MENU

quarta-feira, 15 de fevereiro de 2017 - 20:20Autódromos

O REI DO ENGODO

SÃO PAULO (pff) – Não vou postar o vídeo aqui porque há limites para o embuste. Quem quiser que procure no Facebook. Mas o prefeito de São Paulo, João Doria Jr., saiu em périplo pelos Emirados Árabes (e rádios e jornais da cidade enviaram repórteres, e desconfio que sei quem pagou suas viagens) para “buscar investimentos”. Aí passou pelo autódromo de Abu Dhabi, o qual descreveu como um “modelo” que deveria ser seguido por Interlagos. Está lá, no seu post.

Pessoal, viemos conhecer o Complexo de Automobilismo de Abu Dhabi – Yas Marina, que possui uma arquitetura ímpar e conta com espaço para eventos, além de Shopping Center e Hotéis. Esta área é aproveitada 365 dias por ano para diversas atividades, como provas de atletismo, shows e eventos corporativos. Esse é o modelo ideal para a privatização do Autódromo de Interlagos. Vamos deixar São Paulo no patamar que ela merece!

No vídeo, Doria diz que Abu Dhabi é “um exemplo de gestão privada”, tem “hotel, autódromo desenvolvimento imobiliário, desenvolvimento de shopping center, numa área que era desértica no passado” e  hoje “é um grande centro de entretenimento”.

Pois bem. Ele esqueceu de dizer que o autódromo é de propriedade do governo, custou 1,3 bilhão de trumps e tudo lá era desértico, inclusive Abu Dhabi inteira. Esqueceu de dizer também que o GP de Abu Dhabi só acontece porque o governo local despeja caminhões de dinheiro na conta da FOM e que a corrida é patrocinada por outra estatal. E que o governo, junto com seus fundos associados, bancou o parque de diversões da Ferrari no local.

O que o prefeito imagina para Interlagos? Um complexo hoteleiro, shoppings e restaurantes? Outra “Ferrarilândia”? Por que usar como exemplo de gestão um autódromo — repito — estatal num país minúsculo que boia em petróleo e não, por exemplo, Monza? Monza não tem shopping, nem hotel, nem restaurantes. E vai bem, obrigado. Silverstone, Hockenheim, Sepang, Xangai, Bahrein e Spa, tampouco. Por que diabos esse sujeito acha que alguém vai se interessar em transformar Interlagos em algo parecido com a pista de Abu Dhabi, onde a realidade econômica em nada se compara à do Brasil?

O prefeito apresentou um vídeo aos árabes informando que São Paulo é o paraíso dos investimentos internacionais, com o maior plano de privatizações do mundo. É quase patético. Cita o autódromo, o Mercado Municipal, terminais de ônibus, o Parque Ibirapuera, o Pacaembu, o Anhembi e, soube agora, os planetários da cidade. Talvez nossos rabos.

Na boa, quem cai na conversa desse sujeito é muito otário. E os árabes não são. Então, me cobrem se algum sheik vier aqui para comprar Interlagos, ou o Terminal Santo Amaro, ou o sanduíche de mortadela do Mercadão.

Agora, quem acredita deve achar que Interlagos vai virar Yas Marina num estalar de dedos, graças à infalível e impoluta iniciativa privada — a mesma da qual fazem parte empresas como Odebrecth, Siemens, Alstom, OAS e todas do Eike Batista.

Algo que, inclusive, é desnecessário. O autódromo é bom, bem estruturado, precisa apenas de manutenção — obrigação da Prefeitura, qualquer uma –, também tem eventos artísticos, musicais, esportivos e motorizados, como ele preconiza. Dá lucro, inclusive.

Mas, segundo o rapaz, vai aparecer um monte de gente interessada em encher aquela área de hotéis, shoppings e restaurantes.

Haja.

162 comentários

  1. Walter Borges disse:

    Eu estive no Mercadão em julho/2014 e arrisquei comer um pastel por lá. Não gostei (muito oleoso e sem gosto) e, ainda sem querer, coloquei sal no suco de laranja. Não sabia que o sanduíche de mortadela era o forte do local. Obrigado pela dica. Em julho/2017 voltarei e tentarei ter uma refeição normal. Registro que as frutas do Mercadão são ótimas.

