MENU

quarta-feira, 7 de outubro de 2015 - 19:38Grande Prêmio

PADDOCK GP: O NÚMERO 1

SÃO PAULO (ficou demais) – Embora Victor Martins tenha me difamado — eu estava numa reunião de trabalho inadiável –, o “Paddock GP” foi tão bem apresentado por ele que não irei demiti-lo.

Com Renan do Couto e Juliana Tesser no novo cenário (que ficou bárbaro), discutimos o que gostamos de discutir: esporte a motor.

Vejam e contem o que acharam. Ah, foi ao ar ao vivo ontem, com alguns problemas de áudio. Aos poucos vamos corrigindo. A gravação abaixo está perfeita.

39 comentários

  1. Daniel disse:

    Bom dia Flavio Gomes gostaria de parabenizar pelo programa mas vou direto ao assunto . Gosto muito de esporte a motor seguindo minha grande paixão que andar de moto acompanho os mundias de Super Bike e MotoGP o que acontece é que a responsável em falar nesse assunto (a Ju) é um doce de pessoa gosta do assunto mas é nítido que não tem intimidade em falar de moto, você como jornalista e piloto sabe o que é isso , as vezes a pessoa até entende do assunto mas não consegue passar com aquele entusiasmo. Fica minha observação um grande abraço.

  2. Victor Moraes disse:

    Flávio, gostei muito. Parabéns pra todos vocês.
    Sempre pensei que poderia rolar um programa assim, brasileiro, e no fim teria que vir de vocês.
    Ficou leve, com conteúdo, bem legal mesmo. Claro que algumas coisas podem melhorar, mas isso é questão de tempo. Melhorar o áudio, a galera ter mais cuidado com o microfone, mas é prática e costume. O importante é que todo mundo entende do que fala, a sintonia entre os 3 foi boa. Com você nos programas deve melhorar.
    Parabéns mesmo.

  3. Cristiano Ferreira disse:

    Gostei de ambos os programas, tanto a versão piloto quanto este número 1. Mantenham a espontaneidade dos apresentadores e tentem melhorar o tempo disponível entre os assuntos tratados. Quero dizer: O programa atualmente está com um espaço MUITO grande sobre a F1 (minha categoria preferida, diga-se de passagem), enquanto a outra parte do tempo é destinada à Moto GP. Foi dado um espaço minusculo para a Formula Truck (só a menção ao acidente sofrido pelo piloto) e não falaram nada sobre F-E ou WEC.

    Falar sobre F1 é legal mas chega um certo ponto onde o assunto começa a deixar de render para começar a ficar repetitivo. Tirando esta falha na divisão de tempos, acho que no geral o programa é bom e tem tudo para vingar.

    E outra coisa. Voces precisam conversar com a Juliana Tesser para ela parar com essas gracinhas dela de ficar denegrindo a F1 em favor da Moto GP. Ela parece que está querendo criar uma rivalidade entre as categorias só para promover a especialidade dela como a melhor. E o pior, isso pode gerar uma rivalidade entre o público nos comentários. Besteira fazer isso.

    É a mesma coisa que chamarem um especialista entre futebol e outro de tenis, e o de tenis ficasse desmerecendo o futebol. No caso ai do programa, são categorias distintas, que são excelentes e não precisam desse tipo de coisa.

    De resto, excelente.

  4. Motos Antigas disse:

    Precisamos urgentemente mais espaço para as Motos nesse ótimo programa.

    A “”Juliana Tesser”” esteve ótima.

    http://125ecia.blogspot.com.br/

  5. Davi Ribeiro disse:

    Gostei do programa, muito bom! Belo cenário – que é dispensável – e, principalmente excelentes comentários. Sua equipe é muito boa, os três falam muito bem de automobilismo. Não vi nada chulo, só por causa da piada da freada! Tenha paciência!

  6. Victor disse:

    Flávio, parabéns pela iniciativa, mas achei um pouco amador demais.
    Poderia ser sintetizado em 20 ou 30 minutos com um bom roteiro seguido à risca.
    As piadas também podem ser removidas pois foram bem chulas, dizer que além da freada no asfalto ficou uma freada na cueca do cara… isso é pra buteco, não pra um site sério, nesse momento eu desliguei.
    Entro todos os dias em seu blog e curto o material do site também, seu pessoal é bom pra escrever mas não pra ficar na frente das cameras.
    Não quero ofender ninguém, me desculpe se pareci grosseiro, é minha simples opinião.
    Um abraço.

    • Flavio Gomes disse:

      Pareceu grosseiro.

