MENU

sexta-feira, 23 de junho de 2017 - 20:02Dica do dia

DICA DO DIA

RIO (vamos arrumar uma pra ele?) – O Fábio Almeida mandou este link com um delicioso texto escrito pelo jornalista português Luís Pimenta sobre… a nossa Rural Willys! Palavras carinhosas dedicadas à primeira SUV do mundo (SUV é “a” ou “o”?) que, acreditem, é o sonho de clássico de nosso colega da terrinha.

E por que não seria? Rural é demais, um carro único, a cara do Brasil. Assim como sua filhota, a picape F75, já com carimbo da Ford (com esse nome, porque foi lançada bem antes também, como me lembra um blogueiro nos comentários). Adorei o texto e, especialmente, a familiaridade do Pimenta com nossa história e nossas coisas sobre rodas. Taí um cara que gostaria de conhecer para bater papo sobre a indústria brasileira — que parece interessar-lhe bastante.

Comentem lá no “Motor24″ lusitano, ele ficará feliz.

rural-willys

8 comentários

  1. ROBERTO TREMPER disse:

    Tentei comentar no s[itio do próprio, mas esbarrei numa exigência para entrar cadastrar-me numa certa rede social que prefiro não frequentar.
    Peço licença para postar meu pequno comentário aqui, numa quase vã esperança de que seja lido pelo cara.(grande cara!).

    Alô Luís Pimenta. Todo mundo está a falar do seu texto, que – uma vez disseminado pelo blog do Flavio Gomes – repercute como pipoca em panela de vidro, tal qual numa secadora com vigia transparente de Brooks Stevens. . Elogiá-lo seria redundante. Prefiro concentrar-me em sua postura, sendo muito raro encontrar quem fale tão bem dos veículos brasileiros mesmo sem ser nativo (saiba que até os daqui criticam ou desdenham de nossas “assim chamadas” carroças, o que é uma pena).
    Grande abraço do seu mais novo leitor. Roberto Tremper, Rio de Janeiro, RJ.

  2. “A Rural é um daqueles modelos que dá sentido à paixão pelo automóvel. É um carro que conta uma história, que resulta de um sonho e alimenta o nosso imaginário. Que nos faz viajar mesmo antes de partirmos.”

    Sensacional, o texto. Substituo por Escort e continua fazendo todo o sentido.

    Por falar em Ford, muitas saudades do meu Escort Hobby. Aqui tem um comercial interessantíssimo do modelo 1996, estrelado pelo Pedro Cardoso:

    https://www.youtube.com/watch?v=6xEfIYPYsQg

  3. rogerV disse:

    Tenho extrema saudades da peruona…. era uma linda 64, Cinza Bismark 4 x 4 com bancos bordeaux…

    O carro que comecei a entender que gostava da parada….

  4. João Henrique Leme disse:

    Flavio, um amigo meu tem uma Rural espetacular à venda.

  5. Fernando disse:

    SUV é “o”, porque o V significa veículo, pelo menos até que comecem a falar veícula.

  6. Thiago disse:

    Prefiro acreditar que seja “o” SUV – por traduzir para veículo utilitário esportivo.

    Sobre indústria brasileira, não sei se você chegou a ver as postagens do Luiz Veiga no Facebook. Vem contando a história dele desde a GM, passando pela Chrysler (citando o Polara), até a VW.

    Chrysler: https://www.facebook.com/veigadesignearte/posts/1232854373489646

    Criação do Gol G2, falando sobre a reestruturação do VWAG: https://www.facebook.com/veigadesignearte/posts/1247545775353839:0

    https://www.facebook.com/veigadesignearte/posts/1250608228380927:0

  7. Antonio Seabra disse:

    Andei muito numa Rural igual a essa, verde e branca, de um primo da minha mãe, que eu chamava de Tio Renato, um cara super bacana. Ele era Oficial de Marinha, Comandante de Submarinos, torcedor fanático do Flamengo, e era pai do jornalista, cronista e apresentador de TV Renato Mauricio Prado. Íamos muito nela ao Clube Naval (Piraquê), na Lagoa, nos finais de semana.
    Saudades daquele tempo.

  8. robertão disse:

    Só uma correção Flavio. A pickup foi lançada em 1960 com o nome de pickup jeep. A Ford colocou o F 75 para deixar a familia de pickups com a mesma nomenclatura ( F1, F100, F 1000..)

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>