YES, WE CARE (3) | Blog do Flavio Gomes | F1, Automobilismo e Esporte em geral
MENU

segunda-feira, 9 de julho de 2018 - 22:01F-1

YES, WE CARE (3)

MOSCOU (volta, rotina) – Pela primeira vez em anos o textão pós-GP ficou para o dia seguinte e acho que devo explicações aos cada vez mais parcos leitores deste blog — migrou todo mundo para as redes sociais, é uma tristeza; mas resistiremos.

Como estamos, nós da Fox, numa programação de Copa que respeita o fuso horário brasileiro, ontem, assim que terminou a corrida, tive de sair correndo para algum programa ao vivo que já não lembro qual era. E depois teve outro, e quando pude sentar para escrever o dia já tinha amanhecido e eu precisava fazer algo necessário para os seres humanos, que é dormir para poder acordar algumas horas depois — e retomar a rotina dos longos programas ao vivo.

Enfim, está explicado. Chega de conversinha.

Foi muito bom o GP da Inglaterra, de novo porque um protagonista se deu mal na largada e teve de remar a corrida inteira para chegar onde seus rivais já estavam desde o início. Desta vez, a vítima foi Lewis Hamilton, que levou um toque de Raikkonen nos primeiros metros da prova, caiu para último e garantiu o espetáculo. Passou todo mundo e terminou em segundo, não muito distante de Sebastian Vettel — que ampliou sua liderança no campeonato e alcançou 51 vitórias na categoria, como Prost.

O alemão da Ferrari fechou a sequência de GPs europeus em três domingos seguidos com 50 pontos marcados (um quinto, um terceiro e uma vitória), contra 43 de Lewis (uma vitória, um abandono e um segundo). Tem 171 agora, contra 163 do inglês. Estava 14 pontos atrás após o massacre da Mercedes em Paul Ricard, que abriu a série. Na Áustria e na Inglaterra, virou o jogo e agora está oito na frente. É um bom campeonato. E que bom que o Imprevisível da Silva, parente próximo do Sobrenatural de Almeida, agiu com desenvoltura nessas últimas duas corridas.

Silverstone viveu um fim de semana de calor incomum e muito sol, mesmo para o verão britânico. No domingo, a temperatura ambiente bateu nos 28°C com 53°C no asfalto. Um teste rigorosíssimo para os pneus, que acabaram tendo papel decisivo no resultado final.

Hamilton começou a perder a corrida por ter largado mal, dando a Vettel a chance de pular na frente e ficando sujeito a algum ataque insano de quem vinha babando atrás. No caso, o ataque partiu da outra Ferrari, de Kimi, que calculou mal uma freada e acabou acertando o #44, que rodou para desespero dos torcedores ingleses.

Aqui, abra-se um parêntese razoavelmente longo. Ao final da prova, Hamilton insinuou que Raikkonen bateu nele de propósito. Citou uma “estratégia interessante” da Ferrari. Foi deselegante. Mas se apressou, no dia seguinte, em corrigir o erro. Pediu desculpas e escreveu, numa de suas redes sociais que já não sei qual é, que “de vez em quando a gente fala umas merdas”. Está desculpado. Mas não estão perdoados pela verborragia três dirigentes da Mercedes, a saber: James Allison, Niki Lauda e Toto Wolff. O primeiro, ex-Ferrari, falou que o que Kimi fez foi “deliberado”. O segundo esbravejou dizendo que não é “nada engraçado” o que aconteceu. O último especulou: ou foi de caso pensado, ou incompetência, mesmo. Sustentar tais opiniões é diminuir o valor de Vettel, primeiro, e colocar em dúvida o caráter de um piloto como Raikkonen, que todos conhecem há séculos e é incapaz de baixarias desse tipo — não faz nem por ele, imagina se o faria na condição de vassalo da equipe para ajudar o companheiro. Enfim, falaram demais e falaram bobagens. Foi um incidente de corrida dos mais comuns. Kimi admitiu que errou e se desculpou. Foi punido com 10s no pit stop e não reclamou. Fechado o parêntese, sigamos.