      • Thiago Leal disse:

        Mas por favor, mantenham todo o tal “amadorismo”! O clima de descontração e despretensão deixa o programa ainda melhor de ser assistido, ainda mais com uma equipe tão simpática. Se quisesse sisudez, iria assistir aos programas de um certo canal a cabo.

        E não tem nada melhor que discutir esporte (seja futebol, corrida, o que for) em boteco, então mantenham as piadas, a informalidade, a linguagem popular etc. Fica bem mais próximo do público comum. Só não sugiro colocar umas latinhas na mesa porque programa de automobilismo com álcool pode irritar os mais puritanos.

        Em resumo, não mexam em nada. O carinha aí em cima não sabe o que está perdendo.

      • dc disse:

        +1 para o comentário do Thiago Leal.

  7. Alexandre disse:

    Vou comentar como crítica construtiva:

    Renan, nota 10, só mesmo faltou olhar mais para a câmera.

    Juliana, nota 5, nunca olhou para a câmera, fica rindo e desmerecendo a F1, como se, só porque é especialista de moto GP, teria que só elogiar essa.

    Victor, nota 4, começou o programa desempolgando tanto a F1 que deu vontade de desistir de assistir a F1 domingo. Se ele está vendendo o peixe dele, que venda bem. Ficou mais para “escada” do Renan do que âncora de programa. A parte que ele saiu do cenário, pelamor, patética.

    • Eltontoptec disse:

      É fascinante como as pessoas são distintas em suas preferências e gostos. Sabe, foi justamente a expontainedade da moça – num tom de conversa informal e ainda fazendo uma válida e gentil crítica à merda da Fórmula 1 que nunca esteve tão fodida em tantos aspectos – que eu achei interessante, todos eles, de forma expontânea, podendo expressar sinceramente o que pensam. E mais, tiveram que se virar na última hora sem a presença do “âncora mor”, o que fizeram muito bem. Quer mais do mesmo? Tem no plim plim e no SporTV.

      • Alexandre disse:

        Como as pessoas tem dificuldade em aceitar as críticas…. A crítica é minha, se não quer concordar, ok. O que vc falou foi o lado bom, mas não retiro o lado ruim. Agora, se vcs acham a F1 tão merda assim, não assistam. Simples. Não quero mais do mesmo, por isto mesmo assisti o programa. Só quero que melhore, se não melhorar, foda-se, só não assisto mais…… Sabe de uma coisa, então mudo de opinião. O programa estava ótimo, continuem EXATAMENTE assim. Ponto final.

      • Eltontoptec disse:

        Não é uma questão de aceitar uma crítica, seja ela construtiva (como foi o caso) ou não, apenas fiz questão de salientar que o ponto que o desagradou foi o melhor pra mim, e eu não tenho nenhum vínculo com os profissionais do site, sequer os conheço pessoalmente, para “pagar de lobista”. Olha como é dificil agradar todos ou o máximo de pessoas possível, um quer preto o outro branco, quente e frio, expontâneo ou engessado, o espírito do comentário foi esse.

        Abs

  8. Roberto Rabadan disse:

    A ideia é muito boa, achei o programa muito estático com todos
    sentados no sofá convesando o tempo todo, hoje os programas esportivos os
    apresentadores interagem com imagens. faltou bons vídeos de corridas
    presença de pessoas do meio, pilotos de varias categorias e setores
    mostrando carros de corridas preparações testes e a magia das oficinas
    e acertadores de carros, tem que ter mais gasolina na veia,
    sou publicitário e apaixonado pelo esporte a motor, obrigado

  9. Rodrigo Moraes disse:

    Foi muito joia o programa, só atrapalhou um pouco o “vanderlei” do audio, mas acontece!

  10. Antonio Fernando disse:

    Muito bom. Ficou ótimo o programa. O cenário é sensacional, de muito bom gosto.
    Parabéns pela iniciativa.
    Longa vida ao Paddock GP!

  11. Gustavo disse:

    Legal o programa, mas não encontrei o site um link para assistir depois o programa….agora a menina da Motogp é bem chatinha…fala muita groselha (entende de motogp, ok), mas incoveniente em alguns comentários de superioridade do que ela gosta…não precisa

  12. Luís Gustavo Rampazo disse:

    Posso estar engando (assistindo via desktop), mas em vários momentos me pareceu que o microfone da Juliana estava “desconectado”. Sua voz ficava beeem……. baixinha………… quaaase um sussurro, talvez captada pelo microfone dos outros. E, em comparação, por vezes o do Victor soava ESTOURADO (!!!) um pouco além da conta. =/

  13. Celso Okubaro disse:

    Olá Flávio Gomes, boa noite!

