SEM SENNA | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

sexta-feira, 12 de agosto de 2016 - 0:21Automobilismo internacional

SEM SENNA

SÃO PAULO (tudo muito gelado) – Pelo jeito, Bruno Senna não disputará sua terceira temporada na Fórmula E. O contrato com a indiana Mahindra não foi renovado e o grid está quase fechado.

E pergunto a vocês: Bruno ainda teria espaço na F-1? Ele andou falando da Indy, mas não correria em ovais. Para mim, o futuro do primeiro-sobrinho está no WEC e em provas de Turismo. A ver.

Senna, Bruno

Senna, Bruno

50 comentários

  1. Fernando Cruz disse:

    Na FE teve muito melhores condições do que na F1, mas não foi o suficiente para chegar às vitórias. Precisava de estar numa equipa de topo, como esteve em 2008. A iSport da GP2 era uma equipa de topo e ele ganhou corridas, disputando até o título. Ganharia também na F1 se tivesse entrado com a Brawn em 2009 e ganharia na FE se tivesse ido para a Renault e-dams logo de início. Era preciso ter a sorte que Damon Hill teve na F1 e Nicolas Prost está a ter na FE. Aliás acho que ele é bem melhor do que o Nico Prost, só que este tem o pai dele a ajudar enquanto o Bruno não tem o tio para o colocar na(s) melhor(es) equipa(s).

    A temporada ao lado de um piloto do calibre do Nick Heidfeld até foi razoável: 52 pontos contra 53 do alemão e derrota por 5 a 4 nas qualificações. Faltou alguma consistência ao Bruno mas nada demais: bateu duas vezes seguidas em qualificações enquanto o alemão teve apenas um erro grave e comprometedor em qualificação (Buemi por exemplo teve três erros graves, mas como tem o melhor carro ainda deu para ser Campeão). Em corrida quase todos os pilotos têm um ou outro toque, mas nem me recordo de nenhum erro grave em particular, nem de Senna, nem de Heidfeld. E o melhor resultado da equipa foi do Bruno, com o segundo lugar na primeira corrida de Londres. Sai porque apesar de tudo o alemão foi ligeiramente melhor nas qualificações e estas são cada vez mais importantes para o sucesso. E um jovem talento que já ganhou duas vezes em Macau tem tudo para fazer melhor até do que o alemão e colocar a Mahindra mais vezes nas primeiras filas da grelha de partida. Veremos se é mesmo assim.

    Agora o futuro é sem dúvida o WEC, onde o Bruno tem estado a fazer um trabalho ainda melhor do que na FE. No Ligier Nissan da LMP2 está a andar ao nível do parceiro Filipe Albuquerque, um piloto que em 2010 bateu Vettel e Loeb na Corrida dos Campeões e que na primeira vez que pilotou o Audi LMP1 nas 24 Horas de Le Mans bateu um recorde da pista que já durava há 20 anos. Torço para ele continuar a fazer um bom trabalho, sem se deixar afetar pela saída da FE. Uma saída que não se deveu apenas à não renovaçao do contrato com a Mahindra, mas também a uma dança de cadeiras que jogou contra ele. E regressar daqui a um ano também será muito problemático, até porque a FE está a crescer muito e as equipas estão a apostar cada vez mais em jovens muito rápidos e/ou verdadeiros especialistas em circuitos citadinos, capazes de fazer a diferença na qualificação.

  2. Não! Já está Velho pra F-1 onde já teve sua oportunidade e acabou sendo Freguês do Maldonado na Williams. Na Fórmula E também decepcionou estando longe de qualquer consagração entre Vitórias e Títulos. Se não quer correr em Ovais na Indy, então é melhor não correr porque isso vai pesar na balança por lá. Só sobram a WEC e a Stock Car Brasil. Por quê não?

  3. Douglas Arruda disse:

    Seria um bom nome para a Renault…

  4. Luis disse:

    Dane-se para onde ele vai. Desculpe por dizer algo que parece agressivo não só ao piloto como ao j0rnalista que vendeu a lebre sobre a pergunta, mas a verdade é que ele arruma algo para fazer, ninguém fez essas perguntas para o Átila Abreu, para o Antônio Pizzonia, nem para o Barrichello, e eles foram para a Stock Car no final, e tá tudo bem, eu continuo pobre, tendo que dar algum jeito para sobreviver. No final o trouxa sou eu mesmo…

  5. Andre disse:

    Podem falar oq for….independente do nome, o menino ganha pra correr, isto é, é um piloto profissional.

  6. Gabriel disse:

    Ovais são pra homens de verdade!!!

