A VOLTA DA ALFA | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

quarta-feira, 29 de novembro de 2017 - 11:43F-1

A VOLTA DA ALFA

RIO (tradição é tudo) – O grupo Fiat Chrysler, dono da Ferrari, oficializou hoje a conversão da Sauber à condição de time B de Maranello, usando uma das marcas da corporação, a Alfa Romeo – qua passará a batizar a equipe e os motores.

Gosto muito da ideia. Ver um nome forte como o da Alfa de volta à F-1 depois de 33 anos é muito legal. Foi um carro Alfa Romeo que venceu o primeiro GP da histórial, em Silverstone/1950. E a parceria garante o futuro do time suíço, que cambaleou bastante nos últimos anos.

Falta agora apenas definir os pilotos. Um, certamente, será o campeão da F-2 Charles Leclerc, nascido em Mônaco. Há uma boa possibilidade para o italiano Antonio Giovinazzi, também apadrinhado pela Ferrari. Marcus Ericsson tenta sobreviver com grana de patrocinadores suecos, mas acho que vai dançar. Assim como Wehrlein.

alfasauber

47 comentários

  1. Helton Garcia Fernandes disse:

    Se não tirar a anta do Ericsson, nada disse dará resultado…

  2. Amaral disse:

    Feliz pela notícia da volta da Alfa, que, de quebra, significa a sobrevida da Sauber com alguma dignidade. Motores atualizados são o mínimo em troca da (nova) venda da alma da equipe. Cabe à equipe fazer um chassi decente.
    Leclerc e Giovinazzi estão de bom tamanho. Ambos são melhores que o Ericsson. Então tá bem.
    Triste porque o Wehrlein vai ficar a pé. Nunca escondi que sou torcedor dele, desde o que ele fez com a Manor, meter aquela cadeira elétrica num Q2 e arrancar um ponto na marra na Áustria – a única pista em que ele tinha chance mínima, pista curta, com reta longa, num carro que era bom de reta e pavoroso de curva – não é pra qualquer um. Não é fora de série, mas quando dá, anda mais que o carro. Não merecia. É bom piloto. Mas vai arrumar uma vaga legal em algum lugar fora da F-1.

  3. R. CASAGRANDE disse:

    O retorno da marca é legal, só lamento pela extinção da Sauber, depois de tantos anos. Mais um ciclo que se encerra

  4. Marcelo Saldanha disse:

    Linda foto Flavio

  5. Ricardo Bigliazzi disse:

    Bem legal, se fosse a Ferrari liberaria os motores de ultima especificação para Eles, não faz sentido expor a marca usando “unidades de força” inferiores.

    No caso de Ferrari e Alfa a diferença ficaria apenas no chassi, sendo a Alfa Romeu uma “incubadora de idéias”. Acredito que o “Criador ainda continuaria sendo bem maior que a Criatura”.

  6. Fabrizio disse:

    Excelente notícia! Alfa Romeo é história, tradição. Uma marca genuína do mundo das corridas. Se não me engano foi a primeira fábrica de automóveis da história a ter uma equipe de corridas. Puro sangue.

  7. moisesimoes disse:

    - Eita! Que rabão!
    Sauber com essa moral toda? Estou prevendo Hass (saindo da F1) e STR ( saindo também: corte de gastos da Red Bull) no fundo do poço. E esse negócio de mais equipes, serve pra quê, mesmo? Pra se arrastar no fundo do grid e aparecer meio segundo na câmera? Pra torcedor dizer que são amadores, que só tem piloto pagante e ruim? Quem vai se meter a besta a gastar dinheiro na F1 quando a hegemonia da Mercedes não é quebrada nem por Ferrari ou RBR de Newey?

  8. valter disse:

    Taí uma equipe que já nasce com os 5º e 6º lugares garantidos no grid.

  9. Alexandre disse:

    Em 2017 a marca “Alfa Romeo” já estava presente na carenagem do motor da Ferrari SF70H – foto da pré-temporada:

    http://e2.365dm.com/17/03/16-9/20/skysports-ferrari-f1-testing-raikkonen-kimi_3905605.jpg?20170308141346

  10. Marcos disse:

    Essa foto, hein…. “Dat ass…”

  11. Inácio Neto disse:

    Eu cantei a bola, lembra? Caso não, explico: sou professor e vindo de uma cidade para a minha (nas quartas-feiras trabalho (Patos) a 180 km de minha cidade, Campina Grande). E acompanhando o vazamento das gravações (acho que foi isso) via portais vi uma reportagem sobre o apoio técnico que a Ferrari daria a Sauber para 2018. Você só faltou me esculhambar, kkkkkkkkkkkkkkkkkkkk. Mas eu te perdoo!!

  12. Saima disse:

    Fiquei imaginando que cores usarão. Certamente não terá verde, nem será parecido com 1985, a não ser que a Benetton volte como patrocinadora (por mim, voltaria como escuderia, porque eu torcia para ela) ou outro anunciante que tenha essa cor.

  13. Moy disse:

    Só espero que na transmissão o gaGalvão não chame a equipe de AFR.

  14. Pedro Belford disse:

    Fala Flavio! Viu essa?

    O técnico português André Villas-Boas anunciou nesta quarta-feira a rescisão de contrato com o time chinês do Shanghai SIPG (onde jogam os brasileiros Oscar, Elkeson e Hulk), para participar do Rally Dakar 2018!

