MENU

quarta-feira, 2 de dezembro de 2015 - 17:47F-1

O MISTÉRIO DE HAMILTON

SÃO PAULO (frescura?) – O que será que a Mercedes fez nos seus carros depois do GP de Cingapura que desagradou tanto Hamilton? O inglês assume que nas últimas provas Rosberguinho se entendeu melhor com a viatura. Ele não diz o que mudou, mas jura que houve uma mudança. E terá de buscar meio segundo na pré-temporada em relação ao companheiro se não quiser levar ferro em 2016.

Não tenho ideia do que pode ser. Alguma teoria?

59 comentários

  1. Roberto disse:

    Se eu conheço alguma coisa sobre F1, a Mercedes fez exatamente o que a Brawn fez em sua temporada unica e vitoriosa, trocou os freios do alemãozinho e fez toda a diferença.

  2. Garlet disse:

    HAmilton já ganhou duas.
    Chegou a vez de Rosberg, carro alemão, piloto alemão. Acabou a festa no Pub inglês.

  3. Renato de Mello Machado disse:

    Só uma coisa,o Hamilton nunca mudou de equipe,Houve mais mudanças para o Rosberg, pois o projetista chefe da Mercedes era da Mclaren,depois veio o Hamilton,já se sentindo em casa pois na verdade ele nunca trocou de projetista digamos assim,E hoje a Mercedes é a Mclaren de antes.Alguma coisa pode ter saído errado,ou alguma mudança de rumo,quê favoreceu o Rosberg,

  4. Peter Zero disse:

    Com os campeonatos ganhos ele não quis se enroscar com o Rosberg e causar problemas para a equipe, preferiu deixar o alemão ter seu momento no fim da temporada..

  5. Roberto Fróes disse:

    O campeonato já estava garantido, Hamilton afrouxou.
    Nico – de quem eu gosto bem mais – progrediu.
    Acho que a diferença foi feita pelos pilotos.
    No final, por mais automáticos e robóticos que sejam os carros, os pilotos ainda fazem a diferença.
    Mas os carros tem que melhorar urgentemente!
    Testes, ronco de motores, regulamento menor e mais decente, A Formula 1 precisa disso. Ou vai sumir…

  6. Bruno Mantovanelli disse:

    Perdeu meio segundo na balada.

  7. Galba disse:

    Teoria única: Queriam garantir o vice, deram o melhor pro Nico.

  8. Thiago disse:

    Tem sentido a hipótese da suspensão traseira, o binômio balanço de carro x estilo do piloto pode criar situações absoutamente anormais (não acho que o pau que o Vettel tomou do Ricciardo ano passado, por melhor que este seja, seja normal).

    Também parece razoável acreditar que a Mercedes queira um time forte pro ano que vem. Acho que a Ferrari vai incomodar sim, e isso vai exigir mais trabalho em equipe . Inclusive a Sky afirma que o recado do Toto foi direcionado pro Lewis: http://www.skysports.com/f1/news/12472/10087413/mercedes-warning-aimed-at-lewis-hamilton-declare-fleet-street ; acreditam que Lewis possa repetir Alonso e sair de um time por relacionamento ruim?

  9. Rogerio disse:

    Relaxamento seria a causa mais natural…..

    Mas ele ficou reclamando do carro. E das estrategias que privilejariam Nico. Como vimos na ultima corrida, não era problema de estrategia.
    Já ocorreram outros casos em que uma mudança no carro inverteu a ordem dos pilotos. Mas sinceramente, não acredito nisso. Acho que deve ser ressaca mesmo.
    Outra coisa, Lewis falou que o Nico reclama demais… Caraca, a unica coisa que vi Lewis fazer nas ultimas 4 ou cinco corridas foi reclamar de alguma coisa !!!!!

  10. Osmar Cassao disse:

    É que o Hamilton estava guiando com uma mão na taça…

  11. André Fonseca disse:

    Foram 0,5 segundo por gole de cachaça, isso sim!!!

    HE HE

    Enquanto estava com o título em aberto, mesmo a Mercedes tendo mexido na configuração do carro e o “Rosdiva” se adaptando melhor e fazendo 6 poles seguidas, metade dessas corridas terminaram com vitória do Hamilton.

    Ou seja, em 2016 tudo voltará ao normal, com o Hamilton passando por cima da “Rosdiva”!!!

