POIS CHEGOU | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

quarta-feira, 21 de outubro de 2015 - 11:47Cinema

POIS CHEGOU

delorean2015

SÃO PAULO (e nem demorou) – Está todo mundo, nas “redes sociais” (de onde tiraram essa expressão?), falando de “De Volta para o Futuro”. Na trilogia iniciada em 1985, Marty McFly e seu amigo Emmett “Doc” Brown viajam no tempo a bordo de um DeLorean e, em um certo momento, isso já na sequência rodada em 1989, vão parar em 21 de outubro de 2015. Hoje.

Não sou especialista no filme — assisti ao original e às sequências, adorei, mas na verdade não sou especialista em filme algum. Como eu dizia, hoje tem muita gente esmiuçando a saga de McFly e seu parceiro cientista louco para descobrir se aquilo que o diretor e o roteirista do imaginavam para 2015 de fato aconteceu.

Pelo que ando lendo, eles foram até modestos nas previsões. Erraram algumas coisas por otimismo exagerado, como um mundo sem estradas, mas sequer imaginaram aquilo que, hoje, controla o planeta: a internet. Não há nenhum celular, tablet ou algo parecido em “De Volta…”. Ninguém, 30 anos atrás, poderia intuir que seríamos capazes de fazer tanta coisa através de aparelhinhos minúsculos que se conectam aos outros por sinais invisíveis.

O mundo correu mais que a dupla do DeLorean.

E como este blog, na maior parte do tempo, trata de automóveis e outras coisas que se movem, fiquemos no DeLorean. Achei uma dessas listas curiosas que fazem sobre qualquer coisa em sites para nerds e descobri coisas interessantes sobre o carro — um DMC-12. Antes da lista, porém, façam uma breve viagem ao passado para conhecê-lo num site antigo que não é atualizado há anos.

Isso posto, à tal lista.

São 25 curiosidades, e quem quiser encontra todas aqui. Selecionei algumas:

- O DeLorean original usado nas filmagens foi abandonado no pátio da Universal por anos e ficou num estado deplorável, até ser restaurado em 2011. Hoje, está em exibição nos estúdios da Universal em Hollywood. Um vídeo da restauração pode ser visto aqui.

- Para as cenas em que o carro “voava” (a foto acima é de uma delas), foi construída uma réplica em fibra de vibro, mais leve.

- Quando os produtores escolheram o DeLorean para ser a máquina do tempo do filme, sua produção já havia sido encerrada. O carro foi fabricado apenas em 1981 e 1982.

- O velocímetro original do DeLorean, por questões legais ligadas a novos limites de velocidade nos EUA, marcava apenas 85 mph. Os produtores alteraram o instrumento para… 95 mph!

- A base do reator nuclear que fazia o bicho voar pelo tempo era uma calota de Dodge Polara. Não o nosso, claro. Havia um Polara nos EUA, grandão, nada a ver com o modelo brasileiro.

- As portas em forma de asa de gaivota do DeLorean viviam dando problemas. A cena em que Marty enfia a cabeça numa delas não estava no roteiro original. Mas aconteceu tantas vezes durante as filmagens, que nem cortaram da versão definitiva.

- O reator chamado de Mr. Fusion, fonte de energia do carro, era uma brincadeira com uma cafeteira muito popular nos EUA, Mr. Coffee. Era para levar o logotipo da Westinghouse, mas a companhia não quis.

- O painel digital que indica as datas para onde o carro viajava é uma referência ao filme “A Máquina do Tempo”, de 1960.

- A placa original do carro era 3CZV657. No filme, “OUTATIME”.

- No roteiro original, a máquina do tempo seria construída numa geladeira que seria transportada numa caminhonete. Os produtores acharam melhor mudar para evitar que alguém se enfiasse dentro de uma e morresse congelado — algo bem possível, nos EUA.

Não sei o que é verdade ou mentira nisso tudo, mas só de saber que o carro está preservado já ganhei meu dia. Quanto ao futuro, 30 anos atrás eu não tinha ideia de como ele seria.

