MENU

segunda-feira, 28 de maio de 2018 - 17:35F-1

SOBRE ONTEM DE MANHÃ

sobremon181

Ricciardo na piscina da Red Bull: corrida chata, vitória difícil

RIO (abaixo de zero) – Só algumas poucas pessoas sabem como foi difícil para Ricardão ganhar ontem em Mônaco. A chatice da corrida indica que foi um passeio, liderança de ponta a ponta, ninguém atacando e tal. Mais ou menos. De fato ninguém atacou, e é fato, também, que ele ficou em primeiro do começo ao fim.

Mas na 28ª volta o australiano quase cometeu suicídio, quando percebeu que seu carro perdeu potência. “Fechei os olhos e já ia começar a chorar”, falou. Ricciardo perdeu o MGU-K, um dos sistemas de recuperação de energia do motor, que transforma calor em potência — estou resumindo porque não tenho mais saco para explicar como funcionam essas coisas.

Sem esse sistema, seu motor perdeu nada menos do que 25% da potência disponível, de acordo com Christian Horner, o chefe rubro-taurino. “Se fosse em qualquer outra pista, eu não teria como vencer”, admitiu o piloto.

Mas não era qualquer pista, era Mônaco, onde a dificuldade, para não dizer impossibilidade, de se ultrapassar é histórica, notória e aceita por quem se dispõe a correr lá. Mesmo com um carro mais fraco, quem está na frente se segura. E foi o que Daniel fez, para festejar quase duas horas depois de saber de seu problema mecânico na piscina das suntuosas instalações da Red Bull em Monte Carlo.

É essa nossa imagem da corrida. Alegria, alegria. Ricardão merecia essa, depois da quase-vitória de 2016. Todo mundo ficou contentem por ele.

Mas poucos ficaram contentes com o GP em si. E um dos que mais se irritaram foi um certo espanhol, que proferiu a…

FRASE DE MÔNACO

sobremon183

Alonso: abandono e irritação

“Foi, provavelmente, a corrida mais chata da história. Agora vou ver uma corrida de verdade, a de Indianápolis, para me divertir. Porque quem tentou ver esta de Mônaco deve estar dormindo, agora.”

Fernando Alonso, que abandonou a prova quando estava em sétimo, com problemas de transmissão. Foi seu primeiro abandono no ano, ele que tinha pontuado em todas as etapas anteriores. Pelo Twitter, o piloto da McLaren fez questão de demonstrar sua saudade das 500 Milhas, que disputou no ano passado.

Alonso tinha razão para ficar de saco cheio. Quase todos os pilotos se aborreceram com as 78 voltas do GP monegasco, e quem resumiu bem como são as coisas nas ruas do Principado acabou sendo Valtteri Bottas: “É Mônaco. Às vezes acontece um monte de coisas malucas e a corrida é boa. Às vezes não acontece nada e é assim. Você larga, fica atrás de alguém e termina onde começou”. Hamilton falou que se estivesse vendo a prova deitado num sofá, não resistiria ao sono. Só porrada na pobre pistinha de rua, tão querida e tão malhada.

Claro que Ricciardo não entra nessa conta dos pilotos entediados, assim como seu companheiro Max Verstappen. No fim das contas, foram os únicos que se divertiram no domingo da Riviera. O primeiro, porque venceu — sempre é bom, e quando fica tão perto de quebrar, e se sabe como foi complicado levar o carro até o fim, o sabor é ainda mais doce.

O segundo, porque conseguiu beliscar dois pontinhos de um nono lugar suado, depois de largar em último. Passou bastante gente e, como disse, aproveitou o dia. “Larguei lá atrás por um erro meu e não adianta ficar me lamentando agora”, falou o jovem holandês, que se estampou no terceiro treino livre logo depois do S da Piscina, destruindo o carro e ficando fora da classificação.

sobremon184E quem achava que Verstappinho, do fundo do pelotão, iria fazer uma merda atrás da outra até cair com carro e tudo no Mediterrâneo, se decepcionou. A Red Bull, claro, respirou aliviada, como notou nosso cartunista Maurício Falleiros aí do lado…

Falando em acidente, o único forte da corrida, de Leclerc, foi mesmo causado por um disco de freio partido na Sauber. Sem conseguir brecar na saída do Túnel, encheu a traseira de Hartley. Ninguém se machucou e nem safety-car foi preciso — apenas o virtual, modelo de neutralização da corrida para o qual muita gente ainda torce o nariz.

