FAJITAS (4) | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

sábado, 31 de outubro de 2015 - 23:57F-1

FAJITAS (4)

fajitas222SÃO PAULO (cheguei) – Podem falar o que quiserem, mas em classificação Rosberguinho está arrebentando. Fez a quarta pole seguida, hoje no México. Agora, resta não ser bundão na largada. Em todas Hamilton parte para a dividida e não tira o pé. Nico afina. Está na hora de virar homem, rapaz! Veremos mañana.

Mas já falamos da classificação. Antes, tiremos o chapéu para o torcedor mexicano. O que era aquele autódromo lotado até a tampa, bicho? Alguém ainda fala “bicho”? As imagens das arquibancadas do velho estádio de beisebol, onde ficava a Peraltada, eram impressionantes. Não cabia mais ninguém, gente saindo pelo ladrão. Bonito de ver. E quando Pérez passava, “oooohhhhh!”. Maior barato. Os mexicanos estavam com saudades. Fazia 23 anos que a F-1 não passava por lá. Estão tirando o atraso.

364,4 km/h. Foi o que Massa alcançou no fim da reta dos boxes no Q1, a maior velocidade da F-1 na temporada, superando a marca de Hamilton ontem. Já expliquei, explico de novo. O ar mais rarefeito, por causa da altitude da Cidade do México (2.250 m acima do nível do mar), ajuda nessas horas, já que sua resistência é menor. Mas apesar disso, o brasileiro passou no sufoco. Eliminados: Button, que nem treinou, Alonsito, Stevens, Rossi e Felipe II, que amargou mais uma derrota para o espevitado Sonyericsson. Nenhuma surpresa. São sempre os dois da Manor-Marussia, a dupla da McLaren e um da Sauber. Desta vez, coube a Nasr ficar pelo meio do caminho.

Detalhe que me parece relevante. Button trocou tudo que tinha direito no carro, menos o carro propriamente dito. Foi motor, foi câmbio, foram os dois motores elétricos, o turbo, os instrumentos, o filtro de óleo, o cinto de segurança, o CD (por um MP3 mais moderno), o vidro elétrico, o ar-condicionado, o extintor e o triângulo. Perdeu 50 posições no grid. Cinquenta. Larga de Cancún.

No Q2, Hamilton deu uma animadinha e conseguiu ficar em primeiro. A decepção foi Kimi Deu Essa Pimenta, 13º depois que um problema no último treino livre levou a Ferrari a trocar motor e câmbio de seu carro — por isso perdeu cinco posições no grid e larga em 18º; o finlandês completou 100 GPs desde sua última pole, em 2008. Caíram a dupla da Lotus, Maldanado e Grojã, Sainz Idade e Marânus, o sueco da Sauber. Tudo normal de novo.

E Rosberg, no Q3, retomou as rédeas da brincadeira mexicana e não deu chances a Hamilton, que fez cara de quem comeu guacamole e não gostou. Vettel ficou em terceiro, seguido pela dupla da Red Bull que andou surpreendentemente bem no Hermanos Rodríguez, com K-Vyado em quarto e Ricardão em quinto. Sapattos, Massacrado, Verstappinho, Maria do Bairro (para alegria dos muchachos) e o Poderoso Hulk fecharam a lista dos dez primeiros no grid.astondoberton (2)Aproveitando que a Force India ficou com a quinta fila, é legal registrar que está cada vez mais próximo um acordo de seu proprietário, o gorducho e simpático Vijay Mallya, com a Aston Martin para rebatizar o time com o nome da famosa montadora inglesa. A Mercedes, que tem forte participação na marca, poderia inclusive usar o nome Aston Martin nos motores que vende para a Force India. Pelo diz-que-diz dos últimos dias, arriscaria dizer que é uma questão de tempo para que isso aconteça. O nosso Rodrigo Berton, inclusive, já fez até uma simulação de como poderia ser a pintura de uma eventual Aston Martin F-1, com os mesmos patrocinadores da Force India, claro.

Bem, a corrida não vale nada, porque o título está decidido e na F-1 não tem G4 que classifica para a Libertadores, nem zona de rebaixamento. Os pilotos tendem a se divertir em corridas assim. Mas para um deles em especial este GP tem importância acima do normal: Rosberg. Desprezado, humilhado, engolido e zoado por Hamilton há meses, está na hora de o alemão mostrar algum brio. Mostrar para a Mercedes que não é um zé-ninguém condenado a ser trucidado por um companheiro de equipe que chegou ao time depois dele. Mostrar para o público em geral que merece alguma admiração e respeito.

