MENU

segunda-feira, 26 de fevereiro de 2018 - 0:26F-1

QUEM É ESSE MENINO?

SÃO PAULO (tudo resolvido) – Deliciosa a história contada por Sergey Sirotkin ao “Motorsport” sobre seu primeiro encontro com Frank Williams. O dono da equipe achou que ele era um mecânico. Depois se encontraram mais algumas vezes, e aparentemente Frank continua sem saber direito quem é o menino que vai pilotar um de seus carros em 2018.

A história é boa mas, ao mesmo tempo, um pouco melancólica. A Williams já teve Prost, Mansell, Senna, Piquet — entre muitos outros grandes nomes da história. Por circunstâncias que só Frank e sua filha Claire podem esclarecer, o time escolheu um caminho perigoso de ignorar a necessidade de ter pilotos de alguma qualidade comprovada dirigindo seus FW-alguma-coisa.

Saberemos qual será o resultado dessa opção a partir de hoje, segunda, com o início dos testes em Barcelona.

sirotkinfecha

13 comentários

  1. Anselmo Coyote disse:

    É óbvio que pagantes tiram lugar de talentos, mas só de livrar a equipe de Kubica já fez pagou o dobro, talvez o triplo.
    Nada o impede de ser um bom piloto, ótimo piloto ou um excelente piloto. Basta não esquecer que Senna foi para a Europa como piloto pagante para correr de kart. Ninguém o conhecia.
    Abs.

  2. LUIZ disse:

    mais uma coisa, apesar de tudo ainda é admirável a persistencia da equipe williams, pois mesmo com a idade o FW ainda deve tomar muitas decisoes na equipe e pelas limitacoes fisicas dele e administracao da Claire conseguiram nos primeiros dois anos da era Hybrido a posicao 3,3 no campeonato, independentemente da Unidade de potencia mercedez deixaram para traz a Ferrari (2014) e Redbull ( 2015) , enquanto isto dois anos depois a Force nda foi chegando e ficou em quarto por dois anos seguidos enquanto a Willams perdeu mais pontos em 2017.e se bobear em 2018 pode perder duas posicoes ou mais como voce falou no GP as 10.
    abcs

    Luiz

  3. LUIZ disse:

    Flavio boa noite
    somente os empresarios sabem o que é chegar no fim do mes e ter que pagar as contas , alias nao so no fim do mes, mas todos os dias chega as contas independenetemente se faturou ou se teve inadimplencia, e sem falar dos impostos que virou o mes o socio “majoritario” ( governo) quer a parte dele.
    No caso da Williams chega uma hora que, no fim do ano a conta precisa bater ou no maximo chegar no zero a zero e isto a Claire sabe muito bem lembrando a fase que o pai precisaria vender a equipe para fechar as contas, porque o resultado nao vinha, e se nao tinha resultados muito menos patrocinadores…e assim vai sucessivamente.
    No periodo que a F1 era dos saudosos garagista , ainda que a equipe tivesse prejuizos, vendendo uma casa , fazenda se pagava as dividas e conseguia alinhar carros no anos seguinte, mas depois que os custos chegaram a centenas de milhoes de euros , a realizade teve que mudar e infelizmente para manter a equipe saudavel para alinhar no ano seguinte só tomando atitude de vender os assentos e quem sabe um bom piloto acabe comprando estas vagas num carro que tenha a coordenacao do paddy lowe tire um coelho na cartola como a Brawn fez em 2009 , mas nao para este regulamento…Capitaliza agora, trabalha em pesquisa para investir no projeto, afinal o Paddy na iria entrar num barco furado.
    Como eles ja venderam o seguimento de tecnologia da Wllams , o $$ nao é problema para FW, somente a Claire se esforçar para satisfazer a vontade do Pai até o fim da vida , pois este negocio é que pagou os estudos dela e a vida que eles levaram ate hoje..depois q ele for a historia será escrito de outra forma.
    Mas jamais tirar o dinheiro do bolso da venda de outro segmento para arriscar na equipe da F1, mais ou menos a McLaren que tinha a equipe independentemente da McLaren tecnologia.

    att
    Luiz

  4. Ricardo Bigliazzi disse:

    Nem tem logica, mas estou torcendo para que esse Russo surpreenda (mais ou menos com a mesma esperança que tenho ao jogar na Mega Sena aos sábados… bem difícil de ganhar).

  5. Danir disse:

    Quem viu o documentário sobre Frank Willians e sua obra, pode ter alguns lampejos do porque a Willians tem dado tantos passos errados nos últimos tempos. tenho a impressão que a F-1 nos dias de hoje para a Willians, é uma espécie de brinquedo para o Frank olhar, enquanto não se vai. Não acredito na competência da Claire para tocar a equipe e colocá-la no lugar que já teve no passado. Mais um nome que logo logo vai sumir do mapa como Lotus, Tyrrel, March e tantas outras. Não existe mais espaço para entusiastas empedernidos ou garageiros. Hoje o jogo é mais pesado e perdeu todo o glamour; até os mais “entusiastas” são profissionais visando o dinheiro em primeiro lugar.

  6. Cranio disse:

    Pois é… E começou no fundo da tabela… 1.44

    Se avaliarmos pelo primeiro dia, escolheram muito mal… Quem sabe o Kubica não assume o assento dele logo mais??

  7. Amaral disse:

    Lembrei da história que li, se não me engano, no blog do Rodrigo Mattar, em que o Perry Mccarty, aquele obscuro piloto (?) da (tão obscura quanto) Andrea Moda uma vez ligou pra equipe e a pessoa que atendeu não sabia que ele era um dos pilotos da equipe…
    Pegar ilustre “quem?” dá nisso. Ainda mais que ele nem tem um traço marcante na cara, tipo, o cara do cavanhaque, do cabelão, sei lá. Aqui no RJ a gente teria uma certa dificuldade de identificá-lo como turista, a menos que ele estivesse de blusa florida, óculos escuros, um mapa na mão e uma garrafa gigante de água mineral na outra.
    E acho que o Tio Frank vai ter certa dificuldade de falar o nome do seu atual segundo piloto. Eu mesmo não faço a mínima ideia de como se fala o nome do dito cujo. Serguêi Sirótiquim? Sérguei Sírotiquim? Serguéi Sirôtiquim? Severino?

    • Anselmo Coyote disse:

      “Aqui no RJ a gente teria uma certa dificuldade de identificá-lo como turista, a menos que ele estivesse de blusa florida, óculos escuros, um mapa na mão e uma garrafa gigante de água mineral na outra.”

      Oh Glória pra ele…kkkkkkkk

  8. José disse:

    Mais uma façanha que só a Williams conseguiu, ter em seus cockpits os 4 ases da década de 80, ainda que Senna tenha sido da forma que foi.

  9. Leandro Santos disse:

    É bom lembrar que todo mundo criticou a Rede Bull ao promover o jovem e inexperiente Verstapinho, que atualmente é um dos showman da categoria. Teria talvez Sr. Frank identificado uma promessa em Sirotkin, ou somente interessado nos dólares russos? Ele tem alguns resultados expressivos na carreira…

  10. ags disse:

    A f1 deve lançar um novo modelo de monoposto..Só com 3 rodas..kkkkkk

  11. Mansell disse:

    A que ponto chegamos…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>