MENU

sexta-feira, 14 de agosto de 2015 - 18:19F-1

BOLA PRETA

SÃO PAULO (quanto rigor…) – A FIA recebeu duas inscrições no processo de inscrição de novas equipes para a F-1, mas ambas foram recusadas. Tipo bola preta do Clube Harmonia. Não foram informados os nomes dos grupos que se aventuraram a cometer a extrema ousadia de querer disputar o Mundial. A entidade apenas diz que elas não atenderam aos requisitos necessários. Assim, apenas a Haas entra em 2016. Se ninguém quebrar até lá, serão 11 equipes na próxima temporada.

É soberba demais.

24 comentários

  1. Giovanni disse:

    Não confundam as coisas.

    1) FIA é uma coisa e Bernie Ecclestone é outra. FIA a sigla para Federação Internacional de Automobilismo, cujo presidente é o Jean Todt. A FIA possui a tutela de diversas categorias, não sendo restrita a F1.

    2) Bernie Ecclestone é o mandatário da FOM, responsável pelos direitos comerciais da Fórmula 1.

    3) Quem proibiu a entrada destas equipes foi a FIA e não o Bernie. Até acredito que ele deva exercer alguma influencia na entidade máxima do automobilismo, mas daí a jogar tudo o que acontece como sendo responsabilidade do Bernie é demais.

    Se foi justa ou não a Bola Preta isto eu realmente não tenho como avaliar. Mas seja qual for a conclusão foi por decisão da FIA e não do Bernie.

  2. Brabham-5 disse:

    Flavio, vi um post com uma foto de Piquet socorrendo Pironi após um acidente do francês num treino para o GP da Alemanha de 1982.
    Faz lembrar aquela imagem tão divulgada do “SuperSenna” (ou será “santo Senna”?) indo ao socorro de Eric Comas…
    Vou colocar aqui o link da foto-facebook.
    Para quem acha que Senna foi o único brasileiro (ou o primeiro) a ter a titude de descer do carro para socorrer um colega, taí a prova que até isso, NELSÃO FEZ ANTES! (Será que a Globo ou a Band não tem essa imagem?)
    E claro, Piquet não usou dessa imagem para se autopromover.
    Poderia hoje em dia ficar falando disso, mas…
    Segue o link. Você lembra disso FG? Poderia nos contar mais detalhes?

    https://www.facebook.com/piquetsincero/photos/a.446627922156137.1073741827.446626418822954/542010362617892/?type=1&theater

    Ah! E hoje é aniversário do Nelsão.

  3. Gustavo disse:

    Uma delas pode ter sido a Brabham, que tava com um esquema de crowfunding.

    A outra creio que deva ter sido alguém que queria montar uma equipe tendo como base a finada Caterham.

  4. Seinfeld disse:

    Pra mim, não é soberba se estão evitando mais uma Marussia da vida no grid.
    Se não tem $$$ nem potência o suficiente para se sustentar uma temporada inteira sem sair das 2 últimas filas e anda lento demais colocando em risco colegas de outras escuderias, vá montar equipe de GP2, F3 ou mesmo F-E.
    Vamos deixar de ranhetice?
    Não sabem nem quem foram os candidatos e quais as suas reais condições oras!
    A F1 tem de mudar algumas coisa e baratear o custo para muitas outras, mas esse é outro debate.

  5. Seinfeld disse:

    Pra mim, não é soberba quando se evita uma outra Marussia da vida no grid.

  6. Acarloz disse:

    Vai acabar, questão de tempo.

  7. Claudio Aun disse:

    É essa soberba que esta derrubando a F1

  8. MarcosMartins disse:

    Quem a FIA pensa que é? Não é papel dela e nem cabe esse tipo de decisão. Absurdo! Por isso admiro cada vez mais os americanos.

  9. Rodrigo Luiz Martins disse:

    Flávio, tudo bem ? Você por acaso sabe como está o andamento das obras em Interlagos ?

  10. Sergio disse:

    Nao sei ocmo te mandar mensagem flavio e com certeza 30000000 de pessoas devem ter te mandado, mas olha ai, velozes e furiosos com ladas
    Paraodia
    https://youtu.be/e2QxvySE94g

  11. Bruno disse:

    Flávio, quais são os critérios que a FIA usa? Eles estão publicados em algum lugar? A HAAS ter sido aprovada é mais que lógico, uma vez que vem com a força do mercado americano. Já não seria hora de Lord Bernie Vader deixar o poder para alguém mais jovem e moderno? Novos ares e novas idéias! Um abraço

    • Gustavo Segamarchi disse:

      A FIA só usa um critério: GRANA.

      Se a equipe tiver dinheiro para se manter e conseguir patrocinadores, e por consequência mais dinheiro, ela fica.

      Se não tiver, tchau e benção, e volte quando tiver GRANA. Foi isso o que aconteceu com essas duas equipes que foram reprovadas.

      Um abraço.

  12. Farid Salim Junior disse:

    Considero seletiva demais a FIA. Mas, não quero ser injusto – pois há histórico de aventuras escandalosas financeiramente. Creio que os critérios usados pela entidade devam ser públicos. Afinal, não se trata de uma sociedade secreta, e sim, uma “Federação Internacional”. Esse clubinho privé vem do tempo do Balestre e, já passou da hora de acabar…

  13. Anselmo Coyote disse:

    É. .. a venda de assentos deve ser um excelente negócio. Sauber e seus 3 assentos não conta.
    Abs.

  14. Valerio disse:

    Tio Bernie , assim você quebra não só as pernas dos outros como também as suas!
    De visionário homem empreendedor a um caprichoso senhor senil. Isto beira ao suicídio!
    A F1 está se transformando num troço inviável, chato e sem sustentação.
    Ela deve também ser viável e dá retorno não só ao senhor, mas também às equipes que alinham a cada grande prêmio, como a nós torcedores.
    Então cuide do seu negócio e avalie seus custos. Pois, se continuas assim, terminarás sozinho.

  15. Carlos Henrique disse:

    Aposto que uma delas é aquela tal Stefan.

  16. Lucas disse:

    Infelizmente nessa tocada, logo serão Mercedes, Ferrari e Renault.
    Será um sensacional campeonato de 6 carros.

  17. Riberto Junior disse:

    Só imaginação, mas não seria algum milionário aventureiro (pra ser gentil) estilo MSI? Ou uma empreitada como a de Luiz Razia? Não que a FIA se prime pela lisura, claro.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>