LEGIÃO URBANA | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

quarta-feira, 11 de julho de 2018 - 18:58Ladaland, Legião urbana

LEGIÃO URBANA

MOSCOU (jardim de infância) – Se eu tivesse de levar esta seção em ritmo normal nesses mais de 40 dias de Rússia, talvez o blog não tivesse espaço para tanta coisa que vi por aí. Depois da primeira semana, deparar-me com Ladas e seus parentes soviéticos passou a ser uma rotina, e a eles dediquei muito mais meu olhar apaixonado que a lente da câmera do celular.

Mas hoje decidi dar uma caminhada atrás de um carro específico, esse Ladinha branco com quatro faróis que via todas as noites quando voltava para casa. Fiz o caminho até o metrô a pé e conheci o dono, o velhinho que cuida do estacionamento onde ele passa seus dias, entrei no carro, tiramos fotos juntos, foi uma farra — num idioma desconhecido que parecia uma mistura de russo com inglês, mas todos se entendiam perfeitamente.

Então segui a pé até a estação que me levaria ao trabalho e no trajeto dei com esse hatch azul cujo modelo, Oda, eu não conhecia. E olha que gosto dessas coisas… Achei até que faltava um “F” ali, fiz as fotos, depois fiz outras, e mais outras, selecionei algumas e aí estão. Ah, em tempo: Oda é um modelo da Moskvich.

São só registros rápidos num trechinho de não mais do que 1 km numa via paralela a uma grande avenida, que serve de estacionamento para os moradores de um enorme bloco residencial perto de onde estamos hospedados. Os mais afoitos, que circularam apenas pelo centro rico de Moscou, hão de dizer que carros soviéticos não existem mais, e que a turma aqui só anda de Audi, Porsche, Mercedes e coreanos em geral.

Não é assim, porém. Felizmente.

15 comentários

  1. Luis felipe disse:

    FG tenho duas perguntas sobre carros daí…

    Tem muitos carros da marca da.limousine presidencial ?

    Outra: tem carros norte-americanos ?

  2. J Fernando disse:

    Que legal!!
    Outras culturas (e seus meios de transporte) são surpreendentes.

  3. Mavex disse:

    Estou só imaginando quando vc voltar da Russia e começar a publicar as milhares de fotos que deve ter tirado dos mais variados e inusitados veículos que rodam por ai.
    Legião urbana diária

  4. Rodrigo Lamonato disse:

    De fato há vários lugares por aí em que vi muitos carros, casas e prédio com um jeitão de outros tempos. O mundo (ainda), não virou uma Vila Olímpia por completo. Felizmente.

  5. FERNANDO DUARTE AMARAL disse:

    Pode me chamar de coxinha, burgues, o que for, mas ess XRAY parece ser lindo…
    abracos

  6. Formiga disse:

    Morei bem ao sul de Amsterdam. O que tinha de carrinhos antigos era uma loucura. No centro ficam os carros mais novos também. No sul carros legais, Citroen DS, Golf GTi MK1, Peugeot 205 Gti, Clio V6, Mini (original) e muitos outros eram os nossos vizinhos.

  7. Ricardo Bigliazzi disse:

    Pudemos ver uma Russia bem repaginada.

    Acho legal eles terem dado uma bica na parte ruim do passado.

    A vida segue, para um povo bem instruído e criativo.

    Só por esse lado do Atlantico ainda pensamos que o que se pensava em 1917 é a mãe de toda verdade…

  8. Roberto Torres disse:

    Pois é. Aqueles Ladas da Castelo Branco, não achei até hoje.

  9. Diogo disse:

    Flavio,
    Acredito que a página do blog está com algum problema. Toda vez que acesso e começo a ler as matérias, sou redirecionado pra página principal do Grande Prêmio. E isso fica em loop quando volto para página do seu blog.
    Eu ja mudei de navegador, computador e nao adianta. Não sei se alguém mais está sofrendo com isso.
    Obrigado!
    Abs

  10. Alexandre Neves disse:

    Que bacana! E ainda foi atrás do dono do Lada e conheceu o senhorzinho…. Estas coisas da vida simplesmente não tem preço!

  11. Diego disse:

    E o rescaldo pós GP? :D

Deixe uma resposta para Diego Cancelar resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>