Como tem muita gente torcendo o nariz para Esteban Ocon e para a Mercedes. O francesinho da Force India não ofereceu nenhuma resistência a Hamilton quando o inglês saiu de seu pit stop. Ordem de equipe? Sim. Mas de outra equipe? Sim de novo. A Force India usa Mercedes, e Ocon é piloto da Mercedes, emprestado à co-irmã.

Parece que Toto Wolff admitiu que deu as instruções e que não quis esticar muito a conversa com a imprensa, não. “É assim que são as coisas”, teria dito.

Não sei no quê vai dar isso. Mas seria bom a FIA se manifestar. Uma coisa é ordenar uma troca de posições entre seus pilotos, em nome do melhor resultado possível para sua equipe. Outra, bem diferente, é se meter no time alheio para favorecer o seu. Pau neles.

Bom, precisamos de um número, estamos quase no final. A ele:

O NÚMERO MONEGASCO

57…vitórias tem agora a Red Bull em seu cartel, vitória conquistada bem no dia em que o time comemorou seu 250º GP. No ranking das equipes que ganharam mais GPs, os austríacos das latinhas estão em sexto. Ferrari (231), McLaren (182), Williams (114), Lotus (81) e Mercedes (78) são as cinco primeiras. Na história da F-1, incluindo os times americanos dos tempos em que as 500 Milhas de Indianápolis faziam parte do Mundial, 34 equipes diferentes já ganharam corridas.

Bem, para terminar esta bagaça, ficou faltando apenas o “Gostamos & Não gostamos”, que eu adoro fazer. Poderia eleger o GP como um todo na categoria “não gostamos”. Mas seria uma escolha fácil e medíocre. Sejamos mais críticos e sofisticados nesse troço.

GOSTAMOS…

sobremon182

Max: passão de respeito

…de ver a ultrapassagem de Verstappen sobre Sainz Jr. >>>, por fora, na freada para a chicane que sucede o famoso Túnel monegasco. Uma manobra bonita, difícil, improvável, que fica muito bem para quem passa, e muito mal para quem é passado.

 

 

NÃO GOSTAMOS…

sobremon185

Williams: só vexame

…de mais um papelão da <<< Williams, que terminou em 16º com Sirotkin e 17º com Stroll — os dois últimos que receberam a bandeirada com seus carros andando. Cada um fez três paradas. A roda de Sirotkin não estava montada no grid. Um horror.

32 comentários

  1. ags disse:

    Como dizia um jornalista britanico…
    Formula 1.. é de memoria curta..
    Segunda feira ninguem lembra mais quem ganhou domingo..
    Essa é a verdade..

  2. LUCAS SOARES disse:

    Flávio e sobre Vandornne ? No safaty car ele se intrometeu entre Ricardo e Vettel

  3. Murillo disse:

    Eu gosto de Monaco e acho difícil ela sair da F1 principalmente pela tradição.
    Como a F1 tem muito dinheiro não seria possível negociar com o Principado e a F1 alterar a pista “invadindo o mar” antes da entrada do túnel ? Fiz um rascunho bem tosco com acho que daria para alterar a pista construindo algo sobre o mar da seguinte forma: http://pt-br.tinypic.com/r/orultt/9

  4. Rogerv disse:

    Vejo Alonso, como futuro presidente da FIA!

  5. Luciano disse:

    Achei a ultrapassagem do Verstappinho um absurdo. Ele criou outro circuito. Voltou pra pista de modo atabalhoado.

    Achei uma ultrapassagem absurda.

