2018, DIA #4 | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

quinta-feira, 1 de março de 2018 - 23:19F-1

2018, DIA #4

FERRARIBARCA18

RIO (valeu mais ou menos) – Depois da nevasca de quarta-feira, hoje pelo menos o tempo deu uma melhoradinha e permitiu que todo mundo andasse bastante em Barcelona, compensando em parte as dificuldades dos últimos dois dias. A pista ainda estava molhada pela manhã, mas secou à tarde e o negócio foi jogar a pilotaiada no asfalto para passar frio.

E andaram à vontade, o que nos leva à primeira conclusão do ano: ninguém começa o ano com graves problemas mecânicos. Não houve quebras e a Honda, vejam só, fechou a primeira sessão de testes tendo completado mais voltas do que todos com a Toro Rosso nos quatro dias.

É uma boa notícia, considerando o que os japoneses passaram nos últimos anos com a McLaren. Se o trabalho tem um início sólido, dá alguma tranquilidade para que se desenvolva a unidade de potência partindo para a busca de performance, em vez de passar o ano tentando consertar as merdas que nasceram errado.

Quem está muito de olho na Honda é a Red Bull, que deverá ter esses motores em 2019. A Renault vai se concentrar em sua equipe própria e na McLaren, que acabou sendo o destaque de hoje com o segundo lugar, atrás apenas de Hamilton e da Mercedes.

Ah, Hamilton… O cara já cravou o melhor tempo da semana e com pneus médios, enquanto a McLaren usava hipermacios. A Ferrari ficou com o terceiro lugar e Vettel avisou: os caras são favoritos de novo e começaram melhor.

É o que acho, também. Pode ser cedo, claro, para afirmar com todas as letras que Lewis será campeão, mas quem o fizer — eu, por exemplo — dificilmente vai errar. O que não significa que não vai ter briga. O campeonato é longo, muita coisa inesperada pode acontecer, mas o quadro, para mim, é bastante claro: Mercedes e Hamilton na cabeça, e os outros que têm de se coçar para evitar o inevitável.

Semana que vem tem mais, a segunda e última bateria de pré-temporada lá mesmo em Barcelona. Se o clima ajudar, saberemos se alguém poderá fazer frente aos mercêdicos nas primeiras provas do ano.

28 comentários

  1. Alfredinho disse:

    Podem escrever: a Toro Rosso, mais uma vez, vai dar olé na McLaren. E desta vez, com o motor que a equipe inglesa rejeitou.

  2. Danilo A. disse:

    Já faz tempo que o Gomes fica tentando cravar quem ganha e quem perde na F1 a partir do começo da temporada europeia. Isso o fez mudar de opinião ao sabor do vento. Numa corrida, um ganha, é o favorito. Na outra, este mesmo piloto quebra, o outro ganha, e o outro vira favorito. E assim vai.

    Agora ele resolveu inovar – deve ter comprado uma bola de cristal nova – e está tentando cravar o campeão com dias de testes da pré-temporada.

    Eu vou dar a minha previsão: em 2019, Flávio Gomes tentará cravar o campeão no primeiro dia da pré-temporada. Quem sabe em 2020 o Walter Mercado do jornalismo de esportes a motor já consiga prever o vencedor antes da apresentação dos carros novos.

  3. Thiago Azevedo disse:

    Dias atrás estava em Portuga e fomos até Estoril ver/conhecer o autódromo. O clima estava bom. Por que não fizeram os testes de pré temporada lá?
    Deu dó de ver o hotel anexo ao autódromo abandonado. A impressão que dá é que o automobilismo não vai se sustentar em lugar nenhum.

  4. Francolino disse:

    Esse Halo parece o fio dental que o Flávio Gomes comprou na lojinha da Ferrari em Dubai.

  5. jo siffert disse:

    Se não bastassem todas essas geringonças aerodinamicas ainda me botam esse HALO é feio pra KCT. pena da F1….triste fim…sem barulho..sem carros bonitos..sem Scuderias de garagem e cheia de pilotos pagantes.

    • Andre CL disse:

      Exatamente! Acrescentaria também as pistas de autorama!! A F1 acabou meu amigo!! Isso daí é uma outra categoria! Pra mim, esse Halo é o fim da picada!! Tudo bem que não sou eu quem arrisca a vida nesse esporte e não sou especialista pra dizer sobre a necessidade desse treco. Mas concordamos que é um esporte de risco e o que tiver pra acontecer vai acontecer de qualquer jeito por esse esporte ser perigoso e pronto! Não deveriam ter mexido no carro desse jeito.

