DEU BUSCH | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

segunda-feira, 23 de novembro de 2015 - 7:22Automobilismo internacional

DEU BUSCH

SÃO PAULO (merecido) – O cara perdeu 11 corridas por conta de fraturas nas pernas no início do ano, voltou a pilotar em altíssimo nível, reagiu, foi ao chase, e ontem em Homestead ganhou seu primeiro título. No dia da despedida de Jeff Gordon, Kyle Busch brilhou. E a Toyota conquistou seu primeiro título na categoria mais popular dos EUA.

buschchampion

41 comentários

  1. Apm disse:

    Sempre torci por ele. Gosto do carro MM gosto do amendoim. Quando fui aos EUA em 2012 comprei uma jaqueta dele e o boné. Já puxaram conversa na rua pra falar do Bush e do Dele. Ontem eu via e não acreditava que ele ganhou o campeonato. Fiquei sorrindo a noite. Fiquei feliz. Go go Buschinho

  2. Fabiani C Gargioni disse:

    NASCAR é automobilismo de verdade!!!

  3. gill disse:

    A NASCAR é um show de corrida, pena que não tenha brasileiro correndo para poder passar na TV aberta.

  4. Alves disse:

    O que eu mais admiro nos Estados Unidos é que lá até campeonato de corrida é disputado em mata mata.

  5. Celio Ferreira disse:

    Assisti a corrida por um link no you tube , que mostrava a corrida de dentro do carro
    do buchinho, e nas 3 voltas finais , após a amarela na relargada , jantou o Harvick. e foi pra ponta, mas aprecia que os outros estavam parados ,que potência, passou e sumiu.
    Titulo merecido a quem passou por tudo que passou , CORRIDAÇA .

  6. Ricardo Cardoso disse:

    Exceto por Truex Jr, qualquer dos outros três pilotos que ganhasse ontem dariam boas histórias para se contar. No caso do Truex Jr a única história é a da equipe pela qual ele corre surgiu da cabeça do dono de uma loja de móveis e que é totalmente independente e fica localizada fora da região onde as equipes da NASCAR tem suas sedes e além de tudo vai mudar a motorização para a próxima temporada (correram de Chevrolet preparado pela Hendrick e vão de Toyota, preparado pela TRD).

    Nenhum piloto reclama do sistema de disputa principalmente porque a NASCAR pode impor sanções aos pilotos que criticarem a categoria ou sua condução.

    No caso do incidente entre Logano e Kenseth, o que ocorreu (e não tem sido muito bem esclarecido) é que Kenseth revidou um lance acontecido duas semanas antes em que Logano praticamente tirou Kenseth da disputa do título com um toque na penúltima volta da corrida obrigando o piloto do #20 a vencer a última corrida das “quartas de final” da NASCAR.

    No final das contas foi bastante justa a vitória do Kyle Busch pela superação que teve que demonstrar na temporada e pelo impeto com que correu não só na corrida final mas como nas outras da temporada regular. O piloto do #18 só deu uma afrouxada na 1a e 2a fases do Chase, mas ontem foi decidido para conquistar o título. Não fosse essa determinação ontem e o título ficaria nas mãos de Kevin Harvick.

  7. Sergio Silva disse:

    Na foto, o campeão celebra um cavalo de pau sobre o logo da Ford!

  8. Luis Vieira disse:

    Foi absolutamente incrível, que corrida! Torci muito pelo Gordon, mas não deu. Kyle Busch mereceu não só pelo ano incrível, com a recuperação das fraturas e a ausência nas primeiras provas, mas principalmente por tudo o que já fez nos últimos 10 anos, nas 3 categorias principais da Nascar. Faz pouco tempo esse cara corria nas 3 categorias num mesmo final de semana e disputava a vitória (ou vencia) nas 3! Falta de sorte, inexperiência, nervosismo, sei lá a razão, mas sempre alguma coisa dava errado e ele perdia o título merecido. Pois esse ano acabou, nada deu errado, a Nascar tem um novo campeão na categoria principal! Eu acho excelente o sistema do chase, combina com a Nascar e com a cultura esportiva americana. A Nascar é incrível! Sem telemetria, sem motores de outro planeta, sem botão de ultrapassagem… tudo simples e básico, com grandes pilotos e corridas, sim corridas de verdade!

  9. Estevão disse:

    Grande Figueroa! Grande Speed Channel!

  10. Eduardo Alves disse:

    Isso sim é automobilismo!! Corridas pegadas, atrito entre os pilotos, muitas ultrapassagens e no final o Bushinho campeão…! Melhor que isso só dois disso.

  11. Rafael Mafra disse:

    Vi a corrida e acompanhei parte da temporada acho que da décima etapa para cá. Muito legal mesmo, brilhante, incrível. A Nascar tem de penca o que está faltando em algumas categorias para empolgar o publico.

    Parabéns a equipe da Fox Sérgio, Rodrigo, Hamilton, Thiago etc: vocês são dedicados e entendem do assunto.

    Ano que vem vou acompanhar mais de perto e dentro da realidade e se tiver tempo, e participar do bolão. Que venha 2016, que venha Daytona, que venham os 40 V8 carburados de quase 800 cavalos 3 lado a lado na ultima volta a 300km.