  6. CRSJ disse:

    Se Mônaco é entendiante para os pilotos imagine para o público, Alonso que o diga. Ricciardo foi 101% perfeito em Mônaco, mesmo com os problemas. Verstappen deve ter sido o que mais ultrapassou nessa corrida conseguindo dois pontinhos de consolo com o nono depois do prejuízo de largar em último. Não é nenhuma surpresa a Williams andar em último, afinal ela voltou a ser nanica agora. Esteban Ocon é mais um que entrou na lista do jogo de equipe. A Red Bull já é uma super equipe com 57 vitórias na mão até aqui. O Vettel ficou satisfeito em chegar na frente do Hamilton, diminuir três pontos é melhor do que nada.

  7. Bola da Vez disse:

    Aí vai o meu Bola Cheia e o meu Bola Murcha para Mônaco:

    Bola Cheia: Ricciardo, por ter segurado 3 campeões atrás dele durante toda a corrida com um carro com 75% de potência.

    Bola Murcha: Ocon, por ter se apequenado diante de uma ordem dos patrões. Deve estar de olho na vaga de terceiro piloto da Mercedes.

  8. Helton Garcia Fernandes disse:

    Corrida foi chata não só por ser Mônaco. Foi chata pq ninguém tentou nada.
    O Vettel ficou conduzindo miss daysi atrás do Ricciardo. O Ricciardo poderia ter perdido 50% da potência que o Vettel não tentaria nada com medo de perder pontos. O Hamilton passou o tempo todo reclamando de pneu sem tomar a iniciativa de nada. O Bottas foi o Bottas. Sempre foi assim. O Kimi foi o Kimi e nem sempre foi assim, mas agora é. Os 2 apáticos demais. pau-mandado demais.
    O povo do meio e do fim tb foram completamente borocráticos e ninguém tentou nada. As Force India não se bateram , As Renault não fizeram nada demais, nem o Grosjean conseguiu tentar se matar.
    Foi um pé no saco…
    Esses caras devem ficar de cabelo em pé quando assistem as corridas antigas no principado pelo Youtube.

  9. Saima disse:

    E o pior é que as 500 milhas também foram tão emocionantes e legais quanto ir no Banco do Brasil do Largo 13 no quinto dia útil.

  10. Brabham-5 disse:

    O Alonso reclama demais. Se não fosse a equipe SEMPRE O FAVORECENDO , estaria andando atrás do Vandoorne.
    Ele gosta é de ser paparicado. Vai disputar uma corrida em outra categoria, lhe estendem o tapete vermelho, inclusive se possível lhe dão de presente uma vitória.
    Pra quem está há MUITO TEMPO na “fila” de um titulo na F1, jpa deveria ter se mandado da categoria.
    NÃO FARIA FALTA NENHUMA. Só reclama, reclama do carro, da equipe, da categoria.
    Ora, vá embora então!
    Sem a grana gasta no salário desse soberbo, a McLaren poderia ter mais dinheiro para investir no carro,e contratar um jovem talentoso como Leclerc, o Gasley ou até mesmo o Ricciardo ou o Hulkenberg.
    Alonso, por que não te calas? #Vaza

  11. Brabham-5 disse:

    Essa da ordem da MERCEDES para a Force India tirar o Ocon da briga com Hamilton foi UM ABSURDO.
    Na minha opinião DO MESMO TIPO DE ABSURDO INADMISSÍVEL PASSÍVEL DE PUNIÇÃO PESADA como foi o caso Cingapuragate envolvendo Nelsinho Piquet – BRIATORE – ALONSO – PAT SYMONDS E RENAULT.
    E no final das contas, o único punido MESMO e exilado da F1 foi o Nelsinho, chantageado de perder sua oportunidade na Renault e na F1.
    Que absurdo! Mercedes e Force Índia deveriam ser no minimo suspensas de disputar corridas até o final do ano.
    Ah se fosse a Ferrari e a Hass e o favorecido fosse o Vettel….