E, sobretudo, mostrar a si mesmo que é capaz de bater Hamilton.

Ah, a foto de hoje é da Toro Rosso, que também quase nunca aparece aqui, coitada. Manja a multidão no estádio. Demais.

mex-15-quali-sto-cov-1

39 comentários

  1. Toyvers disse:

    O layout sugerido da Force India, pelo artista, está totalmente equivocado. As cores são da Gulf, que é patrocinadora da Aston Martin, e não da fábrica britânica.

  2. PAULO disse:

    Imagino que agora Hamilton será obrigado a fazer o que fo preciso para Rosberg ser vice campeão, assim como Rosberg também teve q afinar em todas até Hamilton foi campeão. Simples assim. A Mercedes é uma empresa e como tal não queria correr o risco de perder o campeonato para a Ferrari.

    O que foi o erro do Rosberg em Austin?…
    O que foi o erro do Hamilton na classificação ontem?…

  3. Gabriel P. disse:

    Pilotos como Hamilton e Vettel, só não terminam a corrida no pódio, se der der muita “zica” pois são pilotos diferenciados e aproveitam qualquer mínima chance que apareça e mesmo quando não aparece, dão um jeito de criarem uma.
    Senna já campeão até deu uma vitória para Berger, quem sabe Hamilton faça isso, para que pelo menos em 2016 inicie com relações melhores de amizade com Rosberg, só tem que prestar muita atenção se Vettel não está muito perto.

  4. Brabham-5 disse:

    Não adianta nada Rosberg largar na pole´de novo e o Massa ser o mais rápido do ano.
    Quem vence as corridas e o campeonato é o Hamilton, e pelo lado da Williams, o Bottas larga na frente do Massa. De novo.
    Sina de quem nasceu para ser segundo piloto não muda.

  5. Fernando Melo disse:

    “Cê tá pensando que eu sou lóki, bicho”

  6. Paulo Pinto disse:

    Se Vettel for “para as cabeças” durante a corrida (e nas próximas, também), Hamilton vai abrir (sim!) para Rosberg passar. Qualquer outra alternativa do campeão (caso Vettel não quebre e nem fique na rabeira, bem entendido), será falta de espírito de equipe por parte do inglês.

    • luigi disse:

      Para que Vettel tivesse a oportunidade de de “ir para as cabeças ” como você diz , a sua equipe teria que dar -lhe um carro que permitisse lutar por vitórias ,e não só por vitórias circunstanciais. Talvez fosse melhor eles disputarem a corrida “A PÉ” ai sim ,dependeriam só das suas capacidades pessoais , e mesmo assim quem tivesse uma sapatilha melhor , poderia levar alguma vantagem.
      Acorda ; a equipe de Maranello , ainda não tem um carro que permita uma disputa acirrada com a Mercedes ,principalmente em pistas de média e alta velocidade .
      Ferraristas ,”agradeçam ” a Herman Tilke por estas dificuldades que a casa de Maranello passa ,principalmente em seus tilkhdromos onde ha necessidade de um motor com um abundante torque e potencia aliado com sistema de freios muito potentes e resistentes ao fading ,pois suas pista se resumem em retas e curvas travadas.
      As vitórias por carros ,não Mercedes ,me parassem cuidadosamente estudadas pelos tedescos ,para dar a falsa impressão de poderem ser vencidos e não haver grita pela mudança de regulamento pelos vencidos ,o que resulta em não ter mexer no que esta dando certo. O tempo nos dirá!

  7. Flavio Gomes disse:

    Uau. Arruma um link com essa notícia pra mim?

  8. Sanzio disse:

    Quando fui a Interlagos, em 2012, tinha um de Mexicanos lá. Isso porque a corrida anterior foi em Austin.
    Eles são fanáticos por F1. E era para o México que Bernnie tinha que ter voltado antes de.se aventurar por Coréia do Sul, India, Turquia (apesar de que acho a pista de lá sensacional, mas não dá público).

  9. Celio Ferreira disse:

    Ô bicho pensei que era o rei RC mas não é , e sim FG., que desenterrou uma giria
    dos tempos da jovem guarda ……..legal.
    Quanto f1 , expliquem pra mim , um carro mais rápido de reta , fica e, setimo
    na classificação, será que não conseguem dar um pouco mais de pressão
    aerodinamica, pra melhorar o tempo na parte mista do circuito.
    Na corrida estou torcendo para um pódium do Checo , só pra ver a torcida.