A recuperação de Hamilton foi empolgante e levantou o público em Silverstone — 340 mil pessoas nos três dias, um espanto. Na sexta volta, já estava em décimo, entrando nos pontos pela primeira vez, 25s atrás do líder Vettel. Na 11ª, livrara-se de todos os adversários de segundo e terceiro escalões e aparecia em sexto, na rabeira da turma da ponta — lá na frente estavam Sebastian, Bottas, Verstappinho, Raikkonen e Ricciardo, este 13s à frente do inglês.

Na volta 14 começaram os pit stops, com a entrada de Kimi nos boxes para pagar o pênalti. Só na 21ª Vettel parou, e Hamilton esticou seu stint até a 25ª, quando sua borracha macia já estava abrindo o bico. Voltou em sexto de novo, já com pneus médios. Em tese, seria corrida para apenas uma parada. Mas na 31ª Ricardão entrou de novo para colocar um segundo jogo de macios. O calor e o ritmo fortíssimo dos ponteiros estavam judiando dos pneus e tudo indicava que todos teriam de fazer o mesmo que o australiano.

Só que veio um safety-car, na volta 32, por conta de uma batida de Ericsson. Quase todo mundo aproveitou e foi para os boxes. Menos os dois pilotos da Mercedes. Era uma aposta bem arriscada. Bottas assumiu a liderança com pneus médios usados, com Vettel de macios novos em segundo e Lewis em terceiro também com pneus médios já bem rodados. Depois deles apareciam Verstappen, Raikkonen e Ricciardo — que se deu mal porque parou um pouco antes –, todos com macios novos.

Os pneus da dupla prateada aguentariam até o final? Era a grande pergunta que se fazia nos boxes dos dois times protagonistas da temporada. A relargada aconteceu na volta 38, mas nem deu tempo de acelerar direito porque na 39 Sainz Jr. e Grosjean bateram e novo safety-car foi necessário para limpar a pista. E ele só saiu na 42ª. Essas nove voltas em fila indiana e ritmo lento ajudaram a Mercedes, sem dúvida. Deu para poupar um pouco de borracha e garantir um final de prova sem ter de parar de novo. Só que os demais tinham borracha mais aderente, fresquinha e reluzente. Segurá-los seria tarefa inglória.

As últimas voltas, com Mercedes/Ferrari/Mercedes/Ferrari separados por fios de cabelo foram alucinantes — a Red Bull, sem a mesma velocidade de reta, ficou um pouco para trás. Na 47ª, Sebastian fez uma manobra brilhante e passou Valtteri, que logo depois perderia a posição também para Hamilton e Raikkonen. Os pneus do #77 já não aguentavam mais. Kimi, com mais algumas voltas, talvez conseguisse passar Lewis, também. Mas não deu tempo. Ficou em terceiro. Bottas, Ricciardo, Hülkenberg, Ocon, Alonso, Magnussen e Pérez fecharam os pontos.

“Ganhamos na casa deles!”, festejou um mui sorridente Vettel no pódio, ao lado de um Hamilton contrariado e cabisbaixo. Foi mesmo uma grande vitória, de um piloto que tem cometido seus erros neste ano, sim, mas que pode ser acusado de qualquer coisa, menos de não lutar. Sebastian tem sido um leão em 2018. É o que tem garantido a emoção de um Mundial de altos e baixos, que teve em Silverstone, sem dúvida, um de seus altos.

Ah, o “Sobre ontem…”, com o rescaldão do GP, fica para amanhã. Ou, no meu fuso, para hoje, só que mais tarde. São 4h aqui…

101 comentários

  1. José disse:

    Flávio,
    Resista, mantenha o seu blog, que você faz com excelência, comentando e analisando o que envolve MOTOR. Tudo bem uma escapadela para musica, arquitetura e outros assuntos, (futebol, por sinal, a sua explicação foi a melhor sobre a saída da seleção do mundial), mas você deve assumir, gera grande desinteresse por continuar te acompanhando quando se posiciona politicamente através de um canal, onde a imensa maioria quer saber sua opinião sobre o VETTEL, HAMILTON e DKWs, (até para fugir um pouco desta tristeza que está o Brasil) , independente do alinhamento a favor ou contra suas convicções políticas. Não responsabilize “as redes sociais”, como se fosse uma força maior e incontrolável, a culpa é sua! Abraço.

