MENU

sábado, 25 de novembro de 2017 - 12:15F-1

BYE, FELIPE (2)

RIO (aqui é de dia, então…) – A última sessão de classificação de Felipe Massa não foi das piores para o brasileiro. Conseguiu ir ao Q3, deixando o jovem Stroll bem longe no cronômetro e no grid.

Não representa muito, não significa que a Williams está fazendo besteira em trocá-lo por Kubica, não quer dizer nada de especial. Felipe decidiu parar no ano passado, lembremo-nos disso. Foi chamado de volta porque a equipe ficou sem ninguém para o lugar de Bottas. E agora se despede de vez com dignidade. Está tudo bem, não precisamos fazer drama por conta de uma situação absolutamente normal na vida de qualquer piloto — uma hora acaba. Aliás, tenho achado sua postura nas entrevistas excelente, sem dramalhão, sem choro, nem vela. É apenas o fim de um ciclo, o da Fórmula 1. A vida segue lá fora.

A definição do grid da corrida que encerra a temporada foi bem “standard”, sem surpresas ou tragédias. Meio morna, para dizer a verdade, porque infelizmente o campeonato que começou muito bem, e seguiu assim até o momento em que Hamilton virou o jogo em cima de Vettel, termina em banho-maria, com o título definido já há algum tempo.

Ah, mas o Bottas na pole ninguém esperava! Bom, pode até ser. O finlandês fez uma segunda metade do Mundial apagada e discreta, diante do brilho exuberante de Hamilton. Mas o inglês está de férias, não vai perder o sono por isso.

O Q3 foi de dar dó, pela falta de emoção e disputa. Valtteri fez seu tempo na primeira tentativa e nem completou a segunda, porque Lewis errou em sua volta rápida, erro típico de quem está com a cabeça em outro lugar, já, desconcentrado e quase desinteressado, apesar do discurso de que está levando Abu Dhabi muito a sério porque “é uma corrida como qualquer outra”. É nada, é fim de feira.

Foi a quarta pole da carreira de Bottas, 0s172 na frente do companheiro de equipe. Vettel, o terceiro, ficou mais de meio segundo atrás. Briga zero. Ricciardo conseguiu desbancar a outra Ferrari no fim, de Raikkonen, e ficou em quarto. Depois de Kimi vieram Verstappen, Hülkenberg, Pérez, Ocon e Felipe, mantendo o décimo lugar que obtivera no Q2, no último segundo — eliminando Alonso, que também esperava tirar uma onda na despedida do motor Honda, talvez explodi-lo dentro dos boxes, tacando fogo em tudo para começar do zero em 2018.

Hamilton corre com um capacete revestido de uma fina camada ouro, na milionária marina onde fica a pista árabe — bonita, espetacular e ruim. Aliás, quase todo mundo fez alguma coisa nos capacetes para fechar o ano. Esse aí deve custar caro. E ficou bonitão.

hamcasco17abu

25 comentários

  1. gui disse:

    O que é feito com os capacetes antigos? Eles usam uma corrida e já trocam.

  2. Paulo Pinto disse:

    Uma grade já esperada entre os seis primeiros.

  3. Rafael Aleixo disse:

    Só eu acho estranho tantas ondulações nesse circuito??? Dá pra ver os carros quicando no ponto mais rápido da pista. Lembro que uns 10 anos atrás era uma chuva de críticas à Interlagos pelo mesmo motivo.

  4. Celso Rocha disse:

    Vettel é tetra antes de Hamilton, os fatos dizem tudo. Riccardo aniquilou Vettel, no ano em que foram companheiros de equipe. Exatamente por isso Riccardo é o quarto no Campeonato de Pilotos. Bottas fez um grande primeiro semestre. Seu segundo semestre foi apagado. A Mercedes foi justa em uma corrida na qual Hamilton devolveu a posição à Bottas ( Baku???).
    Hoje torço muito para que Vettel não pontue e, Bottas vença na pista. Assim teríamos: Mercedes já campeã de equipes, Hamilto já campeão de pilotos e Bottas, contando com uma sorte enorme e talento razoável ( afinal ele foi um companheiro competetivo de Massa na Willians e, substitui o lugar deixado pelo campeão Nico Rosberg na Mercedes ).
    Teríamos barba, cabelo e bigode nos campeonatos e o baby shumi iria bater sua Ferrari(Gina) contra o muro com raivinha, como é de seu feitio.

    • Bola da vez disse:

      Tu só falou besteira, cara! Não tem nada que preste no teu comentário.

      • Celso Rocha disse:

        Bola da vez, aproveite o espaço e mostre o que ovoce tem a mostrar!

      • Celso Rocha disse:

        Bola da vez, já que eu só falei besteira, por favor publique alguma coisa para que eu possa aprender algo.
        Obrigado.

      • Bola da Vez disse:

        Ricciardo não aniquilou Vettel, tanto que o alemão disputou o campeonato com Hamilton na primeira fase da temporada, coisa que ninguém conseguiu nessa hegemonia da Mercedes. Foi traído pela burrada do companheiro e pelos erros da equipe, mas salvou o vice, impedindo pela primeira vez em quatro anos a dobradinha deles no mundial.
        Ricciardo é o quinto no campeonato de pilotos. Quem devolveu a posição foi Hamilton.
        A Mercedes fez barba e cabelo com os dois títulos, mas o bigode do vice ficou com Vettel, que pontuou e não bateu.
        Você acertou apenas a vitória do Bottas. Já é alguma coisa.
        Desculpe se fui um pouco rude. É o meu jeito.

