MENU

quinta-feira, 19 de outubro de 2017 - 23:30Nas asas

NAS ASAS

Mandaram nos comentários, como sempre não anotei o nome. Este foi o último voo de longa distância da Air Berlin, que vai encerrar suas atividades no próximo dia 28 — a Lufthansa adquiriu o espólio. O A330 vinha de Miami e na hora do derradeiro pouso da companhia, o comandante, depois de pedir autorização à torre de Dusseldorf, arremeteu e fez um rasante. É bonito e marcante para uma despedida, mas acho essas coisas meio perigosas. Parece que os passageiros não curtiram muito…

33 comentários

  1. Angelo Carvalho disse:

    Meu deus quantos “pregos da avição”, inclusive o escriba. Minha gente esse é um procedimento NORMAL, arremetidas são absolutamente normais e essa em qustão foi coordenada com a torre. Eles foram afastados por causa da investigação que foi aberta, outro procedimento protocolar nesses casos. E antes que alguém me xingue, sou Piloto Comercial e Instrutor de voo, sei o que estou falando.

  2. Rodrigo De Souza Virgillito disse:

    Se você entrar no canal do YOUTUBE dos AVIÕES E MÚSICAS. O Lito explica certinho o que aconteceu, como aconteceu e o motivo…. em momento algum houve pânico ou algo do tipo por parte dos passageiros ou da torre, que autorizou e aplaudiu….. O Fly By foi realizado em visual, sem qualquer risco a nenhuma das partes…… Deviam existir mais pilotos como esses….

  3. Londrina Guy disse:

    ÊÊÊÊÊÊ…. Como o nobre escriba adora uma desinformação, não é!!!

  4. Peter von Wartburg disse:

    Já voei demais com a Air Berlin. Tinha lanchinho incluído e tals até que um belo dia, se não me engano em maio desse ano, fui pedir meu café com muffin no vôo das 6:35 da matina de Viena pra Düsseldorf quando a aeromoça sentenciou: são 5,50 €, senhor. Agradeci a informação, o café e o muffin e continuei trabalhando. Pensei: saporra tá falindo?! Dito e feito.

  5. Zé Maria disse:

    Complementando, o Lito do “Aviões & Músicas” publicou um post sobre este caso, imperdível para aqueles que acharam um absurdo o que aconteceu.

  6. Mauro Oliveira disse:

    - Encher o piloto de porrada
    – Cobrar o piloto
    – Manobra perigosa
    – Não pode arremeter(?!!?!?!?)

    É tanta asneira sendo dita, que a gente cala ela com o barulho dos “gritos” dos passageiros que “odiaram e xingaram” nesse vídeo de dentro da cabine

    https://www.youtube.com/watch?v=Ta_pWsRVcDA´

    É tanta chatice hoje em dia, que eu me pergunto como esse povo tão preocupado assim com a segurança não chia nada quando pousa no Santos Dumont na pista 02R quando ele vem devagar e faz uma curva mais fechada do que essa, ou como ainda voa em congonhas.

  7. Antonio Seabra disse:

    Primeiro, imagino que o piloto avisou aos pax de que iria realizar a manobra, e ninguém a bordo deve ter se assutado. Segundo, é um procedimento seguro e exaustivamente treinado pelos pilotos, logo não gerou qualquer perigo. No máximo algum desconforto a quem estava com pressa de chegar.
    Entretanto, pelo link que um colega aqui postou, isso vai dar investigação, e alguma dor de cabeça aos pilotos.
    Quanto ao amigo que comentou sobre o impressionante “low pass” do A300 da TAP em Evora, informo que a manobra foi exaustivamente treinada e repassada no computador e no simulador de voo, antes de ser executada. E o Avião estava vazio, apenas com os pilotos, que por sinal era ex- pilotos de caça da Força Aerea portuguesa.
    Por fim, vale a pena citar que que estas manobras são feitas normalmente com a aeronave vazia, em um voo especial.
    MAS…..acho que no final dos anos 90 (não tenho certeza da data) havia um evento de aviação no aeroporto do Bacacheri, em Curitiba. Um 737-300 da Varig, em voo normal de passageiros que ia pousar em São José dos Pinhais, pediu autorização e fez uma passagem baixa em Bacacheri com os pax a bordo, algo similar a essa manobra do Air Berlin. Só que a tal passagem foi REALMENTE BAIXA, e sem baixar os trens de pouso, “comme il faut” nesses casos de voo rasante pra impressionar !!! E não deu nada para os pilotos….

    https://www.youtube.com/watch?v=zMUTTiYI8vU

    Antonio

  8. Zé Maria disse:

    #pelasbarbasdoprofeta!!
    Como diria o genial Silvio Luiz.
    Melhor nem comentar, disseram tanta besteira envolvendo a segurança por aqui, descontando as réplicas dos colegas mais bem informados. . .
    Gente do céu, simplesmente não houve perigo algum!
    Avião certinho, todo configurado, trem e flap em baixo, absolutamente nada “fora da casinha”.
    Informação aos mais exaltados, num dos Paris/Rio que o Concorde fazia, era 23/10, Dia do Abiador, e havia uma festa em Jacarepaguá, então na chegada os pilotos fizeram uma passagem baixa igualzinha à essa é depois pousaram no Galeão, sem nenhum tipo de mimimi.

  9. Juliano disse:

    É interessante como pilotos costumam se apegar às maquinas que conduzem. Alguns anos atrás a Fedex tirou os 727 da rota que vinha pra Viracopos. Olha o vídeo da ultima decolagem
    https://www.youtube.com/watch?v=PMo5ql8_hcU

  10. jcs disse:

    Muito estranho… a velocidade parece baixa… e as asas sem o bordo de ataque e de fuga esticados? Asas limpas?
    Humm será Fake?

