EL REY | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

domingo, 28 de maio de 2017 - 16:34Indy, IRL, ChampCar...

EL REY

Não deu, mas foi uma aventura extraordinária. Guiou como um campeão, o tempo todo entre os primeiros, com chances reais de vitória. Não sei se vai tentar de novo. Mas Alonso provou hoje que é um gigante entre os maiores. E a Honda, puxa, a Honda… Que merda, a Honda. E que incrível, a Honda! Afinal, Takuma Sato ganhou, o que é igualmente sensacional! Foi um domingo de gala, em resumo.

indy17abre2

136 comentários

  1. Alfredinho disse:

    Queiramos ou não, o resultado das 500 milhas deixou um gosto amargo na boca do torcedor brasileiro que curte a pilotagem do espanhol. Quando Alonso quebrou, ficou ainda a esperança de um dos dois brasileiros que estavam na disputa levarem a fatura. Venceu com merecimento o Japonês Voador, que com essa conquista entrou para a história do automobilismo. Coisas do esporte.

  2. JJ Letho disse:

    Tora! Tora! Tora!

  3. Vitor disse:

    Foi a melhor Indy 500 que eu já vi.De longe.Alonso deu show e merecia no mínimo o pódio.É gênio.Sato mostrou sangue frio e arrojo para ultrapassar o Helinho e mereceu a vitória.Téo José avisou no Pdk GP:Indianápolis às vezes faz justiça.Fez com o japonês.O leite foi bem entregue.

  4. Tales Guimarães disse:

    O final de corrida do Alonso, andando em décimo depois de brilhar na frente até alí, me lembrou o que o Barrichello falou sobre a Indy 500: “No início da prova você acha que está fazendo muitos amigos na pista. No final, somem todos!” rsrs

  5. Alemão disse:

    Se o motor não estourasse acho que chegaria no pódio…em terceiro! Essa era do Sato!!
    Alonso andou bem desde o começo! Deu pau em muito macaco velho da Indy!
    Helinho anda muito!!Seria um dos q eu gostaria de ter visto ma F1, junto com o De Ferran e o Kanaan!!
    Na F1…a Ferrari sacaneou o Kimi! Vettel leva este ano o caneco!

  6. Paulo Pinto disse:

    Os Deuses da Velocidade, sempre caprichosos, ignoraram os consagrados (até punindo alguns) e olharam majestosamente para o japa.

  7. Renato de Mello Machado disse:

    Alonso é o único piloto, nessa F1 de merda.Tomara quê ele faça Indy toda e o quanto puder de Indy500, até ganhar.

  8. Rafael disse:

    El Fodón. #ChupaHamilton

  9. Ricardo disse:

    Realmente o Helinho deu mais um show…. Fica para o ano que vem.

  10. Rodrigo Tossato disse:

    Parabéns Alonso, mostrou que é um dos grandes…pena que mais uma vez a Honda te deixou na mão, acho que no sprint final ele não ganharia a prova, mas ele foi muito bem mesmo!!!!

  11. Alexei disse:

    Como diria Kimi Raikkonen:

    -Mwah… voltar pra F1 pra quê? Categoria chata, aerodinâmica comanta, nenhuma garantia de vitória com Honda… mwah… não ultrapassamos, não nos divertimos tanto… muito comércio… público nos abandonando aos poucos… mais 40 milhões por ano não mudam tanto a vida de quem já tem uns 700 milhões na conta… mwah… acho que eu também vou pra Indy… mwah…

  12. CHAGAS disse:

    Embora eu seja fã de F1 e a Indy é sempre minha segunda opção, acordei ontem sabendo que a prova do dia seria em Indianápolis. O que vi foi Gil di Ferran mostrando o caminho das pedras e Alonso fazendo o que é de costume. Pilotou muito, e mostrou ultrapassagens diferentes das que estamos acostumados a ver na Indy (entrando muito mais colado nas curvas e ultrapassando antes da metade da reta). Helinho e Tonny provaram porque venceram em Indianápolis, fortes o tempo todo, Tonny começou a prova parecendo ter um carro de categoria diferente, totalmente agressivo e impecável. Helinho no final deu show, talento puro. O melhor de tudo “os dois são brasileiros” e podemos nos orgulhar de estarmos muito bem representados na Indy. Por fim, Parabéns ao japonês Takuma Sato que no meio de tantos excelentes pilotos, voou e levou a melhor.

  13. Anderson Leite de Campos disse:

    Olá Flávio…

    Assisti aos dois GPS, mas as 500 milhas de Indianápolís foram incríveis !
    Mesmo com brasileiros com chances, assisti a corrida inteira, torci muito pelo Alonso, e achei sua experiência fantástica. Pena que a Honda não deixou ele dar o sprint final da corrida. Imagino que ele iria barbarizar !!!
    Espero que ele volte. Você acha que, caso ele não encontre uma equipe decente na F1 ele faça a migração para a Indy ?

