MENU

sábado, 3 de setembro de 2016 - 16:57F-1

ÚNICO DONO, VENDE-SE (2)

monzavenda2SÃO PAULO (fase nova, vida nova, novo tudo) – Antes de falar do treino de hoje, com relativo e justificado atraso, falemos de Jenson Button.

O inglês anunciou em Monza que vai tirar um ano sabático em 2017. Ele está na McLaren desde 2010. “Amo este time”, diz. Stoffel Vandoorne, belga que conquistou o título da GP2 no ano passado e já correu — e pontuou — nesta temporada, será titular ao lado de Fernando Alonso.

Oficialmente, Jenson e a McLaren informam que seu contrato está renovado por mais dois anos. O que ele vai fazer no time, não sei. Piloto-reserva, informaram. Claro que é bobagem. Raramente se precisa de um reserva e o futuro da equipe não depende de ter no banco um veterano campeão mundial. Não entendi direito por que essa história de “ano sabático”. Button não volta. Veremos, em Abu Dhabi, sua despedida. Não faria o menor sentido imaginá-lo de novo num cockpit depois de uma temporada parado.

A não ser…

A não ser que Alonso já tenha informado à McLaren que o ano que vem é o último. Nesse caso, Jenson tiraria umas férias para voltar em 2018. O que passa a fazer algum sentido, mas nem tanto assim. Será que até lá ninguém vai aparecer no horizonte? Inclusive entre os que já estão em atividade?

Button foi um grande campeão em 2009. É figura querida e carismática, personagem que, desde 2000, escreveu vários capítulos interessantes da F-1 por Williams, Benetton, BAR, Honda, Brawn e McLaren. Já tem 300 GPs no lombo (estatisticamente, largou em 297; são aquelas coisas que de vez em quando acontecem de alinhar e não largar, ou nem largar etc.) e num vídeo no Instagram, disse que há 17 anos tem a mesma rotina, “minha agenda é sempre a mesma, e quero um tempo para mim, ir aonde quiser, acordar na hora em que desejar”.

Jenson falou também que será “embaixador da McLaren” (seja lá o que for isso) nos próximos dois anos, fará trabalhos no simulador (pode ser) e pilotará o carro se for necessário (duvido).

É bem provável que tenha feito um contrato muito modesto para os próximos o biênio 2017-18 só para ter alguma renda e algo para fazer de vez em quando, porém. Não acredito, sinceramente, que veremos o campeão de 2009 correndo de novo após o fim desta temporada, mesmo que Alonso decida se aposentar ao final da próxima. Alguém há de lembrar de alguns sabáticos no passado, como Prost em 1992 — para voltar em 1993 e conquistar o tetra –, mas acho que são casos de exceção.

A fila anda, simples assim.

buttonsabatico

17 comentários

  1. Jason Button agora é uma escada em stand-by nessa nova McLaren-Honda em reconstrução podendo voltar por uma temporada para se despedir e ainda bater o recorde de largadas do Rubinho, isso caso a outra escada titular do Alonso deixe a F-1 em 2017. Quando o piloto veterano chega na posição de escada em que um piloto novato numa equipe em reconstrução tem que subir em cima dele, é fim de carreira mesmo!

  2. Jonny'O disse:

    Acho que Button vai ficar de reserva mesmo, porque a McLaren não deve ter confiança na permanência de Alonso caso seu carro seja ruim no próximo ano, acho que é isso , Alonso não faz 100% o ano de 2017 caso competitividade do carro não melhore, deve ter alguma clausura quanto a isto, não vejo outro sentido.

  3. Carlos disse:

    Campeão água com açúcar, sem dúvida, não morde, não assopra, foi daqueles campeões que ninguém vai lembrar muito, mas foi um bom piloto, conseguiu o que muitos tentaram !

  4. Aline disse:

    “Mordida” com isso do Jenson.

    Claire Williams só faltou indexar o número do documento pessoal dele ao dizer que o time estava interessado em tê-lo, mas, que não esperaria pra sempre.

    Tecnicamente disputado, mesmo que em funções bem distintas, por duas equipes lendárias.

    Jenson é versátil como poucos, seja em aspectos comerciais ou puramente em sua fala, Diplomacia dele é rara, o que pode ser aproveitado nesse cargo de “embaixador”.

