MENU

quinta-feira, 3 de maio de 2018 - 23:32Arquitetura & urbanismo

ENCHE O TANQUE

RIO (110 ou 220?) – Xi, vai começar a era elétrica aqui… O Newton Guerra mandou.

Enche o tanque (ou seria carregue a bateria)? Aproveitando a foto do Duran, me lembrei dessa que tirei no norte da Noruega em fevereiro, mais precisamente num lugarejo chamado Skibotn. Não basta ter um Tesla Model X, tem que usá-lo como um utilitário deve ser usado. Não repare na foto mal tirada. Estava 10 graus abaixo de zero e eu tremendo mais que vara verde. Grande abraço.

Tesla_

4 comentários

  1. Paulo F. disse:

    Um dos pioneiros na área é o francês Guy Nègre . Entre outras inovações possuía até uma fábrica modular para a produzir seus veículos à ar.

    O carro movido à ar comprimido dispensa as pesadas baterias , evita o impacto ambiental de seu depósito e pode ser implantado em larga escala sem os custos de infraestrutura dos elétricos.

    • Gustavo disse:

      Corretíssimo, Paulo.

      E é interessante notar que muitos dos motores a ar comprimido guardam enorme semelhança com os atuais motores a combustão interna, com a presença de pistões, bielas, virabrequim entre outros – muito diferentes dos complicados sistemas/motores dos carros elétricos.

      O nome da fábrica fundada por Guy Nègre é Motor Development International SA (MDI), e eles estão com o trabalho à todo vapor.

  2. Gustavo disse:

    Carro elétrico não deve ser coisa para país que estipula bandeiras tarifárias em função das deficiências do sistema de geração e transmissão de energia.

    Os híbridos a ar comprimido – a Citroën pare ter um C3 assim – ainda são mais atraentes para países como o Brasil.

    https://www.groupe-psa.com/en/newsroom/automotive-innovation/hybrid-air/

    https://www.youtube.com/watch?v=qIF-OHBW3Qs

    = – ))

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>