  12. Rodrigo disse:

    Teoria 1. Hamilton campeão, relaxou…
    2016 começa, água bate na bun…., ele volta a andar na frente.

    Teoria 2. Queriam garantir o vice, deram o melhor pro Nico.

    • Flavio Bragatto disse:

      Concordo…

    • Murillo disse:

      A sua teoria 2 me parece ser a mais provável. Mas a minha maior preocupação é o que acontecerá no ano que vem.
      Creio eu que caso a Mercedes continue sobrando como neste ano, ela irá privilegiar o Rosberg (por ser alemão, e para dar mais graça a F1).

      • Renato F1 disse:

        Não creio que na Mercedes a teoria 2 seja aplicável, tal qual na Se Ferrari e na Red Bucha. Haja vista que, em várias vezes, a equipe deu toda a liberdade para os pilotos disputarem a vitória na pista, mesmo nas voltas finais, como foi visto em 2014.

        Parece ressaca de campeão mesmo! Tem que bater foto, ir a eventos, participar de festas… Todo mundo quer aparecer com o campeão. Aí, o rendimento obviamente cai.

        A resposta a gente vai obter na Austrália, em 2016!

  13. Guilherme Zahn disse:

    O que eu tinha lido por aí é que foi uma alteração na suspensão traseira que mudou muito o comportamento do carro… Me fez lembrar da 1a temporada do Schumacher na Mercedes, quando ele passou meia temporada tomando pau do Nico (curioso ninguém ter se lembrado disso nesses 2 anos) e aí a Mercedes mexeu no carro, encurtou o entre-eixos, deixou o carro do jeito do Schumi. Resultado: Schumacher deu a volta por cima no Nico, mas em termos gerais a Mercedes perdeu tempo em relação às adversárias…

  14. Alberto disse:

    Flávio,
    isso é o tal do automobilismo, o time pode escolher quem ganha. Quando se tem dois pilotos de qualidades próximas é fácil minimizar ou inverter, no desempenho do carro, a diferença entre eles.
    Foi para motivar Rosberg, para deixar a disputa menos monótona, punir Hamilton por uma postura inadequada, mostrar a todos que ano que vem pode ser diferente??? Sei lá, muitos fatores. Mas que parece ser uma manipulação da equipe isso tem toda a cara.
    E digo mais, anota aí! A Mercedes continua muito na frente e este final de ano segurou o desempenho pra não evidenciar toda essa diferença e ano que vem, a não ser que algum outro time faça milagre, eles ganharão fácil.

    • Luiz Carlos Silva disse:

      Concordo. Acho até que foi mais para baixar um pouco a bola de Hamilton que ficou muito assanhadinho depois do terceiro título. A equipe deu só uma leve calibradinha para baixo no carro dele pra mostrar quem manda. Com ambos os títulos resolvidos a Mercedez pode se dar a esse capricho. Vamos ver ano que vem. Se foi isso mesmo, pobre Rosberg quando a realidade bater na porta novamente.

    • Zé Tros disse:

      Também acho Alberto que ela está escondendo o jogo, principalmente com relação ao motor de 2016 que mais do que sobrou em Monza.

      Sinceramente, é muita coincidência Rosberg, num passe de mágica, passar a andar mais do que LH depois dos títulos conquistados.

  15. Luciano disse:

    Acho que foi a determinação da Pirelli que exigiu que a pressão dos pneus e a temperatura dos mesmos fossem as indicadas pela fabricante de pneus. Isso deve ter feito com que a Mercedes fizesse alguns ajustes na suspenção, e o Hamilton não se adaptou as mudanças de comportamento do carro, fazendo que o Rosberg fosse sempre o mais rápido. Tudo isso é um “acho”!

    • luigi disse:

