“GP ÀS 10″: PAI HERÓI | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

quinta-feira, 18 de janeiro de 2018 - 10:11Gomes, Grande Prêmio

“GP ÀS 10″: PAI HERÓI

11 comentários

  1. Israel disse:

    Certa vez numa visitação de boxes, pedi ao Rubinho que autografasse um revista que estampava na capa a vitória dele em Monza, 2004. Ele foi super gente boa e pareceu muito feliz ao ver a revista. Inclusive me perguntando sobre qual era a corrida. No fim ele já estava indo atender outra pessoa e eu me lembrei de desejar boa sorte. Então, já saindo, mandei: “Ah.. Boa Sorte Rubinho!” e ele fez questão de olhar para trás e me responder mandando um jóia: “Obrigado, amigo”. Nem parecia que eu estava frente a frente com um cara que correu por 6 temporadas junto do maior vencedor de todos os tempos da F1. Aquilo era surreal pra mim. Realmente existe um certo tipo de magia quando se fala de Rubens Barrichello. E talvez esteja nascendo uma baita história com o Dudu Barrichello.

  2. TARCISIO FRASCINO FONSECA disse:

    Desejo muitos sucessos aos Barrichellos.
    Gostei do poster atrás do Flávio.

  3. Martinho disse:

    Falando de paixão pelo automobilismo, acho que o Rubinho só perde para o Edgard Mello Filho, mas por muito pouco.

  4. Walquer Fernandes disse:

    Flávio, acompanho seu blog a algum tempo, e o vi mencionar sobre um desentendimento com o Rubens… já apararam as arestas?

    • Flavio Gomes disse:

      Eu não tive desentendimento nenhum com ninguém, e o tipo de relação que mantenho com os personagens sobre os quais escrevo não inclui telefonemas ou encontros para “aparar arestas”, que ocorrem apenas quando há relação pessoal, e não profissional, entre os envolvidos.

  5. Coisinha disse:

    Bacana o video.
    Realmente só quem é pai entende essas emoções…..

  6. Giovanni disse:

    Um dos poucos a vencer na F1 sem dinheiro desde o kart (muito menos que o Massa, que falam que era “pobre” mas não citam que a familia Massa teve uma grande montadora de onibus, hoje CAIO). Pra ter ideia, o kart do Rubinho era montado com o resto dos outros karts. Em meio a tanta celebridade, atletas, jogadores de futebol com filhos que veem o pai mais pelo instagram (postando futilidade) do que ao vivo (e o pai achando que faz o seu papel enviando dinheiro, no máximo dando uns conselhos), vc vê o Rubinho que ganhou tanto na vida, vivendo pra família, fazendo o que gosta e de tudo pro filho ser feliz, colocando a mão na massa e indo junto pra pista, literalmente. Um pai presente e notadamente o melhor amigo dos filhos, raríssimo hoje em dia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>