  2. CHAGAS disse:

    Essa corrida Bottas foi uma decepção.
    OK, os pneus acabaram, mas ele poderia ter lutado mais, fechado a porta pra Vettel.
    Não fez, e tomou uma lição não só de Vettel, mas de Hamilton e Kimi também.
    Todos os três campeões do mundo.
    Bottas tem potencial para lutar por títulos, mas pra ser campeão já passou da hora de mudar de atitude.
    Na briga do segundo pelotão, sem surpresas. Hulk lidera.

  3. Diego - Floripa/SC disse:

    Resistiremos sim! Nem rede social tenho e nem vou ter.

    Aliás, parabéns ao pessoal do Grande Prêmio pelo novo layout, ficou ótimo.

  4. Mônica disse:

    Que corrida fez o meu gatão! O seu ataque é irresistível! Ele ainda é a melhor opção para a equipe!
    Lindo e caçador!

  5. Clayton Araujo disse:

    Belissima corrida. Até que emfim. Vettel mostrou que tá a fim. Bottas fez o basal. Kimi deu um espetáculo. E o Hamilton, ah, esse? Achou que depois de largar tão mal fecharia a porta de um cara casca gossa como o Kimi que vinha babando atrás, sairia ileso? Enganou-se. Kimi foi o cara da corrida.

  6. Helton Pessoa disse:

    Flávio,
    Espero que este blog resista, pois é muito melhor que os programas da Fox.

  7. Leandro Batista disse:

    Apesar de nossas ideologias políticas não serem as mesmas, continuo um assíduo leitor do seu blog. Portanto espero que continue assim. Sobre a corrida, foi a melhor dos últimos tempos. É uma pena dependermos de eventos extraordinários para torná-las interessantes. Agora, é impressão minha ou a Mercedes mais uma vez dormiu no ponto quando deixou seus carros com pneus duros e usados enquanto os demais tinham borracha mole e nova no fim da prova? Seria de bom alvitre para Toto e sua turma se preocupar mais com as estratégias que sua equipe vem bolando e se preocupar menos em atacar a equipe rival.

  8. Glauber Jefferson Carrico disse:

    Continua firme, comandante, continuamos aqui na audiência.
    Ficou muito bom o novo site, moderno e leve. Pensem com carinho em fazer um aplicativo para celular.

  9. Rud disse:

    Não sou muito de comentar, mas detesto mídia sociais! Força Flávio, este blog é minha leitura predileta pós GPs. Grande trabalho!

  10. Marcos disse:

    Caro Flávio, para o blog não!! é dos melhores comentários sobre F1 que temos atualmente. Nas “outras redes” sociais tudo fica mais “ralo” e superficial.

    Abs.

  11. Fabiano disse:

    Excelente texto e análise. Continuo acompanhando seu blog, embora com as mudanças na página do Grande Prêmio, tenha tornado difícil de encontrar. Para quem conhece, basta usar o google, entretanto, será difícil ter novos leitores.
    Quanto às redes sociais, ainda não me passam credibilidade…..

  12. Jefferson Souza disse:

    Olá FG!
    Resista por favor, eu prefiro blogs as midias sociais.. Resistirei enquanto puder..
    Abs.

  13. Alaor Jr. disse:

    Pois é Gomov, somos os heróis da resistência, nada de parar com o blog, como já disseram acima as vezes os seus relatos são mais interessantes que a corrida em si.

  14. Moy disse:

    Não desista Flavio! Assim como eu, devem ter muitos que acham um saco ler tudo pelo celular ou “redes sociais”. Prefiro o bom e velho blog.

  15. GIOVANI JARDIM disse:

    Estarei por aqui, resista!

  16. Ricardo disse:

    Não gosto de redes sociais.Gosto desse blog.

  17. Felipe disse:

    E começa o descarado favorecimento da FIA para a Mercedes e Hamilton.
    Nesse campeonato, com a Ferrari competitiva, a pedido da Mercedes, a Pirelli reduz em 0,4mm o diâmetro dos pneus, fazendo a Mercedes ficar bem mais rápida (vide Paul Ricard). Numa corrida anterior, Vettel cometeu o mesmo erro e bateu em Bottas na largada e a punição foi de 5s, mas como agora foi em Hamilton, a punição é de 10s.
    No acidente que gerou o safety car, o carro que bateu estava bem longe da pista, podendo muito bem se utilizar de um safety car virtual, como foi utilizado em varias oportunidades nessa ano (quando Hamilton era líder e estava bem à frente), mas como Hamilton estava 30 segundos atrás de Vettel, utilizou-se o safety car normal, tirando toda a diferença de tempo. Se não fosse por isso, Hamilton não passaria da 5ª posição.
    Para finalizar, começa o jogo de equipe, visto que Bottas deixou Hamilton passar assim que Vettel o ultrapassou.