      E você tem uma probabilidade de acerto de quase 88% no seu “Achismo”. E vamos esclarecer que é um absurdo o ‘FORNECEDOR” de pneus determinar a pressão a ser usada por todas as equipes ,sabendo que cada um tem projetos diferentes ,é um dos itens que mais se diversificam os fabricantes é justamente os de geometria de suspensão que funcionam melhor ou pior com a variação de cargas em amortecedores ,molas/barra estabilz. e pressão de pneus ,nem em categorias monomarcas isto seria aceitável , pois muitas vezes o piloto se vale disto (pressão de pneu ) para ter um diferencial de tempo ou desgaste diferente a seu beneficio. O problema é a má qualidade construtiva ou de projeto da carcaça do pneu oferecido as equipes e a Sfarrelli sabe que sua carcaça é ruim e não aguenta a grandes solicitações e numa pressão maior ela sofre menos stress por menor “dobragem” e diminui o risco de estouro , é o mal de fornecedor único ,ele não tem que confrontar seu produto contra outro concorrente ,e dai qualquer porcaria serve !
      E vamos combinar , que não foi nada inteligente por parte do Hamilton , o desrespeitoso e humilhante episódio do boné , Foi uma típica demonstração de empáfia e arrogância muito tipica de alguns britânicos quando se sentem em vantagem , fato que que mais tarde pode custar-lhe caro (Ron Dennis que o diga) Humilhar um Alemão (pero no mucho) ,dentro de uma equipe alemã , foi algo muito pouco inteligente ,quem não concordar com isso ou não conhece o povo alemão ou vive em outra realidade (Quem sabe , em Brasilia !) .E esta perda de performance também parece ,curiosamente acontecer paralelamente a perda de influência de Nick Lauda nas decisões de pista da equipe. Quem sabe sejam só “impressões ” minhas ,más possivelmente o tempo dirá a verdade !

  16. André disse:

    Isso só é uma novelinha pra Rosberg ganhar umas corridinhas e ficar um pouco mais feliz. Não adianta nada ganhar quando não vale mais nada e ainda se achar por causa disso. Ano que vem, se a Ferrari (ou as outras, mas ela é mais provável) não der um novo salto, Hamilton coloca ele no bolso e garante o tetra e teremos mais uma temporada chata…

    Espero que eu morda a língua…

  17. Oi? disse:

    O mesmo lastro que todo segundo piloto leva.

  18. Alex Santos disse:

    Até onde eu sei, foi uma alteração na suspensão traseira.

    Em virtude da nova regra imposta pela Pirelli, a Mercedes teve que mexer na suspensão traseira, afim de deixar as configurações de pressão impostas pela pirelli de acordo.

    E mexeram em outros aspectos do carro, devido a porrada que levaram da Ferrari em Cingapura.

    Outra coisa que notei, foi que o Rosberg apanhou muito para se adaptar ao Sistema novo de embreagem na largada, não é a toa que ele tomava pau em toda largada, depois que treinou direitinho a coisa ficou melhor para ele.

    E tomara que ano que vem ele comece bem, quero mais que o circo pegue fogo. E tomara que a Ferrari venha com tudo.

    • Pode ser isso, mas se fosse pra eu chutar, chutaria que mexeram nos freios… eles estavam tendo problemas de freios consideráveis… E como sabemos, cada piloto tem um estilo de pilotagem e lidar com os freios.

      No fundo, mesmo, acho que o que mudou foi o boné de segundo colocado que Hamilton jogou no focinho de Rosberg…

      • Zé Zanine disse:

        Focinho é ótimo, Fernando
        eu ja competi de kart, e depois de uma sessão de tempo que vc faz um temporal……a adrenalina a mil….da vontade de jogar uma bigorna no cara que fez o 2º tempo, só pra mexer, desestabilizar.
        O Capitão Hamilton se torna campeão,depois de quase 2 horas de adrenalina no topo, a mil……joga um bonézinho e parte imprensa, a parte do politicamente charo correto transforma isso num puta caso! é brincadeira…..

  19. Celio Ferreira disse:

    Toda equipe sabe os estilo de cada um, e faz o carro de acordo com que ela quer
    que ganhe , F1 sempre foi assim, aliado ao foco que Hamilton perdeu nessas
    ultimas corridas, e tambem a Mercedes, quis levantar o moral de Nico após
    o titulo de Hamilton. Em 2016 volta tudo como dantes no quartel de abrantes.

  20. Thiago Moyses disse:

    Alcançou os números do ídolo, objetivo de vida dele, da carreira. Aí, relaxou. Não sabemos se de vez ainda. Isso já aconteceu com muitos profissionais do esporte e pilotos, que ao alcançar o que buscava despencam em produção por perderem a motivação – poucos se mantém sempre competitivos. Basta lembrar o Raikkonen depois do título, murchou, ele que sempre foi agressivo e rápido, só queria um título.