Continuo não tendo.

55 comentários

  1. Sandro disse:

    Uma “profecia” de De Volta para o Futuro 2 aconteceu: Chicago Cubs campeão… mas com um ano de atraso!
    Depois de um jejum de 108 anos!!! Eita!

  2. marcelo disse:

    Prefiro voltar a 1985… anos 80 foram os melhores…

  3. Cleber Romano disse:

    Um grande acerto do filme é que em 2015 o lixo seria usado como combustível de automóveis. No Brasil faz tempo que isto é realidade, disponível em qualquer posto, a um preço absurdo.

  4. Ed disse:

    Claro que não são previsões. São coisas divertidas pra se colocar num filme.
    Qualquer um já sabia há anos que a tecnologia não evoluiria o suficiente pra permitir carros voadores.

    O fato é que o primeiro filme, que faz a piada do carro voador no fim, não especifica uma data exata para o futuro. O segundo, que precisava compactuar com a cena e com a historia contada pelo doutor, é que dá a data de 2015.

    Assistir isso na Globo nos anos 90 era fascinante. E continuará sendo mesmo sabendo que nem daqui a 30 anos teremos carros voadores e velharias sendo adaptadas para voar, como o filme mostra.

  5. Mello disse:

    A julgar pelo espírito do personagem, o Dr. Brown ficaria decepcionado com o 2015 real.

  6. Diógenes Pacheco disse:

    Freqüentemente quando tento acessar seu blogue, utilizando o Chrome, cai na página (veja só) da revista Caras.
    Não sei se acontece com outras pessoas, mas se acontecer é bom dar uma olhada.

  7. Silverio disse:

    Tambem gostei muito dos filmes mas sem ser especialista. Mas se quer ver um exercicio de futurologia com alto indice de acerto indico o livro O presidente negro de Monteiro Lobato. Escrito no inicio do seculo XX, é incrivel seu indice de acerto. Uma pena a alta dose de de preconceito…Mas valencomo ficcao cientifica nacional.

  8. Paulo disse:

    Vi um desses sendo restaurado num desses programas da Discovery Turbo. Contaram a história do carro. O fabricante era um diretor da GM que aos 40 anos largou tudo pra ter sua própria fábrica. Na pressa por entregar os carros e começar a faturar pq a grana tinha ficado curta, criou um carro que tinha motor de um, suspensão de outro, que dizem era horrível de se dirigir e dava muitos problemas de superaquecimento. No fim, quase falido, tentou financiar uma transação de drogas pra levantar o dinheiro e foi pego e preso. Parece-me que já morreu e a família, se não está pobre, está muito longe de ter a condição que um dia já teve. Uma pena.

  9. Rodrigo Mota disse:

    é mas lamento informar mas o Chicago Cubs (o Corinthians da MLB) vai pro vinagre quando perder de novo pro New York Mets.

    o filme não previu nada, apenas fez suposições que já estavam em desenvolvimento. tecnologias existentes hoje foram projetadas a 10 ou 20 anos no passado. mas existem os testes, protótipos e só então o produto final…

    por exemplo o Boeing 777 foi projetado entre 1985 e 1993. voando em 1994 pela primeira vez e só a 10 ou 15 anos o monstro de 2 motores da Boeing virou uma febre…

  10. Roderico disse:

    Flavio, me permita dar uns “parpite” aqui no blog sobre como imagino o mundo daqui 30 anos em relação à mobilidade:

    - Tesla será maior (em valor de marca, faturamento, “presença global”) do que Ford e Toyota.
    - Carros autônomos serão a maioria nas ruas, e acabarão com a profissão do taxista
    - Será inconcebível a propriedade de um carro como meio de transporte. Nosso brinquedinho favorito servirá apenas para diversão e hobby.
    - Indústrias dependentes do carro, como as de seguros, financiamento, estacionamento, manutenção, acessórios, reposição de peças, etc, irão em sua grande maioria falir
    - Os governos terão uma redução enorme na arrecadação com a diminuição das multas, migração de transporte público para “transporte na nuvem” e reinvenção da mobilidade urbana
    - Ficaremos inconformados ao reparar que passamos tantas décadas nos movimentando através da queima de combustível
    - Na agricultura, equipamentos autônomos e elétricos trabalharão mais, de maneira mais eficiente, e empregando cada vez menos seres humanos. Será, por um lado, uma grande crise de desemprego e pobreza para as populações rurais dos principais países produtores agrícolas em todo o mundo, e por outro lado um enorme aumento na oferta de alimentos de maneira mais saudável e acessível.
    - O transporte “inteligente’ em cidades, com veículos autônomos, caronas compartilhadas, tudo gerido de maneira online e simplificada acabará, de maneira geral, com os congestionamentos nas metrópoles. Ganharemos horas nos nossos dias.
    - Reduziremos as mortes. Os acidentes no trânsito irão praticamente inexistir, a qualidade do ar será melhor, as ambulâncias chegarão ao local de destino em pouquíssimo tempo. Todos ganham.
    - Atualmente de 75% a 80% do faturamento das corridas do Uber é repassado aos motoristas. Qual a dúvida que eles serão os próximos a serem “chutados” na esteira da evolução tecnológica?
    - Ainda sobre o Uber, acredito que terá uma importância na vida das pessoas equiparados ao que foi Microsoft e Facebook.
    - Órgãos reguladores/burocráticos como Detrans da vida deverão procurar novas formas de se ocupar
    - O número de pessoas com habilitação para dirigir cairá de maneira drástica. A “necessidade” de ter uma CNH aos 18 será posta em cheque. Muitas pessoas poderão viver sem dirigir um automóvel e sem sentir falta.
    - As gigantes petroleiras que não se reinventarem serão coisa do passado
    - As estradas serão algo totalmente diferente do que estamos acostumados. Viajar será algo mais barato e acessível.

    E vocês, como pensam o mundo automobilístico em 30 anos?

  11. RenatoRockshow disse:

    Jà vi esse caro lá na Universal. Os carros do filme Velozes e Furiosos 2 estão na mesma situação, abandonado no pátio pegando poeira.

  12. fabiom disse:

    Meu filme favorito, fizeram mts previsões acertadas, inclusive aparece um Tablet sim qnd um senhor pede doação para o Marty em 2015!

  13. Sergio disse:

    Esqueceram dos aparelhos com comando de voz? (Quando Marty está no “80´s Café”?
    E das placas que leem a digital? (Quando Jeniffer entra em sua casa em Hilldale?)
    E o drone voando e tirando foto do Griff e sua gang na prefeitura?
    Da menção ao video game sem usar as mãos quando o Marty brinca no video game no cafe (Eliah Wood diz “ah, tem que usar as mãos? É brinquedo de bebê!” – então os games deles seriam o Kinect? ;) )

    A vídeo conferência quando o Marty do futuro conversa com o Needles? (E depois é demitido por… FAX! hehehehe)

    Ah, tem também a tela plana com vários canais de TV que o Jr. está vendo quando o Sr. chega em casa… (Mosaico das TV´s a Cabo?).

    Tem muita coisa que se realizou indireta e diretamente. Mas o que mais queríamos ver (carros voadores, Tenis com cadarços automáticos, overboards), isto realmente não rolou…

    Abraços!

  14. roxxonvaldez disse:

    então toda a evolução do futuro foi só isso…. os aparelhinhos usados pelo capitão kirk e spock?????perdão pela expressão mas: QUE BOSTA DE MUNDO.

  15. Eduardo Britto disse:

    Marty McFly é nome de sorvete do McDonalds… Ah, como eu amo muito tudo isso!…

  16. Francês disse:

    Previram skate que voa, roupas que se ajustam ao corpo, mini pizza que fica gigante depois de 1min,. no micro ondas, tênis que se ajusta no pé, roupas que secam sozinhas, carros que voam etc etc, mas o que realmente impressiona é o total descaso com a era da comunicação, o uso do celular e internet. Ninguém previa isso.

