MENU

quinta-feira, 3 de maio de 2018 - 12:10Gomes, Grande Prêmio

“GP ÀS 10″: FIM DA TRILOGIA SENNA

28 comentários

  1. Gus disse:

    Tudo isso me faz lembrar da tragédia que vive Schumacher…há vários anos. Para Senna tudo acabou rápido, praticamente sem dor, e o que o alemão está passando agora, dia após dia?

  2. Fabio disse:

    Já aconteceu comigo de o carro desligar no meio da curva e a direção ficar extremamente pesada, e o susto foi bem grande. Agora imagina isso a 300km/h.

    Nunca tinha ouvido falar nesta tese, e faz total sentido para mim.

  3. Richard disse:

    Fantástica a trilogia. Você tem uma capacidade ímpar de contar histórias Flávio. O relato de alguém que estava lá e acompanhou tudo de perto é enriquecedor, histórico!

  4. Giuliano disse:

    Passado todo esse tempo, eu fico com a tese da quebra da coluna da direção, peças metálicas emendadas submetidas a grandes esforços por mais que se faça uma boa emenda ou uma solda, nunca fica uma coisa muito confiável, e como você mesmo relatou, o carro ficou bruto demais sem suspensão ativa e os controles eletrônicos, e acho que Patrick Head, Adrian Newey e Frank Williams só vão abrir o bico sobre o que de fato aconteceu mesmo quando estiverem a beira de passarem dessa pra melhor.

  5. Eduardo Britto disse:

    FG, três lances: 1 – O brilho da lâmpada no poster às suas costas incomodou. 2 – Senna teve um azar generalizado: se não tivesse acontecido aquela pancada na 1ª largada, ele estaria aí até hoje, 3 – Teoria Britto: o piloto teve um apagão físico na pista, desmaiou ou coisa equivalente, e encontrou o muro. Para tristeza nossa.

    • SandroKaram disse:

      https://youtu.be/rYnEPTDcLpo
      Video com essa teoria. A segunda parte do vídeo achei meio viagem, mas realmente o capacete da uma caida anormal para o lado esquerdo antes de ele bater. Como a curva é para esquerda a força lateral jogaria o pescoço para o outro lado

      • zempa disse:

        Não faz o menor sentido. A cabeça dele se move pra frente numa fração de segundo. Se ele estivesse desacordado o pescoço tombaria para o outro lado. Quanto ao tiro é uma piada de mau gosto.

      • Eduardo Britto disse:

        FG, qual a sua opinião sobre a tese acima? Não é impossível que uma pessoa submetida ao estresse que um piloto de F1 sempre é, sofra uma mal-súbito, um enfarto, em um momento de extrema exigência… Essa possibilidade excluiria a tese da 2ª parte do vídeo, que parece fantasiosa… Ou não… Sua opinião, por favor.

      • Rodrigo disse:

        Acho esta teoria insustentavel. Senna tinha muita força no pescoço e era caracteristica sua ao pilotar sempre estar com o pescoço apontado para dentro da curva. Agora se ele desmaia é evidente que a força lateral iria jogar seu pescoço totalmente para o lado oposto .

      • Leonardo Costa disse:

        Essa questão da cabeça caindo para a esquerda logo que o carro começa a seguir reto pode ser interpretada assim: durante a curva para a esquerda, a cabeça tende a tombar para a direita, mas o piloto a força para a esquerda. No momento que o carro para de fazer a curva repentinamente e segue reto, a força que o Senna fazia no pescoço para manter a cabeça estável a joga mais ainda para a esquerda.

      • AS disse:

        … ou poderia ser o resultado do esforco que estava fazendo pra virar a direcao para o lado correto. O esforco poderia ser pelo sistema de direcao hidraulica ter dado pane. O Flavio disse isso e o relato do Damon Hill confirma o problema…

      • Rodrigo disse:

        Caro Eduardo, se ele tivesse tido um “apagão fisico”, ou seja desmaiado, não teria freiado o carro e sim continuado acelerar como fez o Massa ao desmaiar com a mola na cabeça.