  2. Dox disse:

    Bela análise, Flávio.
    Não esqueça que o afundamento da educação e cultura proporcionado pelos tucanos há anos é a base estratégica para que as pessoas fiquem sem noção das coisas e, assim, os bicudos fazem e desfazem sem que alguem perceba o estrago, praticando o gigantesco saque que nosso judiciário é cúmplice.
    Se o cara quer roubar e não sabe admninistrar, ele terceiriza ou privatiza.
    Se Interlagos é rentável, é melhor que continue sendo do povo.

  3. Adriano disse:

    Muita canalice intelectual comparar os modelos ao pé da letra. Fato é que o Sr. Flávio Gomes é do tipo que prefere estado gordo, inchado e pouco eficiente. Se tiver que vender tudo, que venda! Qual o problema de ter um Ibirapuera privatizado, com segurança, banheiros limpos e conservados, restaurantes e quioques com produtos de qualidade? Basta incluir no edital de licitação que deverá ser gratuito a toda população. Chega de arcar com custos que não os básicos (segurança, educação básica e saúde). Todo resto deveria ser privatizado sim, com regras firmes e forte controle de cumprimento das mesmas.

    • perna quebrada disse:

      “prefere estado gordo, inchado e pouco eficiente”
      quanto clichê…
      O mega empresário ultra fodão, largou sua empresa de festas ultra eficiente e moderna pra ir pro estado pouco eficiente e atrasado…

      “Todo resto deveria ser privatizado sim, com regras firmes e forte controle de cumprimento das mesmas.”

      Quem vai regular isso? O estado pouco eficiente…

      Tipo a linha amarela do metro de SP. Foi privatizada e o governo Alckmin paga subsídio pra empresa que comprou a linha.

      Como se eu vendesse um carro pra vc e depois ficasse pagando a sua gasolina… Isso é a privatização a brasileira. pegar o público e dar para os amigos.

  4. Guilherme disse:

    As funções primordiais de um Estado são: Saude, Educação, Segurança, Preservação do Valor da Moeda e Controle de Fronteiras.
    Todo o resto … TODO … pode e deve ser entregue a quem faz melhor , mais barato e mais racionalmente: a iniciativa privada!
    Ao invés do governo federal, extrapolando para um Municipio, vale o mesmo principio: Nossos impostos não tem que serem usados para manter e conservar o custo fixo de coisas como autódromo.
    Privatize-se, com REGRAS que garantam a continuidade de seu uso como autodrómo e bola para frente…

    • perna quebrada disse:

      A iniciativa privada faz sempre melhor: a OI tá aí pra provar como é administrar uma empresa privatizada. a Vale, no acidente de Mariana, também. A Linha amarela do metro de SP, privatizada que recebe subsídio do governo do estado.. Só exemplo de eficiência.

  5. Renan Veronezzi disse:

    Já visitei este site mais vezes, estava até nos favoritos, mas não está mais por que eu sou um bobo que acreditava muito em política. Bem, é por textos como esse que nunca deixo de prestigiar.

  6. Emerson Borges disse:

    Gostaria de entender a raiva da esquerda pelo prefeito, tem um visão diferente de todos os políticos que geriram São Paulo. Ao olhar a cidade como uma empresa aponta caminhos diferentes da política tradicional. Não sei se vai funcionar, mas devemos esperar antes de criticar afinal ele tem 40 e poucos dia de governo.
    Quanto a privatizar nada de anormal, é o melhor caminho para desonerar os cofres públicos e, poder ter mais recursos a disposição da população.
    Vamos ver no que vai dar, se funcionar será presidente em 2018.

  7. Hilton disse:

    Querem ter autódromo rentável e de primeiro mundo? Pague por ele somente quem usar. Porque a prefeitura tem que manter um aparato deste? Que venha a privatização, com critérios rígidos sobre a utilização e destinação do espaço, mas deixem a prefeitura receber sua parte e aplicar isso em prol de todo cidadão e não como está hoje, tirando dinheiro do caixa pra pagar manutenção de autódromo enquanto faltam vagas em creche. Coloquem a mão na consciência.

  8. Ricardo Jr. disse:

    Concordo com o Rafael Sens. Boa reflexão!

    Privatização ou concessão?

    Não entendo essa parada de coxinha vindo da elite.