  6. Cranio disse:

    Fala Gomes… Concordo contigo, vai dar Mercedes mesmo… Mas…

    Acho que o pelotão intermediário vai andar mais junto do que no ano passado. Vamos a alguns detalhes interessantes…

    Melhor tempo 2018: Hamilton – 1.19.333 (Médios) – dia 01/03;
    Melhor tempo 2017: Raikkonen – 1.18.634 (SuperSoft) – 10/03/17;

    Vale mencionar também que o Hamilton no ano passado havia virado 1.19.352 com pneus UltraSoft. Ou seja, o mesmo tempo, só que com um pneu mais lento. Mas o Bottas tinha virado em 2017 1.19.310 com SuperSoft.

    Vettel virou 1.19.673 com o Soft, e tinha em 2017, 1.19.024 com UltraSoft. Me parece que encontraram algum ganho de rendimento. Com o Soft em 2017, virou 1.19.906.

    Force India: Com o Soft, Ocon virou 1.21.841 e Perez 1.21.973. Ano passado, Perez tinha 1.22.534 com o mesmo pneu.

    Haas: Ano passado, Grosjean tinha 1.21.110 (UltraSoft). Esse ano, o Magnussen virou 1.20.317 com o Supersoft.

    McLaren: Todos os tempos desse ano superaram todos do ano passado. Alonso em 2017 virou 1.21.389 com UltraSoft. Esse ano, virou 1.20.929 com Supersoft. Vandoorne tinha 1.21.348 com Ultrasoft e virou esse ano 1.20.325 com Hypersoft. Vai dar briga, com certeza.

    Red Bull: Ricciardo virou esse ano 1.20.179 com médios e em 2017 virou 1.19.900 com UltraSoft. O Verstappen tinha 1.19.438 com Supersoft. Não é possível comparar diretamente, mas parece que está melhor também.

    Renault: Hulk virou esse ano 1.20.547 com médios e tinha no ano passado 1.19.885 com Ultrasoft. Inconclusivo também.

    Sauber: Sei não, mas esse Leclerc vai matar o Ericsson neste ano. O Leclerc virou 1.22.721 com Soft, enquanto o Ericsson virou 1.23.408 com o mesmo pneu. Ano passado, o Ericsson tinha virado 1.21.670 com SuperSoft e virou nesse ano 1.23.825 com o mesmo pneu.

    Toro Rosso: O Gasly virou 1.21.318 com Soft. O Sainz tinha em 2017 o tempo de 1.21.872 com o mesmo pneu. Mas com Ultrasoft no ano passado ele tinha 1.19.837.

    Williams: Stroll tinha em 2017 1.20.335 (Soft) e virou esse ano 1.21.142 (Soft). Kubica virou 1.21.495 e Sirotkin, 1.21.822, todos com soft. Massa tinha no ano passado 1.19.420 com Ultrasoft.

    Vamos aguardar o próximo teste e juntar esses tempos todos para tentar enxergar melhor o que está ocorrendo.

    • Fernando Kowalski disse:

      Eu assisti no TED’s Notes da TV Sky britânica que a pista de Barcelona foi recapeada antes de começar os testes da F1. O asfalto antigo era muito mais abrasivo e com o asfalto utilizado no recapeamento é menos abrasivo. Este provavelmente é um dos motivos em geral as equipes estão virando tempos mais rápidos em relação ao ano passado mesmo com o problema de aquecimento de pneus que houve por conta do frio em Barcelona.

  7. Lucas disse:

    A Ferrari dessa foto com todo esse vermelho e e o Halo ta parecendo um trator Massey Ferguson…kkkk

  8. valmir lopes disse:

    Vai dar Alonso. Hamilton e Vettel vão se estranhar e vão deixar Alonso fazer a festa.

  9. juca vasconcelos disse:

    A zica do alonso é foda…

    Honda saiu de lá e parou de quebrar….

  10. Agnaldo disse:

    Em relação à Honda, a conclusão é simples: o problema das equipes é o Alonso.

  11. Ricardo Bigliazzi disse:

    Em testes seria interessante colocar o tipo do pneu nas “Tabelas de Tempos”, Acho que fica mais fácil avaliar o tipo de trabalho que foi feito, Hamilton com médios dá uma exata noção de quão boa é a Mercedes em comparação com a Mclaren em segundo lugar com hipermacios, e assim por diante. A RedBull e Ferrari marcaram os melhores tempos com que tipo de pneu?.

  12. Ricardo Bigliazzi disse:

    Pelo jeito mais um ano prateado.

    Fica a torcida por algum milagre Vermelho ou Azul.

    • Renato F1 disse:

      Que isto! Deixa as flechas de prata desfilarem pelas pistas mundo afora! Já tive que aturar muito torcedor da Se Ferra-Ri e da Red Bucha com a sequencia de títulos. Agora é minha vez de zoá-los um pouco.

  13. moisesimoes disse:

    - Vai ser engraçado ano que vem. Vai ter uma Red Bull Tag Heuer Aston Martin Honda. Tem que usar vírgula, não poucas, nesse ‘negósso’. Ou reticências, mesmo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>