CARS & GIRLS | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

quarta-feira, 11 de novembro de 2015 - 18:07Cars & girls

CARS & GIRLS

Não, não vai acabar. Pelo menos enquanto houver Trabants lindos como esse — essa pose de carro quebrado é só para a foto, Trabis não quebram.

11911207_10153708777999474_1115572538_n

16 comentários

  1. Giuliano SPFC disse:

    Flávio…você não tem um exatamente igual a esse???, lembro de chegar em Interlagos pra F1 em 2014 ou 2013, não me lembro exatamente, e ver um Trab Azul igual a esse subindo a Av Interlagos, não vi quem era o motorista, mas imaginei ser você…

  2. Robertom disse:

    Vai lá, Flavio, leva o Crispim para socorrer a moça e o trabi.

  3. Mauricio disse:

    Bom dia!

    Não gostaria que acabasse a serie, se você fosse gay poderia por fotos de cars and boys. É problema seu gostar de meninas e carros, quem não gosta que pule o post.

  4. Ricardo Talarico disse:

    Essa pose de desamparada é porque o namorado dela disse:
    - Ou eu ou o Trabant.

    Então ela ficou tristinha por alguns segundos… enquanto o namorado se ia…

  5. sandro disse:

    A Mocinha está triste e desolada, acho que dessa vez quebrou sim.

  6. Francisley disse:

    Essa é uma das seções mais charmosas do blog. Fico feliz que não acabará!

  7. Rogério Calsavara disse:

    Só abriu o capô para apreciar o motor…

  8. Pablo Vargas disse:

    Ôôôôh, dó. Sozinha e desamparada…

  9. william disse:

    Cars & Girls é um dos charmes do blog. Não se trata de machismo, trata-se de desfrute estético! Alguém chamaria uma pintura de Gauguin de machista? Quando for proibido admirar mulher bonita eu mudo de planeta!

  10. Sérgio disse:

    Caro Flavio, boa tarde.
    Que bom que essa série não acabará!
    Acabei de ler no GP que a prova dos EUA desse ano foi um desastre financeiro. Como já ouve a desistência da Alemanha e a ameaça da Itália e se não me engano, outros países da Europa também pediram revisão de contratos por conta dos altos custos de se ter um gp de F1, pergunto: Você sabe quanto custa o GP Brasil? Como é o nosso acordo com a F1 em relação à lucros e/ou retorno financeiro?
    Qual a sua opinião sobre um país em desenvolvimento como o nosso, que atravessa uma crise financeira, receber e patrocinar um evento desse porte? Temos retorno?
    Em tempos de crise, me bateu essa dúvida!
    Obrigado.

  11. Paulo Ribeiro disse:

    Oba ….que bom que não vai acabar…. Duas das principais paixões dos homens…Carros e Mulheres …. e na ordem invertida também…..Viva os Trabants…….Viva as Mulheres!!!!! e Viva “TUDO” ….. e sejamos felizes!!!!

  12. Totiy disse:

    Por falar em ´´quebrados´´ e o seu DKW teve mesmo que tirar a transmissao ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>