ONE COMMENT | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

domingo, 28 de junho de 2015 - 11:05Indy, IRL, ChampCar...

ONE COMMENT

Pessoal na Indy anda brincando com fogo… Acidente à parte, corridaça ontem em Fontana.

25 comentários

  1. rodrigo felix disse:

    1-Esse design de carro só serviu para deixar os carros mais feios. Tão decolando mais do que antes
    2-Lá vem regulamento restringindo downforce, para deixar as corridas mais chatas em nome da segurança
    3-Ninguém puniu o vencedor, que pilotou como um louco por todas as voltas, sem respeitar espaços.
    Vai mal a Indy

  2. Rafael Vieira disse:

    Tá na cara que nos testes aerodinamicos faltou ver a reação do carro quanto essa indo no sentido reverso, pois o bichão decola mesmo. Será que uma solução daqueles flaps usados na Nascar não resolveriam o caso?

  3. Fernando Lima disse:

    O momento do acidente do “Bryan Riscoe” foi mesmo de prender a respiração e, apesar de todos os esforços, parachoques, apêndices daqui, ali, os carros continuam decolando. Ao menos, cockpit parece muito mais seguro e resistente se compararmos ao carro utilizado até 2011 e que vitimou Dan Weldon (um acidente muito mais forte envolvendo mais de 10 carros…). Mas é inegável que todos querem ver mais corridas como esta de Fontana, com carros lado a lado e com vários tendo a possibilidade de vencer. Quanto à questão do público, há anos é baixo, sequela da separação de 20 anos atras entre CART e IRL. A solução passa por uma série de medidas, como o retorno de praças tradicionais da categoria como Cleveland, Elkart Lake e Laguna Seca no lugar de outras como Alabama (sem graça), esse afunilamento do calendário entre final de Março a Agosto é outro erro, em minha opinião…não adianta temer a concorrência de outras atrações esportivas como NFL ou a própria Nascar…se a categoria quer novos fãs precisa primeiro se reaproximar dos mais antigos.

  4. Ubaldir Jr. disse:

    Toda vez que um desses carros viram de costas para o vento, decolam… tem algo errado.

  5. Márcio Jap disse:

    É possível que os americanos tenham como objetivo, transformar a Indy, no novo “Carrossel do Capeta” (///NASCAR). É a única explicação que consigo encontrar.

    Mas a pergunta que fica é:

    Quanto vale o show?

  6. Mauri Floriani disse:

    Flavio, eu estava em Fontana e a corrida foi espetacular. O Graham Rahal jogou sujo por muitas vezes, fora que poderia ter tomado um drive-through ou stop and go por causa de ter saído com a mangueira de combustível no carro ainda acoplado nele. Sorte que não ficou nada no carro. Fora isso, espetacular corrida. Se tivesse a última volta, acho que o Kanaan ganharia a corrida.

  7. Turco disse:

    Uma das corridas mais espetaculares que eu já assisti. Não me arrependi nem um pouco de ter ignorado o jogo do time da CBF pra ver esse show que foi a Indy ontem.

  8. Sergio disse:

    Autódromo vazio…

  9. Gustavo disse:

    Flávio,

    Vou discordar de você pois o último acidente semelhante de que me lembro, o de Greg Moore, terminou em óbito do piloto.

    De duas uma: ou a segurança melhorou, ou o cara deu uma sorte daquelas.

    • Fernando disse:

      A segurança melhorou bastante, e o acidente de Moore foi bem diferente. O povo se impressiona com estas capotagens e de vez em quando decolagens e aproveita prá falar mal da categoria. Eu andei pesquisando um pouco, morreram mais pilotos na F1 desde 1950 do que em ovais americanos desta categoria (e suas dissidências), já escrevi isso por aqui. Mas assusta mesmo. A corrida foi sensacional, ao contrário do marasmo – é fase – da atual F1. Abraço.

    • JP disse:

      Também tive essa impressão. Grama e ovais super rápidos não combinam.

  10. Ton disse:

    A direção de prova foi muito conivente e irresponsável com a atitude do Rahal, muitos momentos da prova ele mudava direto de direção e isso com 2 ou 3 carros ao redor dele, sem falar q tinha curvas q tinha 4 carros fazendo um do lado do outro, e ele espremendo o concorrente no muro. Quase bateu no Helio, no Tony, no montoya, no Dixon e por pouco não se enroscava com o Sato.

  11. Mateus Leite disse:

    Tirando os riscos de graves acidentes, há quanto tempo não víamos os cinco primeiros colocados lado a lado em uma curva a 300km/h? Fantástico. Esses novos kits aerodinâmicos na Indy trouxeram de volta a emoção às corridas. Quem assistiu a F1 em A1 Ring e ontem a Indy em Fontana percebe o tamanho da diferença no quesito competitividade!

  12. Fábio disse:

    O perigo maior é esse pneu se soltando do carro e voando sem direção, se pega na cabeça de algum piloto a toda velocidade, já era!

  13. lelli disse:

    uma fatalidade anunciada e o que se espera

  14. Marco disse:

    Grande corrida. Lembrou os velhos tempos da Indy, com 3, 4 e até 5 carros lado a lado. Teve até empurrão do Will Power em paramédico. Só faltaram os habituais atropelamentos de mecânicos para a corrida ficar completa.

    E o mal venceu o bem: G. Rahal aprontou a prova toda e no final levou o caneco.

    O acidente do Ryan Briscoe mostra que esses carros da Indy continuam perigosos. Ainda bem!

  15. andre lima disse:

    Assisti a parte final da prova, e fiquei impressionado com o pouco público presente nas enormes arquibancadas do oval da Califórnia…. a indy como a f-1 também parece viver uma crise em termos de público….

  16. abdo maki disse:

    Não tinha quase ninguém assistindo a corrida no oval. Se juntar os comissários, pessoal da organização e o pessoal das equipes soma mais pessoas que nas arquibancadas.

    • ton disse:

      Depois da cisão da Indy e Cart e depois quando retornaram não foram os mesmos. Cisão foi mto ruim pra categoria. Acredito que outra pessoa com visão deveria assumir a categoria pra voltar a subir, outro fato é arrumar corridas pelo mundo, se nos EUA não tá bom, em outros lugares pessoal gosta de ver carro lado a lado.

    • pedro araujo disse:

      também achei as arquibancadas bem vazias…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>