DICA DO DIA | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

sábado, 12 de setembro de 2015 - 12:48Dica do dia, F-1

DICA DO DIA

SÃO PAULO (hoje…) – O André Maguila mandou o vídeo da estreia da Lotus 49, no GP da Holanda de 1967. Estreou com vitória — Jim Clark com mais de 20s de vantagem para o segundo colocado, e na verdade teria sido uma dobradinha se Graham Hill não tivesse quebrado o câmbio.

É legal ver, para lembrar que carros podiam ganhar em suas primeiras corridas. Hoje, isso é impossível. Um estreante vencer, já imaginaram?

“Ah, mas teve a Brawn outro dia mesmo!”, alguém vai dizer. Verdade verdadeira. 2009 foi a última temporada em que isso aconteceu. Mas na velocidade do mundo atualmente, 2009 parece algo muito mais distante no tempo do que apenas seis anos. Sim, faz apenas seis anos! Não dá a impressão de que foi em outra vida? Pois é. Esqueçam. Não vai acontecer de novo. Não com essas regras.

40 comentários

  1. Ney Alencar disse:

    As circunstâncias eram diferentes: foi a estreia do modelo 49, mas não da fábrica Lotus, que já havia inclusive vencido o Mundial de Construtores em 1963 e 1965. Era um fabricante consagrado e o 49 era uma evolução do modelo 43 (vencedor do GP dos EUA de 1966, com Clark). O 43, por sua vez, derivava do Lotus 33, que colecionou 5 vitórias em 1964 e 1965, todas com o escocês.

  2. Ney Alencar disse:

    Era a estreia do modelo 49, mas não da fábrica Lotus, que já havia inclusive vencido o Mundial de Construtores em 1963 e 1965. Era um fabricante consagrado e o 49 era era uma evolução do modelo 43 (vencedor do GP dos EUA de 1966, com Clark). Este, por sua vez, derivava do Lotus 33, que colecionou 5 vitórias em 1964 e 1965, todas com o escocês.

  3. Ricardo Bigliazzi disse:

    Foi com esse carro que os motores Cosworth estrearam? Se foi, foi a conjuncao de dois fatores magicos. Um otimo chassi com um dos melhores motores feitos na historia da F-1.

  4. Marcelo disse:

    Quem fazia diferença na Lotus nessa época era Colin Chapman, quando acertava o projeto o carro dominava, não tinha pra ninguém. Outro detalhe, pessoal mete o pau em Schumacher e Vettel, mas Clark sempre foi queridinho de Chapman na equipe, basta observar a pontuação entre Clark e todos os companheiros de equipe, principalmente nas temporadas em 63 e 65. Enquanto Clark dominava as duas temporadas com carro superior sem um único rival, os companheiros ‘sequer’ pontuavam, Mike Spence ainda somou 10 pontos em 65 e garantiu o 8º lugar no mundial, mas longe de Clark o campeão.

    Entre os dezoito companheiros de equipe que Clark teve, o mais duro foi Graham Hill(já era campeão), mas em 67 advinha quem teve o melhor carro? Clark foi 3º no mundial fazendo seis poles, com quatro vitórias e cinco pódios, enquanto Hill foi 7º no mundial fazendo apenas três poles e dois pódios…

    Clark morreu no começo da temporada de 68, e adivinha quem levou o título na Lotus? Ele o subjulgado Graham Hill, que aliás venceu um campeonato bem disputado, faltando uma corrida para a decisão o placar estava: Hill 39 x 36 Stewart. Na última corrida, o carro de Stewart o deixou na mão(largou em 7º chegou em 7º), já Hill venceu conquistando o título.

    “ahh, mas Chapman fez o certo, apostou em Clark e o piloto não decepcionou”…

    Vale também para Graham Hill, Schumacher e Vettel!!!!!!! Senna teve dez companheiros de equipe, somente um teve tratamento igual(Prost), mas em 89 a coisa mudou. Enquanto o brasileiro tinha um batalhão de engenheiros do lado, o francês tinha apenas “meia-dúzia”…no final, Prost levou o título dando “aula de regularidade” em cima do brasileiro. Observe a temporada de 89 e veja quem mais mereceu o título. Nesse ano, Senna largou 13 vezes na pole , mas em várias corridas fez um monte de bobagens…

    https://pt.wikipedia.org/wiki/Temporada_de_F%C3%B3rmula_1_de_1989

  5. Iuri Jacob disse:

    É preciso lembrar também que o carro da Brawn começou a ser desenvolvido quando ainda era Honda. Não foi exatamente uma estreia.