    • Gus disse:

      Gente desmaiada não freia e reduz marchas em desespero para evitar a colisão…

  6. Martina Valerius disse:

    Ótimo Flávio!!!
    (outro) Excelente texto!!!
    Jornalismo sério e competência!!!!Adorei !!!!
    Concordo contigo plenamente!!!! O momento e a causa da morte do sennna são claros e é desnecessário qualquer sensacionalismo ou picaretagem…. o trauma na cabeça foi fatal!!!!o momento da morte se deu quando desligaram os aparelhos que o mantinham artificialmente vivo e isso só pode ou poderia ser feito no hospital, vimos muitos comentarios de gente falando asneiras, teorias conspiratorias, etc PURA BOBAGEM DE QUEM NÃO TEM O QUE FALAR , o atendimento ao acidentado seguiu os protocolos, os procedimentos foram corretos , o tempo levado foi dentro do possivel, etc…… então pra quem não entendeu ainda ou não quiz entender ainda:
    O trauma na cabeça sofrido pelo senna no acidente foi extremo, foi com se recebesse uma flechada ou um tiro de fuzil na cabeça e com isso seu cerébro foi praticament destruido e ficou obviamente irrecuperavel MAS o restante do corpo não sofreu maiores injurias e o sistema cardio respiratoria ainda estava viavel e passivel de receber a reanimação cardiorespiratoria: massagens cardiacas + ventilação forçada (pergunte a qualquer medico do interior mesmo e ele vai te explicar que é isso mesmo) e isso é que foi feito noo momento e naquele local: MANTEVE-SE A CIRCULAÇÃO E A VENTILAÇÃO!!!!! e daí deu-se o passo seguinte a remoção a um centro hospitalar com mais recursos e isso também foi feito de maneira mais perfeita possivel, e daí sim, no momento e no local adequados foi diagnosticado da maneira correta e decretada a morte cerebral seguida do desligamento dos equipamentos, tudo perfeito dentro dos criterios e protocolas aplicaveis, então é obvio que Médico nenhum iria declarar o senna ou quem quer que fosse morto já no local e no momento dos primeiros socorros se a vitima ainda pudesse manter os sinais vitais com a reanimação e a morte cerebral depende de tempo e diagnostico por dois medicos iferentes justamente para não ocorrer erros ou enganos de se declarar morto alguem que tenha um chance minima que seja de continuar vivo mesmo com todas as sequelas, e como o Flávio disse Médicos sérios e competentes, reponsaveis, não entram em mutretas. Então esse assunto se esgota aqui. Agora a razão ou causas que levaram o senna a passar reto na tamburella e dar de cara no muro em altíssima velocidade numa pista tradicional numa curva “”fácil” feita em altisssima velocidade, etc… realmente são controversas, mas devemos entender que o judiciário italiano é sério, competente, responsável, não tem o rabo preso com ninguém e analisou tudo com o maior rigor possível (diferentemente do que ocorre no Brasil né gente….) e que nada é perfeito, minha opnião de torcedora de F1 (não torço pro senna porque sou de outra geração) vejo que na verdade tudo contribuiu pra catastrofe, se o rubinho tivesse morrido como seria???? e quando um grande acidente ocorre geralemtne a união dos fatores maquina+ser hmano+ambiente: o senna vivia atordoado com problemas pessoais e com o Schumacher que tava lhe vencendo todas= cobranças de todos os lados + o ritmo da corrida era pertirbador: safeti car ja na largada com todos nervosos, a lembrança da morte do Ratz na mente de todos: perda de ritmo e concentração+ pneus e freios frios+ pista com ondulações+ carro muito nervoso e muito rapido que senna não dominava tao bem quanto a maclaren, com adaptações (embora adaptações sejam comuns em todos os carros sempre), etc…. me parece sim que a soma de um pouco de tudo e muito de um pouco deu no que deu!!!! e diga-se o azar do senna, se a barra de direção pegasse um pouco depois o capacete protegeria mais por azar pegou bem na viseira e ai a viseria nao tinha resistencia adequada pra absorver o impacto , lembram da parafusada que o massinha levou…… pra mim o massa ficou meio bobo depois daquele acidente…….
    ent~]ao flavinho, parabens, da gosto ler e ouvi-lo, continue asssim meu camarada, o Brasil precisa de gente séria que diz a verdade, que é responsavel e competente, ok, quanto à culpa acho que se fosse d a equipe Willians o judiciario italiano botaria os responsaveis na cadeia e faria os demais tramites né, abraços

  7. Eduardo Borges disse:

    Flávio, mais uma vez parabéns pelo vídeo, essa versão de uma possível falha no sistema de direção nuca havia ouvido.
    Amanhã vais para outro assunto, mas comente rapidamente sobre o símbolo do Senna que a Williams carrega desde o acidente.

