    A gente gosta dessa “bagaça”, mas tá muito ruim a “coisa”!

  23. Rafael Chinini disse:

    corrida chata pra caralho mesmo. e na Australia não costuma ser assim.
    só fiquei acordado até o fim pra ver Vettel fazer o podium de Ferrari!
    a conversa dos dois na entrevista coletiva que a TV não mostra foi demais. finalmente algum bom humor no meio.

  24. Rogerio Kremer disse:

    Gostaria de ver seus comentários da FormulaE.

  25. rodrigo Luiz Martins disse:

    Eu entendo quando o Horner diz que a FIA fazia de tudo pra segurar as RBR, a verdade é uma só, a Mercedes já devia estar desenvolvendo o carro desde 2012 por ai ou até mesmo quando foi decidido por esse regulamento atual enquanto as outras equipes lutavam pelo campeonato. Antes era só o Vettel que abria vantagem enorme, sendo que até hoje todo mundo fala que ele não é piloto e só ganhou os campeonatos por causa do carro, e agora não tem ninguém pra falar do hamilton e rosberg, ninguém para vaia-los no pódio.

  26. Felipe Masr disse:

    A Red Bull Racing é a única que chora publicamente deste “binóculo” que todas as equipes estão levando da Mercedes-AMG. Vai ver é porque ela é a que é mais dependente de publicidade (dela mesma).

    – Estamos perdendo o interesse; - Vamos avaliar
    Bem, ela sabe que pode barganhar, afinal, são duas equipes. Se já está vazio agora, imagina com ela ganhando asas (ela e todo o monte de dinheiro): muito difícil entrarem outras no lugar com uma conta tão “energética”.

    E a batata está assando para a Renault – vai dar um belo prato de Pommes Anna. O pessoal das latinhas não gostam de ficar para trás por muito tempo, e não quer saber está de “é normal do esporte” – afinal, sempre foi assim, e sempre vimos muitas “grandes” ficarem invisíveis por longos períodos, e sempre com grandes investimentos. Perderam um ano (porém ficaram em 2º lugar), e não admitem perder mais outro. A Mercedes GP estava na luta desde 2010, e só em 2014 conseguira ganhar o campeonato (ficou em 2º lugar em 2013).

    Bem, devem estar na certeza que possuem um grande carro, bons pilotos, porém sem algo bom para empurrar. Mas como não conseguem espremer algo da Renault, querem estragar a festa dos outros (Mercedes). E com este regulamento a complicar, algo como “se nasceu bom, nasceu, se nasceu ruim, só próximo ano”, isto só complica as coisas. Porém se deixar “tudo solto”, os caras fazem três carros “diferentes” em um ano, com o campeonato “andando” e todas as suas obrigações – é algo frenético! As equipes menores não conseguem acompanhar este tipo de investimento – e é praticamente loucura, coisa para quem tem muito pessoal e instalações disponíveis.

    Porém, cobram darem um jeito nisto. A quantidade de modificações necessárias possíveis durante o campeonato deve ser suficiente, e certamente controla um pouco este ímpeto de “mudar tudo”, de um novo carro a cada 5 etapas. Porém, para isto dar certo, precisam permitir mais testes pré-temporada, senão começa o campeonato com carros precisando ainda de ajustes sérios, não conseguidos no pouco tempo disponível – não era para algo como a McLaren correr em “modo de segurança” acontecer. Conjunto praticamente em testes durante a corrida; sim, pois não foi apenas para “cumprir com as obrigações de corrida”, eles ainda precisam de “tempo de pista” para acertar as coisas. E agora com uma etapa junto à outra no calendário, e não como antigamente, as coisas ficam ainda mais difíceis.

  27. Alexandre disse:

    Estou chegando nos meus 40, e a máxima que quando a pessoa vai passando dos 60 e vai ficando gagá se reforça.

    O Galvão se passou com essa nova moda. Sim o Galvão. Porque com a influência dele aquela palhaçada de DJ e Cia seria facilmente cancelada e quero apostar que tem dedo dele nisto.

    O Galvão tem mania de nos tratar como idiotas, como crianças de 6 anos de idade.