  21. Vagner Coletti disse:

    Na verdade, a coisa já está assim desde os EUA. Ele só ganhou porque Rosberg errou. Ele não iria ganhar aquela corrida sem o erro de Rosberg. A gente fala das três últimas, mas ele está mal nas quatro últimas…

  22. FAB1000 disse:

    A minha teoria é de que ele está arrumando desculpa de mal perdedor. Vejamos… se o carro agora, depois de mudanças que beneficiaram O CARRO, para ganhar tempo em cima dos demais, ficou melhor pro estilo do Rosberg, isso significa que antes era ruim pro alemão, beneficiando o inglês, já que não tem como ser bom pros dois ao mesmo tempo. E não vimos, no ano inteiro, o Rosberg justificar a trolha que estava tomando no fato do carro ter sido construído de forma a se ajustar melhor ao estilo do Hamilton.
    Durante anos vimos casos semelhantes, Schumacher em detrimento aos seus companheiros de equipe, pois sempre preferiu um carro traseiro, até pegar a Mercedes que não priorizou isso, Alonso em cima dos seus com um carro também traseiro, lembrando do quanto o Kimi sofreu depois de vir da Lotus, que saia mais de frente, Button e Barrichello na Brawn até resolverem a situação dos freios, Vettel tomando um surra inesperada e inacreditável do irregular Ricciardo ano passado, etc, etc, etc.
    Em provas de longa duração a escolha dos parceiros não é aleatória, nem baseada apenas na velocidade, mas sim em como eles pilotam e preferem os ajustes do carro. Então, pra mim, isso é apenas chororô de mal perdedor.

  23. José disse:

    Hamilton é muito maismpiloto que Rosberg, com certeza. Mas é muito chorão. Não lembro dele reclamando depois das corridas do Japão, Rússia e USA (todas depois de Cingapura e onde o Rosberg também fez pole nas 3). Ou seja, o carro só passou pro gosto do Rosberg depois que o Hamilton não conseguiu mais vencer? Fora as declarações meio ridículas desmerecendo as vitórias do alemão, mas sempre reclamando das estratégias da equipe. Jogou pra torcida.

  24. Custodio Rangel disse:

    Noitadas, mulheres, bebidas e etc… Enquanto Rosberg estava mordido o inglesinho estava comemorando – a peça dos 0,5s chama-se foco.
    Além de ser um grande atrativo para 2016 onde se a Ferrari não fizer algo novo (que não pode tanto) o Hamilton sera Tetra molinho (aposto grana)

    • Luciano disse:

      Hamilton quis ser um Hunt, mas não deu certo.

      • Zé Zanine disse:

        Ele tem muito mais resultados que o também inglês Hunt (que morreu cedo né),
        Além de levar uma vida normal, (como o Flávio também comenta) ” ele é humano”, deixa o cara curtir, que merece ele é tri-campeão, pode fazer o que quiser na vida particular dele, outros normais são o Vettel e Raikkonen, agora esses pilotos robozinhos, midiáticos tá loko…parecem iougurt natural diet…
        hurghhhh

    • André Fonseca disse:

      Concordo com vc, Custódio!!!

      Depois que garantiu o TRI, Hamilton partiu para a esbórnia!!!

      HE HE

      Enquanto estava com o título em aberto, mesmo a Mercedes tendo mexido na configuração do carro e o “Rosdiva” se adaptando melhor e fazendo 6 poles seguidas, metade dessas corridas terminaram com vitória do Hamilton.

      Ou seja, em 2016 tudo voltará ao normal, com o Hamilton passando por cima da “Rosdiva”!!!

  25. José Fernandes da Silva Júnior disse:

    Vejamos, titulo confirmado de Construtores e de Piloto, um ano com perdas de mídia e por consequência um maior desinteresse dos patrocinadores.
    O que ganha com Rosberg na frente?
    Em primeiro lugar, garantir o Vice campeonato em cima de Vettel, assim diminuindo um pouco a autoestima que geraria para inicio em 2016 do maior Rival.
    Em segundo enganar mídia, patrocinadores, etc… sobre uma F1 mais emocionante com mais pilotos com chance de Vitória.
    Em terceiro a alto estima para Rosberg, pois com a Ferrari ameaçando com um Vettel mesmo nível e um Raikkonen que pode se achar apesar de estar a beira da aposentadoria, então eles sabem que precisam de 2 e não 1 grande piloto para 2016.

  26. Paulo Pinto disse:

    A Mercedes quis garantir o vice de Rosberg com uma boa folga em relação a Vettel.
    Só isso.