  10. Edu disse:

    Bicho, eu ainda falo. E o tempo todo. Quanto à corrida em si, programa muito melhor do que galinhada contra gambazada.

  11. Rafael Chinini disse:

    melhor coisa do treino foi a coletiva pós treino, Vettel falando se os dois não queriam bater pra ele passar.
    sensacional

  12. Emerson disse:

    Gostei da iniciativa do narrador, sugerindo à emissora reprisar corridas antigas. Tomara que pegue.

    • Gabriel P. disse:

      Boa
      Adorei a idéia e imagino que quem é fã da F1 desde sempre, também
      Aliás, FG também poderia pingar por aqui, links de corridas antigas inteiras.
      Seria ótimo para revermos e poder comparar (onde é possível) principalmente para os mais jovens que não viveram à época e digam menos besteiras quando se referem a F1 atual.

  13. Anselmo Coyote disse:

    Até aqui o Rosberg recuou das investidas do Hamilton e como resultado está em 3o com um carro bom. Se o Hamilton atacá-lo na largada novamente ele deve fazer exatamente o que fez e continuar na corrida, pois se não recuperar o segundo lugar será pior, entrando para a categoria do Rubinho Barrichello, do Kovaleinen e do Weber que ficaram em 3o quando o 2o lugar era garantido.

    Devia ter respondido à altura antes, quando ainda era possível estabelecer limites, A esta altura, depois de ter lambido as próprias feridas, é hora de pensar no vice-campeonato e correr para recuperá-lo. Como consolo ele tem a próxima temporada que está logo ali e tudo recomeçará.

    Abs.

  14. lincoln falcão disse:

    e os pilotos brasileiros sempre a mesma “nhaca” de sempre,, dá vergonha….

  15. valter disse:

    A RBR está pagando caro por fazer bons carros. Ferrari, Mercedes e a McLaren nunca fornecerão motores a uma equipe que vai andar na frente de seus principais. Melhor se retirar da F1 por um periodo sabatico até que consiga um motor.

  16. Eduardo disse:

    O Massa está com pouca asa vai voar na reta mas vai ser difícil segurar o carro nas curvas,vai tomar pau das Red Bull mas com um bom vácuo pode até bater o recorde de velocidade,o Rosberg é criticado mas não tem culpa do Hamilton ser muito melhor e se tivesse baixado a cabeça estaria tomando um segundo

  17. rcastro disse:

    “Manja” é da mesma época de “bicho”

  18. Kkkkk disse:

    Quando Montoya atingiu 360 km/h em Monza, a FIA quase teve um treco e reduziu a velocidade dos carros, os carros ficaram até 10s mais lentos.
    Hoje os carros estão lentos e atingiram os 360, e agora?

  19. Eduardo_SC disse:

    Só de ver aquela galera toda já valeu o GP. Que vire instituição o GP do México!

  20. Alfredo Aguiar disse:

    Resta saber se o Hamilton vai pra cima novamente ou vai deixar a platinada desaparecer na frente pra garantir o 1, 2 da Mercedes no campeonato. Seja como for fica feio pro Niko, Se o inglês deixa ele ir e segura o Vettel, vão dizer que o sujeito só chegou a vice liderança porque o Lewis correu pelos dois, Se perde a posição na largada novamente e Seb chegar na frente. Não vai ter nem direito a café na garagem da Mercedes, Que fase, com o melhor carro e com uma zica dessas!!!

  21. Eddie disse:

    Era pra Mclaren ter repetido o carro da ultima corrida

  22. Castor disse:

    Ele deve ter um contrato que nao permite chegar em primeiro, so pode. O cara faz o mais dificil (ser mais rapido que o companheiro de equipe) mas sempre entrega.

    • Nico disse:

      Concordo.
      Tudo que aconteceu em Malásia 2013, Singapura 2014 e ao longo de 2015 só pode ser explicado por contrato tipo “McLaren Berger”.

    • luigi disse:

      Só você deve acreditar nisso . Sê não sabe ele é alemão e a equipe também , e alemães costumam ser muito patriotas (todo alemão tem orgulho de se-lo ,diferentemente de um povo existente em outro hemisfério ). O que ocorre é que Hamilton é mais piloto que Rosberg ,e largar na pole não é certeza de vitória ,se não ,para que a corrida ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>