    Faz um tempo que passei a assistir pela Sportv, só que o ruim é que acabamos sabendo dos resultados pela internet e dai perde a graça.

    A Globo precisa perceber que ela está perdendo audiência e não deixando de ganhar, portanto ela precisa cativar os atuais telespectadores e não afugentá-los.

    Quem trás novos telespectadores somos nós, que trazemos a família para assistir quando fica bom o campeonato, quando coloco meu filho de 8 anos para assistir.

    GLOBO, PAREM

    • Robertom disse:

      Para assistir com emoção, desconecte-se da rede até o fim da transmissão da Sportv (Se bem que o Sergio Maurício é bem ruinzinho).
      Experimente, não doi.
      Ou assista em live streaming, po ex na Sky Sports.
      Ou imagem da TV e o rádio para garantir o audio.
      O que se tornará impossível é assistir novamente uma palhaçada como a da madrugada do último.
      A corrida deu sono, mas não conseguia dormir de tanta raiva e indignação.

  28. Fernando Pessoinha disse:

    Pois é. Aí está o espírito racer dos homens da Red Bull. Basta a situação complicar e já ameaçam cair fora. É difícil ver empresas como a Red Bull, que nada tem a ver com a indústria automotiva, com uma postura assim, de loser. É claro que a situação está preta graças à porcaria que é o motor-unidade de força da Renault. Chegava a dar pena do Ricciardo com asa aberta em plena reta dos boxes não chegar nem perto de realizar a ultrapassagem sobre a Sauber do Nasr de motor Ferrari, que nem é o top da categoria. A performance do propulsor gaulês é uma vergonha. Sendo assim, que o pessoal da Red Bull mude para outro, uai! Mas ficar de mimimi é ridículo.

  29. disse:

    Povo da Manor deu 171 legal no Bernie. Seria a 4ª prova sem alinhar e vinha multa, ainda mais que levaram 10 M de doletas pela campanha de 2014. Vamos ver se Manor e Force aguentam até o final do campeonato, já que a Sauber pelo visto vai pontuar bem e faturar uns trocados. A Sauber em 3º nas marcas, mostra o nível atual da F1.

  30. Rodrigo disse:

    Até o site oficial da F-1 tá uma merda total com seu novo layout…

  31. Marcelo Rocha disse:

    Flávio, o que você achou do chororô do Massa sobre o motor Mercedes? Será que é diferente mesmo? Veja se fosse consegue levantar mais detalhes para nós com suas fontes. Abraço

  32. sandro disse:

    Chama atenção o número de pilotos ausentes por problemas físicos. 2. Há um bom tempo não lembro de 2 titulares fora de uma corrida por problema físico, principalmente pela segurança da categoria.

  33. FRANCÊS disse:

    Franceses sempre se gabam que , conseguem aliar o DESIGN ITALIANO, com a EFICIÊNCIA ALEMÃ, principalmente em se tratando de carros. Que tal a Renault superar os alemães , ou tentar pelo menos, sem reclamar…………..

  34. Celião disse:

    A Red bull pedindo para a Fia mexer nas regras para diminuir a vantagem
    da Mercedes, e ameaçando sair, ora pois pois, e os 4 anos de domínio
    da era Vettel . Cada uma que parece duas hahahahahahaha.

  35. Boca disse:

    O reporte especialista da rede bobo que acompanha a fórmula 1 falou no Globo Esporte que a Sauber conquistou 14 pontos na Austrália. Até aí tudo certo, só que ele emendou que foram 12 (doze) pelo 5° lugar do Nasr e 2 (dois) pelo 8° lugar do Ericsson.

    Vai estudar a pontuação Marcelo CoUrrege!!!

  36. Daniela disse:

    O melhor foi quando na entrevista Sebastian disse que lamentava o abandono de Kimi na corrida. Rosberg tentou dar uma de esperto e perguntou se Seb lamentava mesmo. Sebastian respondeu que não sabia como era a relação dele com o companheiro de equipe mas que ele sentia por Kimi pois se dão muito bem. Tudo isso com Hamilton no meio dos dois. Pediu levou né Rosberg hahaha

  37. Voltez Alonso disse:

    O domínio da Red Bull nunca foi tão gritante e tão no início da temporada como tem sido o da Mercedes desde o ano passado.