  18. GUILHERME (RJ) disse:

    Ótima corrida!

    Cara, é você daí, escrevendo e passando conhecimento, e eu daqui, lendo e aprendendo. Ponto. É assim que funciona!!!

    Aqui é garagem… cheiro de óleo e borracha queimada.

  19. Irinaldo Barros disse:

    Flávio Gomes, não desista – e sem conversinhas!
    Mas, por favor, queria comentar sobre o safety-car. Olha, quero estar enganado, mas não precisava de um. O Virtual resolveria a questão, pois os carros estavam bem longe da pista.
    Ao meu ver, o maior beneficiado com esse safety-car foi Hamilton e assim, me atrevo a dizer – que estratégia estranha essa da Direção da Prova.
    Abcs camarada!
    #LulaLivre

    • Daniel disse:

      O acidente do Ericsson foi forte, o Medical Car foi para a pista, não conheço detalhes do regulamento, mas deve fazer diferença. No do Grosjean/Sainz não tenho certeza se foi o MC, mas novamente foi um acidente, não apenas saída de pista ou quebra.

  20. clodoaldo lelli disse:

    cara sem puxação de saco esta cada vez mais difícil ler algo bem escrito como você escreve é cada vez mais comum textos com erros primários sempre li muito jornal não o faço mais com frequência por não acha-los com tanta facilidade a banca perto de casa sumiu esses volgs alguns são interessantes mas o prazer da leitura pra quem o tem é insubstituível

  21. Guilherme Zahn disse:

    Bons dias a todos (e, provavelmente, boa noite pro Flavio).

    Vendo esse GP da Inglaterra me toquei de algo que, embora faça todo o sentido para todos os envolvidos, tem ajudado a tornar os GP mais chatos: pilotos de equipes de “2a linha” deixam os de “1a linha” passar sem oferecer nenhuma resistência. Faz sentido, porque sua corrida não é com eles e lutar só vai te fazer perder tempo, mas torna as “corridas de recuperação” coisas bastante burocráticas. E o pior: não vejo muito como mudar isso, a não ser com a óbvia solução de tornar os carros mais iguais (e acabar com essa divisão tipo LMP1/LMP2 da F1).
    Enfim, saudade do Bernoldi segurando o Coulthard por sei-lá-quantas voltas em Mônaco.

    • ms disse:

      concordo com vc, a disputa pelas primeiras posições ( que é o que interessa ) fica restrita somente a meia dúzia de pilotos e mesmo assim com poucas disputas ….as ultrapassagens que acontecem entre os ponteiros são raridade ficando a maior parte do tempo aquela procissão monótona de carros um atrás do outro com pouca alternância de posição…….resta torcer pra que este pega entre hamilton e vettel continue até o fim do ano trazendo mais emoção a esta temporada

    • G.h. disse:

      Isso quando não aparece o Ocon abrindo a porta mais que as pernas com aquele discurso “sou piloto Mercedes”.

  22. Gabriel Vargas disse:

    Vale a pena resistir, pois os leitores que resistem valem a pena.
    Resistir sempre.

  23. Clopes disse:

    Eu já sou duplamente idoso: prefiro o blog, e ainda prefiro os textos aos vídeos. Mas vou entrar aí no cordão dos puxa sacos e pedir pra vc não desistir.

  24. Giuliano disse:

    “Grande” Flavio Gomes. Acompanho religiosamente seu blog há não sei quantos anos. É um ritual diário, imprescindível ao meu gosto por boa leitura. Honestamente, em muitas ocasiões as corridas medonhas, difíceis de assistir, são substituídas pela leitura de seus excelentes textos que transformar até um horrorosa fila indiana de 60 voltas em algo no mínimo divertido. E faço um “mea culpa” por não gostar/evitar comentar seus textos, mas espero sinceramente que você não abandone este espaço. Não suporto redes sociais e, tanto eu como vários outros, perderíamos talvez os melhores textos sobre automobilismo ainda disponíveis. Continue firme caríssimo!