  8. AS disse:

    Talvez quando nao estiverem mais nesse mundo, Frank Williams, Patrick Head e Adrian Newey, alguem podera dizer alguma coisa…

    Mas o blogueiro perdeu a grande chance de virar santo ainda em vida se tivesse encontrado a ex-namorada que poderia te-lo levado para ver o corpo…. Mas acredito que ele nao iria conviver bem com isso…. nao por ele. e’ claro, mas pela viuvas que nao o deixariam em paz.

  9. Cláudio F1 disse:

    Vídeo com a análise do posicionamento da roda esquerda e do volante da FW16.
    https://www.youtube.com/watch?v=UF0Zh0C-zA0

  10. Marcus Ronconi disse:

    Perfeito, como sempre, Flávio! Os três vídeos com certeza ajudaram muitas pessoas a entender melhor o que aconteceu naquele final de semana. Recomendo a que leiam a sua matéria na Folha, em 1994, e o que foi escrito aqui blog no aniversário de 20 anos da morte. Inclusive procurem a carta, ou entrevista, do pai do Ratzenberger, é muito importante para entender quem foi este piloto e como era um cara batalhador.
    Flávio, poderia falar ou mesmo fazer uma matéria no GP do final que a Williams deu para o carro do Senna? Não sabia que havia sido destruído.
    Sem querer ser chato, poderia também nos brindar com os áudios que você tem do Senna, poder ser no ano que vem quando este assunto vai ter uma grande dimensão. Cópia destas duas gravações poderiam ser mandadas para o Museu da Imagem e do Som.
    Mais uma vez, parabéns pelo trabalho Flávio e continue falando o que quiser, pois alguns dos melhores textos que você escreveu, que eu li, não foram sobre automobilismo.

  11. Cláudio F1 disse:

    Ainda acredito na tese da quebra da coluna de direção, pois, em um vídeo onboard do carro do Senna momentos antes da colisão, consegue-se perceber claramente o piloto virando o volante para a esquerda e as rodas do FW16 voltadas para a frente, fato este explicável apenas com a quebra da coluna de direção. Além disso, todo o comportamento suspeito da Williams, especialmente o de destruir o veículo sem que o mesmo tenha sido adequadamente periciado, apenas corrobora a hipótese da quebra da coluna de direção e de uma possível culpa da equipe Williams.

    • Alex disse:

      Quebra de componente em carro de competição e risco à vida do piloto sempre existirão…esse negócio de querer apontar a Williams como culpada por acidente no qual morreu um piloto, sempre desejado pela equipe, é de uma insanidade tremenda.

  12. RODRIGO VERDELLE disse:

    Fui olhar o vídeo novamente daquela on board. È nítido que o carro da uma saída de traseira e ele conserta e quando conserta o carro em bica e vai ao muro. Se quebrou antes ou depois ninguém vai saber e bastava a FIA ter deixado mais 5 segundos de câmera on board que todos saberíamos. Certamente eles têm a batida até o final.

  13. Diogo Sorocaba disse:

    É difícil fazer conjecturas, mas tudo indica que a Williams escondeu a causa do acidente. Tudo com ajuda de Bernie Ecclestone, que apresentou aquelas imagens onboard interrompidas na hora “certa”.
    Talvez nunca tenhamos explicações porque isso implicaria responsabilidades legais (talvez já prescritas perante a legislação italiana), e indenizações multimilionárias (estas sim, o maior problema para todos os envolvidos). Além, obviamente, da imagem do esporte.
    Sobre a batida, nem há mais o que comentar porque tudo deu errado para Ayrton.

    • Murillo disse:

      Exatamente isso Diogo, embora eu não concorde a lei italiana é muito severa e pessoas com Frank Williams/Patrick Head e Adrian Newey poderiam até ser presos caso a fosse comprovado que a causa tinha sido a quebra da coluna de direção. A opinião do Damon Hill é uma besteira imensa(claramente tentando defender a sua empresa), primeiro que nem era a primeira volta depois da saída do Safety Car, segundo caso fossem os pneus o carro sairia de outra forma (nunca reto). É muito mais fácil verificar a opinião de outros pilotos como o Piquet que sempre disse que algo quebrou no carro. Existem claras evidências é só procurar. A caixa preta “Sumiu” por um tempo e apareceu depois esmagada na martelada (isto segundo especialista Adolpho Melchionda) que investigou o caso durante o julgamento.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>