MAU PERDEDOR | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

quarta-feira, 16 de novembro de 2016 - 19:20F-1

MAU PERDEDOR

SÃO PAULO (não sei se vai dar tempo…) – Dizer que está feliz pela equipe e por Felipe Nasr, OK. Mas falar que é “doloroso” não ter sido ele o dono dos primeiros pontos da Sauber no ano mostra que Marcus Ericsson é uma maleta sem alça.

Lembro como achei deselegante algo parecido em 1999, quando Johnny Herbert venceu o GP da Europa em Nürburgring — única vitória da história da Stewart. “Puta rabo que ele deu”, disse Barrichello ainda no túnel que passava por debaixo da pista. “Era para ser eu.”

Saber perder e saber ganhar, eis aí a chave para ser um bom esportista.

48 comentários

  1. Clenio Azevedo disse:

    Boa tarde, Flávio Gomes.
    Acho que não vai dar para encaixar o Nasr. Penso que, seria interessante ele tentar a vaga de piloto reserva na Renault. O Jolyon Palmer vai tomar pau e eles
    vão manda-lo na rua.

  2. Glauco Tavares disse:

    Barrichello é tão ridículo, tão irritante que um outro cara fala uma bobagem e a galera detona muito mais ele doque o autor da cagada…. Rs que fenômeno este rapaz!!! Tão amado quanto Temer….

  3. Às vezes o piloto fica mordido ao ver o seu parceiro conseguir o que ele não conseguiu, e vem tentando conseguir a vida inteira ou um campeonato inteiro. Uns ficam mordidos a vida toda como o Rubinho Chorão Barriichello e outros ficam conformados como o Felipe Massacrado Massa, isso depende de cada um.

  4. Brabham-5 disse:

    Tipo o Alonso desmerecendo o primeiro pódio do Nelsinho, pela Renault, SEGUNDO LUGAR no GP da Alemanha., chegando á frente de Felipe Massa (Ferrari) e só atrás de Lewis Hamilton (McLaren)
    Também achou que foi apenas “sorte” do Nelsinho.
    (E não foi só o Alonso que ficou com dor de cotovelo do garoto)

    Link sobre a corrida: http://www.speedracing.com.br/phpframe/sites/themes/epron/sitespeedracing/Framespeedracing.php?frame=TodasAsNoticias&id_artdestaque=33173

    “Alonso (D) foi cordial com Piquet apenas na festa de aniversário do brasileiro

    O fato de ter chegado na décima primeira posição após largar em quinto no GP da Alemanha, neste domingo, já seria suficiente para deixar Fernando Alonso desapontado. Ver seu companheiro de equipe, o brasileiro Nelsinho Piquet, fazer o primeiro pódio do ano para a Renault foi demais para o bicampeão do mundo.

    Visivelmente decepcionado, o espanhol deixou a cordialidade de lado ao analisar o primeiro pódio da carreira do brasileiro.

    - Nelson teve problemas na sexta e no sábado, não encontrou um bom ritmo e largou em décimo sétimo. A entrada do safety car após a batida do Timo Glock foi o que determinou o resultado dele. Acontece isso quando a sorte resolve ajudar alguém – comentou Alonso.

    A segunda posição de Nelsinho Piquet na Alemanha aproximou os dois pilotos na tabela de classificação. Alonso, cujo melhor resultado desde sua volta à Renault em 2008 foi um quarto lugar no GP da Austrália, o primeiro da temporada, ocupa a nona posição, com treze pontos, e Nelsinho, décimo primeiro, com dez..

    O espanhol completou neste domingo doze corridas sem chegar entre os três primeiros. O último pódio de Alonso foi no GP do Japão em 2007, quando terminou na segunda posição.”

    http://globoesporte.globo.com/Esportes/Noticias/Formula_1/0,,MUL652887-15011,00-ALONSO+CREDITA+PODIO+DE+NELSINHO+A+SORTE.html

    • Brabham-5 disse:

      Até a imprensa espanhola condenou a reação de Fernando Alonso à segunda colocação de Nelsinho Piquet. “Apenas questão de sorte”, definiu Alonso, 11º ontem. Flavio Briatore, diretor da Renault, o corrigiu: “Sorte, sim, e competência”.