  9. Edson disse:

    incrível como os “Doritos” aparecem aos montes com os mesmos papos, defendendo o que nem sabem direito. Só o tempo dirá o que é certo. Mas… o cara devia parar de fazer cosplay e pensar em administrar o que deve, deixar o que está dando lucro funcionando melhor e parar de trabalhar somente para o seu próprio bolso!
    Acompanhem agora um “dorito” vir aqui dizer que ele está certo logo abaixo.


  10. rafael rodrigues disse:

    Minha opinião é essa: Infelizmente nossos governantes são ladrões. Empresa estatal eles metem a mão, de exemplos estamos cheios. Meu sonho era que nossas empresas gerassem empregos e fizessem nossa economia girar a milhão! Mas infelizmente isso não é possível, e do jeito que as coisas estão eu PREFIRO uma empresa privada, que será mais séria que nosso governo, que não vai conseguir meter a mão no nosso dinheiro e com isso vai explorar ao máximo o potencial para crescer e girar a economia. Com o exemplo dos aeroportos privatizados podemos ver a diferença, não conheço ninguém que falou mal deles. FG sou seu fã, e meu sonho era te conhecer um dia.

  11. Luciano disse:

    Flavio, isto é um ultimato!! Que esse texto sobre Interlagos seja o último de seus posts que falam de política, caso contrário nunca mais aparecerei aqui, o Sr. entendeu??

  12. Alcionne disse:

    Flavio, tu acredita que Doria já esta sendo cotado pra presidência com possibilidades de se eleger já no primeiro turno….como ele fez em Sampa????….
    Tu acredita numa coisa dessas……???!!!

    Fala aí amigão!!!

  13. Eduardo Britto disse:

    Temos pressa de melhorias na cidade, mas tudo tem um tempo de maturação. Os meses vão passar rápido, continuemos trabalhando, tocando nossas vidas, de olho nos resultados que virão. O cara tá dando corda, ou pra subir a patamares mais altos, ou pra se enforcar. Vamos ver isso logo logo…

  14. Rodrigo disse:

    Como vocês mesmo dizem… ” Mais Amor por favor”

  15. Fabiano Sanchez disse:

    Meu rabo não pow!!!

  16. Edu disse:

    Uma coisa é uma coisa, outra coisa é outra coisa, prefeitinho administrador de causa própria e olhe lá…

  17. Luis Peters disse:

    Infelizmente ninguém consegue controlar a especulação imobiliária. Interlagos, assim como Jacarepaguá, Goiânia, Curitiba são autódromos que na sua criação eram áreas ermas e afastadas, sem nenhuma utilidade. Na maioria das vezes áreas alagadas, enfim… Que não havia nenhum interesse comercial. Porém essas cidades cresceram, e hoje esses sobrevivem a sombra da especulação imobiliária. Ao passo que os autódromos de interior vão muito bem, pois não se encontram em áreas cobiçadas pelo mercado. Qualquer prefeito de cidade de interior que possua autódromo, coloca em seu plano de governo a manutenção e investimento na estrutura atual, pois é quase sempre o autódromo que coloca o nome da cidade em destaque no cenário nacional. Exemplos: Guaporé, Sta. Cruz do Sul, Cascavel, Londrina, Curvelo, Caruaru,… O modelo de negócio de Abu Dhabi não se aplica aqui. A conta de Interlagos não é simplesmente dar lucro. Suponhamos que Interlagos dê 1% de lucro ao ano, (não faço ideia do valor do lucro que da…) O valor da sua venda + manutenção, se consegue uma boa taxa de juros em qualquer banco privado. Sim, é assim que mercado pensa. Automobilismo é pra poucos! Não tem apoio e por isso não gera público. Não está encravado na cultura do brasileiro, como no inglês, no americano, no italiano, no argentino… Se colocarem um estádio de futebol no meio da junção, uma palco fixo com arquibancada no final do S do Senna, um parque “sem policiamento” no final da oposta pros maconheiro, e liberar o grafite dentro dos limites do autódromo, o Dória vira postulante a presidente! É triste, mas não temos como evitar determinadas ações num país com péssimas administraçoes, onde o automobilismo deixou de ser destaque pra ser um peso para as administrações. Lembro somente que Hermanos Rodrigues passou por situação muitíssimo parecida, teve seu traçado retalhado perdendo sua curva símbolo, porém foi salvo pela iniciativa privada quando todos já davam como liquidado e vendido. É esperar pra ver. Do jeito que é hoje duvido que fique.

