MENU

sexta-feira, 8 de dezembro de 2017 - 10:54Turismo

NÃO ACHEI

RIO (que pena) – Ao ver esta foto num delicioso perfil que sigo no Twitter (@DDROnline), fui tomado de uma irresistível vontade de me hospedar no Palasthotel na próxima pingada em Berlim. Sem titubear, coori para os sites de reservas, mas não encontrei a histórica hospedaria — tinha até umas suítes reservadas para a Stasi dar uma monitorada básica nos visitantes estrangeiros.

Aí lembrei que o hotel foi inexplicavelmente demolido em 2000, só porque tinha um pouco de amianto a mais na construção. Muita frescura.

palasthotel

9 comentários

  1. Luciano disse:

    Pois foi demolido junto com o Palácio do Governo, porcausa de umas “infiltraçõezinhas” e de um “quase imperceptível” afundamento do(s) prédios, no solo arenoso berlinense…
    Se quiser hoteis icônicos, tem o Ostel (www.ostel.de) e o Tierpark Hotel, em frente ao Zoológico em Lichtenberg (aliás, o hotel é dos tempos da DDR, o que traz originalidade).
    Abraço!

  2. Costa disse:

    Nos EUA, se for encontrado amianto na reforma de uma casa, a mesma é suspensa e chamada uma equipe especialista que trabalha com aquela roupa de proteção e máscara.

  3. Thiago Azevedo disse:

    Interessante a diferença.
    Na Alemanha, um pouco mais de amianto no material construído é motivo para demolir.
    Aqui, o trabalhador pode respirar o pó, que tá liberado… até ter silicose e ter que respirar com ajuda de aparelhos.
    O Brasil não tem jeito….

  4. Alessandro Neri disse:

    Então fica no Adlon ao lado do portal.

  5. BK disse:

    Não é a mesma coisa, mas dá para se hospedar no Ostel

    https://www.ostel.eu/

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>