  25. vicente disse:

    Quanto ao blog, sugiro manter o texto aqui e contratar um estagiário para ir soltando um parágrafo por vez no twitter e whatsapp, sempre com um link pro texto integral.

  26. vicente disse:

    Suponho que a recém estreada navegação poluída do site GP é melhor para a nova geração (e eu como obsoleto membro da velha geração não consigo perceber que obviamente melhorou!). No entanto, procurei loucamente as notícias e não achei ! Se eu ficar mais de 24 horas sem acessar o GP, como poderei ver as notícias da véspera ou até mais antigas ? Será que no novo milênio qualquer notícia com mais de 12 horas é descartável ?

  27. Formiga disse:

    Parabéns Flávio… sigo o blog warmaup etc desde o inicio. Nesse caso já me sinto um dinossauro… Mas a resistência persiste. Serei keitor até o final.

    O Fabio Sixas nos abandonou… siga firme.

  28. Alexandre disse:

    Resista FG!
    Muitos ainda acompanham todos os seus (excelentes) textos. Resista.

  29. Flavio disse:

    Não desiste do blog não xará, é minha leitura diária já faz allguns anos.

  30. Gabriel P. disse:

    Flávio
    Acompanhando os outros leitores do blog, também gostaria que voce resistisse e continuasse a fazer uma das melhores análises, senão a melhor, dos GPs.
    Quanto ao GP da Inglaterra em si.
    Ficou mais que patente a grande diferença entre as 3 equipes de ponta e as outras, nesse caso nem podemos chamar isso de corrida, já que não há disputa.
    Vale aqui mas uma vez lembrar de Verstappen que tem muito talento mas não inspira lá muita confiança, mais ou menos como Neymar , que também é um baita jogador mas também não dá para confiar.

  31. ms disse:

    a ultrapassagem de vettel em cima de bottas foi uma verdadeira pintura que a muito tempo não se via na f1 não dando vettel qualquer possibilidade de reação a0 adversário…..será vettel voltando aos velhos tempos, se reencontrando com sua antiga boa forma quando conquistou 4 títulos mundiais em sequência?! vamos torcer pra que isto esteja acontecendo pq ai vamos ter o privilégio de assistir a um pega pra valer desses 02 pilotos excepcionais (hamilton e vettel) se engalfinhando na disputa pelo título

  32. Celso Okubaro disse:

    olá Flavio, boa noite!

    O acesso ao blog está ruim. Eu só consigo acessar depois de muita insistência nos cliques.

    Só entrar no blog sou redirecionado para o site do Grande Prêmio.

    Espero que consertem isso.

    Obrigado!

  33. Fabrizio disse:

    Leitor desde o Warm up quase que diariamente. Apenas faço minhas palavras as dos amigos acima. Obrigado por continuar o Blog e nos proporcionar o prazer de ler seus textos fantásticos sobre tudo, mesmo concordando ou não. Abraço

  34. CRSJ disse:

    Dessa vez Vettel foi Vettel sem a mínima cerimônia apagando até mesmo a Lambança da França colocando Bottas no bolso e deixando os rivais como Hamilton e a Mercedes frustrados procurando um culpado ou uma justificativa para derrota que não existiu.

