FOTO DO DIA | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

quarta-feira, 29 de março de 2017 - 17:31Foto do dia, Indy, IRL, ChampCar...

FOTO DO DIA

A Indy soltou um esboço de como serão seus carros em 2018, kit aerodinâmico padronizado para Chevrolet e Honda. E aí, gostaram?

indy2018a

45 comentários

  1. Adilson Faltz disse:

    O carro atual da Indy é um trambolhão, a Dallara não foi feliz nesse projeto.

    Mas e os “paralamas” traseiros que impediriam os carros de decolarem como na morte do Dan Wheldon, vão sumir e vai ficar por isso mesmo? Tá aí alguma coisa interessante a se esclarecer.

  2. Fernando disse:

    Ainda prefiro o DeltaWing – daria um visual único à categoria,

  3. Rama disse:

    lindos e perigosos. Asa decepadora de capacetes. Alguém tem que se ligar nessa lâmina na goela dos pilotos.

  4. Acarloz disse:

    Limpo, bonito, sem frescura de nerd.

  5. Francisco Martins disse:

    Até que enfim a F-Indy terá carros mais bonitos como era antigamente, pois esse chassi Dallara atual com esses kits aerodinâmicos está horroroso!

  6. Claudio Jorge Fernandez Miscovich disse:

    Eu conheço o carro.
    So vou falar que é um Volvo e que ficou famoso por aparecer o seriado O Santo, com Roger Moore, um dos tantos 007

  7. marcelo humberto dias disse:

    Flavio, e o tal do indicador de posições?

    Abs
    Marcelo

  8. Luiz disse:

    Mudança inteligente. Sem penduricalhos idiotas que não melhoram em nada a corrida em sí! Não precisa padronizar os carros…apenas faze-los legais!

  9. PRNDSL disse:

    Como que eles podem esquecer tudo que disseram para justificar as caixas que ficavam atrás das rodas?

  10. Elmo disse:

    Achei muito bonito mesmo. Principalmente por conta da remoção daquela peça atrás da roda traseira.
    Por outro lado, li em algum lugar que aquela peça serve para evitar que um carro faça outro decolar, após um toque roda com roda.
    Caso essa peça realmente represente um incremento significativo para a segurança dos pilotos, sou a favor de sua manutenção, não obstante a feiúra.

    • Fabio disse:

      Se considerarmos a resistência da asa dianteira, que mudou pouco, e que desde 2012 vemos que aguenta muito pancada. E somarmos que a laterais da asa traseira se estendem até o assoalho (como na F1). Acho que já deve evitar uma grande porcentagem desse tipo de acidente, que nem é tãaaao comum assim.

  11. Rodrigo disse:

    Visualmente é no mínimo melhor que essa coisa horrorosa atual. Tomara que a proposta pratica também funcione.

  12. Alex Couri disse:

    Ao contrário da F-1, a Indy ultimamente só tem trazido alegria!! Ta lindo o shape dos novos carangos!!

  13. Ricardo disse:

    Poderiam deixar esse trabalho para o “Irmão do Décio”. O que vi não me surpreendeu em nada. Tenho certeza que o “irmão do Décio” iria surpreender muita gente.

  14. Celso Ciamponi disse:

    Carro com cara de carro de corrida, não aquelas trapizongas atuais da F1, que parece um show de horrores de tanto penduricalhos que tem

  15. Bruno Lombardi disse:

    Ficou com um visual bem bonito, mais agressivo. Gostei bastante.

  16. Renato de Mello Machado disse:

    Se for isso mesmo, superou minhas expectativas.

  17. askjao disse:

    Voltando ao passado!

  18. Marcus Simões disse:

    Gostei. Esses carros cheios da Indy cheio de papagaiadas parecendo aqueles de Velozes e Furiosos são muito feios!

  19. Rodrigo disse:

    Independente de ser mais bonito ou não. Parece que o mundo está sem criatividade neste momento da história. Nos filmes, só “remakes”. No automobilismo, volta ao passado. O antigo era melhor? Acho que não necessariamente. Só não estamos sabendo fazer os clássicos do futuro. Triste geração zap zap; só olha para baixo e não vê o que pode ter adiante.

  20. Brito disse:

    Melhor que o atual (o que não é muito difícil)

  21. Rodrigo Deliberali disse:

    Finalmente vai dar pra assistir sem doer os olhos, bastante atraente. Porém não acha contraditório, ou um retrocesso na segurança, já que a adoção dos pods atrás das rodas neste chassi DW, não foi para evitar o catapultamento dos carros, fato que aconteceu no fatídico acidente de Dan Wheldon em Las Vegas, Flávio?

    • Wanderson Marçal disse:

      É o seguinte, Rodrigo: a princípio o pára-chaque era tipo uma aleta aerodinâmica que a Dallara iria incluir pra equilibrar o carro — ela também usa na F-E. Depois surgiu a idéia de criar algo mais robusto para superspeedway. A princípio, antes dos aerokits, os pára-choques eram bem pequenos nos mistos e nos ovais curtos. Só nos ovais longos é que eles tinham essa proposta de evitar decolagens.

