MENU

segunda-feira, 9 de abril de 2018 - 22:42F-1

SOBRE ONTEM À TARDE

gaslysobre18

Gasly: quarto lugar espetacular com a Toro Rosso

RIO (amo as pequenas) – A Toro Rosso nasceu em 2006 de uma costela da Minardi, a simpaticíssima equipe de Faenza comprada pela Red Bull para ser seu time-satélite. Desde então, serviu de hospedeira para os jovens talentos descobertos pelos rubro-taurinos. Até hoje, 13 pilotos vestiram seu macacão. Três deles vingaram sem dúvida nenhuma, como diria aquele velho locutor de rádio: Sebastian Vettel, Daniel Ricciardo e Max Verstappen.

Outros sucumbiram e foram ganhar corridas e campeonatos em outras séries — Buemi e Bourdais estão nessa categoria; Vergne, que mais disputou GPs pelo time (58), faz caminho semelhante agora na Fórmula E. Outros tantos foram moídos pelo rigor de Helmut Marko, a quem a Red Bull incumbiu de dizimar carreiras — pode-se colocar nessa lista Scott Speed, lembram?, Alguersuari e Kvyat.

Ontem, Pierre Gasly, aposta que a equipe bancou no ano passado, produziu a imagem mais bonita do GP do Bahrein.

Eu poderia ter escolhido, como significativa jornalisticamente, a perna quebrada do mecânico da Ferrari no pit stop de Raikkonen. Mas foi feia demais, não gosto de tragédias. Como o rapaz está bem, não faz sentido ficar batendo nessa tecla. A equipe é que deve satisfações pela cagada nos boxes. Então, fiquemos com o sorriso do jovem francês de 22 anos que encheu os olhos de quem gosta quando Davi dá uma rasteira em Golias. Ou o contrário, nunca sei se o pequenininho era Davi, ou Golias. Mas vocês entenderam.

E é graças a Gasly que trazemos…

O NÚMERO BARENITA

meiaduzia…vezes a Toro Rosso conseguiu colocar um carro em quarto lugar num GP — seu melhor resultado na F-1, exceção feita à vitória de Vettel em Monza em 2008, único pódio do time. Os outros cinco, antes do resultado de Gasly ontem, foram obtidos por Vettel (Brasil/2008 e China/2007), Verstappen (EUA e Hungria/2015) e Sainz Jr. (Singapura/2017).

Eu poderia ter escolhido outro número, mais redondo e impressionante, como um expressivo “200″ para os GPs que Vettel completou ontem na categoria — e com vitória. Ou, ainda, um forte “70″, que é o número de pódios que Hamilton alcançou com a Mercedes com seu terceiro lugar.

Mas vamos deixar os grandões de lado, pelo menos por enquanto. Até porque foi Gasly quem ganhou o prêmio de “Piloto do Dia”, outorgado pelo amigo internauta.

Que preferiu o pequeno francês ao gigantesco alemão, embora este tenha feito uma corrida espetacular especialmente na sua fase final, segurando Bottas com seus pneus estropiados e aplicando até algo parecido com um blefe pelo rádio para levar a Mercedes a acreditar que ele não tinha nenhum problema com a borracha, para desestimular alguma tentativa de ataque do finlandês.

Aliás, o que está acontecendo com a Mercedes? Em termos estratégicos, levou duas surras da Ferrari em duas corridas. Não há sinais de crise, mas uma espécie de alerta geral foi disparado nas hostes prateadas. Porque mesmo tendo colocado dois pilotos no pódio, ninguém ficou muito satisfeito com o resultado barenita.

A FRASE DE SAKHIR

totoputo

Toto Wolff: azedume em Stuttgart

“Segundo e terceiro era o mínimo que tínhamos a obrigação de conseguir, considerando que os dois carros da Red Bull e um da Ferrari, de Kimi, estavam fora. É pouco e precisamos rever algumas coisas.”

Toto Wolff, todo preocupado com o começo de ano da equipe favorita ao título

Apesar de tudo, acho que ainda não é o caso de se desesperar. Pelo ritmo de Hamilton, por exemplo, dá para imaginar que ele lutaria pela vitória se não tivesse largado tão atrás, em nono, por conta de uma troca de câmbio. Se é verdade que não foi bem na classificação, apenas o quarto tempo, na corrida o rapaz foi bem convincente — sua ultrapassagem tripla sobre Alonso, Ocon e Hülkenberg, na quinta volta, foi um dos momentos mais belos dos últimos tempos, embora o grau de dificuldade não tenha sido tão grande assim.

A treta com Verstappen no início atrapalhou, como o inglês admitiu, mas depois ele saiu à caça de seus adversários com apetite. Considerando que Bottas chegou menos de 1s atrás de Vettel, é legítimo imaginar que Lewis poderia brigar pela vitória se tivesse partido, por exemplo, da segunda fila.