  11. KARLO disse:

    Se estivesse no avião, esperaria o piloto sair da cabine e cobria ele de porrada.

  12. Paulo disse:

    Onde está a manobra perigosa?
    O perigo foi 87,3 vezes menor do que dar uma volta no quarteirão a pé…

  13. Paulo disse:

    Gostei. Gostaria de estar dentro do avião também. Considerando que é a Alemanha e se o piloto pediu permissão e a torre deu. É mais do que seguro.

  14. Roberto disse:

    Oi Flávio.
    Esse piloto tinha que ser preso! Já pensou quantas vidas ele pôs em risco?
    Mesmo que estivesse sózinho na aeronave um acidente com um avião desse oorte tem consequências imprevisíveis.
    Loucura!

  15. Yorkshire Tea disse:

    Oi, Flavio. Em primeiro lugar, parabéns pelos 100…

    Quem pode ter mais informações sobre o perigo desse tipo de manobra é o Edgard Mello Filho, que, inclusive, apresentou um programa de aviação na TV.

  16. Celso disse:

    A chance de dar uma M na hora pouso simplesmente dobrou.
    Eu também não gostaria de estar lá dentro.
    Estranho alemão dar permissão para um coisa dessas, “fora do manual”

  17. josue disse:

    Bom dia Flavio!

    Este foi legal mas achei relativamente tranquilo comparado com um da TAP, em que o piloto lusitano fez um fly-by realmente alucinante. Como faço para te enviar este e outros links e fotos para as seções do blog? Coloco nos comentários ou tem algum e-mail específico.

    Abraço.

  18. Charles disse:

    O procedimento de arremeter deveria ser totalmente proibido na aviação, bem como essa coisa de ficar dando voltas no céu até aparecer uma “vaga paga estacionar no aeroporto”, oras, uma vez descendo, tem que pousar e jamais se tentar subir de novo, segundo, se o aeroporto destino está lotado naquele instante, fechado, ou impossibilitado de acolher o voo, direcione-se imediatamente (e o quanto antes possível) para o aeroporto mais próximo em condições de receber o avião, se isso fosse regra, mais da metade dos acidentes teriam sido evitados.

    • DecioBJ disse:

      Você prefere estar num avião que o piloto, por algum motivo, errou a rampa de descida e tocou lá na metade, se arrebentando no muro do aeroporto ou no avião que arremeteu para tentar outra aproximação? Cite 1, só 1, acidente que foi causado por arremetida ou por o avião estar em órbita. Eu não conheço.

    • Murio Cico disse:

      Se proibissem arremetidas teriamos 10x a quantidade de acidentes de hoje.
      As arremetidas existem por segurança, os pilotos não fazem porque querem. Esse vídeo é a exceção da exceção.

    • Squa disse:

      Puuutz, falou merd*. Proibir arremeter? Arremeter é uma manobra de segurança, caso ocorra algo imprevisto durante o procedimento de pouso.

    • Wal disse:

      Prezado Charles,

      Concordo que a manobra de arremetida seja muito desconfortavel para os passageiros, porem do ponto de vista de seguranca e muito importante e evita muitos acidentes. Falo de arremetidas por motivos reais, uma proibicao dessa manobra seria fatal.
      http://www.boldmethod.com/blog/lists/2017/05/8-reasons-to-go-around-during-landing/
      Caso tenha interesse, existem varios artigos no site da flight safety foundation. https://flightsafety.org/
      Um cordeal abraco

    • Giuliano disse:

      Prezado, o procedimento de arremetida não só é permitido como é obrigatoriamente treinado pelos pilotos, e um avião para ser certificado para voar também é testado nessa condição, e é um procedimento extremamente importante, pois pode ocorrer uma emergência durante o pouso e os pilotos tem que reagir imediatamente, e isso acontece todo dia no mundo todo, mas não é notícia justamente porque tudo é feito com segurança.

    • randy disse:

      Me desculpe a franqueza Charles mas voce falou asneira!!!
      Procedimentos de arremeter na verdade já salvaram milhares de vida pois são feitos quando em um ultimo instante o piloto percebe que o pouso por uma razão ou outra de surpresa como por exemplo mau tempo, obstaculo na pista, etc não será bem sucedido e sujeito a acidente, então ele arremete acelerando ao máximo e atinge altitude novamente para então em contato com a torre analisar como proceder para o pouso nessa mesma pista, numa outra pista no mesmo airporto ou ate em outro aeroporto, é um procedimento de segurança proibi-lo nem se cogita!!!! Voce pelo visto não sabe nada de aviação pois sua opnião é ridicula me desculpe a sinceridade.

    • Ricardo disse:

      espaço na internet é assim mesmo. qualquer um pode falar a besteira que quiser, sem conhecer nada do assunto.

      só nessa internet vemos uma proposta absurda dessas.

      paciência.

      pede pra proibir também pouso e decolagem, pq aí o perigo acaba de vez.

      querer proibir arremetidas, um claro procedimento de segurança, é coisa de quem nunca arreMeteu.

  19. Mauricio Rocha disse:

    É bonito….para quem está do lado de fora….

  20. Marcelo Alves disse:

    Numa dessas você pode morrer…pode sim.
    Mas cara… a gente pode morrer de tantas maneiras.
    E a maioria delas não tem nada de legal.
    Portanto “carpem diem”.

  21. Marcelo disse:

    Se fazem isso no Brasil, o ministério público já lança uma investigação na hora!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>