  6. Acarloz disse:

    Se fosse hoje iriam apontar um zilhão de irregularidades que desrespeitariam as “regras” e os carros da equipe seriam desclassificados.

  7. Alonsete Turbinada disse:

    Assistindo ao vídeo, dá pra perceber. Alonso tem a tocada de Clark.

  8. Felipe Fugazi disse:

    O modelo é outro, mas tem uma linda homenagem aquele que eu considero o maior de todos os tempos.
    https://www.youtube.com/watch?v=_L1tHavnd9w

  9. Sanzio disse:

    A Brawn não conta, pois não começaram do zero, como as nanicas, a Haas… Ela herdou o carro da Honda, que, apesar de ter sido aquele desastre, se mostrou um carro completamente diferente quando colocaram os slics. De quebra, ainda, foi equipado com os motores Mercedes…

  10. Leandro Ferreira disse:

    O Brawn era a Honda do ano anterior e a atual Mercedes. Não quero minimizar a conquista do time, mas já tinham uma estrutura pronta. As nanicas estreantes de hoje penam…

  11. valter disse:

    20s de vantagem para o segundo colocado??!!? Não fez a dobradinha devido a quebra do outro carro?!??! Qualquer semelhança com os dias atuais é mera coincidência??Tem fases na F1 que não mudam. Não sei se esse carro da Lotus dominou o campeonato do referido ano, mas na história da F1, sempre tivemos equipes que através de soluções inovadoras e muito talento de seus pilotos dominaram temporadas. Ainda vai acontecer por muitas temporadas.

  12. Antonio disse:

    Flávio….
    Salvo engano teve outro carro que venceu na estréia:
    Wolf ou Shedow ou algo assim.

  13. fabiom disse:

    A equipe Brawn era zero km só no nome né?! O carro era a continuidade do carro Honda né.

  14. D disse:

    Lotus 49 não foi o primeiro carro da Lotus. Eles já tinham vencido os títulos de 63 e 65 inclusive. Pode ter sido estréia com vitória do Lotus 49. Mas isso a gente vê todo ano. O carro que vence a primeira corrida da temporada quase sempre é um modelo novo, portanto estreante, como o Lotus 49 em 67. Esse ano a honra foi do modelo W06 Hybrid da Mercedes.

  15. pedro araujo disse:

    espetacular!

    e vi esse aqui na sequência:

    https://www.youtube.com/watch?v=g2gJQKJUqr4

  16. paulo disse:

    Não sei pq acabaram com o ritual das coroas de flores, muito mais legal e bonito do que muitos dos troféus que existem hoje.

  17. nando figueiredo disse:

    Mas não se pode esquecer que a Brawn GP não nasceu do nada, era a evolução dos chassis Honda GP, ou seja, o BGP 001 era a evulção do RA 109 da Honda no ano anterior.

    O que aconteçeu foi que o mortor da mercedes casou como uma luva no chassis mais que bem nascido.

    Tão bem nascido que depois que a Brawn GP foi vendida e virou a Mercedes GP de hoje.

  18. Alessandro disse:

    Fórmula 1 de verdade.
    Impressionante como o nariz dos carros desce nas frenagens.

  19. pedro afonso scucuglia disse:

    Foi por conta desse Lotus do Clark que eu me apaixonei pela F1.

  20. andre disse:

    tres genios , mas quem postou foi andre margulies

  21. Milton Eller disse:

    MARAVILHOSO!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  22. Alexandre disse:

    A Brawn não conta, muito, afinal o Ross abandonou a.temporada 2008 e trabalhou no carro para 2009, 2008 foi tão ruim para a Honda que venderam a equipe barata para o Ross com o carro de 2009 pronto, o resto é história…

  23. andre disse:

    historico, tres genios juntos, mas quem enviou foi andre margulies

  24. Ricardo Bigliazzi disse:

    Em 1977 a Wolf estreou com vitoria no GP da Argentina. Acho que entre a Wolf e a Brown não houve outra equipe nessa mesma condição.