Mas o “se” não joga, como se diz, então que a Mercedes junte os cacos e tente se recuperar domingo na China — onde, diga-se, ganhou cinco das últimas seis edições da prova, sendo três vezes com Hamilton e duas com Rosberg.

Aliás, as estatísticas são muito generosas com a Mercedes nos últimos anos, assim como com a Red Bull e com a Ferrari, o que me fez pesquisar qual foi a última corrida vencida por uma equipe diferente dessas três na F-1. Vocês lembram? Foi de Raikkonen, com a Lotus preta, no GP da Austrália de 2013. Desde então foram disputados 99 GPs na categoria, com 66 vitórias da Mercedes, 21 da Red Bull e 12 da Ferrari.

Pessoal precisa se mexer.

Cartum - GP do BahreinDe qualquer forma, a corrida foi legal. Tanto que até nosso sempre ácido Maurício Falleiros, cartunista oficial desta seção, esqueceu daquilo que nos horrorizou na abertura do campeonato.

E a Williams, hein? Como pode? Tomando pau da Sauber. Puta que la merda. Que coisa horrível.

Os dois pilotos são fracos, mas não se pode colocar tudo na conta deles. Talvez até tenham algum talento — Stroll fez um pódio no ano passado –, mas é impossível mostrar qualquer coisa com uma carroça indizível como essa. 

A equipe está perdidinha da silva. Apesar de ter um motor bom, porque ninguém discute a qualidade da Mercedes, se arrasta nas últimas posições sem condição alguma de fazer nada.

Para piorar sua vida, a Sauber marcou dois pontinhos com Ericsson, o que deixa o time de Grove em situação delicada no campeonato. Pelo andar da carruagem, pontuar neste ano será um milagre.

Talvez, para isso, tenha-se de recorrer a um santo polonês. Aguardemos.

E fechamos com nossa consagrada sub-seção que todos esperam sempre com enorme ansiedade.

GOSTAMOS…

ericcomemora

Marcus: bem OK

…do nono lugar de <<< Ericsson, claro, um piloto muito mal cotado no meio, que nunca faz nada de excepcional, mas ontem levou seu carro com competência a uma posição mais do que digna, fazendo apenas uma parada e tendo andado até em sexto, antes do pit stop.

NÃO GOSTAMOS…

maxcagou

Max: nada OK

…da tentativa meio idiota de Verstappen >>> de ganhar a posição na marra de Hamilton logo no começo da corrida, demonstrando impaciência e arrogância na tentativa de ultrapassagem. Como reza o ditado, o castigo bem a cavalo. No caso, veio de boi.

37 comentários

  1. Francisco disse:

    Eu sigo um mecânico da Sauber que no domingo mesmo contou um relato que escancara o desespero da Williams. Os carros parados no grid antes da largada e quando eles percebem, quem estava uns poucos metros atrás da Sauber de prancheta e lápis na mão fazendo desenhos? Paddy Lowe!! A falta de rumo é tamanha que estão copiando uma SAUBER na cara dura. Vou procurar o post e te enviar um print depois, caso deseje. Abs

  2. CRSJ disse:

    A festa da Toro Rosso pelo quarto lugar de Gasly foi maior até mesmo do que a única vitória da equipe com Vettel em Monza 2008, essa festa roubou a cena da corrida fazendo até mesmo o Helmut Marko ir pra lá comemorar pra esquecer o pesadelo do dia da Red Bull. A Williams voltou a ser nanica e levou um olé da outra nanica Sauber que conseguiu chegar em nono com Ericsson deixando a Williams como única equipe zerada do campeonato, se continuar assim só vai ficar faltando fechar as portas, e o Massacrado ainda queria uma renovação imediata. Fernando Alonso está uma McLaren melhor, mas Título nem pensar. Verstappen com esse incidente com Hamilton fazendo ele abandonar no inicio da corrida acabou sendo mais uma pra sua coleção como no ano passado que aconteceu várias vezes, assim sua imagem vai ficando arranhada mesmo ele sendo um fera das pistas. Vettel já chegou nos 200 GPs disputados, rápido não? Daqui a pouco o Recorde de GPs disputados do Rubinho não vai demorar muito pra ser batido. E pra fechar a melhor notícia foi saber que o Mecânico da Ferrari passa bem apos a cirurgia da perna quebrada.

  3. Emerson disse:

    Parem de criticar o Verstappen, o guri corre com “sangue nos zóio”. Piloto tem que tentar ultrapassar, tentar ganhar e se meter em encrenca quando precisa. É por causa desse mimimi que a Fórmula 1 e o mundo tão virando essa chatice toda.

  4. Giovanni disse:

    Duas corridas e Verstappen só fez m… até agora. E tem gente que defende o cara quando ele disputa ultrapassagens. Não basta ser rápido se não tem maturidade. Pode até ganhar uma ou outra mas vai perder muito mais.

