MENU

segunda-feira, 7 de março de 2016 - 16:36F-1

MENOS RÁDIO

SÃO PAULO (olá) – A FIA está baixando o cacete nas regras para 2016, e as equipes têm cada vez menos tempo para entender tudo. A última é restringir as comunicações de rádio.

Acho que a coisa está deslizando perigosamente para minúcias difíceis de controlar. Tem rádio? Libera tudo. Ou, então, proíbe o rádio de vez. É o que penso.

Mas faz algum sentido, quando se proíbem instruções de dirigibilidade — é o que acha Toto Wolff. O piloto que se vire para ajeitar as coisas no cockpit. Pelo menos esse é o espírito da lei.

O que não se pode negar é que estão se mexendo.

17 comentários

  1. Flávio Lavorenti disse:

    Xará, por falar em rádio, não está mais apresentando o programa da manhã na Transamérica?

  2. Paulo Pinto disse:

    Raikkonen agradece.

  3. Anselmo Coyote disse:

    Mãããããããêêêê!!!! A Fia tá querendo me tomar o controle remoto!!!

  4. Riacardo Bigliazzi disse:

    Acho que isso tem que acontecer. Que os pilotos se virem. Que vença o melhor!

    Obs.: Vai continuar dando Hamilton e Vettel

  5. marcelo silva disse:

    Mexer na porcaria do motor , digo , unidade de potência , necas …

    • alberto disse:

      Talvez seja mais interessante para você assistir corrida de bigas ,uma vez que gosta de ficar no passado. (e eu é que sou Véééiooo ) tem coisas que vem para não mais sair e nem sempre é o melhor das “coisas ” ,mas é o futuro .fazer o que , ou gostaria de estar dirigindo a ultima palavre em automóvel do século vinte um ,com toda a engenharia de ultima geração disponível ,um reluzente Ford modelo T ,na cor que você desejar ,desde que seja a preta !

  6. Luciano disse:

    Adorei. Já havia comentado isto a algum tempo. Acho que as equipe deveriam ter apenas 3 contatos por rádio com o piloto. Dois para chamar ao boxe e um guardado no caso de alguma punição. O resto da prova cabe ao piloto como andar. Deveria também acabar a telemetria durante a prova.

  7. Celio Ferreira disse:

    Na minha opinião os carros de hoje , tem tanta tecnologia embarcada, que fica
    difícil o piloto controlar sozinho , tudo o que tem no carro. Acho que devem
    restringir apenas os radios de auxilio pilotagem , ajustes tecnicos liberados.

  8. Fernando M.A. disse:

    Rádio para mim seria 100% permitido do carro para o box (o que inclui a telemetria) e 100% proibido do box para o carro.
    O motivo é que o box pode comunicar com o piloto via placas como até os anos 80, mas o piloto não e desta forma o piloto precisaria lidar, da mesma forma, com o carro sozinho.

  9. smoker disse:

    A formula 1 TEM que ser o máximo! a tecnologia? libera e restringe…

    meio besta, mas é isso, aprova o uso, mas que se faça com bom $enso!

    deviam sim largar e chegar, sem essa bobagem de reabastecimento,

    afinal o campeonato é de pilotos ou de borracheiro chique??

    o coitado do piloto se ferra na pista e o cabeça de bagre falha na troca

    de pneus… absolutamente injusto com quem faz o show!

  10. Ricardo Talarico disse:

    Acho que eles chutam muito, tentam qualquer coisa sem lógica alguma.
    Se a Fórmula 1 é para ser o Top, então tudo o que é tecnologia tem que ser permitido.
    Resolvam, talvez, limitando materiais (freios de cerâmica, carbono ou o que mais descobrirem), limitando quantidade de peças nos aerofólios e spoilers, visando diminuir a dependência aerodinâmica, etc…

  11. joel lima disse:

    Seria legal se banir o rádio por completo. Se não, haverá mil formas de passarem instruções aos pilotos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>