    • Sergio disse:

      Oi amigo. Concordo 99.9% com você.
      Para mim foi PIOR que o cingapuragate.
      Gostaria de mandar um e-mail`à FIA reclamando deste episódio.
      Minha opinião é que o Ocon deveria levar 2 corridas de gancho.
      Um abraço e tudo de bom!

  12. rogerV disse:

    Da pena da equipe do tio Frank….. e o Troll da Atma com certeza não é mais o Velotrol….
    -Russinho esta enfiando,,, acho que o papi vai ‘procurar’ outra equipe (será que acha?)

  13. Bruno Cardoso disse:

    Sobre o acidente entre Leclerc e Hartley, achei que o piloto da Sauber jogou o carro na direção da mureta, quando percebeu que estava sem freio. Se ele realmente fez isso, mostrou bastante prudência, evitando um acidente maior. Coisa rara entre os pilotos mais jovens.

  14. Otávio disse:

    Corridinha horrorosa! Mônaco já está com prazo de validade como pista de corrida expirado há décadas! A única explicação par se manter essas coisa no calendário é o fato de ser casa dos milionários e paraíso fiscal das pessoas e empresas envolvidas na F1 e em outros ramos de negócio também. Tanta reclamação sobre os circuitos novos, desenhados pelo tal do Tilke, para ficar aguentando esse autorama sem graça……

  15. Felipe disse:

    Ué, deram chilique supondo que a Haas bateu de propósito na primeira corrida, para dar Safety Car, para o Vettel parar e se beneficiar, ganhando a primeira corrida da temporada, mas ninguém dá chilique quando Ocon da Force India abre de propósito com ordem de outra equipe pro Hamilton passar?

  16. Tiago Nobre disse:

    A tirinha de hoje me lembrou de te mandar isso:
    http://crashtappen.com

    É um contador online de há quanto tempo foi a última batida do Verstappen.

  17. Clodoaldo lelli disse:

    Mclaren na indy com alonso pilotando não foi atoa a 500 milhas ano passado como serviu de termômetro com viram que é viável e o alonso percebeu que sua jornada na f1 está no fim e não vai render mais nada já começou a promover sua transferência pra terra do Trump

  18. Nuno Silva disse:

    o Alonso está mesmo a precisar de ir à bruxa… tudo lhe corre mal: andou a destilar ódio pela corrida de domingo e a de Indy500 não foi melhor ! tudo o que ele vem decidindo sai sempre mal… por pressão dele a McLaren trocou a Honda pela Renault e vemos que afinal o problema este ano talvez esteja mais no carro que no motor !

    entretanto sobre o Ricciardo. ele subia as marchas de forma normal e usava as rotações até acima do red line… na F1 é blue line. (as primeiras luzes são amarelas, as segundas são vermelhas e as ultimas são azuis). o que deu a entender é que na redução em travagem ele não trocava o cambio cedo deixando travar mais com o pedal e menos com a caixa… quem puder que repare nos videos.

    não sei se com isto era para não forçar a mecânica/ caixa ou se era para regenerar mais energia por via do calor da travagem já que não gerava energia de outra forma.

    mas pareceu-me um ponto interessante.

  19. Harerton Dourado disse:

    Flávio, o MGU-K transforma, quando o piloto não está acelerando, parte da energia cinética (movimento) das rodas em energia elétrica e armazena essa energia em baterias. Essa energia pode então ser transformada novamente em energia de movimento quando o piloto necessitar de mais potência. O restante da energia é dissipada na forma de calor devido a ação dos freios. Ou seja, não existe a transformação direta de energia térmica em energia elétrica.

    Abraços!

  20. Alfredinho disse:

    Os postulantes ao título não quiseram arriscar uma simples tentativa de ultrapassagem. Preferiram manter suas posições, economizando pneus em um circuito travado. Deu até a impressão que todos combinaram isso antes da prova.

