MENU

quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018 - 11:31F-1

NÃO TÔ ENTENDENDO NADA

RIO (como sempre)A Philip Morris renovou seu contrato com a Ferrari. Há dez anos a marca Marlboro não aparece nos carros, porque publicidade de cigarro foi definitivamente proibida. Não sei o que esse contrato previa — talvez camarotes para convidados, ações corporativas, sei lá. Muito esquisito. Propaganda subliminar, essa nunca vi. Ah, mas era só olhar o carro e lembrar de um maço de Marlboro!, dirá alguém. Não sei, não. Nunca vi isso nos últimos carros da Ferrari.

Agora, poucos dias depois de publicar anúncio na Inglaterra dizendo que vai abandonar o tabaco para investir em cigarros eletrônicos para ajudar as pessoas a pararem de fumar, a Philip Morris anuncia que continua com a Ferrari “em nome de um mundo livre do fumo”.

O mundo está ficando muito louco.

Ou, então, os métodos utilizados para gastar dinheiro é que estão ficando menos nebulosos e mais cínicos.

Com o mesmo resultado, claro.

16 comentários

  1. Rafael Apaxe disse:

    Talvez sejam só os velhos métodos de “lavar” dinheiro mesmo…

  2. Edu Zeiro disse:

    Tem também aquela possibilidade: uma lava, a outra enxagua; ou vice versa.

  3. penataba disse:

    Deu vontade de fumar um Marlboro; deve ser a tal da subliminar…

  4. Victor disse:

    Salvo engano, a Marlboro compra o “espaco” no carro da Ferrari, e a propria Philip Morris revende os espacos publicitarios por ai.

  5. Fábio disse:

    Sobre esse contrato, entendo que e Philip Morris paga para utilizar a marca Ferrari em seus cigarros ou produtos, e não para utilizar a propaganda do cigarro no carro.

  6. Dyego Moura disse:

    Existem muitos estudos sobre as mensagens subliminares e se você reparar bem todos os carros da ferrari tem a barbatana branca quase no formato de um Simbolo da malboro, sendo que esse ano eles foram ainda mais longe colocando um desenho no formato Malboro , na parte branca da barbatana tem um desenho vermelho com a ponta trianguar típica dos maços Malboro, ou seja, eles estão ali sim, além disso também concordo que existem outra intenções nos contratos.

  7. George Gomes disse:

    Se você vê bem os últimos carros lançados, verá a marca da Marlboro estampado no simbolo vermelho e branco escrito “Scuderia Ferrari”. Ele lembra a metade do layout do masso da Marlboro.

  8. guest disse:

    Ou, então, os métodos utilizados para gastar dinheiro é que estão ficando menos nebulosos e mais cínicos.

    Faz todo o sentido, ainda mais quando acompanhado por um pretexto politicamente correto (“mundo livre do fumo”).

    Lembra-me decisão recente de uma corte de certo país, proibindo a adição de sabores a cigarros para não incentivar o consumo de um produto que causa muitos malefícios… não seria mais lógico, então, que essa corte proibisse a comercialização de cigarros?

  9. Marcelo Soutello disse:

    É impresão ou tem parte do logo da Marlboro entre a roda traseira e a marca Ray Ban?

  10. jbchaves disse:

    É…além da Marlboro sem cigarro, tem a Heineken que patrocina a F1, sugerindo não beber…

  11. Ricardo Bigliazzi disse:

    Comecemos pelo fim, se a Marlboro não estivesse na Ferrari estaríamos falando nela???

    Acho que a renovação do contrato já esta valendo a pena, Tanto faz falarem mal, ou falarem bem, o que importa é falarem deles. A Malboro ainda é uma marca de cigarro e está na Ferrari, o que faz o habito (não entro no mérito) de fumar ficar associado a uma das melhores marcas de carros do Mundo.

  12. Henrique disse:

    Bem, vão se adequando ao mercado. Meio que faz parte. Nunca fumei e nunca tive interesse de acompanhar a evolução do cigarro, mas, provavelmente, o produto deve ter evoluído ao longo da história. Vão sair do tabaco e investirem nos chips..rs.

  13. Herik disse:

    Parece que tem uma onda aí de que as empresas de tabaco estão mudando um pouco de ramo para investir naqueles cigarros eletrônicos que, supostamente, seriam bem menos prejudiciais à saúde. Mas tem gente que fala que esses cigarrinhos são bem piores. Elas estão mudando para continuarem fazendo o mesmo de décadas atrás: vendendo produtos insalubres que ocultam seu veneno.

  14. Pablo disse:

    Lembro que na última vez que Ferrari e Philip Morris renovaram a parceria, saiu uma matéria na ESPN em que dizia que basicamente há 2 motivos para que mesmo não aparecendo (agora nem de forma subliminar com aquele logo da Scuderia Ferrari que parece um simbolo estilizado da Marlboro) eles continuem a parceria: Eles ficarem atrelados a Ferrari em países em que a propaganda de cigarros ainda é permitida e também a influência dentro da Ferrari, vide contratação do Arrivabene e quem ele era lá na Philip Morris. E eu poderia citar mais um motivo: Vai que liberem propaganda de cigarros eletrônicos, aproveitando que eles parecem dispostos a investir nisso…

  15. Danir disse:

    Onde o dinheiro está, é lá que eles estão. Como diria minha avó, eles “não pregam prego sem estopa”.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>