    Grande abraço.

  14. Amaral disse:

    Torci pelo Alonso tanto quanto torci pelo Hélio e pelo Tony. Se o Alonso vencesse passando o Hélio na linha de chegada ficaria feliz. Teria visto a história sendo feita. Se bem que vi. Não é todo mundo que faria o que o Alonso fez, apesar de alguns acharem o contrário.
    Sato mereceu. Conseguiu reunir todos os fatores pra vencer. Motor canhão, piloto bota e um carro que andava horrores de cara pro vento. Além de sorte pra não se envolver em nenhuma panca, nem com ele próprio, nem com outros.
    Sato sempre foi bota. Tanto que sempre foi considerado o melhor japa que passou pela F-1, seguido de perto por Kobamito. Só que tanto arrojo às vezes terminava em panca.
    Na Indy foi mais ou menos a mesma coisa. Bota, arrojado, vitória ou muro. Ganhou uma vez, mas ninguém vai pra Andretti só por causa de motor. Tem que ter braço também. Sato não é lenda. Mas provou que mereceu ser piloto de F-1, merece ser piloto da Indy, e agora vai colocar olhinhos puxados naquele troféu gigante…
    E essa equipe fez o impensável: Preparou seis carros em que qualquer um deles tinha condições de ganhar, tanto por equipamento quanto por piloto.
    Aliás, dessa corrida, de 33, tinham ali no mínimo 20 possíveis vencedores. As defasagens eram muito mais de equipamento do que de braço.
    E ainda há quem fale mal da categoria, dos pilotos de lá. Vai lá e faz igual.
    Alonso foi e fez. Treinou como se tivesse feito um ano inteiro de treinamento prévio, largou como uma menina, mas correu como se tivesse andado em oval a vida inteira. Corrida monstra de um puta piloto. Espero que volte. E que ele passe a usar aquele capacete. Dane-se que o motor quebrou. Dane-se se ele não ganhou. Pude ver um dos melhores pilotos da era moderna fazendo história. Ir pra outra categoria, botar a cara pra bater, e dizer que pôde competir, ultrapassar, liderar prova, contra pilotos que nada devem a Vettel e Hamilton, contra pilotos que teriam vaga de titular fácil em qualquer equipe média na F-1, contra gente nascida e criada no oval, que andava até de velocípede virando só pra esquerda.
    Quero que outros façam o mesmo. Um Hamilton (bem, ele já disse que não vai, paciência, seria bom calçar sapatilhas da humildade), um Vettel, um Raikkonen indo lá pra Indy, ou um Marco Andretti indo pra F-1 e fazer o que o avô fez e o pai não conseguiu… Mente aberta, interação, menos mordaça e mais competição, é disso que precisamos.

  15. Thiago Azevedo disse:

    Que corridaça!
    Uma pena a quebra do Alonso. Ele sempre esteve entre os ponteiros. Sem as variáveis das bandeiras amarelas e, obviamente, sem a quebra, a corrida seria do Alonso.
    Ele só não foi impecável, por conta das relargadas. No geral, ele não relargou bem. Naquela relargada após a troca de pneus (no final da prova), que ele estava em nono, ele era o primeiro dos ponteiros, mas caiu bastante. E remar naquele final de prova não foi fácil.
    Seria sensacional se ele vencesse.
    Pela pilotagem, ele é um cara que sempre deveria ter um bom carro nas mãos.

    • Alfredinho disse:

      Nas relargadas conta muito a famosa “estilingada” que só se aprende correndo em ovais.

      • Thiago Azevedo disse:

        Verdade.
        E ele deve ter sido bem mais cauteloso porque, de repente, foi parar no pelotão da merda (coisa que não tinha acontecido com ele na corrida até então).
        Nos vídeos que assistiu de corridas de outros anos, deve ter reparado que batidas acabam sendo normais logo após a relargada.

  16. Clayton Araujo disse:

    Espetáculo de corrida! Alonso deu um show ao meu ver, andou na frente enquanto teve motor, ultrapassou por fora, fez uma boa estrategia de corrida uma pena que os motores do Honda Fit não estão prestando mais! Takuma Sato deu show também junto com o Castroneves que vacilou no final deixando o japonês escapar. E o Dixon que saiu andando daquele espetacular e monstruoso acidente. Deu muita sorte o cara. Deve agradecer e muito aos Deuses da velocidade porque por pouco ele não acabou se espatifando de cabeça no muro.

