LITTLE LONDON (2) | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

terça-feira, 6 de dezembro de 2016 - 22:50#69, Classic Cup

LITTLE LONDON (2)

SÃO PAULO (acelerando sempre, kamarada) – Semana retrasada, sexta-feira, peguei um avião para Londrina. Era nosso décimo GP do Café, jamais poderia faltar — apesar da falta de grana, da temporada errática do Bon Voyage, das dificuldades todas. É preciso agradecer de público o Nenê Finotti, seu pai Luiz, o Marcônio e nossa equipe toda. A LF faz de tudo para que eu corra, mesmo sabendo que não está fácil.

Mas fui, fomos, treinei, melhorei bastante meus tempos em relação às primeiras voltas, e as duas corridas, no sábado, eram promissoras.

Eu ia escrever sobre elas na segunda-feira seguinte, porque domingo teve decisão da F-1, foi uma correria danada, aí gravamos o “Nitro”, ficou tarde, eu estava cansado, e veio a terça-feira e aconteceu tudo aquilo.

Bem, fica apenas o registro, então, porque não tem muito clima para comemorar nada — por um bom tempo será assim. Ganhei as duas provas na minha categoria, a Turismo N, muito em função da quebra do Fernando Kfouri, que era o favoritaço com seu Uno. De qualquer forma, foi legal. Vencer sempre é gostoso. Fiquei em sexto na geral na primeira prova (vencida pelo quase imbatível Antonio Chambel e seu Passat Monster) e em sétimo na segunda (Caio Lacerda, também de Passar, ganhou). Usei as sapatilhas e a camiseta de Nomex que o Tony Kanaan me deu de presente. Deram sorte.

Eu tinha outra meta particular, que era chegar à frente da caixa de fósforos do Marcelo Giordano nas duas, o que acabou acontecendo. Ele vai alegar que na primeira o carro ficou desalinhado e na segunda furou um pneu, e por isso em ambas ganhei a posição dele na última volta, mas isso é coisa de quem quer estragar o negócio dos outros.

Se perdesse, eu ia abandonar a carreira. Mas acabou sendo tranquilo. Tanto que minha “quote” no release oficial da LF foi a mesma para as duas baterias: “Deixei ele passar no começo, fiquei cozinhando a corrida inteira e na última volta ganhei”.

Foi isso. Ah, e não posso deixar de registrar aqui a vitória dos irmãos Mauro Kern e Paulo Sousa nas 500 Milhas de Londrina, a prova principal do fim de semana. Ambos são companheiros de primeira hora na LF, mas hoje estão voando em outras glebas. Com brilho e dedicação.

Enfim, foi muito legal em Londrina. É muito bom ir para lá todos os anos. O povo do norte do Paraná é de uma camaradagem inigualável.

19 comentários

  1. Gus disse:

    Parabéns Flávio! É outro papo ter equipamento para lutar pelas vitórias, né? Seria interessante se voltasse a filmar onboard nas próximas provas, é bacana acompanhar a tocada de dentro do carrinho.

  2. Fernando Feu disse:

    Pq seu Voyage é caolho?

  3. Kbça disse:

    Parabéns Flávio!
    Só não convoque a imprensa pra anunciar que vai aposentar.
    Abraço.

  4. Boa noite Flávio, parabéns pelas duas vitórias! As fotos estão no site da Classic Cup?

  5. Roberto Mota disse:

    Belo desenho do capacete, Flavinho. São as cores de competição da Audi?Bonito demais. Um abraço.

  6. João Paulo Toledo Piza disse:

    Só pelo Little London….merece aplausos. …

  7. Claudemir disse:

    Boa noite Flavio,

    Seja muito bem vindo em nossa querida Londrina, realmente o Norte do Paraná é muito hospitaleiro.

    abraços.

  8. Marino disse:

    Olá Flavio, boa tarde. Parabéns pela performance no Paraná! Gostaria de fazer tres perguntas: 1 – Cadê o capacete estilizado/customizado com as cores da lusa? 2 – Falando em lusa, que achou do novo presidente, o Alexandre Barros? 3 – Acredita que tem chances de reerguer o clube antes que o prefeito cashemere pense em alguma idéia mirabolante para a área do estádio? A última do sujeito é transferir a imperdível virada cultural para um “local fechado”, tipo interlagos, uma vez que segundo palavras dele a cidade é um “lixo vivo”!!!!! E ele, segundo palavras minhas é um lixo lixo!!!! Abraços,

  9. Ricardo disse:

    Parabéns!!

    Ps.: Capacete bonito pacas!!

  10. Claudio disse:

    Sou de Cascavel-PR e como eu gostaria que houvesse um “GP da Soja” no autódromo daqui, de preferência como preliminar da Cascavel de Ouro. Parabéns, vocês sabem como se divertir.

  11. Lucas Martin disse:

    Olá Gomes, foi muito bacana te ver lá mais uma vez!
    só gostaria de corrigir, nos dois posts escreveste 500km de Londrina, porém a prova é de 500 milhas. Essa foi a 25ª edição, ininterrupta. Bem ou mal sempre estamos lá, participei de quase todas, na primeira eu tinha 10 anos e estava lá no box xaropeando e alcançando ferramentas para o meu pai e seus mecânicos… boas lembranças!

  12. Renato de Mello Machado disse:

    Achei bem bolado o desenho de seu capacete,lembra os de antigamente,tem personalidade e tem muitos pilotos profissionais,com capacete sem graça. Parece quê teve preguiça de fazer algo melhor, ou fez por fazer.

  13. Felipe disse:

    Ola Flavio,

    parabens pala vitória. Entretanto, utilizo do espaço para te enviar esse link, interessante a materia;

    http://www.autocar.co.uk/car-news/motorsport-wrc/volkswagen-polo-wrcs-will-compete-2017-if-backer-can-be-found

  14. Wilson disse:

    Graaaaaaaannnnnnnnnde Flavio, vitória nas duas baterias em Londrina !!!!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>