  7. ags disse:

    Na boa,,, isltoki bolha vai fever..em 2017..
    esse pé de breque..
    o noyado nars..
    pigmeu das cantareiras..
    vai ser um tremendo sucesso.. até a Hollywood vai pensar em voltar..rssss

  8. Sergio Magalhães disse:

    Alô Flavio,
    Gostaria de vê-lo na Stock Car. Intercalar WEC e Stock, acredito, seria interessante para o Bruno e a categoria brasileira.
    Abraço.

  9. Ricardo M4 disse:

    Com o nome que tem é semelhança física, tentaria correr no Japão. De fórmula ou turismo e WEC

  10. Paulo Pinto disse:

    Não fará falta.

  11. Ricardo Fulgoni disse:

    Vai correr na Renault.

  12. Leandro 440 Magnum disse:

    Bruno, troca uma idéia com o tio Edinho (Carpenter), não esquecendo de levar um bom patrocinio…

  13. Ferrarista disse:

    Talvez ele consiga uma vaguinha na Stock. Lá o nível de exigência é bem menor e ele se encaixaria muito bem por lá!

  14. Victor disse:

    Flávio.. esse Rapazinho é frouxo.
    Se ele quiser treinar em ovais, tenho um autorama do Piquet da serie SUPER CURVA…
    Se ele nao quiser, WTCC seria ideal.

  15. Robertom disse:

    Apesar de ser muito, muito difícil seu retorno à F1, tudo é possível dependendo da grana que conseguir com seus patrocinadores.
    Ele pode conseguir uma vaga na WEC, Blancpain GT, que considero as melhores opções…

  16. Brabham-5 disse:

    Como se Bruno Sobrinho fizesse falta…
    O que importa é a declaração do Vettel, com a qual eu concordo 100%:
    “Vamos voltar aos motores V12, câmbio manual, apenas dois botões no volante – um para limitar a velocidade no pit e outro com rádio só para confirmar que estamos entrando.”.
    “Se querem mudar alguma coisa, deveriam mudar os carros”,
    A F1 precisa voltar ao que era nos anos 80.
    Sou cada vez mais fã desse cara.

  17. David Santos disse:

    Ele tem de focar na WEC porque éh a categoria do futuro e éh fantástica! E gostei da performance dele lá.

  18. Thiago Brasil disse:

    Eu acho que não, Para a F1 era apenas mediano (digo, bom piloto ele é com certeza, não tem piloto ruim na F1, mas dentre os bons ele não se destacava). Saltava à vista a inconsistência dele, parecia ser o maior problema nas provas.

  19. rogerV disse:

    - Não sei como esta correndo… (ainda). Na boa sem querer causar polêmicas….

  20. Luiz Carlos disse:

    Se ele não tem vaga na formula E imagine na F1 então…

  21. Eduardo Cordeiro disse:

    F1 é difícil, creio.

  22. Mario disse:

    F1 não.
    Formula E ainda pode ser….
    Indy sem ovais, pode ate ser bom corrida a corrida, mas não vai nunca entrar numa disputa real pelo título.
    WEC com certeza:mais consistência do que velocidade…

  23. Marcelo Melo disse:

    Olha… acho que o Bruno pilota direitinho. E só. Lamento ele não ter o contrato renovado na F-e mas também a F1 é demais para ele.

    Diferente do Nelsinho. Ok, ele está com o filme queimado e tal… mas acho que Nelsinho teria espaço na F1. Está pilotando muito bem e este ano faz uma apática temporada na F-e pq os chinas cagaram o carro.

  24. smoker disse:

    …ainda tem as corridas de caminhão, tadinho, fim da picada total!

  25. Amaral disse:

    Não, não cabe mais na F-1. Por dois motivos: Quando esteve lá, foi longe de ser medíocre, mas também não mostrou nada de extraordinário. E porque hoje todos procuram novos Maxes Verstappens, novos Sebastians Vettels, para aliar juventude, talento e sorte de campeão. Poucos querem investir num piloto já rodado, mas que não seja estupendo. Só caberiam nessa questão os que já foram campeões do mundo, por isso que a balança ainda pesa pra Alonso (oi, haters!), Raikkonen e Button. E pra Massa também, que não foi campeão, mas é mais valorizado no circo da F-1 do que aqui (oi, haters! 2 – a missão).

  26. fabiom disse:

    Bruno batia em quase todas as corridas da Formula E. Com um bom patrocínio é óbvio que teria lugar na F1, não pelo talento, é claro.

  27. luigi disse:

    Sê ele não serve nem para uma Formula “E” , porque serviria para uma F 1 , só se for para decretar o fim da categoria .
    Sê fosse um “fenômeno” de piloto , não estaria nesta vida de piloto saltimbanco e sim ,sendo disputado por “EQUIPES” que querem pilotos vencedores e não investidores .