  5. Ed disse:

    Um bom perdedor é antes de tudo um perdedor, disse Ron Dennis.

  6. Amaral disse:

    O dia q esse Ericsson sair, não vai deixar saudades pra mim. Só está na F-1 pq consegue uma grana de uns laranjas suecos que ninguém sabe quem são direito, se fosse pobre de marré deci estava andando de bicicleta sem marcha.
    Piloto que se acha um pica das galáxias, mas é de ruim pra mais ou menos e olhe lá.
    Sempre deu mostras de ser um pé no saco e difícil de lidar, e de não ser cara de equipe. Iria bem se ainda existissem equipes que corressem com um carro só.
    Essa fala aí foi só mais uma. Fora o que ele fala que a gente não fica sabendo.
    E ainda tem quem ache q esse cara é melhor que o Nasr.

  7. Flavio ailon disse:

    O rubens não passa de um invejoso,

  8. Renato de Mello Machado disse:

    E mais quem fez foi o Nasr,e é natural isso pois estão competindo.Se fosse Nasr iria para a Manor,mas aí já é outra questão

  9. Bruno Wenson disse:

    Num dos Desafio dos Campeões, corrida de kart em Florianópolis, o Schumacher rodou e Barrichello bateu nele, mas continuou na corrida. Ganhou, e reclamou na entrevista de ter batido no alemão, que estava bem a frente dele, inclusive.
    Perguntado sobre o ocorrido, e sabendo do que disse Rubens, Schumacher respondeu: “Rubens é assim mesmo: quando perde, reclama. Quando ganha, também reclama!”
    Que dizer, então?

  10. Nelson Barreiros Neto disse:

    Sei que você FG não vai falar nunca, nem sob tortura, mas Rubens é maleta hein?? Você deve saber de uma porrada de história, nâo? Escreve um livro sob pseudônimo…rsrs

    • Flavio Gomes disse:

      O que sei digo e escrevo. O que não digo e não escrevo, é porque ou não sei, ou porque não acho relevante.

      • Nelson Barreiros Neto disse:

        Vou aceitar isso como assunto irrelevante. Entenda apenas que nós que somos apenas expectadores, leitores, consumidores e afins sempre nos deliciamos com história de bastidores.
        Mas você citou um caso envolvendo o Barrichello em um post que ele havia sacaneado um cara que até então era amigo dele. Lembra disso?
        Me lembro que na época você disse que jamais faria algo assim mas que não diria o que era. Mas acredito que você não publicou a pedido de alguém que você considera. E você tá certo FG, você é um cara do bem. Abraço.

      • José disse:

        Já li certa vez você comentar sobre o comportamento do Barrichello com você, porque ele acha que foi você quem deu a tartaruga pro Shcumacher em 2006 e você ainda completava que não tem nada contra o Rubens “piloto”, mas com o Rubens “pessoa” tem suas idéias apenas com seus botões (em outras palavras, claro, porque não tenho aqui o post onde li isso) e que não acha que deva falar. Mas enfim… eu realmente gostaria de bater um papo num boteco contigo, tomar uma porrada de gelada só pra ver se saía alguma coisa… Apenas curiosidade mesmo, nem era pra fazer fofoca depois. Por outro lado, falando sério agora, admiro sua postura quanto a isso. Afinal se Rubens não faz muita questão de esconder de você esse tipo de comportamento, seria bem normal você também se sentir no direito de meter a boca. Não que eu ache certo e justamente por isso admiro a separação que você faz da vida privada e do profissional. Tanto da parte dele quanto da sua. Valeu, Flavio.

