MENU

quarta-feira, 20 de junho de 2018 - 20:45Dica do dia

DICA DO DIA

MOSCOU (e tudo começou aqui) – Desde o dia em que a URSS colocou no espaço o Sputnik I, 4 de outubro de 1957, a órbita da Terra passou a ser invadida por satélites artificiais. A pequena esfera metálica de 83 kg e cerca de 50 cm de diâmetro inaugurou uma era, e a partir dele as distâncias diminuíram, a comunicação se tornou o que é hoje, as informações sobre o planeta, visto a analisado do espaço, passaram a ser recebidas de forma permanente e em tempo real.

Tudo isso é clichê e verdadeiro. Mas até conhecer este site aqui, eu não tinha ideia da quantidade de artefatos girando sobre nossas cabeças. São quase 17 mil, e clicando em cada pontinho desse mapa é possível saber seu nome, ver sua órbita, conhecer sia trajetória, saber a data de lançamento e seu país de origem.

Dá para ficar horas viajando nesse negócio. Encontrei a dica aqui, no “Nexo”.

satelitesmundo

10 comentários

  1. Fernando disse:

    Ok, concordo, URSS não é mãe de porra nenhuma, e dinheiro dos outros, ok, concordo, mas não se pode negar o pioneirismo. Os caras chegaram lá primeiro, fizeram muitas coisas primeiro, coisas que não resultaram em nada, em termos, financeiramente prá eles, mas pioneiro é pioneiro, ponto! Era truculência, genocídios e tal, acabou, ótimo, mas história é história. De certa forma torta foram fodões.

  2. Garlet disse:

    Super interessante obrigado pela dica.

  3. Ivo Rettor disse:

    Flavio a corrida espacial não terminou e no momento a Russia esta na liderança, o primeiro golaço foi feito pela unicao sovietica em colocar o primeiro homem em órbita e depois o segundo golaço e talvez o mais espetacular e impactante foi chegar à lua pelos americanos, mas o jogo continua e agora quando se fala em exploração espacial em erquipamentos etc leia-se MADE IN RUSSLAND !!!! até os amercianos usam equipamentos RUSSOS !!!!! os foguetes e as estações espaciais russos são imbativeis !!
    Só um detalhe, a comunicação aqui na Terra é feita na maioria das vezes por cabos submarinos por ser mais eficiente embora satelites sejam amplamente usados em comunicação e outras áreas, ok. abraços camarada !!!

  4. Alberto G Guimaraes disse:

    Show de bola. Vai ficar junto o Flightradar e do Marinetraffic.

  5. Henrique disse:

    não sou adepto de teorias de conspiração, mania muito comum aos norte americanos, mas tenho uma forte desconfiança que este site citado acima, não mostra satélites militares, espiões. Já existe tecnologia para isso.

  6. Celso disse:

    Nossa muito legal. E eu não imaginava que tinha satélites lançados há tanto tempo sobrevoando nossas cabeças. Achei um que foi lançado em 1961.

  7. Thiago Azevedo disse:

    Muito legal, muito doido saber que já mandaram todos esses satélites. E não é tão fácil assim mandar, haja vista a dificuldades que tivemos. Um professor da época que fiz engenharia elétrica estava trabalhando na base de lançamento de satélite brasileira que explodiu. Ele só não estava na base na hora do acidente, pois foi impedido por estar de bermuda. Sorte.
    Já tem algum satélite lançado de terras brasileiras?

    • Henrique disse:

      Então, acho que o Brasil não tecnologia para tanto( e tão pouco). com a explosão ocorrida tempos atrás houve um atraso enorme, isto aliado ao baixo investimento….
      De qualquer modo, geograficamente, a base de Alcântara é privilegiada geograficamente. Alguns satélites foram lançados de lá, infelizmente nenhum puramente brasileiro.

  8. Robson Guimarães disse:

    E a mãe URSS fez muito bem, mas só até o dinheiro dos “outros” acabar.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>