  17. Ricardo Bigliazzi disse:

    No filme falaram de tudo menos na internet… o que mais se aproxima é um aparelho parecido com um tablet que aparece em uma cena.

  18. Bruno Mantovanelli disse:

    Na verdade, o filme que se passa em 2015 é o De Volta Para o Futuro Parte 2, de 1989.

  19. Ricardo Lacerda disse:

    Na verdade é na sequência (De volta para o Futuro 2) de 1989 que a viagem para 2015 de fato acontece.

  20. Paulo disse:

    30 anos.. e eu vi os três no cinema… sem essa traquitana digital de hoje em dia..

  21. João Ferreira disse:

    Puxa vida, 30 anos se foram….vou tomar um susto se ver um DeLorean na rua…

  22. Marque Goron R. da Silva disse:

    Já, já aparece agul fã do Flavio Gomes por aqui dizendo que os produtores do filme deveriam ter usado um Lada Samara nas filmagens…

  23. Clayton Araujo disse:

    No último final de semana em um programa SBT sobre carros com o Barrichello mostraram um DeLorean (parecido com o do filme) mas estava uma carroça. Só pegou no tranco, e numa volta no circuito de Interlagos ficou atrás de todos os outros veículos que Barrica deu volta no circuito, ficou atrás até de uma linda Kombi. Só a carroceria, que segundo o programa é feita de aço inox, que estava intacta.

  24. Fábio disse:

    Visualmente o DeLorean é um carro extremamente bonito, de linhas simples e elegantes, mas mecanicamente era uma porcaria, muitos afirmam que se não fosse o filme, hoje em dia, poucos se lembrariam do carro. Me pergunto se foi por causa do ultra nacionalismo americano que usaram esse carro, já que naquele ano existia conceitos melhores como o Lotus Esprit, a Lamborghini Countach.

  25. Mauro Sousa disse:

    É Flavio, o mundo evoluiu muito em 30 anos. Tecnologicamente falando, claro. No comportamento humano nem tanto….. Fico imaginando como será daqui ha 30 anos… De um jeito ou de outro, esse planeta já foi muito mais legal.

  26. Mauricio P. disse:

    Correr mais que um DMC nem precisava ser muito rápido mesmo.

  27. Eduardo Daniel disse:

    O filme (ou os filmes) mais legal de toda a história do cinema! A melhor história sobre viagem no tempo jamais contada!

  28. Bruno disse:

    http://jalopnik.com/ford-is-offering-an-optional-flux-capacitor-when-you-bu-1737775680

    Hj a FORD Americana ta “vendendo” o capacitor de fluxo.. custa U$ 1.200.000,00 para Fiesta e Focus

  29. Eduardo_SC disse:

    A diferença daquela época para os dias de hoje é que ficávamos imaginando como seria o futuro. Hoje entendo que um futuro melhor não depende da evolução tecnológica como era o pensamento dos anos 80, mas sim sociológica.

  30. Acarloz disse:

    O futuro passou longe….

  31. Marcelo disse:

    Tem tablet no filme, porém sem referência a Internet.

  32. disse:

    ” O velocímetro original do DeLorean, por questões legais ligadas a novos limites de velocidade nos EUA, marcava apenas 85 mph.”

    Um perigo publicar isso, vai que algum maluco do Contran/Denatran inventa aqui a 120 km.
    Falando neles, depois do extintor, agora suspenderam a obrigatoriedade de chip rastreador e bloqueador para veículos, que ia ser uma lambança.

  33. Eduardo Cordeiro disse:

    Sensacional, o filme, e a saga. Um dos poucos que despertam meu adormecido lado Nerd. Sem contar que foi produzido no ano do meu nascimento.

  34. Paulo Pinto disse:

    O mundo avançou muito nas áreas da comunicação, medicina, nuclear e pesquisa do Universo.
    Na área do transporte, principalmente o terrestre (as mesmas ruas, os mesmos carros, engarrafamentos e poucos estacionamentos), ficamos literalmente parados.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>