  27. YEROSHA disse:

    Quando Rosberg tomou o segundo risco no “elmo” ,pensou agora que já acabou pelo menos vou ser segundo em vez do Vettel, pra não passar carão e sentou o bambu ou
    seja quando não precisava mais meteu um temporal no súdito da rainha pra que, por
    que? Porque já começaram a sabotar o inglês ,e ele que fique esperto pois com trés títulos e provavelmente sem a proteção de Lauda a equipe sabe que ele vai querer se impor e querer regalias fazer exigências já estão se bandeando pro lado do alemão,
    mais afável ,maleável e “virgem” em títulos. Só assim pra levar de Hamilton, porque o
    inglês é casca grossa ,se for no braço……………..

  28. André Moraes disse:

    Hamilton sempre arrumando desculpas para explicar as suas performances abaixo, pelo menos, do companheiro de equipe e “causando” no time. Confusão com Alonso, Button e Rosberg agora. O problema será o carro mesmo, ou ele que é chato?

    Torcida pro Rosberg em 2016!

    • André Fonseca disse:

      “Performances abaixo” onde???

      Das 6 poles seguidas da Rosdiva, Hamilton ganhou três!!!

      O que existiu foi um relaxamento natural depois da fatura fechada, só isso.

      Ano que vem volta tudo ao normal.

  29. Francisco disse:

    Depois que a pressao dos pneus ficou na mira, o Hamilton perdeu esse meio segundo.

  30. Marcos Ferreira disse:

    Minha teoria foi um favorecimento ao Rosberg para ele ter um Natal menos triste, já que o papai noel não trouxe o caneco para ele..

  31. Pablo Martin disse:

    É até bem comum na história da F1 estas situações quando carros com determinadas características beneficiam o estilo de pilotagem de 01 dos pilotos. Aconteceu com o Vettel na temporada passada.

    Para o carro ter ficado tão melhor para o Nico provavelmente mudaram o aditivo do blocante do diferencial para um cor de rosa.

  32. teorias?! muitas. a mais óbvia é a equipe germânica levantar o moral da paquita no fim da temporada “acertando” seu carro de forma diferente do outro. Rosberg termina o ano com a impressao de que pode brigar com Luis. mas ano que vem o inglês vai enrabá-lo novamente sem vaselina, dó ou piedade. rosberguinho é Barrichello e hamilton, schumacher. as diferencas sao que o alemaozinho é menos bobo e tem apoio da Mercedes e o inglês é menos sádico e vigarista que o alemaozao.

    tomara que o novo motor da red bull seja um canhao e que a ferrari acerte a mao no carro, senao veremos mais do mesmo. meu Interesse pela F1 vem caindo gradativamente, ano após ano. o mesmo acontece com a audiência num certo poderoso país chamado… Alemanha! Esse ano, mesmo com tantas dobradinhas da Mercedes (ainda sofre com o rótulo de “carro de velho” ou de “coroa rico” por aqui), Vettel recuperando Maranello e a loira platinada encerrando bem o ano, tivemos queda de 3,5% na audiência da RTL. E olha que o hino teutônico tocou em TODAS as 19 corridas. Inté. Estou na Bavária, vou beber!

    • Renato F1 disse:

      Canhão? Motor da Red Bucha? Fala sério! Já foi anunciado que o motor será a mesma maravilha dos últimos dois anos!!! Para meu deleite!!!

      O melhor motor é o Mercedes-Benz! E já há muito tempo! Desde os tempos de Raikkonen na McLaren! Pena que, naquela época, a confiabilidade não era muito alta! E o pé-frio do homem de gelo sempre trocava de motor entre os treinos e acorrida, perdendo dez posições!

      Motor alternativo não resolve, nem um pouco, o problema de falta de interesse do público e ainda vai aumentar os gastos com combustíveis da categoria!

      Há de se mexer no regulamento! E parar com este excesso de punições! Encostar roda com roda: punição! Ultrapassar por fora: punição! Correr com três pneus de um tipo e um de outro: punição (não entendi essa; não houve vantagem nenhuma e ainda inventam punição que nem no regulamento estava prevista)! Chega de punições! Se a atitude não pôr em risco a segurança e a vida dos envolvidos, deixem que os pilotos decidam na pista!

  33. Adolfo disse:

    Dizem que foi uma mudança na suspensão traseira. Ou foi muita balada…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>