    • Dox disse:

      Bela análise, Flávio.
      Não esqueça que o afundamento da educação e cultura proporcionado pelos tucanos há anos é a base estratégica para que as pessoas fiquem sem noção das coisas e, assim, os bicudos fazem e desfazem sem que alguem perceba o estrago, praticando o gigantesco saque que nosso judiciário é cúmplice.
      Se o cara quer roubar e não sabe admninistrar, ele terceiriza ou privatiza.
      Se Interlagos é rentável, é melhor que continue sendo do povo.

  18. Bruno disse:

    Gente, pra vcs hj tudo vira uma briga de “coxinhas x Petralhas”.
    Um saco isso. Existe no mundo uma coisa chamada vagina.
    Recomendo vcs conhecerem!!!!
    Grato.

  19. Kkkk disse:

    Tudo a msm coisa, nossos políticos são farinha do mesmo saco, não dá pra achar que por causa do partido político todas as tomadas de decisões são ruins. Ou comprar Pasadena foi bom negócio? Tá um saco já isso.

  20. Saima disse:

    O camarada defende a privatização (do lucro), mas o prejuizo, se vier, é socializado (e dá-lhe o estado pra socorrer). Nem sabe distinguir pichação de grafite..

  21. Paul D disse:

    Bom mesmo era quando as teles eram do governo.
    Uma bosta de serviço e caro. Sem contar no tempo que levava para instalar uma linha de telefone nova.

    Saudades desse tempo. certo?

  22. Luciano disse:

    Flavio, deixe de preocupações bobas, o prefeito saberá o que fazer. Com a capacidade administrativa que possui, logo logo Interlagos será um orgulho de fazer inveja aos melhores autódromos do mundo…

  23. Marcelo disse:

    Olá Flávio, acompanho seu blog a anos e queria deixar claro que é excelente.
    Não defendo lados, afinal tanto a esquerda quanto a direita nesse país já mostraram a que vieram e o que querem, dinheiro!! Esse cara é um ator, acha que administrar São Paulo como uma empresa vai resolver, só que tratar interlagos como um ativo não funciona, se não der o “lucro” que ele espera então privatiza e foda-se? Alguma empresa assume, maquia e daqui a poucos anos vende para uma outra empresa levantar um condomínio residencial, um shopping ou outra babaquice consumista e pronto, as futuras gerações conhecerão interlagos somente pelo Google.
    Triste, mas infelizmente estamos ferrados e sem opções, com partidos e políticos cheios de vícios e sem nenhum comprometimento com a população.

    • sandro disse:

      Então você acha que administrar são paulo tem que ser um professor ou um Sindicalista ? Deve privatizar mesmo e não foda-se ? Tem que entregar a alguém que o utilize pelo ano todo. Você mesmo já andou com seu carro por lá? Quantos poucos numa cidade como essa teve a oportunidade sem ter que desbancar dinheiro e mais dinheiro do bolso ? Pense melhor.

  24. valter disse:

    Estou contando os minutos para que a privatizaçao de todo o terreno onde está o autodromo seja efetuada. Quero comprar um belo de um terreno no futuro condominio que será implantado. Vou dar preferencia a um lote na reta oposta. FG, acredito que você também poderá adquirir um lote nesse local lendário, antigo templo do automobilismo mundial. Construir um galpão prá abrigar os seus atuais 37 veiculos e os vindouros que vão enriquecer a sua maravilhosa e histórica coleção. Será uma honra poder ver seus veículos expostos em solo sagrado.

  25. zempa disse:

    Muito bom ler textos como o seu, e ainda ver que ainda se faz bom jornalismo nesse mar de chapa branca que se tornou a impressa brasileira.

  26. Roberto Hackmann disse:

    Flavio, a resposta , é simples:
    1 – Este cara é uma Besta Quadrada !
    2 – Como ele diz , ele é um gestor… Estou de saco cheio de gestores quero um Prefeito, Governador, Presidente !
    3 – Por que cara só sabe fazer uma coisa Marketing Pessoal, nisto ele é bom e só !
    4 – Ele é um menino prodígio da iniciativa privada, cujo sonho é transformar tudo o que ele quer privatizar em prédios e condomínios, de preferência caros, bem caros
    5 – Esta pataquada toda de pixadores, privatização, blá, blá, blá serve para desviar o foco dos reais problemas como Sáúde, Educação, Segurança…
    Se ele fosse um bom prefeito e não um Jânio Dória, ele procuraria testar o transporte público sozinho sem um séquito de assistentes e repórteres em ônibus especial. Iria saber que não precisa se vestir de gari para mostrar que realmente se importa com limpeza etc, etc.
    Em tempo, estou cansado de dar um voto de confiança a esta cambada toda ! Eles que sejam bons governantes e conquistem minha confiança.