    O que acho estranhíssimo, porém, interesses mudam ao longo do tempo…

  5. Charles disse:

    Flávio, o motivo pela aposentadoria precoce do Massa, do Button e logo mais do Alonso, é que eles não sentem vontade nenhuma de continuar correndo nesta Fórmula 1 bizarra em que não se pode testar, os pneus se esfarelam em 4 ou 5 voltas, troca de pneu é obrigatória, ultrapassagens artificiais com asa móvel, largada com chuva tem que ser com safety car, quando uma equipe começa um ano com o carro muito atrás das ponteiras, as regras bizarras as impedem de recuperar a distância, circuitos tradicionais são retirados a cada ano e no lugar colocados outros em troca de petrodólares ou supertaxas pagas por sheikes, equipes menores enforcadas pela má divisão de renda e condenadas a andar atrás, e que só uma, no máximo duas equipes podiam vencer.

  6. GunneR disse:

    O cara tem ajudado na reconstrução da equipe desde o início e não poderá colher eventuais frutos em 2017. Que deselegante!

  7. Fábio Macedo disse:

    Então aquela historia de Button na Willians foi pro brejo. Meu palpite é que essa vaga é que ano que vem a Willians vai economizar na hora de mudar o nome nos carros, é só trocar MASSA, por NASR.

  8. Celio ferreira disse:

    Na verdade a F1 atual está um saco para os pilotos , não pode isso não pode aquilo.
    Os pilotos já resolvidos na vida , chega uma hora o saco estoura e vão embora.
    As equipes que não veem que ano que vem , muda tudo , e os carros ficarão
    mais parecidos com os antigos , e pilotos experientes como Massa e Button
    fariam a diferença no acerto dos carros . Pra mim na F1 quem deveria se aposentar
    é Bernie …. e tenho dito.

  9. Joao disse:

    Período sabático, além do Prost, eu me lembro de Badoer, entre 99 e 09.

  10. Heros disse:

    Tá me cheirando o seguinte esse contrato do Button: gata escaldada que a McLaren é com as experiências que teve com Michael Andretti, Heikki Kovaleinen, Kevin Magnussen e principalmente Sergio Pérez, Button assume caso Vandoorne não dê certo.

  11. Darcio Vieira disse:

    Acho que as coisas cansam. Chega uma hora que você precisa fazer algo diferente, que faça sentir vivo. Imagino que algumas profissões, o nível de pressão é tão alto que o cara se sente livre nesses momentos. Boa sorte ao Jenson e ao Felipe. Não precisam ficar se humilhando por um lugar no grid e ir curtir seus bichos e fazer outras coisas na vida.

  12. Julio Cesar disse:

    Com a saída do Felipe, e agora do Jenson………
    A única coisa que eu penso, é que estou ficando velho. E isso me assusta. Muito.

  13. Leandro disse:

    Essa de ano sabático é interessante, quem sabe a McLaren ou ele (ou ambos) decidiram que ele deveria trabalhar no simulador, para acelerar o desenvolvimento do carro? Vejo essa possibilidade, talvez queiram alguém experiente para desenvolver o carro e como atualmente não se pode testar a bel prazer, pensaram nesta questão.

    Aliado a esta possível aposentadoria de Alonso, não surgindo ninguém interessante, Button voltaria ao lado de um piloto já com alguma experiência em um carro mais desenvolvido do que nas mãos de alguém novo. Lembremos que nos melhores anos de Ferrari e McLaren ambas contavam com pilotos de teste muito experientes.

    No fim são somente achismos.

  14. Renato de Mello Machado disse:

    O cara deve está esperando o ano quê vem, para ver o quê o Alonso vai resolver da vida.Caso contrário ele para.Agora deve de ser chato prá caramba ter de parar,isso deve.

  15. valter disse:

    Kimi 37, Jason 36, Massa 35, Fernando 35….uma geração de grandes pilotos que viveram intensamente seus sonhos. Parabéns aos quatro pela alegria que proporcionaram aos seus fãs.

  16. Boca disse:

    A saída de Massa foi mais digna e leal com seus fãs e amigos.

  17. Daniela disse:

    Também não entendi essa de ano sabático. Será que não é o tal do Vandoorne que vai pra Mercedes em 2018 e por isso ele pode voltar???

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>