  21. Amaral disse:

    Chato ter acontecido isso com o Leclerc em casa. Mas, pelo que já foi visto e dito, não teve culpa. Acho que ele e Hartley já devem ter se entendido. Ainda mais que, no final das contas, o prejuízo foi somente material.
    PS: Mais uma vez Leclerc ia colocando a Cuca no bolso. Tá ficando chato. É um que eu torço. Me parece, na minha insignificante opinião, o menos pior que veio da GP2 nos últimos tempos. Mas não precisa ser muito bom pra ser melhor que o Ericsson…
    Mas, minha torcida, mesmo, é pelo Ricciardo. O único cara da F-1 que faria questão de fazer tietagem se tivesse oportunidade. Todo mundo diz que o cara é gente boa. E tem cara de ser mesmo. Já que não tem brasileiro, vai de risadinha mesmo.
    Corrida chata, modorrenta. É Mônaco. Podia virar prova extra-campeonato. Um fim de semana de exibição, carros históricos, homenagens, festas, zoeira, champanhe a rodo, pompa e circunstãncia, cheiro de naftalina dos chapéus e peles e gente que não tem nem ideia do que mais gastar dinheiro. O encerramento da temporada podia ser lá. E ninguém ia reparar se a corrida foi chata, já q já estaria tudo definido. E os saudosistas e tradicionalistas não iriam reclamar. Chamavam uns caras de outras categorias pra misturar tudo, faziam tipo uma corrida dos campeões, chamavam um merchã pra soltar uma grana de premiação, e deixava o pau comer. Duvido que não tivesse público. E que eles não gostassem. Depois iriam tudo pra churrascaria (deve ter churrascaria em Mônaco, presumo eu!) encher o pote de carne e cerveja felizes e rindo.
    Ocon vai seguir a cartilha do Verstappen (falar demais e se achar mais do que é) e vai acabar ficando a pé. Ele que abra o olho. Temporada chinfrim até agora. O carro é pior que o do ano passado, mas ele também não vem ajudando.
    Williams segue na sua Manorização. Que lástima.

    • CHAGAS disse:

      Uma das diversões da F1 atual, é ver quem é o melhor do resto.
      Quem chega depois das Ferraris, Mercedes e Red Bull.
      Pra resumir quem vai ser o sétimo colocado no mundial, porque vai ser uma briga acirradíssima.
      Concordo que o Ocon está sem o brilho do ano passado, mas criticar justo na prova que ele foi o melhor do resto, ter feito seu melhor resultado e a sua melhor corrida no ano, não parece correto.

  22. Leandro disse:

    Particularmente não percebi Ricciardo segurando Vettel, comparando com Bernoldi x Couthard… Vettel se aproximava perigosamente nas retas, mas nas partes sinuosas Ricciardo conseguia abrir. Claro, em outro circuito seria presa fácil.

  23. Paulo Pinto disse:

    Os Deuses da Velocidade se confundiram, com certeza! Acharam que o espanhol trapaceiro estava novamente disputando as 500 milhas e brecaram o seu carro mais uma vez.
    Acertaram o dia mas erraram o circuito.

  24. Romário Jr. disse:

    Por falar em Mônaco, você viu o leilão da Mclaren da 6ª vitória do Senna lá? Foi arrematada por 4 milhões de euros! –> http://www.bonhams.com/auctions/24953/lot/119/

  25. Ricardo disse:

    Alonsito não gosta é de andar devagar, o resto é papo furado. Olha o que ele disse quando ganhou em Mônaco em 2006, nesse link https://esporte.uol.com.br/f1/ultimas-noticias/2006/05/28/ult62u6685.jhtm: “A corrida foi muito emocionante”, disse Alonso em coletiva de imprensa. “Claro, largar em primeiro tornou as coisas mais fáceis… em Mônaco você tem que manter a concentração e não tocar em ninguém.”;

  26. Ricardo Bigliazzi disse:

    Melhor resumo de corrida impossível. Esse Ricciardo é bom pacas!

    O detalhe curioso na batida do Leclerc é que no replay em camera lenta dá para ver a roda dianteira travada, a esquerda livre e solta e de dentro do carro além da roda livre percebe-se o seu desespero.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>