  35. Michael Esdren disse:

    Corrida legal mesmo, tinha tudo pra ser previsivel( se bem que as Ferraris mostraram na formação do grid a Força que tem…) mas tudo mudou já na largado, a pessima largado do lewis….. ou seria a excelente largada do Vettel, ou ainda um mix disso…. já iniciou eletrizante, daí um toque do Kimi no rabo do hamilto completou o cenário, lewis teve erros, azar e sorte ao mesmo tempo, errou ao largar mal, azar ao ser atingido e sorte de que o carro ficou inteiro, voltou logo pra pista , era certo que passaria os carros da serie B facilmente 1 ou até 2 por volta pela diferença enorme de sdesempenho e pelo traçado da pista que favorece ultrapassagens, quando chegasse na elite RBR, Fer e mercedes a coisa seria mais difícil, mas com o fraco desempenho das RBRs, a penalidade (INJUSTA) ao Kimi e o jogo sujo vergonhoso com o bottas conseguiu no fim a segundo lugar, senão seria no máximo sexto….. , Vettel, que foi impecável e deveria ele ser o piloto do dia ( a ultrapassagem dele sobre o bosttas valeu mais que todas as do hamilto)! nem ligou disparou na frente e deixou que a turma se ferrasse atras dele….. E o resto foi o de sempre….. Alfa não se deu bem, etc, etc, etc nem vamos perder tempo falar dessa turma.
    A batida do kimi no rabo do hamilton não foi intencional, ele na verdade poderia ter arrebentado seu carro e o ham sair ileso ou com pouquissimos danos, foi de corrida mesmo e o culpado foi o proprio ham pois se ele larga bem o kimi não bateria nele, a punição foi mais uma armação duma FIA inglesa ….. hamilto foi mal educado grosseiro desonesto, fez um papelão feio e ridiculo frente aos ingleses e junto com a eqipe mercedes e depois engoliu tudo que falou mas ficou marcado ele e sua equipe por essa sujeira e acrescentando-se ainda mais o jogo sujo do bottas deixá-lo passar, a Ferrari nao fez isso em França, isso sim é uma tática INTERESSANTE, aliás o bottas é um bostta mesmo tá mais que provado que é um peão pra jogo sujo mesmo.
    Desempenho muito bom da Ferrari mas acho que a Mercedes ainda era pelo menos um pouco melhor em Silver, a diferença foi tirada no braço pelo VETTEL e o KImi ajudou bastante também pois deixou os mercedinhos apavorados aparecendo no retrovisor com la MACHINA,
    RBR decepção não teve a minima chance com os 4 top…. resultado bom pro campeonato e pra F1, na verdade foi uma façanha pro Vettel e Ferrari derrotarem hamilto e mercedes num evento especial assim, chupa inglaterra…..
    VETTEL O LEÃO !!!! Hamilton o cagão…… Ferrari é PADRÂO, mercedes a podridão!!!!
    Flavio please não nos deixe aflitos te esperando…..

  36. Pablo Almerom disse:

    Mantenha se firme Flavio! Acompanho o Grande premio e o blog já há 12 anos ( ou mais) . E é minha principal referência para automobilismo.

  37. Ricardo Bigliazzi disse:

    Vettel ganhou bem. Ele e Hamilton estão alguns “furos acima” do resto .

    A ultrapassagem sobre o Bottas foi uma aula, e em sua entrevista o cara parecia um moleque no kart ainda impressionado e orgulhoso pelo que fez.

    Como é legal ver um piloto construindo uma equipe.

    Quanto a Mclarem, parece que melhorou um poquinho. O melhor piloto dela (Gil de Ferran) parece que entendeu melhor os dados gerados pelo carro e o mesmo deve ter acertado o mesmo para a prima dona da equipe.

    • Leandro Batista disse:

      - Como é legal ver um piloto construindo uma equipe.

      Essa sua frase deveria ser pregada no box da Williams. Estão pagando bem caro por ter dois pilotos(?) pagantes. De que adianta isso e andar no fim do grid? A Martini já pulou fora. Quem vai patrocinar uma equipe que só aparece quando está tomando volta dos demais?

    • Segafredo disse:

      A schukruzete tá empolgada é? kkkkkkkkkk passou a mercêdes porquê era o “BORRAbottas”……..numa incrível mediocridade deixou o lado de dentro pro schukrute se enfiar. Fosse Hamilton à frente, o salsicha jamais teria tentado, simples assim.

  38. Beto Traballi disse:

    #warmupforever

  39. Paulo Pinto disse:

    Continua sendo o único piloto não Mercedes a liderar o Mundial no reinado das Flechas de Prata.

  40. Danir disse:

    Olá Flavio. Em algumas situações, a resistência é a única alternativa. No caso da internet, as redes sociais, para mim pelo menos, aparentam um grande curral, onde as pessoas alem de serem catalogadas e incitadas a agir como manada, não conseguem interagir livremente, uma vez que são censuradas de forma desavergonhada. Num site ou blog aberto, existe uma maior possibilidade de interagir, mesmo que as opiniões sejam contrárias. Já coloquei em cheque algumas vezes as opiniões suas ou de leitores, e mesmo assim estou aqui, pois é um local de troca de opiniões sem frescuras e com a possibilidade de interagir sem bloqueios ou likes. O cara falou merda, deve ouvir a opinião contrária sem politicamente correto ou bloqueio. A não ser que saia do argumento para ofensas diretas e baixarias. Quanto ao resto, ser contra uma opinião e eventualmente citar que o dono é um cretino, faz parte do jogo, não mata ninguem. Eu tambem já fui chamado de cretino e não me senti mal ou fiquei dodoi, sigo com a minha opinião e respeito os idiotas que não pensam como eu. Neste ponto eu poderia colocar uns rs, mas seria pura frescura. Não desista, seu blog é muito bom e tem coisas que não se acha em outros lugares. A não ser que você começe a colocar fotos de gatinhos, cachorrinhos e outros bichinhos, siga em frente que tem muita gente que vai continuar frequentando o espaço. Nem sempre quantidade e o melhor, como diria Nelson Rodrigues, unanimidade é um saco (em tradução livre). Boa sorte e sucesso, você merece.