  17. Rafael P Chinini disse:

    o motor que Honda devia ter quebrado (do Takuma, maldade) não quebrou!
    Honda não da uma dentro hahahahahaha

  18. Garlet disse:

    Alonso tem um problema sério, não sabe trabalhar em equipe. Não sabe ser líder. POrisso é sempre assim, começa bem, mas depois de um tempo, o ambiente fica ruim. É aquela coisa meio individualista de latino americano, tá espanhol:”Se vencer, fui eu, se perder a culpa é do carro, porque eu sou o melhor”. Gente. Isso não funciona. Aprendam com o Vettel, que aprendeu com o Schumacher. Ninguém faz nada sozinho. A época do Senna acabou. Hoje, as máquinas superam o piloto, ele precisa é colocar isso tudo a seu favor , e não ser o centro das atenções. Brasileiro vai demorar para entender isso, talvez seja esse o motivo de estarmos “patinando”, na economia, política, educação (do povo principalmente que é um baita de um mal educado individualista).

  19. Diego - Floripa/SC disse:

    Guiou muito o Alonso, é muito acima da média, mas é muito azarado.

    É daqueles que vai disputar as 500 umas 15 vezes e não vai ganhar nenhuma.

    Fiquei decepcionado quando vi o carro laranja parando, mas ao menos ganhou minha segunda escolha para torcer, o Sato mereceu.

  20. André C.L disse:

    Não caio nessa empolgação toda da Indy, não… se por um lado a F1 anda devendo muito…por tudo aquilo que já vem acontecendo há anos, falta de competitividade, pilotos pagantes(o que foi aquilo que o Marcus Ericsson fez ontem??) e etc… temos uma Indy que continua extremamente perigosa, com pilotos ruins e imprudentes! Dixon poderia ter morrido, e apesar da rápida adaptação do Alonso a categoria, não me surpreendi com sua atuação dentre outros pilotos da F-indy. A corrida longa, com muitas bandeiras amarelas, pilotos novos ruins… ganhou um ex piloto da F1 que disputou as últimas voltas contra um piloto com mais de 40 anos…

    • moisesimoes disse:

      “temos uma Indy que continua extremamente perigosa, com pilotos ruins e imprudentes”;. Não, não temos. Você tem um probleminha no seu olhômetro. E idade não ganha corrida, ok? Buddy Lazier manda um abraço.

    • Mario Aquino disse:

      Copo meio vazio.

    • Wanderson Marçal disse:

      No geral você criticou o que é 95% da história do automobilismo e eu diria que pelo menos 50% da história da própria Fórmula 1: automobilismo sempre foi um negócio meio amador. Começou a ser mais profissional — e na F1 — dos anos 80 pra cá. Perigo? A F1 era muito perigosa — e por isso se tornou tão famosa. A primeira vez que a F1 ganhou destaque na Europa foi nas páginas policiais pelos acidentes que gerava, chegando até ser proibida em alguns países. Piloto já morreu acertando fiscal, nego já morreu queimado, outro teve cabeça decepada e etc. Pilotos velhos com carros improvisados — daí os garagistas — já cansaram de correr e ganhar na F1. Enfim, a Indy é automobilismo à moda antiga e não vejo nada rolando aí que não role em todas as outras categorias — até mesmo na hoje super profissional F1.

    • Marcelo R. disse:

      Com todo respeito, mas você está distorcendo as coisas.
      As duas categorias tem pilotos muito bons e outros fracos, a questão é como cada categoria lida com isso.
      O autódromo estava praticamente lotado, cara em termos de espetáculo a Indy 500 está a anos luz da F1.
      Se idade fosse problema, como ter mais de 40 Schumacher não poderia ter voltado ?
      E o que dizer dos fracos da F1 ?, Palmer, Ericsson e Stroll. Nessa hora, ruim por ruim fico com os da Indy. São mais humanos, parecem mais conosco. Dão um duro danado pra conseguirem bancar os custos, inclusive trabalhando, tanto de suas despesas como de suas equipes e estão lá por esforço próprio e não por conta de ser filho de um milionário abastado e que só faz besteria como o Lance Stroll.

      Agora eu entendo porque Eclestone não permitiria a ida de um piloto pra disputar a Indy. Se um piloto como Alonso fez o que fez, explodindo os números da Indy, imagina se outros também fossem ?.

  21. O Alonso fez sua parte, mas a Honda não! Parece que a Honda e Alonso nunca foram feitos um pra o outro. O Scott Dixon nasceu de novo com aquele acidente assustador. O Helinho de novo frustrado com o segundo lugar (o último segundo lugar foi em 2014) na tentativa da quarta vitória nas 500 Milhas.de Indianápolis. Ao vencer em indianápolis nas 500 Milhas o Takuma Sato acaba tendo hoje na mão a maior conquista de um piloto japonês no automobilismo.