  11. Mario disse:

    Deve ser uma nojeira essa Sauber! Era melhor o Nasr ir pra Manor.
    Torci pro Felipe, mas na última etapa sou Manor desde sempre. #GoManor

  12. Alex Shiga disse:

    Esse post me fez lembrar quando o Nelsinho Piquet foi ao pódio naquela corrida maluca, me foge à memória o circuito. O Alonso ficou #:_-@.
    Fico imaginando se o Irvine tivesse levado o campeonato com a Ferrari, quando o Schummy ficou sem correr várias etapas depois de fraturar a perna. Depois de, praticamente, reconstruir a equipe, ver o Eddie vencer, seria um castigo enorme.
    Enfim, são coisas do automobilismo. Quem mostra ser um talento nato e cara de equipe é o Riccardo.

    • Leandro disse:

      Concordo sobre o Ricciardo, meu medo é ele ser bonzinho demais e acabar virando o “Berger” do Verstappen. Espero que ele não permita isso e saiba se impor.

    • Brabham-5 disse:

      O Ricciardo que foi humilhado pela performance do Verstappen Domingo passado?
      Eu também achava o Ricciardo mais confiável e deveria ser o primeiro piloto da equipe RBR. Mas depois dessa corrida do Mx Verstappen, vai ser dificil o Ricciardo ter algum argumento a seu favor detro da RBR.
      Já levou um “caldo” muito maior do que os ‘anti Vettel’ diziam que o australiano tinha dado no alemão no seu ano de estréia como colega de Vettel.
      Ser “cara de equipe” só não basta. Taí o Massa e o Barrichello com exemplo.
      Troféu “simpatia” é somente simbólico.

  13. Allan lira disse:

    Esse ericson é ridículo. Péssimo piloto tomou pau do nars a carreira inteira desde a categoria de base. ele e o Gutierez são disparados os piores pilotos da F1 atual.. o tal do palmer bem logo em seguida a permanência desse cidadão na Sauber só mostra que depois que Peter saiu essa mulher só faz merda e sauber não tá lascado a toa dinheiro de patrocinador outros pilotos tbm tem a diferença não eh tão grande então vale muito mais a pena ter um piloto que pontue pagando 2 milhões a menos do que um bosta desses

  14. Rafael Romulo disse:

    Esse Ericsson é bizarro. Lembro que no treino de classificação de Spa em 2014 ele levou quase um segundo do companheiro de equipe André Lotterer, que estava disputando uma corrida de Fórmula 1 pela primeira e única vez. Já a corrida que o Barrichello falou essa besteira, foi uma das melhores que já vi: GP da Europa de 1999 em Nuburgring.

  15. Sanderson Moreira disse:

    Falou TUDO, FG!!! Esse Erickson é um fdp msm. O Massa foi e é respeitado até hoje pq sempre se portou de forma digna perante todas as situações (boas e ruins) que enfrentou na F1.

  16. Thiago Leal disse:

    Saber perder e saber ganhar… e saber ficar feliz pela equipe e pelo companheiro. Realmente, muito mala, o Ericsson, qie se diz “melhor que o Nasr”. E Rubinho sempre foi um mala arrogante e prepotente mesmo, uma pena.

  17. Paulo disse:

    Antes de crucificar precisa checar se ele falou o que pensa ou o que o assessor de imprensa mandou falar. Hoje em dia não dá mais para saber o que é verdade ou não. Tudo gira em torno do marketing. Ou alguém acredita no “entusiasmo confiante” do Nasr?

  18. MAROLLA disse:

    Recomendo esse artigo com mais algumas histórias de Rubens e o sucesso alheio:

    https://bandverde.wordpress.com/tag/rubens-barrichello/page/2/

  19. Alexandre Quintão disse:

    A questão, na minha opinião, não é ser ou não mau perdedor, a questão é que não se deve falar, especialmente`, à imprensa, tudo aquilo que se pensa.