    Vi o programa piloto e este agora, gostei bastante. Sobre perguntas através do Twitter ou mesmo online, não teria como separar um espaço para quem tem vontade de participar, mas nem sempre pode ver ao vivo.

    Moro fora do Brasil e acompanho tanto o site como seu blog. Pelos horários não teria como ver o programa ao vivo, então fica aí a sugestão.

    Boa sorte ao programa, espero que alcance os objetivos.

  14. Daniel disse:

    Flávio, quando há o corte de câmera para o Victor e a Juliana, como o fundo é “preto”, a imagem mostra sinais de saturação, o cenário está muito legal, mas dá pra melhorar, pois quando cortar para eles, põe um cenário mais claro que evitará o problema, espero ter contribuído, do mais nota 10 com louvor; abraços aos envolvidos e parabéns. ( P.S. daria pra agendar uma entrevista com o Roberto Pupo Moreno, o “operário do volante”).

  15. Thiago Leal disse:

    Primeiro, um detalhe: consigo assistir aqui, mas o vídeo no seção do programa no Grande Prêmio está privado. Acho que vocês colocaram alguma restrição por engano. http://grandepremio.uol.com.br/paddock-gp

    Cenário jóia. A única crítica ficaria para o áudio, que você já explicou. Mas é engraçado que ontem vi o programa pelo vídeo embarcado no próprio site do programa no Grande Prêmio, não sei se hospedado no UOL vídeos ou no YouTube, sei que o problema de áudio estava mais aparente, inclusive um problema de sincronia entre áudio e imagem. Como o vídeo tinha uns 10 minutos de estúdio sendo arrumado, acredito que tenha sido a gravação crua da transmissão ao vivo.

    O vídeo hospedado no YouTube agora, editado (com abertura!), deu um ganho no som e corrigiu o negócio da sincronia. Está perfeito.

    Gostei muito do programa. Parabéns, caras, e muito obrigado. Temos uma boa opção de entretenimento para as terças, agora.

  16. Woodstock disse:

    O projeto é bom, mas o Rádio GP era bem melhor.

  17. Antonio disse:

    Programa muito legal !
    Publica no canal do youtube também !!!
    Parabéns

  18. Renato RRE disse:

    O assunto que dominou o chat do youtube foi o WEC. Nenhuma palavra no programa. Alguém tem acesso aquele chat? abs

  19. Rubem disse:

    Foi bem legal mesmo. Aumenta o salário do Renan que o cara é fera. E como alguém falou aí, faz super sentido o programa ser na Segunda-feira.

  20. Batista Lara disse:

    Assisti por aqui, e felizmente não teve nenhum problema de áudio! Obrigado, galera, pelas informações que enriquecem o meu conhecimento no esporte a motor….. E, Flavio Gomes, não fure na próxima!!! Parabéns a todos!

  21. Diogo Batalha disse:

    Flávio, tem como mudar a palavra denegrir no texto? É racista.

  22. Mustavo Gaia disse:

    Agora talvez seja tarde, mas não seria uma hipótese chamar o programa de Padoque.
    Não por conta do barbarismo, mas só para dar um ar nacional.
    Além dava para atrelar a ideia de uma padaria que você pretenda montar: Padoca GP;

  23. Nenê disse:

    Tenho fé que vc vai me entender… essa palavra já deveria ter sido proibida há muito tempo.

    http://www.dicionarioinformal.com.br/denegrir/

  24. Eric TK disse:

    Tive alguns problemas para ver pelo celular, travou duas vezes e o áudio estava fora de sincronia.
    Mas falando do programa, foi ótimo. Na TV, as emissoras falam basicamente das categorias que cada uma transmite. O Paddock GP mandou muito bem, abordou todas as categorias top com a mesma atenção.

  25. Pablo disse:

    Assisto ontem e gostei muito do programa e o problema de áudio é que atrapalhou um pouco, mas tudo bem. Sugeri até no chat do youtube que o programa fosse as segundas após as principais provas de automobilismo do fim de semana.

  26. Flávio Elias disse:

    Caro Flávio Gomes,
    Parabéns por mais essa inovação aqui no Grandepremio. Gostaria de te dizer
    que aqui em Goiânia hoje, somos todos Portuguesa…..É tradição do Vila Nova perder quando é solicitado em jogo importante…vai levar uma cocada…Ohhhh timinho chato!!!!
    Abraço.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>