SAI RENAULT, ENTRA NISSAN | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

quarta-feira, 25 de outubro de 2017 - 11:55Automobilismo internacional

SAI RENAULT, ENTRA NISSAN

RIO (normal) – A Renault vai deixar a Fórmula E depois da quarta temporada, apesar do sucesso até aqui na categoria, com três títulos entre as equipes. Enorme surpresa? Não. Primeiro, porque quem assume o time é a Nissan, que vem a ser parte do conglomerado automobilístico liderado pela… Renault, claro. Em outras palavras, para quem não está acostumado ainda com essas fusões, uniões e aquisições, a Renault é dona da Nissan, e portanto Renault e Nissan são a mesma coisa.

No final dos anos 90, inclusive, a Renault fez a mesma coisa na F-1, depois de empilhar vitórias e títulos com Benetton e Williams. Foi embora porque considerava a missão cumprida. Um dirigente na época me disse que por conta do estabelecimento de uma era hegemônica, a Renault vencer deixou de ser notícia. E passaria a ser quando começasse a perder. Antes que isso acontecesse, se mandaram.

A diferença para agora é que além de deixar o rabicho na Fórmula E com a Nissan, a Renault deixou claras as intenções de investir pesado na Fórmula 1 para ser campeã até 2020. É possível? Eu diria que sim. Acho que as fichas estão todas na McLaren, com Alonso, mais do que na equipe própria.

Saberemos se deu certo daqui a alguns anos. Seria bem legal.

15 comentários

  1. Albertino disse:

    O contrato do Alonso com a McLaren é de um ano. Em 2019 ele pode ir para a Renaut e ser campeão.

  2. Ricardo Bigliazzi disse:

    Com Alonso?!?!? Difícil, o cara não consegue montar um quebra-cabeça, alguém acha que será capaz de construir uma equipe Campeã??

    O Idiota Veloz Espanhol é um dos maiores pulhas que a F-1 já viu.

    A Renault irá investir em sua própria equipe, acredito que o Sainz é o futuro. Não faz sentido apostar as fichas na Mclarem enquanto torra algumas centenas de milhões de dolares em seus carros amarelos. Se é para apostar em alguma outra equipe que reconnhecidamente sabe fazer carros velozes é muito mais facil e garantido continuar com a parceria com a RedBull (que pelo andar da carruagem será obrigada a ser a mais nova equipe Campeã Mundial com a Honda).

  3. Celio ferreira disse:

    Equanto for os motores atuais , a Renault será terceira força , Mercedes e Ferrari
    sempre estarão na frente. Agora a partir de 2021 , começa do zero , aí a história
    é outra.

  4. Victor disse:

    Imprensa e essa mania de achar que o mundo gira em torno do Alonso.

  5. GuilhermE disse:

    “deixar o rabicho na Fórmula E” – gargalhei!

  6. Denis disse:

    Para ilustrar… acho que está um pouco desatualizado, mas dá pra ter uma ideia de como está a indústria automobilística e suas marcas hoje…

    http://thedinfographics.com/wp-content/uploads/2012/02/automotive_family_tree_infographics.jpeg

  7. Paulo F. disse:

    Será que desta vez o asturiano acertou? As contas do Karma foram acertadas pela Honda?

    Et: Gostava mais quando a Nissan era Datsun!

  8. Victor Costa disse:

    Flávio, tenho uma dúvida: se a Toyota confirmar permanência no WEC, como ficará a situação de Sebastien Buemi já que tendência é que ele siga na estrutura da Nissan na F-E enquanto sucessora da e-dams Renault? A impressão que dá é que não haverá compatibilidade para ele correr para Toyota e Nissan ao mesmo tempo, ainda que em categorias diferentes.

  9. Victor disse:

    Então, FG, na verdade há uma “aliança” entre Renault, Nissan e agora a Mitsubishi. Nenhuma das marcas é dona das outras, pelo menos é esse o discurso da liderança das empresas e do Carlos Ghosn.

  10. clodoaldo lelli disse:

    e o prost pai e prost filho serão substituidos pelo katayama e katayama jr ?

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>