DICA DO DIA | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

segunda-feira, 12 de outubro de 2015 - 16:12Dica do dia

DICA DO DIA

É um vídeo contando um tiquinho da história de Claudio Larangeira, o grande fotógrafo da era de ouro das revistas de automóveis. Mas que é muito mais que um retratista de carros. É um senho jornalista. Um senhor fotógrafo. Um senhor artista. Gosto muito desses vídeos do Webmotors.

16 comentários

  1. smoker disse:

    Pôxa q legal!!!! quando moleque colecionava 4 rodas e praticamente via o mundo atravez das lentes desse homem!! parabens Laranjeira!!

  2. Ulisses disse:

    Lindo vídeo!
    Acompanho o Cláudio desde minha adolescência, aquela foto da boiada tinha ela enquadrada na parede do meu quarto!
    Parabéns a Web Motors pela lembrança em “retratar” pessoa tão importante que eternizou grandes momentos do nosso automobilismo!

    E o mais bacana, é ele estar bem!

  3. Farid Salim Junior disse:

    Um Mestre! É.. assim mesmo, com “M” maiúsculo! A Editora Abril deve muito a esse grande profissional! Aliás, já disse antes aqui: Há quem venha a este mundo para ser eterno! “Seo” Cláudio Laranjeira é um desses. Se fosse inglês, com certeza, seria chamado de “Sir” Laranjeira. Um mito vivo! Graças a Deus!

  4. Ed Vieira disse:

    Tive o prazer de conhecer o Larangeira pessoalmente em 2013, durante a cobertura do Salão de Frankfurt. Não deixei escapar a oportunidade de tirar uma foto com o mestre e lhe contei como eu cresci admirando suas fotos estampadas na Quatro Rodas que eu colecionava com uma devoção quase religiosa. Pra mim, as fotos preferidas dele são as da cobertura do Camel Trophy na Amazônia ( e não “Carmel”, como aparece grosseiramente no vídeo…). Larangeira me confidenciou que por puro acaso uma caixa de cromos (slides) originais da cobertura de vários Camel que ele participou foi parar na mão dele. O arquivo ia para o lixo da redação. Larangeira me disse que gostaria de publicar um livro com as imagens do mítico Camel Trophy feitas por ele mas até hoje não encontrou quem patrocinasse… Conversamos também sobre o que ele chama de fotografia pura. A luz natural, a precisão na regulagem do foco e da abertura e mais uma porção de coisas que os fotógrafos digitais de hoje não precisam saber. Ainda hoje, quando vejo o Larangeira nas coberturas dos eventos automotivos sinto um misto de admiração e inveja. Um profissional simples mas absolutamente rigoroso com o resultado de seu trabalho.

  5. Paulo Fonseca disse:

    Prezado F&G : O Fotografo Laranjeira registrou fotografias incríveis pela Revista Quatro Rodas. O que vale é a história da imagem retradada.

  6. Edson Machado disse:

    Numa determinada noite em uma fazenda no pantanal mato grossense com amigos em comum batendo papo, e o “Mestre” nos contado as peripécias vividas nos Camel Trophys que participou,
    É uma das passagens de minha vida que jamais esquecerei, fantástico!
    Vida longa e próspera ao casal (Laranja e Cleide)!

  7. Rafael Mafra disse:

    A primeira vez que vi fotos dele foi na extinta revista Audio Car.

  8. Leandro disse:

    Vai parecer brincadeira, mas não é; Por acaso ele tem algum grau de parentesco com o câmera Renato Larangeira?

  9. Marcio K disse:

    Sou um apaixonado meio recente por fotografia, e me lembro muito bem de grande parte dessas fotos, eu era criança nos anos 70.

    E no vídeo vemos que o Claudio tem a característica dos melhores gênios: a simplicidade. Incrível, vídeo emocionante.

  10. Sensacional. Quando é de verdade, dá nisso.

  11. Ricardo Divila disse:

    Grande mestre Larangeira! Nos cruzamos muito no seculo passado. Um grande abraco.

  12. carlos lima disse:

    Muito bom! Belo registro de um grande mestre do fotojornalismo. Bravo!

  13. Celio Ferreira disse:

    Simplesmente espetacular , é o tipo de pessoa que eu ficaria ouvindo por horas
    pela competência e carisma.

    • Roberto Fróes disse:

      É isso aí!
      Suas fotos tornavam (muito mais) real o texto que líamos.
      Ele, com as fotos; Lettry, com capacidade técnica; Anísio, com a criatividade; Bird, com a pilotagem, Crispim, com a mecânica; Tony Bianco, com as mãos mágicas; e vou parar por aqui, pois vou começar a esquecer um ou outro, e aí fica ruim. A nata do automobilismo brasileiro!
      Sou um privilegiado…
      Dessa turma aí de cima, só não conheci (ainda) o Claudio Larangeira.

  14. disse:

    Outro dia numa roda de bate papo só histórias e falei para o Claudio olhando para todos: A culpa é sua de estarmos aqui, crescemos vendo suas fotos nas revistas que faziam nosso imaginário das corridas. MITO.

  15. Robertom disse:

    O Laranja fotografa pra caralho…
    É o mestre!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>