MENU

quarta-feira, 4 de novembro de 2015 - 11:59F-1

JÁ É

SÃO PAULO (falta só o chamego) – Já tem gente da Renault trabalhando em Enstone, sede da Lotus — ex-sede da Renault, inclusive. Estudando a cor das portas, as louças dos banheiros, os móveis de escritório, os quadros nas paredes. E o projeto do carro do ano que vem.

O nome Lotus vai desaparecer de novo da F-1. Pode ser que permaneça na próxima temporada (como a Manor ainda é obrigada a usar Marussia, e como a Sauber teve de manter BMW em seu nome alguns anos atrás, mesmo usando motores Ferrari), mais uma das bobagens do regulamento da categoria. Mas a venda está decidida, e falta apenas assinar e anunciar.

7 comentários

  1. Mentecapto disse:

    Uma boa aposta para fazer frente a Mercedes. Confio na capacidade dos Franceses em fazer um bom projeto de médio prazo. Talvez eles consigam ameaçar a Mercedes antes mesmo do que a Ferrari ou a Mclaren.

  2. Gustavo Segamarchi disse:

    Eu acho que o nome Lotus vai continuar por mais 1 ano ou até mais.

    Leiam essa notícia:
    http://f1team.leiaja.com/pressao-de-investidores-faz-renault-manter-nome-lotus-para-o-campeonato-de-2016/

  3. Regis disse:

    Tomara que eles resolvam seus problemas e façam um baita carro e um baita motor para matar de raiva os babacas chorões da Red Bull que não sabem perder, e que precisam aprender o que é parceria.

    • luigi disse:

      Regis . a Red Bull não é “Parceira ” é “Cliente ” e como tal ,tem direitos de reclamar por algo que não atende a suas expectativas ,principalmente quando se paga muito caro por isso . É tão difícil entender isto ?

  4. Wolfpack disse:

    E dai cabe a pergunta porque Diabos o Carlinhos resolveu sair da categoria antes? E agora aposto que ficará mais caro a volta. Melhor assim, com equipe própria. A época dos garagistas já está a muito tempo abandonada no passado. O último a fazer algo foi a Brawn GP, Red Bull só voltará a vencer se convencer uma BMW, Porsche, Toyota ou Ford a voltar. Por sinal onde está o projeto da Hyundai?

  5. José Marinho disse:

    O curioso é que a marca Lotus no time do grupo genni vencia entes ano e eleles não iriam renovar o que indica para mim uma saida da F-1 já premeditada, o pior diiso tudo foi que tiraram do Tony Fernandes houve toda aquela briga para simplesmente sumir com o nome do mapa.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>