  20. Carlos Cunha disse:

    Flávio, não concordo com você, pelo menos pela metade…
    Barrichello, e deve ser a primeira vez que concordo com você numa crítica a ele, foi um mal perdedor, pela maneira que você coloca e, sinceramente, eu acho que foi assim mesmo.
    Porém, nosso amigo de celular – o mundo anda tão rápido que poucos ainda lembrarão da citação – simplesmente foi sincero nesta declaração. Está feliz por todos, mas sabe que tudo o que fez neste ano em várias corridas perdeu muito o valor, seja para o resultado da equipe, seja para uma comparação rápida. Falar que ficou feliz era difícil.
    Penso que a declaração de que se corressem na Suécia ele faria o mesmo é que pegou mal: diminuiu o que Nasr fez.
    Lindos os botões, o quadro…

  21. Nicola disse:

    Tem que pegar sim no pé do Rubinho, eu não sei porque essa geração idolatra esse sujeito, eu não tenho nada a favor dele, já tentei ir com a maré e gostar do pobre rapaz mas é impossível. Pior é no Facebook do Grande Prêmio, onde ficam postando: “Vai Rubinho”, “Acelera Rubinho”, “Melhor piloto brasileiro da atualidade” e coisas do tipo. A Inglaterra, Itália, França, viveram anos sem pilotos de ponta e nem por isso ficaram idolatrando os Patreses da vida, se bem que até o Patresese… Deixa

  22. Eddie disse:

    Barrichello ja declarou ter inveja até do Massa por este ter vencido o GP do Brasil 2 vezes.

  23. Pacheco disse:

    Vá, vá, todo mundo fala merda vez ou outra. Quantos anos tem o Ericsson? Vinte e poucos? Uma hora o cara aprende a se divertir.

    O Fraeder fez um bom comentário acima e eu, que há muito tempo não lia nada por aqui, não sei porque estou comentando de novo. Da última vez, quase tomei “um processo no meio da cara”.

  24. Glauco Tavares disse:

    Ericsson passou recibo de otário invejoso! Normal, ele é apenas mais um entre tantos outros…. Já Rubens… bem aquele lá é um caso aparte. O infeliz chegou a dizer que um dos títulos de Schumacher deveria ser dele! Com certeza é o maior dos frustrados do esporte mundial, por isto mesmo é invejoso, babaca e amargurado…. maior vergonha do esporte brasileiro em todos os tempos, sem duvida!!!

    • Reube disse:

      O engraçado que o Rubens disse que um ou dois dos sete títulos do Shummy deveria ser dele. Ora então o Rubens colocou na conta os dois títulos do Alemão na Benneton? nem eram colegas de equipe ainda?

    • João Paulo Dias Evangelista disse:

      Em 2006 quando o Massa ganhou o GP do Brasil e foram entrevista-lo ele disse “O Felipe só ganhou porque o Schumacher largou lá de trás se não, não teria ganho” e no GP do Canadá de 2000 quando o Schumacher tava a anos luz na frente e começou andar as voltas finais para as duas ferrarias cruzar juntos a linha de chegada o tartaruga disse “se eu quisesse podia ter ganho essa corrida, eu tava mais rápido que ele nas voltas finais”.
      Sempre tive curiosidade em saber se o pé de chinelo falava pensando que enganava quem ouvia ou se ele acreditava mesmo no que ele tava falando.

  25. Joca disse:

    Existe bom perdedor? Bom perdedor é competitivo?Bom perdedor sempre busca o melhor ou se contenta com o que lhe é oferecido ou conquistado.

    • Nelson Barreiros Neto disse:

      Joca, não existe, principalmente no esporte a motor perdedor contente. Mas o cara tem que saber perder.
      Citemos o caso de Massa 2008. Alguém já viu um piloto perder o título como ele perdeu, um título que em condições normais ele ganharia com sobras (citemos quebra na Hungria, quando estava há anos luz a frente do segundo colocado, e o lazarento GP de Cingapura)?
      Tenho certeza que não, e após a corrida ele agiu como um cavalheiro. Contente, não, mas parabenizou Hamilton e não ficou com mimimi.

