MENU

quinta-feira, 18 de junho de 2015 - 18:49Stock Car

AH, CBA…

SÃO PAULO (sempre fazendo m três pontinhos) – É bem absurda a decisão da CBA de suspender Cacá Bueno por uma corrida pelas críticas que fez à direção de prova em Ribeirão Preto, em abril. Para quem não lembra, ele não recebeu a bandeirada quando venceu a prova e teve de dar mais uma volta se defendendo dos ataques de Marcos Gomes — na prática, ninguém sabia direito se a corrida tinha terminado, porque a moça responsável pela quadriculada se atrapalhou.

Cacá ficou louco da vida, falou um monte pelo rádio, mas como esse “monte” foi divulgado pela TV, a CBA resolveu punir o rapaz. Uma evidente estupidez fazer o piloto pagar pelo erro da direção de prova. Queriam o quê? Que ficasse quieto diante da enorme trapalhada?

A equipe vai recorrer, claro. Espero que ganhe. E que a CBA pare de fazer bobagem.

cacaribeirao

14 comentários

  1. Betocam disse:

    Bom. Acho que vou ser malhado aqui por ser do contra, mas, enfim, vamos lá: Aprendi desde pequeno que, por mais razão q vc tenha, dependendo da sua atitude vc perde boa parte da razão (muda o foco). Por mais que a Sra. Pelé tenha feito cac….., não justifica o Cocô Bueno entrar na sala de direção de prova dando chilique. Tem mais é que levar ferro. Queria ver ele, com toda razão do mundo, entrar numa delegacia e falar o que falou para um delegado.

  2. Mauricio disse:

    Eu acompanho um pouco de longe a StockCar, mas me passa a impressão que sempre que o Caca Bueno critica a CBA ou a organização da Stock(que na maioria das vezes ele tinha razão), querem puni-lo ta parecendo ditadura.

  3. Fernando disse:

    Pra variar a CBA exercendo seu poder e fazendo trapalhadas……..deviam intitular a CBA como (Causadora de Bobagens Automobilisticas). Sinceramente tem por obrigação organizar o esporte, mas ao contrário causa mais desdenha, bagunça e trapalhadas……..nada nesse país é levado a sério.

  4. luigi disse:

    Estas atitudes não são tipicas de esportistas ,mas sim de ditadores da pior espécie , do tipo que não reconhece seus erros e não aceita reclamação .Atitude tipicamente militar ,de superior para subordinado ,e eu sei muito bem do que estou falando
    E que mer….., ninguém tem o direito de reclamar ,principalmente de erros de quem deveria fazer as coisas direito . Cargos técnicos nas mãos de políticos da nessa ! .

  5. charles disse:

    Segundo um diretor da CBA, independe dela a punição, o c. STJD, através de sua Procuradoria denunciaram o Cacá pelos palavrões (oooohh) proferidos. Isso foi uma palhaçada, colocaram um sonsa que estava com a cabeça na Lua para dar a bandeirada, foi pior que o episódio do Pelé. Ninguém pergunta quem era essa guria, era filha, amante, coleguinha dos diretores da prova? Quais os requisitos básicos para “dar a bandeirada”? Certo está o Cacá, “desce a lenha” mesmo, quando precisa.

  6. Rafael disse:

    Tomara que a moda de investigar as coisas erradas chegue a CBA, certamente nos revelaria coisas super interessantes… erga omnes

  7. Fernando Delucena disse:

    Punição bem a cara da CBA, arrancando dinheiro dos pilotos. Tudo no Brasil é encarado com punição punição punição! Jesus! Ainda tem quem peça a volta do regime militar, mas parece que este nunca nos deixou!

  8. Valmir Passos disse:

    Pqp, que absurdo!!! Aliás, mais um

  9. rogerV disse:

    A b…. da CBA jogou a bola para o STJD…. uma mar de bostas…

  10. Chupez Alonso disse:

    Não há limites para a imbecilidade humana.

  11. Gilles disse:

    Nem gosto do piloto, mas todos os anos a stock é bagunçada de mais. O acontecimento da eurofarma ser excluída da prova por falta de clareza do regulamento foi “só o fim”.

  12. jose carlos disse:

    DADDY`S FIGHT!!!!!!!!!!

  13. Alexandre disse:

    Absurdo sim, mas não surpreendente, porque é sempre assim, seja FIA, FIFA, CBA… Onde tem cartola tem corporativismo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>