    Abraços

  25. Cristiano disse:

    Maravilhoso o vídeo, mas creio que a Lotus já havia vencido bem antes de 1967, e sua estréia foi com um sexto lugar e não com vitória. Além da Brown e Alfa Romeo, quem venceu na corrida de estréia ?

    • luigi disse:

      A Alfetta 158 que venceu o campeonato de 1950 foi um projeto de Gioacchino Colombo para a Tripoli Cup de 1939(A Libia na época era colonia italiana e o regulamento foi mudado para beneficiar as macchinas italianas) onde só era permitido motores comprimidos de 1,5 CC (Formula Voiturete) . As Mercedes e Auto Union tinham motores comprimidos de 3,0 CC que era o regulamentar para as corridas de Gran Prix da época. e tanto naquela época como agora ,dominavam os “Gran Prix”,mas não se sabe bem como os tedescos descobriram a “mutreta”italiana e em tempo recorde puseram a Mercedes W 165 na pista e como de costume;venceram (Na época o diretor esportivo da Alfa Romeu era um tal de Enzo Ferrari). Sê (sempre ele) não fosse a guerra e a derrota alemã ,provavelmente nem Alfa Romeu ,nem Farina e Fangio teriam tido tanta facilidade para vencerem os campeonatos de 1950 e 51.(Eu não sou um grande simpatizante dos “tedescos” sou na verdade um grande “Alfisti”e conheço razoavelmente bem a história da marca que gosto ,mà´la verità non può essere dementicata e os méritos devem ser dado a quem o conquistou mesmo que isto seja muito “agradável” para o Alfista)

  26. Moy disse:

    A F1 atual precisa urgentemente voltar a usar estes carros. Mesmo que os pilotos precisem usar macacão da MotoGP, capacete de adamantium e as áreas de escape tenham 2 km de extensão.
    Coisa linda, mô véi.
    Reinstalando meu GP Legends agora …

  27. Alex disse:

    Se não me engano, além da estréia do lotus 49, houve uma outra: a do motor Ford Cosworth, cuja importância para a F1 foi incalculável. E o vídeo é sensacional, uma preciosidade.

  28. Ferrarista disse:

    Saudades de quando os carros da F1 eram feras indomáveis com aquele motorzão de 1200 cavalos, ou seja, eram somente para HOMENS de verdade. Os carros da F1 atual estão mais é para viadinhos mesmo. É unidade de potência, controle de largada, DRS, câmbio automático, volante com direção elétrica, é piloto que pinta cabelo e usa brinquinhos de diamante, piloto que coloca modes (ou absorvente) na testa pra pilotar, piloto que torce pro São Paulo… Sem falar na viadagem do politicamente correto… Pra mim as corridas de antigamente que vejo no youtube são bem mais emocionantes do que essas de hoje em dia, mesmo eu já sabendo o resultado das corridas que estão no youtube, dá gosto de ver as corridas daquele tempo… Tá tudo chato, muito chato hoje em dia…

  29. Paulo Fonseca disse:

    Prezado F & G : Realmente Jim Clark um piloto magnífico, com um uma estatística de pontuação, vitórias e segundo e terceiros lugares , uma performa fantástica. Simplesmente que condução , uma tocada firme consistente . Só Juan Manoel Fangio, também teve números e produção de resultados individuais com performa impressionante. Dois verdadeiros Mitos.

  30. Baita verdade.

    Acredito que Schumacher, quando da estréia em 1991 pela Jordan, poderia ter vencido.

    Era mais legal e dá pra voltar a ser.

  31. Rafael Friedrich disse:

    Com quatorze anos em 1969, comecei a acompanhar o Rato. Tempos em que reconhecíamos quem estava por trás das balaclavas pelos capacetes. Notei que o carro de Hill tinha a alavanca de câmbio do lado esquerdo, Neste tempo já dizia o Stewart, fora da reta dos boxes o bicho pegava.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>