  26. Felipe Souza disse:

    Era pra ser ele campeão cinco vezes pela Ferrari e uma vez pela Brawn também, mas havia um Schumacher e um Button no caminho….

    • João Paulo Dias Evangelista disse:

      Quando o tartaruga Rubens disse que dos 7 títulos do Schumacher eu tenho imensa curiosidade em saber qual porque: 94 ele ficou 74 pontos atras, 95 95 ele ficou 91 pontos atras,2000 ele ficou 66 pontos atrás,2001 ele ficou 67 pontos atras,2002 de novo 67 pontos atras, 2003 28 pontos atras,2004 34 pontos atras…sendo que 2002 e 2004 a Ferrari pediu para o Schumacher deixar o Rubinho vencer nas corridas finais ou passa-lo para ser vice campeão. Nem assim conseguiu vencer em 2004 no Brasil.

    • Bruno Wenson disse:

      Concordo. É muito triste quando adversários de nível superior estão no nosso caminho. Que diga Webber, Coulthard, Frentzen, Alboreto, Moss, Reutemann… Até o momento, Rosberg…
      Cinco vezes pela Ferrari… Sim. Certamente ele era superior a Coulthard em 2001, RAikkonen e Montoya em 2003, Alonso em 2004 e até de Hakkinen em 2000.

  27. FRaeder disse:

    Barrichello, ou ainda, “Rubinho”, nunca demonstrou alma de competidor…portanto nunca soube ganhar nem perder. Não se trata de achar bom ou mau piloto, mas sua postura nunca foi o legítimo “espirito esportivo”…era só um “meninão”, que dava “sambadinha” quando ganhava, e fazia bico quando perdia, como nesse exemplo citado pelo FG.

  28. Nivaldo disse:

    Os maus perdedores estão por todos os lados, a história atual do país nos mostra isto. Eu me lembro do comentário do Barrichello quando Jhonny Herbert ganhou aquela corrida, a inveja é uma merda, como diz o outro. O tal de Marcus Ericsson está no mesmo caminho, vejamos até onde ele irá na fórmula 1.

  29. Pedro disse:

    É uma obsessão pelo Barrichello….deve ser a palavra chave que gera cliques, não é possível….

  30. Leovegildo Fernandes disse:

    Flávio, depois da temporada que o Rubinho fez em 1999, deve ter sido muito doloroso pra ele ver o Herbert ganhar aquela corrida. Como deve ter sido doloroso ver que o carro reserva iria pro Herbert em Spa, depois daquele big one. Com a competência do Rubinho na chuva, seria uma grande oportunidade. Eu entendo o sentimento, se eu tive isso pela televisão, imagina o cara lá. Quanto ao Ericsson, não foi a primeira vez. Ele se acha a última bolacha do pacote, porém não fez nada que justificasse está arrogância, até agora.

    • Flavio Gomes disse:

      E por que o Herbert não merecia? Aliás, naquela corrida ele chegou na frente do Rubens, pelo que me lembre. Barrichello terminou a corrida. Em terceiro.

      • Fábio Mandrake disse:

        Sim Rubens chegou em terceiro atrás de Herbert e Trulli(Prost) que foi o segundo, Herbert fez um corridaço, mereceu sim a vitória. E pra quem acha que o baixinho inglês não era grande coisa, lembro da magnífica vitória dele em Le Mans com um Mazda em 1991.

  31. Mandaram mal: Barrichello no passado e Ericsson no presente. Não lembro mais da corrida que o Herbert ganhou, mas no caso do Ericsson ele até poderia brigar pelos pontos, se não tivesse batido sozinho na reta dos boxes. Nasr não bateu e chegou nos pontos. Simples assim.

  32. Eltontoptec disse:

    Bastardos egoistas. Eis a (auto) definição de piloto, segundo Niki Lauda.

Deixe uma resposta para Alex Shiga Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>