      • Celso Rocha disse:

        Bola da vez, no seu último comentário, voce foi educado. Legal.
        Talvez eu não tenha me expressado direito. Me referi a disputa entre Vettel e Riccardo, quando os dois corriam juntos na Red Bull, antes de o Vettel ir para a Ferrari. Vettel nessa temporada não foi nem sombra do piloto tetracampeão que já era nessa época.
        Antes da corrida de Abu Dhabi, Ricciardo era o quarto no campeonato de pilotos. Só que este ano os motores Renault deixaram os dois pilotos da Red Bull várias vezes a pé. Verstappen que o diga.
        Admiro a competencia de Vettel, mas a sua batida em Hamilton no GP de Baku, foi algo estranho para um piloto de seu nível.
        Como escudeiros tanto Bottas como Raikkonen, cumprem o papel de segundo piloto, embora eu ache os aúdios do Raikkonen muito mais engraçados.
        Bem,mas se tivessemos carros mais equivalentes, sem a superioridade absurda que a Mercedes vem apresentando há anos, aí sim as qualidades de cada piloto ficariam mais evidentes.
        Com certeza eu sou muito sonhador, porque essa situação de hegemonia de uma equipe sempre aconteceu na Formula 1. McLaren na temporada Senna/Prost, BAR com Button/Rubinho, Willians com Manssel/Naninni e, muitas outras.
        Por fim, será que se hipoteticamente, Hamilton e Bottas corressem pela Ferrari, haveria a troca de posições que houve no GP de Baku?
        Qual a sua opinião?

      • Bola da Vez disse:

        Em hipótese alguma a Ferrari permitiria uma troca de posições que prejudicasse Hamilton que, além de primeiro piloto, estaria disputando o título em igualdade de condições com Vettel (logicamente em outra equipe de ponta).

  5. Costa disse:

    O chororô foi grande ontem na Sport: Max Wilson chegou a dizer que a ida ao Q3 era um tapa na cara da Williams (caiu no meu conceito como comentarista). Mas hoje haverá rios de lágrimas na transmissão da Globo.

  6. Leovegildo Fernandes disse:

    Eu, que sempre gostei do Felipe como piloto, muito mais por 2007-2008 do que pelo resto da carreira, me dei conta de um fato hoje: em toda a sua carreira, ele ganhou do companheiro de equipe apenas duas vezes. Do Villeneuve, já morto e podre, e do Stroll… É…

  7. Tarcio disse:

    De cada 1000 jornalista, 999 diz que massa resolveu se aposentar.
    Pois na verdade, tanto este ano quanto ano passado. ele queria correr mas não tinha lugar.
    Ha ele ajudou a equipe a desemvolver o carro……….
    Conversa fiada: inicio de 2014 a wilians era um carrão, bem proximo da Mercedes. Desde entao, só declinio.

    Não agrega mais a euipe alguma. É fraco.

    É gente boa? Pode a até ser. Mas na F1, se vc é “gente boa” então não é bom piloto.

    Ali não é ligar pra “gente boa”

  8. CHAGAS disse:

    Bottas calando a boca de muita gente. Hartley lamentavel. Briga da Renault hj perdeu equilibrio, palmas pra Hulk. Stroll lamentavel a equipe vai dar desculpas de novo??? Massa tirando leite de pedra. Ricciardo enfim mais veloz que o moleque no fim de semana inteiro. Dupla da Hass ta feio tambem. Ericsson Adeus meu filho.

  9. Alfredinho disse:

    Um oitavo na corrida e Vettel leva o vice sem precisar saber o que aconteceu durante a prova.

  10. Anselmo Coyote disse:

    Entre mortos e feridos salvaram-se todos.
    E nós que ficamos daqui, daqui mesmo, deste lado do alambrado concordando e discordando, ou seja fazendo o nosso papel… Bom, o que eu quero dizer é que merecíamos como último 13o salário da era Temer uma corrida bem movimentada, com alguma ou muita, ou média vá lá, emoção.
    O resto fica para o ano que vem.
    Boa sorte a todos nós e se enchi o saco de alguém além das medidas, desde já me desculpo. Não foi nada pessoal e prometo que em 2018 voltarei a encher de novo.
    Grande abraço a todos.

  11. Cláudio disse:

    “Felipe decidiu parar ano passado, lembre-mos disso”…. O que lembro é que ele queria correr porém ninguém ofereceu contrato assim como esse ano … Abraços!

  12. Gustavo disse:

    Achei este capacete do Hamilton horroroso. E todos os outros que ele usa desde que virou piloto Mercedes. Os capacetes mais bonitos são de Sainz (na Renault), Vettel, Bottas e Stroll.

  13. Tarcio disse:

    FC,
    Felipe não decidiu parar ano passado. Ele comunicou sua aposentadoria em 2016 porque nao havia até entao lugar no grid pra ele, semelhante a o que está ocorrendo este ano.
    Simples assim.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>