  27. jo siffert disse:

    Impressionante..como jacú adora shopping.. e ainda por cima uma praça de alimentação que certamente é o que pretende para o mercado municipal ..ehh papo mais brega esse.

  28. Carlos Santos disse:

    Prezado Flávio,
    Você não acha que o prefeito recém empossado (46 dias) merece um crédito antes de começar a receber uma chuva de críticas como estas que você fez?
    Você já classifica sua administração como embuste (mentira ardilosa; logro, embustice, embusteirice.).
    Não estaria você se precipitando um pouco?
    Repito: acho seu blog interessante, mas sugiro que você fique focado nas questões sobre automobilismo e deixe a política para blogs desta natureza.
    Cordialmente,
    Carlos.

    • Flavio Gomes disse:

      E eu sugiro que você não me sugira nada.

      • Dárcio Vieira disse:

        C%$@#$, Cada vez que vejo alguém falando que o JD precisa de tempo, eu perco 10 minutos de vida. Quando um governante não é simpático, ele não tem tempo para esperar a avaliação.

        Haddad nem teve essa chance.

    • zempa disse:

      Cara. Voce viu alguma noticia das enchentes na periferia? Viu o Doria entrando em bueiro pra limpar? Ou viu ele fazer pose pra fotógrafo segurando vassoura se fingindo de humilde?

    • Marcos Ferreira disse:

      Carlos

      Não concordo com alguns posicionamentos do Flávio, mas as respeito. Cada um tem a sua opinião. O espaço é dele e ele fala do que bem entender. E se você não soube interpretar, lá no fundo ele está defendendo o autódromo de Interlagos, onde acontece automobilismo, entre outras coisas.

      E duvido muito que alguém compre um dia Interlagos e o mantenha como autódromo. Quantos eventos tem o autódromo por ano? Será que esses eventos bancariam o autódromo e gerariam lucro? A prefeitura tem lucro, pois acredito que ela não deve pagar IPTU. E quando ela investe em melhorias para a F1, ela tem o recolhimento de impostos com hotéis, transporte, etc na época da F1. Se alguém for dono e tiver que investir todo ano uma pequena fortuna para ter a F1, duvido que ela consiga o retorno de volta sem ter que cobrar mais caro pelo aluguel do autódromo.

      Lá fora os autódromos que sediam a F1 não abrem as pernas quando é pedido uma reforma grande. Eles simplesmente revesam ou desistem da F1 temporariamente ou em definitivo.

      Para mim Interlagos tem dois futuros: Enquanto tiver F1, ele vai ser da prefeitura e continuaremos tudo na mesmo. Se um dia a F1 for embora, vamos ter o mesmo destino que Jacarepaguá.

  29. Marino disse:

    Olá Flavio, boa tarde. Essa voce pegou na veia, e acertou no angulo, pra variar!!! São Paulo não merece isso. Ninguém merece um cara desses. Desprezível. Obrigado pelo texto.

  30. Elmo disse:

    ‘Talvez nossos rabos.’
    Gargalhei aqui!

  31. Formiga disse:

    Esse é o novo padrão do empresário brasileiro. Ou fábrica coisas mal feitas (como as empreiteiras) ou fica enrolando em eventos de autoajuda/babação de rico.

    Produzir algo mesmo não temos. E parabéns pelos paulistas que o elegeram e como são bem instruídos pelos jornais e tua locais estão achando ele o melhor prefeito de todos os tempos (ouvi isso de um amigo que mora aí).

  32. paulo pro disse:

    Pior é o pessoal acreditando que tudo que ele consegue “doado” não tem contrapartida.

  33. Gabriel Corrêa disse:

    Acho excelente a privatização. Se ninguém quiser comprar… ok! Mas isso não é motivo para não tentar.