  12. Alvaro disse:

    Acho injusto esse sistema de mata mata, um exemplo claro foi Logano q salve engano levou duas corridas já nas fases finais só chease e ficou de fora após ter sido tirado propositadamente de uma prova, ao mesmo tempo fico imaginando como esta a cabeça do harvick, piloto com maior número de pontos da temporada e q perdeu o título para um piloto q perdeu 11 etapas no ano, é no mínimo uma enorme
    Incoerência

    • Henrique Ebert disse:

      Verdade. Mass as regras ja estavam definidas antes dw o campeonato
      começar.

    • Matheus disse:

      Logano ficou fora pois, antes de ser tirado propositalmente pelo Matt Kenseth, o tirou (também propositalmente) da corrida do Kansas. Chumbo trocado.

      A Nascar já adotou o sistema de regularidade no Chase. Agora valoriza, também, vitórias. Kyle Busch venceu 5, Harvick 3. Classificou-se entre os 30 primeiros na primeira fase, como exigia o regulamento.

      Não vejo injustiça ou incoerência alguma.

    • Allan Robert disse:

      Boa tartde amigo! Regulamento é regulamento… Todos sabiam que teríamos mata-mata nas últimas etapas. Logano foi tirado sim, mas também tirou. Buschinho levou o caneco jogando com o regulamento.
      Grande abraço!

  13. Eduardo disse:

    Os carros da NASCAR são basicamente iguais, de cada marca (Ford, Chevrolet e Toyota) se usa apenas o bloco do motor, no caso um V8, e algum suporte técnico. Chassi tubular e bolha de alumínio.

    • Robertom disse:

      Que coisa mais errada chamar o Motor de “bloco”, que está sendo massificada pelos sites automotivos infelizes.
      O bloco é a estrutura principal, mas não é o motor.
      É análogo a chamar de crânio a cabeça, tem muita coisa lá dentro, ou não!

  14. Allan Robert disse:

    Título merecido para o Buschinho! Para mim os 2 maiores merecedores do título eram ele e o Kevin Harvick, pela grande temporada que fizeram. Depois viria Logano, que de começo fez uma temporada melhor que os 2, mas este cometeu um grande erro ao tocar de forma proposital o sangue quente Matt Kenseth. Na hora não pensou que poderia tomar o troco na próxima etapa. Despedida do Gordon, que para muitos merecia o título por sua história na categoria. Pra mim não. Considero um piloto lendário, e não fez uma grande temporada. Uma aparição na final ficou de bom tamanho. Meus aplausos para o piloto do carro #18 que soube dosar a ansiedade e vencer o campeonato com uma corrida muito consistente.

  15. Alex Sier disse:

    Buschinho… mais um mau-caráter que vence no automobilismo…

  16. Plinio disse:

    A Nascar é muito disputada e tem pilotos que parecem ser muito competentes. Mas, a maneira como eles tentam fazer as corridas virarem loterias é irritante.

  17. O Bushinho é o cara!

    Finalmente chegou a vez do piloto mais arrojado da Nascar!

    #18

    Choooooora Figueroa!!!!! (Só os fortes entenderão!)

  18. Bobby disse:

    Nascar, essa ilustre desconhecida que leva milhões de americanos as pistas, digo desconhecida nas entranhas, tais como, que tipo de motor usa, é igual pra todos. Sei que a carroceria não é de fibra como a Stock brasileira.
    Gostaria que o Grande Prêmio tire tais duvidas

    • Fernando Kesnault disse:

      Basta tu mesmo ler e pesquisar a esperar que as pessoas façam isso por ti.

    • Eduardo Alves disse:

      Toyota Chevy e Ford tem seus próprios motores, mas não são elas que montam o bloco. Os Toyota são montados por Joe Gibbs/TRD, os Ford pela Roush/Yates e os Chevys pela Hendrick e pela Chilldres. Os chassis tem um projeto básico comum mas cada marca faz algumas alterações, isso pq o bloco do motor é de tamanho e formato diferente para cada uma das marcas e no caso da Chevy, muda que tem 2 preparadores de motor tb há diferença entre eles. As bolhas são tb diferentes entre si, pois cada uma tenta se assemelhar aos carros de rua. A NASCAR é que faz a regularização da equalização dos carros.

    • Estevão disse:

      Os motores não são os mesmos. Ford, Toyota e Chevrolet, cada qual faz o seu motor.
      E dependendo do tipo de pista, o carro é diferente. O carro que corre em Talladega não é o mesmo que vai para Bristol.
      São muitas as diferenças. Não vou numerá-las para não ter que escrever um tratado.
      Abs.

    • Gabriel Medina, O outro disse:

      Os motores são 3.5 V8 e usam injeção eletrônica desenvolvida pela McLaren – sim, essa mesma – assim como acontece com os chassis, algumas equipes desenvolvem o seus próprios propulsores e correm sob uma marca maior.

      Ou seja, existem 4 marcas competindo oficialmente, mas algumas delas tem mais de um fornecedor diferente para motor e carro. a Hendrick, por exemplo, fabrica chassis Chevrolet e a Roush Fenway, motores Ford, sendo que só a última é uma fornecedora exclusiva.

      Os carros são de uma liga de metal, que parece ser bem fácil de amassar e rasgar.

    • Thiago Alves disse:

      Os carros são diferentes sim. Os motores são das próprias montadoras, desenvolvidos por algumas equipes.
      Chassis tubulares e carroceria de alumínio

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>