    André é sobrinho de Pedro Villas-Boas que participou do Dakar em 1982, e o próprio treinador mantém a pilotagem com “hobby”, chegando a disputar o Baja Portalgre 500, em Portugal.

    O treinador irá pilotar um Toyota Hilux, ao lado do seu compatriota Ruben Faria, que foi segundo classificado na edição de 2013, na categoria de motos.

    Mais informações:

    Site do Rally Dakar
    http://www.dakar.com/dakar/2018/us/out-of-race/news-2018.html

  15. Ilmar disse:

    Será que vão pintar os carros de preto, verde e vermelho?

  16. João Almeida disse:

    Vê lá heing tem o dinheiro da Mercedes, pode arrumar uma boquinha em outra equipe. O problema da F1 é que com a saída da Manor e Caterham, tem muito pouca vaga de piloto pra quem chega da F2. O Liberty tem que aumentar o número de equipes urgentemente, na minha modesta opinião

  17. Eduardo_SC disse:

    Mais uma ressurreição para a marca Alfa. Alfa sem uma ressurreição não é Alfa.

  18. Cristiano disse:

    Ericsson está fazendo hora extra na F1, se continuar vai pra 5ª temporada de pura inexpressão. Também não se destacou em 4 temporadas na GP2. Haja suporte financeiro…

  19. edubassan disse:

    Que notícia boa! Muito legal ver um nome tão tradicional do meio automobilístico voltar para as pistas de F1.

    Sobre os pilotos, será mesmo curioso ver o Kubica pilotando uma Williams ano que vem, enquanto Wehrlein com o bolso cheio de euros assiste as provas do sofá de casa.

  20. Fernando disse:

    O Ericsson já fez 4 temporadas na F1.
    Para um piloto do nível dele, já está bom demais.
    Que venha Giovinazzi e Leclerc

  21. Murio Cico disse:

    muito legal a notícia. É a minha marca favorita desde criança, talvez pelo cuore.

    Falta saber se eles vão “reinventar” a marca, com sede na Itália e tudo mais ou apenas usar a Sauber como puxadinho da Ferrari (como a ToroRosso é da RedBull)

  22. Henrique Reis disse:

    Se Charles Leclerc for definido como um dos pilotos da equipe, já temos um apelido para ele: Charles Lelek lek lek lek lek lek.

  23. CHAGAS disse:

    Ótima notícia, além de Leclerc ser promovido, temos uma grande chance de nos livrarmos de Ericsson ano que vem. A F1 agradece!!!

  24. disse:

    Última temporada em 1985 da Alfa na F1, melhor resultado. De último para 7º na Austrália, de Osella Alfa do sensacional Huub Rothengatter. 2018 até o cozinheiro de Maranello vai testar, andando com a luz vermelha traseira acesa, que define os pilotos $em $uper licença em treinos. FG, a tal academia de pilotos dos Carcamanos é tipo da Red Bull, pagou faz escolinha?

  25. Jader disse:

    Jogarão na lama o nome Alfa Romeo. Só vai passar vergonha.

  26. Pdr Rms disse:

    Noticia sensacional. O único ponto negativo é que o Wehrlein deve ficar a pé, o que é uma pena pois é um piloto talentoso e, pelo desempenho mostrado, não merece tal destino.

  27. Czar disse:

    A melhor parte desta história é que a Ferrari não vai querer o nome Alfa Romeo como sinônimo de galinha morta – como a Sauber é hoje.

    Não deverá ser apenas o motor atualizado. É muito provável que irá rolar uma colaboração mais parruda.

    A Toro Rosso e os japas vão ter que rebolar para não ficarem com a lanterna na mão.

  28. Rafael P Chinini disse:

    precisava era de equipes novas!
    10 é muito pouco….acho 12 ideal, mais que 12 é sucesso

  29. Tulio disse:

    Me pôs um sorriso no rosto, de manhã.

    Fico triste pelo Wehrlein, apesar do que diz o deveras gabaritado comentarista abaixo. O timing do moleque foi muito infeliz…

  30. Vanni Rebonato disse:

    Flavio,

    boa tarde !
    Bom que eu saiba Alfa Romeo, em termos de números, se tornou insignificante no panorama mundial, faz parte do grupo Fiat-Chrysler ou seja Ferrari e o motor sera Ferrari.
    O nome porem traz lembranças boas e sera bom ve-lo de novo !

    Um grande abraço

    Vanni Rebonato

  31. Alessandro Silva disse:

    Eu só quero saber da cor da barata!!!

  32. Pablo disse:

    Será que ouviremos na transmissão das corridas que a Alfa “Morreu” em caso de quebras?

  33. Richard Baggs disse:

    Só falta a Ferrari fornecer o mesmo motor que irá usar…

  34. Julio disse:

    Já sei para qual equipe torcer ano que vem. Espero algum progresso deles.

  35. Brabham-5 disse:

    Torço muito para que os pilotos NÃO SEJAM sabugos do naipe de Ericsson, Wehrlein, Magnussen, Palmer, Grosjean, Gasli, e qualquer moleque espinhento que venha só para fazer numero e torrar o dinheiro e o tempo da Alfa Romeo com a Sauber com desempenhos pífios e acidentes estúpidos.

  36. Brabham-5 disse:

    “Em parceria com Sauber, Alfa Romeo volta à F1 após mais de 30 anos de ausência”.
    Sensacional.
    Que saudade de ouvir na F1 nomes/marcas como Brabham, Tyrrell, Ligier, Matra, Alfa Romeo, BMW…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>