  5. Geraldo Netto disse:

    A Red Bull deveria ter mantido o nome Minardi na equipe, agregaria muito mais valor à equipe e simpatia também.

  6. Segafredo disse:

    Não está acontecendo nada de errado na Mercedes com relação a sua estratégia. O único motivo de não terem feito 1-2 na prova do Bahrein foi a imensa capacidade do carro vermelho de suportar o desgaste dos compostos macios, aliás faz tempo que a Ferrari lida melhor com os pneus do que a Mercedes, porém neste ano a diferença de potência nos motores foi reduzida a zero. Quero dizer aqui que a Ferrari é amplamente favorita ao título este ano e só perde se o Schukrutinhodemerda perder a linha como aconteceu ano passado!

  7. moisesimoes disse:

    - Não ia comentar absolutamente nada sobre o Barein. Mas aí, o texto começa “amo as pequenas” e ” A Toro Rosso nasceu em 2006 de uma costela da Minardi…”. Fantástico! Bom mesmo é Davi dá uma rasteira em Golias, bem ao estilo Mortal Kombat kkk. Na verdade, o cara que se acha Golias estava doido pra prender Davi. O probleminha do “gigante justiceiro”, é que ele julga pela estatura e aparência. Não consegue enxergar sequer de cima pra baixo.

    E ainda quanto às pequenas, ainda digo mais: a Williams, a qual não se discute mais se ainda é “uma grande equipe e uma equipe grande”, sendo pequena, é uma pequena de luxo. E foda-se o cara assistir à F1 pra ver os dez primeiros, ou os seis, e zoar as menores.
    Um último momento, no trecho ” Como reza o ditado, o castigo bem [sic] a cavalo” uma possível correção é: “Como reza o ditado, o castigo bem à cavalo”.
    Subseção, subsseção (que “parece ser a correta pelo AO, mas o corretor está sublinhando), sub-seção. Coxinhices.
    Boa semana. Boa semana?

  8. Paulo Pinto disse:

    Eu já disse aqui: Kubica de vez em quando.

  9. Leandro Batista disse:

    Safety car na Australia. Aí depois veio a troca de câmbio no Bahrein. Parece que o ano começou mal para o Hamilton. Mas sempre tem sido assim pra ele nos últimos anos. Começa mal, depois se recupera. Tem mais 19 corridas pra isso. Bom mesmo foi o Vettel que conseguiu segurar o tempo da volta em 1:35 com quase nada de pneu. O que envergonha mesmo é a Williams. Faz tempo que a equipe vem regredindo e parece que dessa vez conseguiram chegar ao fundo do poço. E sem patrocinio no ano que vem, parece que vai segurar a lanterna por um bom tempo….

  10. Paulo F. disse:

    Verstappen ?

    Aquele que só reclama? Ou que pensa que é carrinho de batida do parque de diversões?

    Vai ter que matar um para receber uma punição por direção aloprada?

    Ele que se cuide ou toma um passa-moleque do Gasly!

    • Anderson_SP disse:

      Ele foi ultrapassar e ultrapassagem na F1 não é crime e nem dá punição, tanto é que sequer foi julgado pelos comissários na prova pela manobra que fez, o popstar inglês que é mal acostumado a brigar pelo carro que tem que larga sempre a frente e não briga com ninguém, mas quando se vê sendo ultrapassado por alguém reclama, pede respeito mas xinga os outros mostrando que não tem respeito algum.

  11. Guilherme disse:

    A implementação do Halo é basicamente para proteger os pilotos de objetos como pneus em sua direção. Se ao invés de forçar a barra com essa coisa horrorosa, fosse estipulado um tempo mínimo para a troca dos pneus, a F1 ganharia em estética e aposto que em segurança para os pilotos, mecânicos, comissários e público. Esse caso do mecânico é de fato pontual, mas acontece devido ao tempo insano para as trocas. Já são no mínimo três problemas envolvendo troca de pneus nessa temporada.

  12. Fábio Silva Aguilar disse:

    A Williams tá pagando caro com a ideia de tem dois pilotos com quase nenhuma experiência, bem o campeonato e longo muita coisa pode acontecer quem o polonês

  13. Fábio Silva Aguilar disse:

    A Williams tá paga

  14. Armando disse:

    Flavio, você não achou estranho (e frio demais, mesmo para o homem de gelo) quando o Raikkonen saiu do carro e, vendo a movimentação dos mecânicos (com um deles caído no chão e aquela agitação nos boxes), sequer ir ver o que aconteceu? Não que ele fosse carregar o cara no colo, mas vendo toda a agitação, podia ao menos mostrar alguma solidariedade, não acha?

  15. Raul disse:

    Bourdais em Monza 2008 foi quarto também! Não esqueçam do pouquinho que ele fez na F1!

  16. Diego Ximenes disse:

    Por falar em Kyvat, por onde ele anda? Nem no paddock apareceu, apesar de ser terceiro piloto na Ferrari…

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>