  28. Helton Fernandes disse:

    A fase do Sobrinho na F1 já passou. Não fez nada de além do regular, portanto, duvido que alguém, de dono de equipe a montadora ou patrocinador, arrume um bom motivo pra sentar a bunda dele num carro, que obviamente não seria de ponta.

    Na F-E ele tb não foi brilhante.
    No WEC já deu certo em algumas categorias, mas tb não seria levado pras equipes de ponta da LMP1.

    Com muita sorte arruma uma vaga no WTCC ou no DTM.

    Acho que pra stock brasileira ele se arrumaria bem.

    Tomara que eu esteja errado…

  29. Valdemir disse:

    Ao meu ver, sim. Mas é difícil, muito difícil isso acontecer.

  30. Gus disse:

    Não creio que seja bom o suficiente para o alto nível da F-1; mas nas categorias de turismo ele pode se dar relativamente bem.

  31. sandro disse:

    Não, F1 pra ele já era, hoje a grana fala mais alto e tem muito jovem com din din no bolso pra poder brincar de correr num Monoposto. O negócio dele vai ser no Turismo mesmo.

  32. alexandre motta disse:

    Não imagino o Senna voltando para a F1. As vagas estão restritas demais. Mas, faço eco com a pergunta do Luis Felipe. Você, Flávio, acha que ele ainda tem espaço na F1?

  33. Marcus-Franca disse:

    Até concordo com ele do ponto de vista familiar, dado o risco real, mas, olhando do ponto de vista profissional, iria pra Indy fazer figuração, porque não correr em ovais, significa abrir mão de, pelo menos pensar em ser campeão… realmente seria melhor ir pro WEC…

  34. Francisco disse:

    Correr na Indy sem correr nas ovais é como correr na Fórmula 1 sem correr no Mónaco! Não é viável para um piloto de ponta!

  35. Alessandro Silva disse:

    Acho que ele não conseguiria entrar na F1 sem pagar muito por isso. Está mais do que claro. E ainda que conseguisse um bom patrocínio e muita grana, não faria mais do que fez quando esteve por lá. Não que ele não seja bom, mas não se destacaria entre os grandes da atualidade. Ainda que fosse super talentoso, talvez não tivesse tempo de ascender de uma equipe pequena à uma grande para no fim ainda ser um Rosberg da vida.
    Acho que ele deveria ir para o turismo. DTM ou WTCC seria minha escolha. Além de ser mais barato é muito mais divertido!

  36. João disse:

    Olha…eu acho que ele andou razoavelmente bem na F1…o que pesa, a meu ver, é a idade…

  37. Marcos Soares disse:

    Pra fórmula 1 ele já era,se pro Felipe massa que é muito melhor que ele,ele já não tem tantas equipes dispostas a da um acento pra ele,imagina pro Bruno Senna,que não foi bem,e nem mesmo na fórmula E ele andou bem,pelo nome que ele carrega ainda dá pra ele andar muitos anos em categorias de turismo.

  38. Sergio Milani disse:

    Atualmente, só com um saco de dinheiro. Se o grid fosse maior, apostaria uma graninha nele. Mas hoje, o caminho é o WEC.

  39. Renato de Mello Machado disse:

    Esse cara é um frouxo! Além de ser uma farsa falar quê não corre em oval, quero ver se ele bate e morre num misto ou de rua.Isso lá é piloto?F1 tomara quê não,mas é a fórmula dos maricas talvez tenha vaga para ele,

  40. Alex Tréxi disse:

    Se ele não tem lugar na Fórmula-E, onde ele bate corrida sim e a outra também, você ainda pergunta se ele teria espaço na FÓRMULA 1 !!!??? Interlagos 2012, largada, fim da reta oposta, Raikkonen ao perceber que ia bater em Vettel, que estava disputando o título, joga o carro pra fora da pista. Fim da resta oposta, Bruno Senna, sempre com o “foda-se” ligado, dá no meio do carro do Vettel.
    Se o Barrichello, não conseguiu fazer quase nada lá, imagina o piloto que só tem sobrenome.

  41. Wanderson Marçal disse:

    Ele poderia dar certo no automobilismo dos EUA. Na Indy ou na Nascar. No entanto ele é muito bundão pra isso.

    Diferentemente do Nelsinho, cuja família Piquet não é tão conhecida por lá, o Senna é até hoje muito lembrado. A Penske sempre solta matéria falando do dia que o Ayrton treinou lá e tal. Ele poderia usar isso pra se dar bem. Mas com esse papo de não correr em oval… É negar o que o automobilismo de lá tem de mais característico. Não vai rolar.

  42. Luis felipe disse:

    Por razões obvias vc nao responde a tudo, mas, se couber, eu que te pergunto: ele cabe ainda na F1??

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>