    • GABRIEL CONTE CORREA disse:

      Jura que existe no mundo um sujeito com o nome e o sobrenome exatamente iguais aos meus que se porta assim no blog do Flavio? Com esse papinho coxinha-ingênuo-idiota-útil? Faz um favor pra mim: xará: morre. Ninguém precisa de um clone bolsomion. Me dá muita vergonha alguém comentar um cocô assim com nomes que poderiam ser os meus. Estude, leia, cresça, não se reproduza (pelo bem da humanidade) e finalmente morra.

      • Rodrigo disse:

        Quanta ignorância, Vale é só sua opinião? só sua verdade? Certo.Com esse papinho Mortadela-ingênuo-idiota-útil? ( Ok ).

      • Ewerton Calebe disse:

        Mas rapazzzzzzzzzzzzz que issssssssssoooooooooooo

        Depois quando eu falo que esse papo de “ódio” é balela e tem ignorante pra todo lado, acham que eu relativizo.

        Toma seu rivotril aí.

      • Leo disse:

        Tá se sentindo muito importante. O Gabriel Correa original, que não aceita que exista alguém com nome igual e opinião diferente, que não precisa de um clone que pensa de outra forma. Uma parte da sua última frase serve mais para você do que para o outro: Estude, leia e, principalmente, cresça. Não precisa deixar de se reproduzir nem morrer, basta arrumar esses seus pensamentos.

      • Anderson_SP disse:

        Só porque não concorda com o que o cara diz você pede pra ele se matar ? pelo que parece você não serve para viver no meio da sociedade e respeitar as diferenças, deve ser um desses revoltados digitais que não saem do quarto para fazer guerrilha de cunho político, mais um cãozinho virtual que esbraveja pela tela do computador e de absolutamente nada faz para melhorar a situação como um todo, segue o seu conselho, se mata.

    • leandro oliveira disse:

      1) O que você vai ganhar com isso ?
      2) Quem vai ganhar são os “empresários da iniciativa privada”, que vão comprar um bem público a preço de banana porque ninguém “quer comprar” e eles vão ajudar a cidade comprando. E com financiamento público, parcelado a perder de vista (paga quando vender ou lotear). Isso é que é empreender. Dória conhece muito disso.
      3) Por que você não privatiza para esses “empresários da iniciativa privada” a sua esposa ? Se ninguém quiser comprar… ok! Mas isso não é motivo para não tentar.

  34. Conan disse:

    Acho muito bom viabilizar economicamente interlagos.
    Flávio, se você tivesse poder de decisão, o que faria para interlagos ser viável economicamente sem deixar de ter o automobilismo como principal atrativo?

    • Flavio Gomes disse:

      Interlagos já é viável. Não sei quem é que espalhou essa história de que dá prejuízo.

      • Ricardo disse:

        Simples: os mesmos que dizem que a Previdência é deficitária. Os mesmos que dizem que a telefonia era deficitária e tinha que privatizar(com dinheiro público, claro) .

        os de sempre.

        que sempre ferram o povo. com dinheiro do povo, via BNDES.

        esse Dória é um farsante. marqueteiro. vai vender pros amiguinhos que dão dinheiro para a LIDE.

        mas o povo gosta de atores. vide collor.

  35. Rafael Sens disse:

    Concordo… O modelo de negócios de um país rico em petróleo não se aplica ao Brasil.

    Apenas me pergunto: será correto a prefeitura usar o dinheiro de todos para manter uma estrutura usada por poucos?
    O autódromo serve a poucos, sim. Dessa elite faz parte o senhor Flávio Gomes e talvez por isso ele defenda tanto a manutenção do autódromo.

    Mas será que a população mais carente não estaria mais bem servida caso o autódromo fosse vendido e o dinheiro empregado na construção de postos de saúde e escolas?

    Entendi que o autódromo dá lucro. Mas quanto ele vale e qual o retorno do capital investido ali?

    Não sei as respostas a essas perguntas e gostaria sinceramente de saber. Se puderes me esclarecer, agradeço.

    Sabe… Eu também concordo contigo. O autódromo não vai ser salvo. Caso seja vendido acho que vai é se acabar.
    Mas você lembrou no post como a vida seria mais fácil se tivéssemos petróleo como os árabes.
    Lembra que uns poucos anos atrás nos prometeram essa riqueza no pré sal?

    Acho que nem o de antes nem o de agora tem uma resposta mágica para salvar o Brasil. E nenhum outro governante vai ter, ao que parece.

    • Flavio Gomes disse:

      Se for pensar assim, filho, quanto vale o Parque Ibirapuera? Vende também?