  41. José R. disse:

    Flávio, pq apagou o post falando sobre os tempos de exceção??!

  42. Bruno disse:

    Apenas reiterando o que os outros colegas já comentaram.
    Acompanho o blog desde 2008. De lá pra cá infelizmente é cada vez menor o número de blogs especializados sobre F-1.
    O seu sempre foi um dos melhores, textos muito bons, muitas vezes melhores que assistir algumas corridas na temporada.
    Por favor, resista e continue com o bom trabalho!
    P.S.: acompanhei alguns programas seus na Fox. Impressionante como vc ainda consegue tempo pra escrever no blog, pq já está nesses horários malucos há 1 semana. Dormir 4h da manhã (e já com sol a pino), gravar programas e ainda conseguir manter um blog… ufa! Parabéns FG!

    • Flavio Gomes disse:

      Uma semana? São 40 dias.

      • Bruno disse:

        Ops, verdade. Escrevi errado, era pra ter escrito 1 mês (caramba, parece que foi um dia desses aquele post vc falando que tinha chegado na Rússia). Pelo menos só falta 1 semana agora. Vai aproveitar mais uns dias aí na Rússia? Pq trabalhando todo dia nesses horários malucos não deve ter dado pra aproveitar muita coisa.

  43. Fernando disse:

    Muito obrigado por não desistir dos seus velhos leitores.
    Se os blogs estão em decadência, imagino que isso seja ainda mais sentido num blog sobre automobilismo.
    Enquanto você estiver aqui também estarei.
    Abraço

  44. BRUNO MENDES CRUZ disse:

    Jovem escriba, uma boa noite pra você (ou bom dia, dependendo do fuso).

    Gostaria de lhe pedir uma gentileza, se é que me é possível pedir algo: Jamais desista desista de nós blogueiros, não nós deixe órfãos! Sim, sabemos que somos poucos, mas os textos que você aqui coloca e nos presenteia, todo final de semana em que há GP (Treinos de Sexta, treinos de Sábado e Corrida no Domingo), são maravilhosos de se ler. E este tipo de leitura, não se encontra todo dia por aí.

    Mais uma ve, obrigado por compartilhar conosco fãs do automobilismo, seus textos, seus comentário e principalmente, suas histórias!

    Abraços, pequeno escriba!

  45. Boer disse:

    Eu ainda prefiro sites e blogs. Por isso ando sempre por aqui.

    A vitória do alemão foi um golpe de autoridade. Ganharia muito provavelmente com ou sem toque de HAM x RAI.

  46. Filipe disse:

    Hamilton é um mal perdedor. Sempre que as coisas fogem ao seu controle ele começa a inventar essas teorias da conspiração.

  47. Guilherme Jales disse:

    Yes, we care, Flavinho. Continuamos por aqui esperando seus textos no blog.

  48. Élcio disse:

    Resista!!
    Fico ansioso para ler seus textos sobre as corridas e o “Sobre ontem”!!
    RESISTA !!!!!!!
    Entro no seu Blog todos os dias, leio todos os seus textos há anos, muitos anos!!!
    Mais uma vez: RESISTA!!!!!!!!
    Por favor!!!!!!

  49. Élcio disse:

    Boa noite Flávio!
    RESISTA POR FAVOR!!!!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado Campos obrigatórios são marcados *

Você pode usar estas tags e atributos de HTML: <a href="" title=""> <abbr title=""> <acronym title=""> <b> <blockquote cite=""> <cite> <code> <del datetime=""> <em> <i> <q cite=""> <strike> <strong>