GRANDE NOTÍCIA: MUSEU MIAU | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

quinta-feira, 2 de novembro de 2017 - 19:54Museus & coleções

GRANDE NOTÍCIA: MUSEU MIAU

RIO (tirando o chapéu) – Já há algum tempo o MIAU (Museu da Imprensa Automotiva) mantém uma página no Facebook com publicações diárias de material ligado à indústria automobilística brasileira. A grande notícia é que, agora, o MIAU, idealizado pelo jornalista Marcos Rozen, virou museu de verdade. Fica na Vila Romana, em São Paulo, e está aberto ao público. Abaixo, algumas informações básicas que recebi agora há pouco de sua assessoria de imprensa.

O primeiro museu dedicado à imprensa automotiva foi inaugurado em São Paulo. O Museu da Imprensa Automotiva (MIAU) está localizado no bairro da Vila Romana e seu acervo é composto por mais de dez mil itens — como press-kits, catálogos, pôsteres, manuais de proprietário, fotos em papel e negativos, revistas, livros, jornais, anuários, máquinas de escrever, câmeras, gravadores de áudio e vídeo etc.

O MIAU é dividido em uma área permanente e outra temática. A primeira exposição marca as comemorações dos 50 anos do Chevrolet Opala. No local, uma unidade do Opala Comodoro de 1988 serve como sala de cinema para que os visitantes do museu assistam a um documentário que retrata a história do modelo. O Chevrolet Opala foi o primeiro carro de passeio produzido pela GM no Brasil, em 1968.

O museu conta a história da imprensa automotiva brasileira desde seu começo, em 1911, quando foi publicada a “Revista de Automóveis”, do Rio de Janeiro. Em exposição permanente estão materiais originais distribuídos pelas montadoras para jornalistas especializados durante os lançamentos de importantes modelos para o mercado nacional, a exemplo do Fiat 147, em 1976, o Ford Corcel II, em 1977, o Volkswagen Gol, em 1980, o Chevrolet Kadett, em 1989, e muitos outros.

Entre os itens raros do MIAU estão edições número 1 de diversas publicações automotivas como “Quatro Rodas”, “Motor 3″, “Carro”, “Grand Prix”, “0 KM”, “AutoData”, “O Mecânico”, “Car & Driver” e “Vida na GM”, de 1949. O museu também conta com exposição de manuais do proprietário de raridades nacionais como Willys Itamaraty, Chrysler Esplanada GTX e DKW Candango, entre muitos outros.

Para os visitantes, o museu tem ainda o Café do MIAU, com diversas opções no menu — que, aliás, também é temático. De bebidas a petiscos, todos os itens fazem referência ao mundo dos carros, batizados com nomes que homenageiam personalidades do jornalismo automotivo, carros nacionais clássicos e afins.

Fiquei muito, mas muito feliz mesmo de saber que a ideia de transformar o MIAU em museu acabou sendo concretizada. Aliás, vou fazer um levantamento de alguns itens que tenho guardado, especialmente de Fórmula 1, que se interessarem aos idealizadores serão doados com muito prazer — tenho press-releases de equipes extintas como Tyrrell, Brabham, Forti Corse, Benetton, além de anuários, kits de imprensa de início de temporada e muitas coisas bacanas.

O MIAU funciona de quarta a sábado das 11h às 19h (entrada até 18h) e aos domingos das 11h às 17h (entrada até 16h). Fica na Rua Marcelina, 108, Vila Romana, e o telefone é (11) 98815-7467. Mais informações podem ser encontradas no site oficial do museu. Parabéns e longa vida!

6 comentários

  1. rogerio de carvalho disse:

    “nomes que homenageiam personalidades do jornalismo automotivo”.
    Flavio, fica puto não, mas vou mandar uma dica pro MIAU batizar o café sem açucar com seu nome.
    É que as vezes, só as vezes, você ta amargo pra cacete.
    Abração

  2. olá FG, o link para página do facebook está errado, verifique.

  3. MIAU disse:

    Esperamos sua visita, FG! Obrigado pelas gentis palavras do post. Abração!

  4. Ed disse:

    Na minha próxima ida a São Paulo, visitarei. Também vou procurar algo digno de doar ao museu…

  5. Paulo Fonseca disse:

    Prezado F&G : Essa notícia informando o Museu MIAU, é sensacional é muito importante ter uma fonte isenta para que possamos fazer pesquisas, e preservar a história de uma paixão pelo automobilismo e, verificar tudo que foi registrado sobre as empresas de peças,montadoras, patrocinadores. vou fazer uma visita.

  6. Anderson disse:

    Ouvi comentários de que o Prost é um dos grandes mas, um dos títulos dele pode ser creditado ao dr. Jean Marrie Balestre.
    O Vettel quando ganhou seus campeonatos foi com uma equipe dele.
    Quanto ao Hamilton, este sim teve adversários dentro da própria equipe, salientando que ninguém nunca disse: Rosberg ou Botas, Hamilton faster than you. *A Ferrari sempre fez isso. Hamilton está acima de muitos.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>