MENU

terça-feira, 6 de março de 2018 - 19:02Literatura

NA AGENDA

Povo das letras, já temos datas e locais do lançamento de “Dois cigarros”, meu romance de estreia. Serão duas noites de autógrafos em São Paulo e no Rio, e uma tarde em Belo Horizonte. Para quem não puder ir e quiser um exemplar autografado, ainda restam alguns da pré-venda no site da Gulliver Editora. Mas é melhor se apressar, essa tiragem exclusiva de 200 exemplares está acabando. Depois, só nas livrarias. E sem o chamego do autor aqui.

Lançamentos_Corrigidos_3

21 comentários

  1. Jefferson Souza disse:

    Boa tarde FG(Desculpe a intimidade).

    Só passei pra dizer que acabo de recreber um email do Joubert Amaral com mais informações sobre a entrega do seu livro.

    Primeira vez que compro um livro e recebo um email agradecendo – de uma pessoa.. e não de um robô(tipo amazon)…

    Muito sucesso pra você.

    Abs.

    Jeff.

  2. Fernando disse:

    Flavinho
    Flavinho me ajuda, preciso muito do lançamento do seu romance “Dois cigarros”.
    Questão de vida ou morte, fiquei de dar de presente pra minha esposa e esgotou,
    Vc é foda!

  3. Eduardo Britto disse:

    Legal, nos vemos dia 27…

  4. Wallace' disse:

    Se eu estiver em BH vou lá com certeza !

  5. Wender Higinotsumi disse:

    Dia 5 estarei la pra prestigiar o lançamento. Sem contar que vou estar praticamente do lado da livraria mesmo. Melhor dia impossível

  6. Claudio Bassi disse:

    2 Cigarros = 3 cilindros.

  7. Rafael Rego BH disse:

    Fiquei tentado à comprar agora…mas quero pegar meu autografo pessoalmente.

  8. Zé Clemente disse:

    Parabens pela empreitada, desejo sucesso.
    Tenho o teu livro de cronicas, autografado, e comentei uma vez que voce é um ótimo cronista. Voce escreve muito bem e esse romance deve se tornar bandeira de largada de outras empreitas analogas.
    Será dificil estar no lançamento, mas vou tentar.

  9. Ricardo Sandri disse:

    Farei o possível para estar presente… parabéns e um grande abraço

  10. Luciano Basso disse:

    Flávio:

    Ansioso por ler o livro. O pelo o que você e o trailer já mostraram me lembrou “Don´t Stop Believing” do Journey… Um homem e uma mulher, viajando para lugar nenhum… Um quarto esfumaçado (de cigarro)…

    Espero que seja bom quanto um belo rock…

    Abraço.

  11. Allan Rodrigues disse:

    Olá Flávio, moro em BH em estarei lá na Livraria da Rua para lhe conhecer pessoalmente e arrebatar esse romance, que deve ser muito bom.
    Parabéns e sucesso sempre!

  12. Alexabdre Fortes disse:

    Não tem lançamento do livro em Porto Alegre?
    :-(

  13. Kiko Costa disse:

    Ola Flávio. Vocês pretendem lançar o livro em formato digital?
    Apple iBooks ou kindle?
    Eu gostaria muito de comprar uma cópia um dia mas moro fora do Brasil.
    Abs e parabéns!

  14. andréia disse:

    Parabéns Flávio Gomes, hoje você foi bem no FSR, concordo com tudo o que você disse.
    Na minha modesta opinião você é o único jornalista que presta nesse programa e o único que fala a verdade. Você só dá mancada quando persegue o Corinthians, se conseguir se controlar nesse aspecto com certeza estará entre os comentaristas de futebol mais respeitados da TV brasileira.

    Lamentavelmente não há imparcialidade nesse meio, 99% dos jornalistas são torcedores travestidos de comentaristas. Até o Edmundo, que até outro dia parecia ser imparcial tem dado mancada com tanto puxa-saquismo ao defender o Palmeiras. Por que ninguém questiona o Edmundo sobre o pior ataque do mundo, com Romário, Sávio e Edmundo? Por sinal, naquele ano (1995) o Flamengo foi rebaixado e só escapou da 2ª divisão porque a CBF mudou o regulamento nas últimas rodadas para salvar o time da imprensa.

    Como o Corinthians tem sido o Koenigsegg Trevita do futebol brasileiro, gostaria de aproveitar o seu blog de automobilismo para fazer um comentário em relação ao caso Romero.
    Eu não vi a imprensa ficar indignada quando o Dudu e o Jailson ofenderam o Corinthians depois do jogo. Então por que essa tempestade por causa de uma simples declaração do Romero? É fato que o Santos comemorou o empate como se fosse time pequeno. O mando era do Santos, só tinha santistas no estádio.
    O São Bento e o Santo André ganharam do Corinthians com mando do Corinthians e não comemoraram tanto.
    Também é notório que a imprensa brasileira discrimina os jogadores sul-americanos. Desde quando o brasileiro tem moral para discriminar alguém? Metade dos brasileiros não tem sequer rede de esgoto.

    Ah, hoje o FSR teve mais conteúdo e menos brincadeiras bestas, espero que continue assim e que o programa melhore. Fica muito melhor sem o Sormani, se puderem retirar também o Benja, o Paschoal (cruz credo) e o Mano, eu agradeço.
    Uma ótima quinta-feira prá ti.

Deixe uma resposta para Kiko Costa Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>