    Em 2 dos 4 anos, o Ve44el só foi ganhar o campeonato na última corrida. No 1º deles, nem se quer chegou a liderar o campeonato, e contou com a incompetência do Amonso que não conseguiu passar nem o Petrov. Falhou o Faster Than You!

    Em outro ano, teve-se 7 diferentes vencedores nas 7 primeiras corridas, até o Maldonado, pasmem, ganhou, mesmo cometendo 7 erros.

    E mesmo nos anos que Ve44el dominava, isso acontecia na metade final da temporada, quando a Red Bull evoluía melhor o carro e os pneus paravam de se dissolverem no asfalto.

    Por falar em Ve44el, acho que ele deveria aceitar o convite e ir lá visitar o Rosberg. Seria uma ótima jogada de marketing para a monotonia atual da categoria. Certamente, após ganhar alguns títulos na Ferrari, Ve44el deve ir para a Mercedes. Montadora alemã e piloto alemão campeão deve dar certo.

    A Mercedes por enquanto já ganha o título na pré-temporada. Mas não sendo o Picaretonso, não tem problema algum. Já são 9 anos levando fumo and counting…

    E por falar no Amonso, em nome da política da boa vizinhança, vendo os pobres coraçõeszinhos apaixonados aqui, tão partidos e desesperados, lanço uma campanha à partir de hoje:

    #VoltaAmonso!

    Ale Vanta… Sacode a poeira e vem pra última fila!

    • Paulo disse:

      Concordo com você. A vantagem da Mercedes é muito maior do que a da Red Bull nos quatro anos de domínio. Acho, inclusive, que não foi possível avaliar o tamanho da superioridade da Mercedes nessa corrida, porque o Hamilton se limitou a administrar a vantagem para o Rosberg. Fiquei com a sensação de que, caso fosse necessário, o inglês rodaria tranquilamente 0,5 s mais rápido por volta. Mas como ele já aprendeu que a F1 atual é um campeonato mundial de economia (de pneus e combustível) e não uma disputa de velocidade, vai ser difícil sabermos o potencial real da combinação Hamilton/Mercedes.

  38. Leonardo Alves disse:

    E a declaração do Felipe Massa, dando a entender que os motores Mercedes da Williams não são iguais aos da Mercedes… Será?!

  39. Paulo Mendes disse:

    1 – FG, O que voce acha da insinuação do Massa de que os motores Mercedes fornecidos a Willians não são iguais aos usados pela própria Mercedes?

    2 – Na Red Bull só tem chorão. Quando eles estavam por cima, não reclamavam..

    3 – Acho muito pouco para a McLaren comemorar. Com a tradição da McLaren e da Honda (eles tiveram 1 ano extra para fazer a unidade de potencia) eles não poderiam estar nesta “baga”.

  40. joca disse:

    Ah, tá. A Red Bull Vai deixar a F1 e vai investir o seu dinheiro onde? No Campeonato Paulista?

    • Voltez Alonso disse:

      Já está investindo.

    • Paulo F. disse:

      Indy. Gasta 15% do que gasta hoje e os USA é um graaannnde mercado prás latinhas!

      • Alexandre disse:

        Alem do que eles patrocinam varias areas de entretenimento e tambem nos esportes, ha muito mais q a F1, no automobilismos, equipes do DTM, Rali, GP2. World Series.. Tem time de futebol, na Europa, EUA (New York , acho eu).. Brasil e por ai vai. Quer dizer, encheu o saco deles, eles vao se mandar mesmo. E ate acho q eles duraram muito na F1.. entraram em 2006, so foram vencer uma corrida em 2009 e ai comecou os dominino…. Mas verdade seja dita, uma empresa q nao tem nada haver com automobilismos ficar esse tempo todo, achei ate muito. Vai acabar voltar a ser patrocinador de alguma equipe e so

Deixe uma resposta para valter Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>