      Mas que aí aconteceu a morte do Dan Wheldon. E por que ela aconteceu? 30 carros, num oval curto andando em pack-racing (estilo Nascar, muito arrasto aerodinâmico com pé embaixo o tempo todo; carro lado a lado sempre). Óbvio que ia dar merda. Pack-racing era o estilo que a IRL adotava tentando emular a Nascar. Mas nunca foi apropriado para monopostos. A partir de 2012, com outra direção, a Indy parou com os pack-racing e as decolagens se reduziram. As que existem, hoje, são aquelas em que o carro de trás vem em muito mais velocidade que o de trás — tipo o do Webber em Valência em 2010 e o do Alonso na Austrália ano passado. Aí não tem pára-choque que resolva. Vai bater e vai voar, mesmo. (nos anos 90, aliás, sob a égide do Max Mosley a FIA chegou a testar e já tinha tido essa conclusão). Então acabaram retirando do projeto para 2018.

  22. Marcelo disse:

    Estava vendo umas fotos dos carros da década de 90 e realmente eram muito lindos.
    O do Vileneuve, azul e branco, o mais!
    Demorou para a Indy mexer nesse carro esquisito que eles usam hoje.

  23. Antônio disse:

    Muito melhor que as atuais aberrações….

  24. Celio ferreira disse:

    UFA…JÁ NÃO ERA SEM TEMPO..

  25. Gerson disse:

    Duvido que vá ficar bom. Os penduricalhos aerodinâmicos e os recortes futuristas das laterais são só mais do mesmo. Aquela beleza da Indy dos anos 90 não volta mais,

  26. luigi disse:

    Como já escreveu o poeta : Toda unanimidade é burra !
    Isto ,na minha opinião também se aplica ao automobilismo , monomarca ,mono motor,mono chassis, Que além de não transferir nada de bom para o desenvolvimento de carros de produção normal ,também não melhora a relação equipe com muito recurso e equipes com pouco recursos , as primeiras sempre terão o maior número de vitórias e as segundas só circunstanciais,na maioria das vezes mais por sorte que por méritos,isto para mim não é automobilismo ,é jogo e jogo nunca foi minha paixão.

  27. moisesimoes disse:

    - Sem dúvida não se compara com os terríveis da atual geração. Mas o bico limpo, com as asas sem aletas, sem nada, seria o ideal.
    A asa traseira com três degraus também lembra um barbeador.
    Em relação à segurança, acho que o aeroscreen cairia muito bem. E esse “santantônio”: – Aguenta porrada? Mas se os caras estão indo na direção certa, ah, estão!

  28. Carlos Pereira disse:

    Vão ficar melhores visualmente … isso se for aplicado mesmo. Gostei.

  29. Guzz disse:

    Carros bonitos, fazia tempo que não…

  30. Zé Maria disse:

    Tudo beleza, mas. . .
    Flavio do céu, como é que pode o seu colaborador do GP que redigiu essa matéria, mandar na lata dos leitores, assim na cara larga como dizem os gaúchos, um “REFRIGERAMENTO do motor”?!?!
    Segunda época para ele!!
    Ou estou errado na minha colocação?
    Abraço.
    Zé Maria

    • Robertom disse:

      E seguem outras obras da “Sucursal de Porto Alegre :
      …o bico perde em tamanho, sendo menos espichado…
      Não seria bem melhor escrever que o bico é mais curto?
      …as questionáveis calotas localizadas atrás dos pneus traseiros deixam de existir…
      Calotas, por definição, nunca estão atrás das rodas e sim cobrindo total ou parcialmente a face externa delas, acho que o rapaz se referia às carenagens…
      Não quero crucificar ninguém, mas provavelmente é o mesmo que escreveu que o falecido Guaraná nunca alcançou muito sucesso nos monopostos e que suas maiores glórias foram no Endurance, justo o Palito que é o recordista em número de títulos brasileiros (3) em categorias de Fórmula, 2 na Super Vê e 1 na F2Br…

    • Alexandre Augusto disse:

      Emenda pior que o soneto….
      Consertaram o refrigeramento, mas o artigo não.. Agora ficou o Refrigeração.

  31. Wanderson Marçal disse:

    Carros mais leves, menores (vão encurtar a dianteira e a traseira), mais potentes, mais bonitos (sem a porcaria do pára-choque) e o principal: mais downforce mecânico e menos aerodinâmico, facilitando o vácuo e assim as ultrapassagens.

    Viu, F1, não é difícil…

    • Edward Fernandes disse:

      Posso assinar embaixo?

    • rafaelle disse:

      mais a f1 tem a “camaradagem safada” ou alguém acredita que a Mercedes voltou na f1 para competir? buscar michael e o lewis…. kkk a mature-virgem BRAW,
      a renault voltou, fala brigar por titulos só daqui 5 anos… alguém acha que a renault é fraca?
      na minha opinião, só voltou porque tinha a garantia do “futuro” motores v6 híbridos… e a Ferrari só concordou porque tem bala na agulha. E dinheiro “Free” todo ano (ganhado ou perdendo, caga em paz).

    • Fabio disse:

      Com tudo isso, agora só falta espalhar melhor o calendário. Porque terminar em setembro é dose!

      (Pq o Flávio gosta! hahaha Parece até que o fã de NFL pra valer lá nos EUA tá preocupado com Indy…)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>