  22. Gabriel P. disse:

    A Indy é uma gincana onde qualquer um pode ganhar, basta ter boa estratégia, não fazer besteiras e ter muita sorte.
    Por causa das bandeiras amarelas, dificilmente o melhor piloto ganha, uma vez que todo esforço para se distanciar quando se está em 1º de nada adianta.
    Assim nem dá para torcer por ninguém, emocionante, mas uma chatice, ao contrário de Mônaco que pode ser uma chatice a corrida, mas emocionante a cada volta que piloto passa a centímetros dos muros.
    Quase ao contrário de todos aqui, não achei que Alonso fez nada extraordinário, já que houveram antes muitos novatos que ganharam as 500 milhas e hoje mesmo alguns fizeram o mesmo ou até melhor.
    E os narradores na TV não tem jeito, não adianta animar algo quando vemos que não corresponde com a realidade.
    Hélio e Kanaan simplesmente não tinham carro para vencer e ponto final

  23. Leandro Batista disse:

    Corridaça do Alonso. Nao duvido nada que ele mude de categoria no ano que vem. Nao tem porque ficar na F1 sem ter um carro competitivo na mão. Duvido que essa experiencia nao deixado um gostinho de quero mais.

  24. Marcio disse:

    Alonso pilotou bem, mas achei que no momento em que ele abandonou já estava meio perdido, sem conseguir ultrapassar enquanto que na frente 3 ou 4 carros disputavam posição em cada curva…. Pareceu-me que ele não quis arriscar mais, poderia até causar um acidente… Normal, ele ainda é piloto da F1 com contrato vigente, tinha muito a perder… quando ele saiu perdi a vontade de ver o resto da corrida, não estava nem aí pra brasileiro que poderia vencer… Eu só queria ver o Alonso…

  25. JP disse:

    Corridaça do Alonso, espero que ele fique na Indy e largue de vez aquela F-1 tão aristocrática e mimizenta!
    E o Scott Dixon…não consigo tirar a imagem do acidente da minha cabeça. A iIndy tem que pensar em algo. Batidas no muro em si não matam mais, mas essa história do carro voltar pra pista. Talvez afastar mais o muro, deixando uma área de escape com um asfalto mais rugoso. Pilotos bateriam, mas a probabilidade de alguns voltarem pra pista de fato seria bem reduzida. É só uma ideia.

  26. Turcow disse:

    Hoje eu pude constatar:

    Indy > Tijolo > Abismo > Merda > Monte de Merda com rodas > Formula 1.

  27. rafaelle disse:

    japão-honda-japão, é uma bomba gentleman no império…(quem a si mesmo se humilha é exaltado).
    não tenho absoluta certeza, mas creio que o Edgard cravo o Takuma Sato com a vitória no Foxstport.

    • Marcos Gomes disse:

      No Padock GP, o Téo José listou os pilotos que ele achava que tinham chance e que viriam forte para a corrida. Na hora de dar o palpite, ele deu um sorriso e cravou: Takuma Sato. Ou ele entende muito do riscado, ou é vidente ou foi um chute despretensioso que entrou na forquilha.
      Por via das duvidas, e aproveitando que a mega-sena está acumulada, será que alguém poderia me passar algum contato para eu falar diretamente com ele?

  28. D disse:

    Fernando mitou. E a F1 ficou pequeninha frente ao espetáculo da Indy. Já a Honda deveria se concentrar em fazer cortadores de grama e esquecer do automobilismo. Fiasco! Apesar da grande e merecida vitória do Takuma!

    • Chupez Alonso disse:

      “Já a Honda deveria se concentrar em fazer cortadores de grama.”

      Really?

      A Honda ganhou a Indy!

      Fora os outros carros no TOP 10.

      Marc Márquez é o atual campeão da MotoGP com a equipe Repsol Honda!

      Ganhou 3 dos últimos 4 campeonatos sobre a Yamaha.

      Ou esses cortadores de grama serão os melhores do mundo ou esse “D” é de doido de pedra.

      • Roberto disse:

        Não é a toa que Alonso é um dos melhores pilotos do mundo em atividade. Muitas equipes da Indy vão disputar no tapa para querer ver ele em seus carros. Andretti Racing e Mclaren está de parabéns. E não esqueçendo do Takuma Sato. Primeiro japonês e asiático a ganhar a Indy 500. Entrou para história.

      • D disse:

        Substitua cortadores de grama por
        motocicletas então…

Deixe uma resposta para Rodrigo Tossato Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>