    • leandro oliveira disse:

      Vamos vender o pré-sal (já estão vendendo), a Amazônia, o aquífero guarani para investir na população (saúde, educação e segurança). E você acredita nisso ? Isso é coisa de almofadinhas que ganham dinheiro para entregar toda uma comunidade, um país !

    • perna quebrada disse:

      Rafael UBS, escola, polícia: Tudo que é público não é para dar lucro ou prejuízo. É um serviço pago pela população através de impostos. a lógica do lucro é privada. Uma empresa precisa de lucro para sobreviver. o serviço público presta serviços. podemos questionar se ele é bem ou mal administrado. Os defensores dessa lógica querem utilizar desse argumento falacioso para entregar tudo que é público aos amigos empresários. Esses dias o Dória inventou uma taxa para entrar em terminais de ônibus. Se privatizar , vai disso pra pior.

    • Nilton de Sousa Lopes disse:

      Alguém me explica por que a administração pública tem de dar lucro?
      Lucro quem dá é empresa privada, que tem sócios, acionistas, dono sei lá. Uma prefeitura tem que dar “lucro” para quem e para que? Governos tem que ter receita e usá-la todinha, com responsabilidade, e ter algum como provisão, o lucro no caso é zero.
      Governo com “lucro” é porque deixou de por em algum lugar e sempre tem onde se investir e melhorar. Algumas “empresas estatais” sim tem lucro, mas não são administração pública como Governo Federal, Estados e Municípios que tem de ficar somente dentro da Lei de Responsabilidade Fiscal.
      Na real, governos trabalham até com algum prejuízo, no caso de alguns subsídios, mas isso pode ser feito com responsabilidade também.
      Administração pública e lucro não cabem na mesma frase.

  36. Luiz José Endrigo disse:

    Aí quando ele acabar de privatizar a cidade inteira, todos terão que pagar pedágio para caminhar nas calçadas.

    • Gustavo Goulart disse:

      O que você prefere, pagar “pedágio” e andar numa calçada perfeita, sem buracos e etc, ou pagar imposto e andar numa calçada esburacada?

      Você já paga o pedágio, ô mané!!!!!!!

      • Nilton de Sousa Lopes disse:

        Calçadas não são de responsabilidade da prefeitura, são responsabilidade dos donos dos imoveis, que reclamam que as prefeituras não cuidam das…. calçadas.
        E aí se a prefeitura cumprir a obrigação de fiscalizar e notificar casas e prédios que não cuidam de suas calçadas.

  37. Marcio Jap disse:

    …quem sabe um LadaLand anexo?

  38. Roderico disse:

    Esse cara é um picareta.

  39. joel lima disse:

    Infelizmente não se pode descartar que Interlagos tenha o mesmo fim de Jacarepaguá= ser apenas uma boa recordação dos que amam automobilismo. E enquanto Dória vai se fantasiando, vai tirando o leite das pessoas mais pobres e os remédios gratuitos dos postos e passando pras grandes redes de farmácia.

    • Giovanni disse:

      Provavelmente o repasse dos remédios para retirada nas redes de farmácia seja uma espécie de contrapartida para a doação dos milhões de remédios doados pelas fabricantes farmacêuticas. A lógica é simples: as farmácias terão mais movimento, e, provavelmente mais clientes. E assim, pode ser que a “doação” tenha sido bancada nos bastidores pelas redes de farmácia e não pelas indústrias farmacêuticas.

  40. Francisco Cruz disse:

    Parabéns Flávio. Sei que pouco te importa a opinião de alguém que acompanhe o seu blog (vide as respostas a várias críticas do seu post sobre a situação do Lula e a D. Marisa) mais esse post foi perfeito. Traz exatamente a realidade: a picaretagem do Dória em relação a privatização de Interlagos com papinho de Abu Dhabi. Isso é posicionamento político correto e sem apelação. Fico feliz em ter posicionamentos distintos em uma sociedade porque é assim funciona uma democracia. Não concordo com várias coisas das que você posta aqui de política (o resto é do caralho o que você escreve) mais te respeito e esse post é uma forma bacana de mostrar o que não é apelativo e sensato (ao contrário do anterior – D. Marisa). Um grande abraço e vida longa ao Paddock GP, Warmup (o GP sempre será Warmup rsrs), Fox Nitro, FSR…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>